sábado, 22 de outubro de 2016

Polícia em Gaza desarticula quadrilha de assaltantes composta por crianças


PDF
Versão para impressão
Enviar por E-mail
Destaques - Nacional
Escrito por Redação  em 19 Outubro 2016
Share/Save/Bookmark
Um grupo de presumíveis ladrões, do qual fazem parte duas crianças, está a contas com a Polícia da República de Moçambique (PRM) na cidade de Xai-Xai, província de Gaza, indiciado de criar terror em pelo menos dois bairros daquela urbe.
Os integrantes da quadrilha têm idades compreendidas entre 12 anos e 19 anos. Pesa sobre os visados a prática de assaltos nos bairros 9 e 10 da cidade de Xai-Xai.
Segundo as autoridades policiais, várias vítimas relataram assaltos e agressões físicas perpetradas, por exemplo, por supostos meliantes de que os menores em causa faziam parte. Consta que eles actuam de dia e de noite, munidos de armas brancas.
As crianças eram também usadas para efectuar o reconhecimento dos locais a cometer assaltos. Um dos menores disse que o seu comparsa mais velho é que indicava os lugares onde se devia roubar e dava ordens para se perpetrar outros desmandos, incluindo em casa de vizinhos.
“Depois quem vende os bens roubados é ele”. Em relação aos menores de idade detidos, pese embora à luz da Lei sejam inimputáveis, a Polícia disse que fê-lo para evitar que fossem linchados.
Refira-se que há cada vez mais menores de idade envolvidos em crimes. Na semana finda, quatro adolescentes, com idades compreendidas entre 13 e 17 anos, foram privados de liberdade, na 12ª esquadra em Maputo, acusados de associação para delinquir, também com recurso a armas brancas.
As autoridades judiciais consideram que as crianças em conflito com a lei cometem crimes graves, tais como homicídios, ofensas corporais qualificadas, violações, roubos, furtos qualificados, entre outros, e a “carestia de vida e a negligência de alguns pais contribuem” para o seu “crescente envolvimento no mundo do crime”.

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook