sexta-feira, 7 de outubro de 2016

Moçambique perdeu biliões de dólares em 10 anos devido à corrupção


mediaCIP - Centro de Integridade Pública - MoçambiqueCIP
Moçambique perdeu 5 mil milhões de dólares em esquemas de corrupção entre 2004 a 2014,  os dois mandatos do Presidente Armando Guebuza, revelou hoje o Centro de Integridade Pública.

Moçambique perdeu entre 2004 a 2014, durante os dois mandatos em que Armando Guebuza foi Presidente da República, 5 mil milhões de dólares em esquemas de corrupção, segundo Adriano Nuvunga, Director Geral do Centro de Integridade pública CIP, que divulgou esta quinta-feira (6/10) um relatório sobre o tema, resultado de dez anos de investigações.
"Estes custos estão avaliados em cerca de 5 biliões de dólares de 2004 a 2014, o que corresponde por exemplo no ano de 2014 a cerca de 30% do orçamento alocado para a área do investimento" afirma Adriano Nuvunga.
Orfeu Lisboa, correspondente em Maputo06/10/2016Ouvir
Para a organização que, lançou na cidade da Beira, no centro do país o seu relatório intitulado "Os Custos da Corrupção para a Economia Moçambicana – porque é que é importante iombater a corrupção num clima de fragilidade fiscal", o fenómeno que afecta diversos sectores de actividade, sendo os mais problemáticos os ligados à importação de combustíveis, alfândegas, Obras Públicas e Habitação, Pescas e Telecomunicações.
Mas este fenómeno não tem sido atacado de forma vigorosa por parte de alguns governantes segundo Adriano Nuvunga para quem "os dirigentes do nosso país alguns são corruptos e outros toleram".
 Este relatório sobre a corrupção surge numa altura em que se regista em Moçambique a subida crescente dos preços dos produtos de primeira necessidade, devido à contínua depreciação do metical - tanto nos bancos quanto no mercado informal - face às principais moedas de referência e de importação : o dólareuro e o rand.
Comunicado do Banco de Moçambique refere que a queda do metical se vem acentuando desde o início de 2016, estando agora a acumular perdas de 76,23% face au euro, 70,88% ao dólar e 87,85% em relação ao rand sul-africano, as moedas mais transacionadas no mercado moçambicano.

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook