sábado, 29 de outubro de 2016

OS CANALHAS QUE CONTINUAM A GLORIFICAR O SAMORA ´´ASSASSÍNO`` MACHEL,



ZECA CALIATE, VOZ DA VERDADE

COMO SENDO O VERDADEIRO LIBERTADOR DA PÁTRIA, SÃO OS MESMOS QUE HOJE, 24 ANOS APÓS UMA TRÉGUA SABOTADA, COLOCAM O PAÍS EM COLAPSO. 

Eles não falam da miséria que incutem ás famílias Moçambicanas, mas quando são solicitados para se pernunciarem sobre o retardado do Samora ´´kichwa ya maji``Machel, fazem-no de uma forma tão artificial e bajuladora, que só continuam a enganar aos mais ignorantes sobre o tema. Aquele ser abominável que tive o infortunio de o conhecer e conviver, no campo de treinos militar de Kongwa no então Tanganyika em Março de 1965, já lá vão 51 anos, não passava de um miserável completamente estasiado no seu poderoso fumo de recalcamentos e maldade, que fez questão de semear nas mentes de milhões de Moçambicanos, durante o infeliz tempo que passou no mundo dos mortais.
Tenho enúmeros episódios para contar sobre a vida de Samora Machel, mas hoje vou apenas relembrar algumas verdades continuamente omitidas no seio da boçalidade Frelimista sobre Samora. Esse homem que sempre se vangloriou de ter combatido ferózmente o colonialismo Português, na verdade só o fazia em seus sonhos, porque o verdadeiro trabalho de HOMEM, deixava-o para os valentes, enquanto ele se mantinham em Nachingwea a brincar com as meninas e ´´ALGUNS MENINOS``. Aquele ser de fraca figura, nunca se fez presente em nenhum combate contra às tropas Portuguesas, e nem sequer sabia como se organizava uma simples emboscada...um verdadeiro inútil manipulador. 
Os dez anos que tive de vivência na Frelimo, deram-me muita experiência e calo de vida, pois lidei com todo o tipo de pessoas dos vários cantos de Moçambique, onde retirei boas e más lições de vida. Nessa minha longa caminhada, fui obrigado a conviver com dois matadores Moçambicanos vindos de partes distintas do nosso País, que viriam a criar a aliança Makonde-Shangane da matança, um proveniente do Sul do rio Save, e o outro proveniente do planalto dos Makondes no Norte do País, onde ambos mantinham o mesmo modos operandi na criação de terror, são eles, Samora Moisés Machel, o aprendiz de enfermeiro, e Alberto ´´Ignorante`` Chipande. Alberto Chipande foi o primeiro e único comandante da Frelimo que eu tenha conhecimento, que teve a coragem de assassinar o seu próprio Pai, Joaquim Chipande, acusando-o de ser agente informador do Colono e isto tudo para dar uma prova de lealdade á hegemonia Sulista boçaloide Comunista. 
Quando me deparo com um dos maiores delatores do nosso povo, Joaquim ´´TZOM`` Chissano, a falar para a STV, sobre o legado do maior criminoso da nossa história, só me dá vómitos. Não é que o traficante Chissano tem a ousadia de dizer que foi Samora a criar o Destacamento Feminino da Frelimo!!! Que grande MENTIRA...,pois foi Filipe Samuel Magaia, que autorizou a participação feminina nas Forças Populares de Libertação de Moçambique “FPLM”. Samora Machel, quando tomou de assalto a Defesa do partido, após assassinar o seu superior e chefe Filipe Magaia, a sua primeira grande accção no seio do Destacamento Feminino, foi violar e engravidar a chefe desse Destacamento, a camarada Josina Muthemba, que por sua vez era a ´´viúva`` e companheira de Magaia. Hoje, o cínico Chissano, vai omitindo estes acontecimentos para entretenimento da carneirada Frelimista, esquecendo-se de dizer que o camarada Samora só assumiu a sua responsabilidade perante Josina, porque o ´´antigo`` Comité Central da Frelimo, assim o deliberou, pois o seu pai Sansão Muthemba, era um homem respeitado e de extrema confiança de Eduardo Mondlane. Mais tarde, Josina viria a ser envenenada pelo próprio Samora, perdendo a vida no hospital de Muhimbiri em Dar-és-Salaam.
Porque é que Chissano omite, que foi á União Soviética pela segunda vez em 1966 para aquele especial treino de assassinato de Mondlane, que viria a dar frutos em 1969!!?? Quando diz que a defesa e segurança da Frelimo foi separada antes da morte de Magaia....MENTIRA, a coisa só se concretizaria depois de Samora e Chissano assassinarem Magaia, para assim dar continuidade á sua ascensão meteórica dentro do partido até o tomarem na totalidade em 1969.
Após a matança de Mondlane, conseguiram afastar Uria Simango e todos os outros membros Chingondos de relevo, com poder de decisão no Comité Central, para assim deliberarem a sucessão de Mondlane sem oposição, e assim manter a hegemonia sulista.
Após a Independência, Samora deu primazia na criação de amizades com a mesma linha opressora e acelarou a sua perseguição aos seus inimigos ´´RESISTENTES``. Mas o que o viria a matar, vinha de dentro...provando da semente que ele próprio Samora, plantara uns anos antes.
Uma certa senhora fala dos valores e princípios que Samora implementou...quais???? DAQUELES DE QUE ACABEI DE ESCREVER!!??? De facto o homenzinho tinha um carisma imenso naquilo que sabia fazer melhor...mandar MATAR E SONHAR.
O maior contributo que Samora deixou na nossa sociedade foi de facto o separatismo nacional, opressão tribal e as demais, mono partidarismo, racismo, já para não falar nos campos de reeducação, nos julgamentos populares, nos fuzilamentos(a que até Chissano assistiu), nas guias de marcha e muito,... muito mais. ...Amnésias???...claro que não, apenas as manipulações do costume de um ser também ele abominável, calculista, frio e grande assassino do regime Frelimista. 
Um momento de reflexão...será que os Moçambicanos se dão conta que a eleição do ´´Gomate wa Zaurinha`` por parte do ´´CC`` foi uma jogada de mestre dos sulistas??? Para os magazas era importante darem a vez aos Makondes fácilmente manipuláveis, com o intuito de os sabotar como estão a fazer agora, precisamente para que em 2019 ponham lá outro presidente do sul e acabar de uma vez com as pretenções Makondes. Lembram-se de ouvir dizer, que Nyusi seria um presidente de um só mandato??? Neste momento os clãs dentro da Frelimo guerreiam-se silênciosamente para se sabotarem uns aos outros, nesta guerra não declarada aos incansáveis RESISTENTES. Os Makondes neste momento lutam contra o tempo, e matar DHLAKAMA é primordial para que eles se mantenham no tôpo do partido dando um chega para lá aos sulistas que lhes querem fazer a cama.
Por isso os Esquadrões da Morte trabalham a todo vapôr, comandados por Alberto Chipande, Nyusi e a sua canalhada do costume como: Raimundo Pachinuapa, Salvador N'tumuke, Lagos Lidímu, entre outros.
Amigos, aqui temos três pilha galinhas a disputar o poleiro da capoeira boçal Frelimista... Guebas, Chissano e Chipande....atenção que já sabemos que todos são criminosos, mas tenham especial atenção no maior calculista de todos os tempos do nosso País, o grande traidor JOAQUIM CHISSANO. 
PRESIDENTE DHLAKAMA, O QUE ESPERA PARA ACABAR DE UMA VEZ COM ESTA CANALHADA???? SE ERA LEGITIMAÇÃO PERANTE O MUNDO QUE PROCURAVA, AÍ A TEM, DEPOIS DE TODOS OS ACONTECIMENTOS DOS ULTIMOS TEMPOS...UMA VEZ RESISTENTE, RESISTENTE PARA SEMPRE. 
Meus irmãos Moçambicanos, relembro-vos em consciência, a todos os resistentes a este regime sanguinário inconsequente, que enquanto as chefias radicais assassinas desse partido Frelimo não forem capturadas e encarceradas, o povo nao terá liberdade e sempre haverá alguém para enviar os ``cães de caça do regime`` para vos perseguir, agredir e eliminar.
FUNGULANI MASSO, lembrem-se bem, QUEM NÃO LUTA PERDE SEMPRE, A LUTA É CONTÍNUA. 
Zeca Caliate, General Chingòndo um dos sobreviventes da Teia do mal Frelimo.

GostoMostrar mais reaçõesComentar

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook