terça-feira, 18 de outubro de 2016

Enquanto o Filie Nyusi brinca de Governar…

Enquanto o Filie Nyusi brinca de Governar…


Enquanto o Presidente Filipe Nyusi brinca de governar, eu vou brincando de fazer sugestões sobre como poderia ter estruturado da melhor maneira o Governo que dirige.

Primeiro, o Presidente precisa de conselheiros, criteriosamente seleccionados, para coordenar assuntos de pelouros interdependes e alistar propostas de opções de decisão a serem consideradas por ele. Esses conselheiros seriam os ministros na presidência. Os ministérios na Presidência, seriam os seguintes:
1. Ministério na Presidência para os Assuntos de Defesa, Segurança e Ordem Pública
Função: Gabinete de aconselhamento do Presidente da República sobre as decisões a tomar em matérias atinentes à execução das políticas de defesa, segurança, ordem e tranquilidade pública do Estado moçambicano.


2. Ministério na Presidência para os Assuntos Políticos, Económicos e Sociais

Função: Gabinete de aconselhamento do Presidente da República sobre as decisões a tomar em matérias atinentes à execução das políticas de promoção e manutenção de uma melhor convivência política e de melhores relações económicas e sociais na República de Moçambique.


3. Ministério na Presidência para os Assuntos da Educação, Ciência, Tecnologia e Desenvolvimento

Função: Gabinete de aconselhamento do Presidente da República sobre as decisões a tomar em matérias atinentes à execução das políticas de educação, ciência e tecnologia, para a promoção do desenvolvimento integral sustentável de Moçambique.


4. Ministério na Presidência para os Assuntos Constitucionais, Jurídicos e Diplomáticos

Função: Gabinete de aconselhamento do Presidente da República sobre as decisões a tomar em matérias atinentes ao funcionamento do sistema da administração da justiça e à execução da política diplomática e de cooperação internacional de Moçambique.


Segundo, para boa gestão de políticas públicas, Moçambique não precisa mais do que os seguintes pelouros ministeriais, em adição aos gabinetes de aconselhamento instalados na Presidência da Presidência:

1. Ministério dos Negócios Estrangeiros e Cooperação
Função: (i) conceber, desenvolver e superintender a implementação das políticas do Estado moçambicano nos domínios diplomático, de cooperação internacional e de atendimento às comunidades moçambicanas na diáspora; e (ii) aconselhar o Presidente da República e o Conselho de Ministros sobre opções das decisões a tomar nestes domínios, no interesse público e do Estado.


2. Ministério de Economia e Finanças

Função: (i) conceber, desenvolver e superintender a implementação da política económica e financeira do Estado moçambicano; e (ii) aconselhar o Presidente da República e o Conselho de Ministros sobre opções das decisões a tomar nestes domínios, no interesse público e do Estado.


3. Ministério da Defesa

Funções: (i) conceber, desenvolver e superintender a implementação da política de defesa do Estado moçambicano; e (ii) aconselhar o Presidente da República e o Conselho de Ministros sobre opções das decisões a tomar neste domínio, no interesse público e do Estado.


4. Ministério da Administração Interna

Função: (i) conceber, desenvolver e superintender a implementação das políticas de defesa da legalidade, ordem, segurança e tranquilidade pública do Estado moçambicano; e (ii) aconselhar o Presidente da República e o Conselho de Ministros sobre opções das decisões a tomar neste domínio, no interesse público e do Estado.


5. Ministério da Saúde

Funções: (i) conceber, desenvolver e superintender a implementação das políticas de saúde do Estado moçambicano; e aconselhar o Presidente da República e o Conselho de Ministros sobre opções das decisões a tomar neste domínio, no interesse público e do Estado.


6. Ministério da Educação, Ciência e Tecnologia

Funções: (ic) conceber, desenvolver e superintender a implementação das políticas de educação, ciência e tecnologia do Estado moçambicanos; e (ii) aconselhar o Presidente da República e o Conselho de Ministros sobre opções das decisões a tomar nestes domínios, no interesse público e do Estado.


7. Ministério do Meio Ambiente e Recursos Naturais

Funções: (i) conceber, desenvolver e superintender a implementação das políticas de gestão e exploração sustentável dos recursos naturais de Moçambique; e (ii) aconselhar o Presidente da República e o Conselho de Ministros sobre opções das decisões a tomar nestes domínios, no interesse público e do Estado.


8. Ministério da Agricultura, Pecuária e Pescas

Funções: (i) conceber, desenvolver e superintender a implementação das políticas de produção primária de alimentos e de garantia de segurança nutricional em Moçambique; e (ii) aconselhar o Presidente da República e o Conselho de Ministros sobre opções das decisões a tomar nestes domínios, no interesse público e do Estado.


9. Ministério de Obras Públicas, Habitação e Ordenamento Territorial

Funções: (i) conceber, desenvolver e superintender a implementação das políticas de construção e manutenção de infraestruturas económicas e sociais, de habitação e de ordenamento territorial; e (ii) aconselhar o Presidente da República e o Conselho de Ministros sobre opções das decisões a tomar nestes domínios, no interesse público e do Estado.


10. Ministério da Energia, Indústria, Comércio e Turismo

Funções: (i) conceber, desenvolver e superintender a implementação das políticas de geração e provisão de energia para diversos fins, e de promoção e facilitação da industrialização, comércio e turismo, para a dinamização da economia em Moçambique; e (ii) aconselhar o Presidente da República e o Conselho de Ministros sobre opções das decisões a tomar nestes domínios, no interesse público e do Estado.


11. Ministério dos Transportes e Comunicações

Funções: (i) conceber, desenvolver e superintender a implementação das políticas dos transportes e comunicações, para a promoção e facilitação de comunicações e de circulação de pessoas e bens ao serviço da economia em Moçambique; e (ii) aconselhar o Presidente da República e o Conselho de Ministros sobre opções das decisões a tomar nestes domínios, no interesse público e do Estado.


12. Ministério da Cultura, Desportos e Juventude

Funções: (i) conceber, desenvolver e superintender a implementação das políticas de promoção e facilitação da produção artística e de valorização do acervo histórico-cultura de Moçambique, e de promoção de facilitação de actividades desportivas e recreativas ou de entretenimento, bem como de atendimento apropriado dos assuntos específicos da juventude, isto em coordenação com os pelouros ministeriais que superintendem as áreas de emprego e habitação; e (ii) aconselhar o Presidente da República e o Conselho de Ministros sobre opções das decisões a tomar nestes domínios, no interesse público e do Estado.


13. Ministério da Função Pública, Emprego e Previdência Social

Funções: (i) conceber, desenvolver e superintender a implementação das políticas de gestão dos recursos humanos do Estado, de promoção e facilitação do emprego condigno, e de assistência social aos aposentados; e (ii) aconselhar o Presidente da República e o Conselho de Ministros sobre opções das decisões a tomar nestes domínios, no interesse público e do Estado.


14. Ministério da Justiça, Assuntos Parlamentares e Sociedade Civil

Funções: (i) conceber, desenvolver e superintender a implementação das políticas de administração da justiça, coordenação da produção legislativa e promoção da legalidade em Moçambique, em articulação com as demais entidades do Estado, especialmente com os órgãos de representação política dos cidadãos e com a sociedade civil; e (ii) aconselhar o Presidente da República e o Conselho de Ministros sobre opções das decisões a tomar nestes domínios, no interesse público e do Estado.


15. Ministério dos Veteranos das Forças Armadas e Paramilitares

Funções: (i) conceber, desenvolver e superintender a implementação das políticas que atendem as necessidades especiais dos veteranos das forças armadas e paramilitares do Estado moçambicano; e (ii) aconselhar o Presidente da República e o Conselho de Ministros sobre opções das decisões a tomar nestes domínios, no interesse público e do Estado.
Não se deve brincar de governar


«Quero que o nosso Estado e os moçambicanos em geral, sejam os verdadeiros donos das riquezas e potencialidades da nossa pátria… Lutarei para que os moçambicanos sejam os donos e a razão de ser da economia, assegurando uma crescente integração do conteúdo local e a participação efectiva dos moçambicanos nos projectos de investimento, em especial na exploração de recursos naturais. O meu Governo vai assumir-se como parceiro estratégico na afirmação de uma classe empresarial moçambicana mais ampla e robusta… Estou confiante que juntos iremos construir o bem estar do nosso povo e um futuro risonho para as nossas crianças.»

Extractos do discurso inaugural de Filipe Nyusi, Presidente da República de Moçambique


Isto vem a propósito da recente nomeação da Letícia Deusina da Silva Klemens para o cargo de Ministra dos Recursos Minerais e Energia.

Letícia Klemens é nomeada para este importante cargo quando exercias as funções de (i) Presidente da Mesa da Assembleia Geral do Millennium bim e (ii) Presidente da Associação das Mulheres Empresárias e Empreendedoras.
Dado o currículo rigorosamente BREVE desta jovem—que enverga BANDEIRA PORTUGUESA(!?!) na imagem—sou dado a pensar que o Presidente Filipe Nyusi quer dirigir ele próprio o pelouro dos recursos minerais e energia, quiçá coadjuvado pelo já Ministro da Terra, Ambiente e Desenvolvimento Rural, Celso Correia (busto à direita, na imagem). (Importa recordar aqui, que o nome de Celso Correia apareceu recentemente associado com uma dívida de mais de 50 milhões de euros, contraída junto a instituições de crédito português.)
Sou levado a pensar assim, porque não encontro nenhuma explicação lógica (nós profissionais da ciência usamos lógica formal para tomar decisões) para esta decisão do Presidente Filipe Nyusi. E não quero pensar que ele está a brincar de governar.
É que o pelouro dos recursos minerais e energia é estratégico. Muitos dos recursos financeiros que Moçambique precisa encaixar rapidamente para sair da crise são esperados deste pelouro. Não seria este o momento apropriado para colocar alguém que ainda precisa de aprender muita coisa na vida para aprender a gerir neste pelouro.
Rigorosamente, o pelouro dos recursos minerais e energia precisa de um gestor que tem alguma experiência profissional e sensibilidades técnica—e política!—e nos domínios de gestão e de negociação de contratos de exploração comercial dos recursos minerais e projectos de geração de energia para diversos fins, incluindo a electrificação de um país. Na concepção e execução de políticas públicas no pelouro dos recursos minerais e energia há muitos interesses conflituantes, cuja gestão requer uma experiência comprovada no domínio de fazer "trade-offs" adequados, para que um país possa produzir riqueza através da exploração comercial dos seus recursos naturais.
Por causa do momento que Moçambique, é rigorosamente desaconselhável fazer do pelouro dos recursos minerais e energia um lugar para exercitar ou testar capacidades de liderança de quadros ainda em processo de formação. O país tem já vários quadros com as competências requeridas para a direcção do pelouro dos recursos minerais e energia, quadros esses que o Presidente Filipe Nyusi preteriu para "experimentar" a Letícia Klmens, uma mulher jovem e sem qualquer relação anterior com nenhum tipo de actividade específica de gestão dos recursos minerais e energia. Se não for com o apoio do próprio Presidente Filipe Nyusi, ou de alguém de sua confiança—qual Celso Correia—, não creio tanto que a Letícia saberá racionalizar melhor ou mobilizar os recursos humanos e materiais que este pelouro tem e precisa ter, do que terá feito Pedro Couto. É por pensar assim, que estou em crer que o Presidente Filipe Nyusi quer ser ele próprio o pelouro dos recursos minerais, tendo a Letícia, e quiça o Celso, como seus "assistentes" mais directos.
Enfim, acho que a filosofia de treinar a juventude para pegar o leme do barco quando chegar a hora não deve envolver arbitrariedades. O povo precisa de instar constantemente o seu "empregado" a cingir-se ao seu discurso inaugural. A mim não me parece que a recente nomeação da Letícia Klemens para dirigir o pelouro dos recursos minerais e energia esteja bem alinha com o discurso inaugural do Presidente Filipe Nyusi, particularmente com os trechos citados acima, no início desta reflexão. Cada vez mais me parece que ele (Filipe Nyusi) está a brincar em serviço. Não brinquemos de governar!
Fabião Nhancundele, Jossias Ramos, Lourenco Maute e 115 outras pessoas gostam disto.
Comentários
Carlos Chivambo
Carlos Chivambo "brincar de governar", kikikikikikik, gostei da frase! na verdade dada a sensibilidade da area, o prof pode ter feito uma boa analise.
65 h
Elidio Cuco
Foto de Julião João Cumbane.Elidio Cuco se o Presidente convida-se o amigo Julião João Cumbane para ocupar a pasta qual seria a sua resposta!
35 h
Ribeiro Mafavisse
Ribeiro Mafavisse De certeza não é essa a pretensão do prof. Atente ao teor do post faz favor.
125 h
Belmiro Nataniel Cumbane
Belmiro Nataniel Cumbane Exactamente, nomear as pessoas a cargos de acordo com as qualificações e dominio da matéria em causa, mas não por confianças obscuras ou pessoais.
Zeca Becane Felisberto Sibia
Zeca Becane Felisberto Sibia Falta o objectico do planeamento de RH , que e colocar a pessoa certa no lugar certo
13 h
Lenine Daniel
Lenine Daniel Falou e disse Professor, o nosso amado Moçambique merece muito mais do que isso. Este País tem quadros verticais e que combinam o conhecimento com o sentido de pátria que tanto almejamos. Assim, não vamos a nenhum lado e não podemos num momento como este andar a "brincar" de governar e numa área essencialissima como essa.
Espero que estejamos errados, esse é o meu maior desejo!
35 h
Cossa Khossa
Cossa Khossa Quanto a mim, o post merece um "Oscar".
45 h
Rmano El Bambino
Rmano El Bambino Ilidio
15 h
Manuel Gil Uane
Manuel Gil Uane Concordo consigo, acho que este nao é o momento para experimentos. Mas contudo, espero k ela mostre serviço pois o pais precisa.
Julião João Cumbane
Julião João Cumbane O ponto, Manuel Gil Uane, é que se concordamos que o momento que Moçambique está a atravessar não se compadece com experimentações, então TEMOS que fazer uma prospecção aturada de quadros para dirigir sectores estratégicos. Certamente que Moçambique tem quadros bem mais qualificados que a Letícia Klemens, para dirigir o pelouro dos recursos minerais e energia. Acho importante que se dê ar de seriedade à nossa administração pública, colocando em lugares estratégicos quadros seleccionados usando critérios mais objectivos. Isso não é aparente no caso da nomeação de Letícia Klemens, e idem em algumas outras nomeações. É por isso que num outro 'post' meu eu questiono sobre os critérios que o Presidente Filipe Nyusi usa para seleccionar os quadros que ocupam cargos no Governo que ele dirige. Não parece haver seriedade e objectividade; para reinar a arbitrariedade. Isso, mesmo se for apenas aparente, é mau, pois em política as percepções é que contam.
21 h
David Nhassengo
David Nhassengo Eish yah
Herminio Ricardo
Herminio Ricardo Concordo plenamente..Eu acho k ha' muito neopotismo nesta governaçao!! They don't think about us...
25 h
Julião João Cumbane
Julião João Cumbane Sim, Herminio Ricardo, fica essa impressão de que nesta governação há nepotismo, porque os critérios de indicação dos governantes pelo Filipe Nyusi não parecem objectivos nem criteriosos. Causa muita estranheza e indignação que uma mulher que presidiu uma Mesa da Assembleia Geral de uma sociedade bancária, sem qualquer conhecimento específico ou experiência específica nas áreas dos recursos menerais e energia, tenha sido chamada para dirigir o pelouro ministerial que superintende estas áreas. Qual é a base objectiva desta nomeação?...
Titos Cau
Titos Cau Esta nomeacao realmente da que falar. Parece que algo de muito grave se passa por detras disto tudo. Muita pena. Ha quanto tempo ela milita na Frelimo?
Julião João Cumbane
Julião João Cumbane Sim, Titos Cau, só o Presidente Filipe Nyusi e seus colaboradores mais directos é que conhecem o significado da decisão que ele acaba de tomar. Para mim, a questão não é se ela milita ou não na Frelimo; a questão é se não havia melhor opção. E é claro há várias opções melhores que a que o Presidente tomou. Então, surge outra pergunta: por que o Presidente Filipe Nyusi preferiu Letícia Klemens em vez de outros quadros, aparentemente melhor qualificados?...
Homer Wolf
Homer Wolf Dizem que a jovem ministra anda trajada com a bandeira portuguesa, onde quer que vá: em eventos oficiais, na praia, no campo, etc., lá está ela vestida à "portuguesa com certeza"... Coitada nem tem outra roupa.
(ahhh... camone!!! )

E já agora, só para eu perceber: o Celso Correia aparece aí nessas ilustraçóes "coloridas" numa de quê mesmo?
125 hEditado
Lyndo A. Mondlane
Lyndo A. Mondlane so por isso? ou por incompetente???...kkkk
15 h
Homer Wolf
Homer Wolf É comigo Lyndo A. Mondlane?
15 h
Lyndo A. Mondlane
Lyndo A. Mondlane nao amigo... apoiando o teu questionamento...
Homer Wolf
Homer Wolf Eu não me importava nada que tambem aparecesse aí nas pics a Ministra da Saúde... eh eh eh
15 h
Lyndo A. Mondlane
Lyndo A. Mondlane eu tambem me inclino a pensar que tera algo que ver com a sua pele... vai ser que os mediocres nao sao nem ela, nem nazira, nem celso, senao os que antes de mais nada vemos a cor da embalagem.. e assim vamos
25 hEditado
Julião João Cumbane
Julião João Cumbane Homer Wolf, o texto (do 'post') comporta uma resposta para a tua pergunta. Volta a ler o texto, no teu próprio interesse!
Desidério Manuel Doarte
Desidério Manuel Doarte É preciso colocar o homem certo no lugar certo. Esta senhora pelo seu Curriculum está deixar o lugar certo e caminhar para lugar errado. A não ser todo dossiê dos recursos minerais já está distribuído apenas vai como protocolo. O meu Moçambique está a ter contornos assustadores.
Julião João Cumbane
Julião João Cumbane Tal é a impressão que esta inusitada nomeação de Letícia Klemens cria, Desidério Manuel Doarte! Mas vamos lá continuar a confiar no Presidente Filipe Nyusi, que é o que ainda me parece o melhor que podemos fazer!
Elcidio Muchave
Elcidio Muchave Amigo Sitoe, a sua atenção.
15 h
Raul Junior
Raul Junior Eu dou os meus parabens pela nomeacao da nova Ministra. Dizia num dos meus post que vi espiritualmente um oMocambique muito desenvolvido. Um Mocambique em que Pretos, Brancos, Mulatos, Governantes e Governados viviam juntos em Harmonia. Estamos a comecar um novo ciclo de governacao, um novo ciclo de governacao em que se deve cultivar a barreira e veu que nos separa dos outros no verdadeiro sentido. Sinto muito quando na minha cidade vejo segregacao racial muito forte. Se os mocambicanos de outras racas fizerem parte do governo penso que estaremos pouco a pouco a nos orientar para uma governacao de inclusao. Um exercicio simples de olhar as ilustracoes nos manuais escolares em Uso em Mocambique notara que ha uma exclusao de um grupo enorme nesta perola do Indico, claro que tambem os pretos estao excluidos pela Lingua que se usa. Temos muitos desafios. Nyusi, meu confiado Presidente pretende transmitir a partir desta nomeacao cosmetica e penso acertada que Ele decide e nao houve ninguem. Para mim deve comecar a fazer isso mesmo. Governar, Governar. Ele sera criticado apos ao seu mandato. Uma governacao nao se deve limitar nas palpadelas. A Historia de que no Partido ha muitos quadros competentes na Prateleira deve comecar a acabar. Quem nasceu com propensoes para ser Ministro? Quem nasceu com propensoes para ser governado eternamente? Desejo tudo do bom a nova Ministra e que deve trabalhar orientada nos Resultados. Os seus colaboradores devem dar apoio.
35 h
Titos Cau
Titos Cau Muito bem Raul Junior. Agora comete o curriculo dela.
25 h
Raul Junior
Raul Junior Titos Cau, penso que os dados que nos apresentam no CV dela ajudam embora nao na totalidade a perceber que ela tem um historial na area de lideranca. Creio que Nyusi conhece mais os resultados dela nos locais por onde passou que aquele simples palavreado no CV. Tambem nao sei se aquilo se chama CV ou mais ou menos BI avancado. Ela nao vai trabalhar sozinha. Ha vice Ministro, SP. Directores nacionais, Directores Provinciais, Directores distritais, Tecnicos, serventes, guardas, colaboradores (interministeriais), parceiros, sociedade, garimpeiros, ladroes, criminosos, policia... Temos de dar o nosso apoio. E, qual 'e o problema de ela nao ser militante do Partido Frelimo caso se duvide disso? Felicio Zacarias foi nomeado governador de uma das Provincias sem que antes tivesse um historial no Partidao, mas depois foi por conviniencia dos servicos colocado dentro do Partido. Por acaso, ninguem quis saber dele qual era o seu partido antes ou se calhar nem tinha partido. algumas pessoas pensam que se uma pessoa nao for Crista entao significa ser ateu. Ha pessoas que sequer sofrem com coisas religiosas. Ups, recordo me agora que ha um Ministerio de assuntos C, J e Religiosos. Por isso ha muitas oracoes em quase todas as cerimonias. Nao sei que emenda fizeram a Constituicao sobre Laicidade do Estado. Hoje parece que os resultados da governcao sao medidos em Templos religiosos.
Titos Cau
Titos Cau Raul Junior deveria reler o post do Prof, nem preciso responder-te. Recursos minerais e uma pasta muito pesada no contexto actual. O curriculo nao interessa porque nao vai trabalhar sozinha? Como vai orientar, liderar e decidir sem conhecimentos?
14 h
Raul Junior
Raul Junior Ilustre Titos Cau, nao tenho habito de fazer comentarios sem ler textos, nem tenho habito de fazer likes. Que Curriculo tinha o camarada Nyusi quando foi indicado para ser candidato presidencial na Frelimo? Nao ha Ministerios Pesados, ha sim opinioes pesadas sobre as pessoas. Temos muitos preconceitos. E, se me tivessem nomeado Ministro iriam dizer que nao tenho competencias ja que sou Pastor de gado em Chibuto? Haviam de se concentrar apenas nesta minha tarefa que exerco desde que nasci e esquecerem-se que hoje ha planos estrategicos dentro dos Ministerios e com Quadros Logicos com planos de Avaliacao e Monitoria bem clarinhos? Afinal ser Ministro o que significa?
14 h
Julião João Cumbane
Julião João Cumbane Caro Titos Cau, aparentemente o que Raul Junior leu o texto. A opinião dele é que qualquer um de nós pode liderar qualquer coisa. Só que isso não é verdade. Alguém que não é médico cirurgião não pode liderar uma equipa de cirurgia, mesmo tendo boas qualidades de, e certificados ou diplomas de cursos sobre, liderança! O pelouro dos recursos minerais e energia não é como o pelouro da acção social. No pelouro dos recursos minerais e energia lida-se com políticas de gestão e exploração sustentável de recursos minerais que Moçambique possui, entre outras políticas, qual política de electrificação do país. O dirigente do pelouro ministerial que superintende a implementação destas políticas precisa de ter sensibilidade técnica, e também política, para poder influenciar as decisões e o decurso dos processos de forma inteligente e com propriedade... Portanto, definitivamente, no pelouro dos recursos minerais e energia precisa-se como dirigente alguém que possa questionar competentemente as opiniões dos seus técnicos, e até os concitar a REEXAMINAREM as propostas que lhe apresentarem. Só pode fazer isto alguém que tem conhecimentos específicos, anteriores à assunção do cargo de Ministro dos Recursos Minierais e Energia, é que pode saber questionar os seus técnicos; tal que só um medico cirurgião pode saber questionar adequadamente um anestesista que administra a anestesia a um paciente prestes a ser submetido à uma intervenção cirúrgica. É isto que Raul Junior não entende, e muito provavelmente o Presidente Filipe Nyusi também não entende.
128 min
Raul Junior
Raul Junior Mas Eu Raul Junior tenho obrigacoes civicas de compreender as decisoes do meu confiado Presidente Filipe Nyusi. Ela vai adquirir as tais experiencias! Entao as pessoas nao aprendem fazendo, Professor? Eu como Pastor de Gado sei que nao posso liderar a Ordem dos Advogados, Medicos e Fisicos de Mocambique, mas posso ser Ministro da Justica, Saude e de Fisicos!
Raul Junior
Raul Junior Assim, prefiro que me critiquem antes de ser nomeiado! E, adianto algumas perguntas: Que fara esse Pastor de gado de Chibuto que so anda a partilhar coisas misteriosas desde que se inscreveu no facebook? Nao temos dados sobre o seu passado. Teve curral de gado que fora primeiro desintegrado por bandidos armados e depois parte remanescente levada por Ladroes de Talhos de Maputo. Nao pode ser Ministro! Ainda, 'e falante de Changana! Tem um passado curto pela capital. "e Rural. Ministerio tem que ver com pessoas que vivem e tem cultura urbana....
Romao Kumenya Kumenya
Romao Kumenya Kumenya Há mais respeito pelo cidadão no mercado de peixe que na administração pública moçambicana. Essa tática de se colocar mulheres sem nenhuma competência (SNC) no poder e com a intenção de se fingir que se está a promover a igualdade de género na função pública agente já conhece de olhos fechados. Afasta-se mulheres com capacidade como Luísa Diogo e homens como Pedro Couto, e coloca-se no seu lugar mulheres ou jovens (SNC) para se transmitir a falsa ideia de inclusão.
Tesoura Júlio Tuboy
Tesoura Júlio Tuboy Ntsee....parabens professor. De facto, este não é o momento de brincar de governar, é preciso que o PR tenha um bom MENU e um BOM apetite no exercicio(democratico) das faculdades que lhe são conferidas. O país desfruta de bons quadros para ocupar cargos(não que ela não seja competente) de genero.
Não nos encontramos a altura de receber governantes da FASHION WORLD.
15 h
Ribeiro Mafavisse
Ribeiro Mafavisse Essa nomeação faz recordar-me a nomeação do próprio FJN. Com tantos cérebros na FRELIMO, os camaradas escolheram FJN como seu candidato nas eleições passadas!!! Escolheram FJN com menos de 10 anos de política activa.
Emilio Francisco Chauque
Emilio Francisco Chauque Amadores fizeram a arca de Noé e os experientes fizeram Titanic. Agora digam-me qual dos dois barcos naufragou.

Deixem o mastro (da bandeira portuguesa) mostrar as pernas e o que (não) sabe, depois atiraremos não só a primeira mas também muitas pedras.

Mas... Entendo a preocupação do meu irmão Julião!
15 h
Titos Cau
Titos Cau Emilio Francisco Chauque arca de noe e um mito. Arranje argumentos racionais se pretendes dar um contributo.
15 h
Eusebio Jose
Eusebio Jose Parabens pela lucidez, deixou do lado a politiquice tocando no ponto" nada de brincar de governar" precisamos de gente que conhece esta pasta estrategica para o desenvolvimento da patria...
15 h
Chaida Nicaca
Chaida Nicaca Sem comentários.
João Baptista JB
João Baptista JB Kkkkkk
Belmiro Nataniel Cumbane
Belmiro Nataniel Cumbane Quase que o governo da frelimo teve este tipo de carácter, violação das regras a lúz do dia. Só com o povo unido será possível travar esses abusos de um pequeno grupo que delapida os recuros do país em benefício próprio.
Rogerio Antonio
Rogerio Antonio Penso que o Profe tem toda razão, e digo mais:

1-O seu CV, mostra claramente que não é uma pessoa com experiência na área de Recursos Minerais.

2-O Ministério dos Recursos Minerais é um sector chave e estruturante da nossa economia, pior ainda numa altura em que há descobertas de gás, petróleo e diamantes. Daí que, é necessário que esteja lá, pessoas com experiência comprovada na área, capacidade de negociação e, com elevado nível de integridade, como é o seu antecessor. 

3-Atendendo e considerado as suas ligações empresarias com a classe elitista no poder, fica claro que pode facilmente ser manipulada para defender interesses de grupos.

4-Documentos oficiais confirmam que a Sra na imagem, é detentora de uma empresa mineira virada para a exploração de areia em Moamba, o que pode ser entendido como conflito de interesses .

Posto isso, a meu ver, a sua nomeação enquadra-se na reprodução do poder na base do clientelismo e nepotismo, o que é mau para a construção de uma nação que se preze.
84 h
Homer Wolf
Homer Wolf Por aí estamos (completamente) juntos!... 

PS: Mas para dizer isso, o Profe não precisava de ir buscar as camisetes, bonés e cachecois da Klemens, nem as dividas do Correia...
Elidio Cuco
Elidio Cuco Ja tivemos varios veteranos na governacao mas nao resoltou nada.... eh preciso dar oportunidades as pessoas!
34 hEditado
Hermes Sueia
Hermes Sueia Porquê brincar Professor Cumbane? É assim tão complicado dirigir um Ministério?
Homer Wolf
Homer Wolf Tufa!... Conheço uma (actual) Ministra que ascendeu directamente de "Profa" de Física (tal como o Profe), na famigerada Escola Josina Machel para Vice... E daí para Ministra!
14 hEditado
Álvaro Xerinda
Álvaro Xerinda Tem que se colocar pessoas certas em lugares certos
14 h
Hermes Sueia
Hermes Sueia Foi o que se fez amigo Xerinda.......a Dra ainda nem sequer começou e já estão lhe a passar um atestado de incompetência.............
24 h
Fernando Striker
Fernando Striker Conflito de interesses, ajustes de contas, etc etc etc....
24 h
Rogerio Antonio
Rogerio Antonio Ntsem!
Álvaro Xerinda
Álvaro Xerinda "Cada vez mais me parece que ele (Filipe Nyusi) está a brincar em serviço. Não brinquemos de governar!" Claro Prof. Julião João Cumbane as vezes parece isso
Raul Junior
Raul Junior E, eu nao sou Ministeriavel? Meu CV muitos simples
Osvaldo Mauaie
Osvaldo Mauaie Homer Wolf, não está fácil com o prof. Não sei por estes dias o que dizer do seu afilhado barulhento, o Ariel Sonto.
24 h
Homer Wolf
Homer Wolf O barulhento já não se mete
24 h
Ivan Maússe
Ivan Maússe Foi sumariamente bloqueiado!😂

Medidas disciplinares. Acto primário impositivo punitivo e ablativo.😂
11 h
Osvaldo Mauaie
Osvaldo Mauaie Hehehehe.
Mussá Roots
Mussá Roots Homer Wolf, come over here, please...eh eh eh eh eh...

Professor Julião João Cumbane, das duas uma:
Ou o Marcelo Mosse, equivocou-se ou o presidente Nyusi muda de ideias quando estas são despoletadas no facebook, se é que ele se guia pelo que se escreve nesta plataforma, apelidada por "fábrica de sonhos inalcançaveis" pelo visionário,poeta e ex comissário político...

Agora,profe, prepare-se que vão se aportar aquí no teu quintal, pessoas a tentar dizer que estás revoltado por causa daquele lençól, que uns apelidaram de "CV" , e uma espécie de piscar de olhos a uma possível nomeação a esta pasta ora vaga...
24 h
Homer Wolf
Homer Wolf Ãããhhh... agora lembro-me!... Andou por aí um "cíví"...
24 hEditado
Mussá Roots
Mussá Roots Pois...aquele em que o profe, destacava as suas qualidades e potencialidades, que cá entre nós, até as tem...
125 min
Homer Wolf
Homer Wolf Quem não chora não mama...
Raul Junior
Raul Junior : Pastor de Gado nas Planicies do Chibuto, Sou Presidente da Republica Popular (juridicamente nulo e sem nenhum efeito na Republica de Mocambique) e ...
54 h
Manuel Moises Americo
Manuel Moises Americo Esperemos para ver os resultados. Vamos apoia-lo (Nyusse), e a ti desconhecida ministra, vê lá se não jogas o país numa outra lama. Estamos de olho.
24 hEditado
Mouzinho Zacarias
Mouzinho Zacarias Parabéns professor
João Carlos
João Carlos Queria entender melhor o que contesta o meu amigo Juliâo Julião João Cumbane sobre esta nomeação: Se a juventude da nomeada, a sua capacidade/experiência, ou as sua origens ? Ou tudo isso?
34 h
Lyndo A. Mondlane
Lyndo A. Mondlane Qual origem???
Jose Chilengue
Jose Chilengue Essa treta de experiência no sector tem sido uma grande decepção para mim. E já não serve de critério para nada. O país precisa de gestores/empreendedores capazes e não de pessoas que 'já estiveram lá'. A Sra. Letícia é uma empresária e, por sinal, de sucesso. Não é crime ser-se empresário(a) no momento da nomeação, todos nós temos interesses privados e isso não nos deve excluir da vida pública. Crime é continuar a exercer interesses privados em simultâneo enquanto exerce cargos públicos. Quanto à aparente cor da pele ou bandeira que ostenta, não se enganem: a foto da bandeira não é oficial e foi tirada num ambiente privado. Ela é tão moçambicana como qualquer um de nós e fala melhor changana (e talvez outras linguas nacionais) do que eu e tu juntos. Portanto, nada de julgamentos antecipados e precipitados.
94 h
Homer Wolf
Homer Wolf Ntsém!
Julio Simba
Julio Simba Ya e terivel ixo!!!
14 h
Joao Chissale Chissale
Joao Chissale Chissale HUUMMM.CARGOS BASE PRA DESENVOLVIMENTO DO PAIS DEVIAM DAR PESSOAS MADURAS E EXPERIENTES. DOUTORAMENTO SEM EXPERIENCIAS É NADA.
34 h
Ivan Maússe
Ivan Maússe Ntsêm!
Elton Rapula
Elton Rapula Estamos mal
Ricardino Jorge Ricardo
Ricardino Jorge Ricardo Bravo Profe! Juramento é juramento, e quando se faz um pacto com o "diabo" é preciso cumprir, caso não você derruba ou ele te derruba.
Zeca Becane Felisberto Sibia
Zeca Becane Felisberto Sibia Ja podemos ter uma turma critica
Marcelo Mosse, JJC, Egidio Vaz, Ericino de Salema, Homer Wolf, Recardo Rafael Ricardo Dias Machalela

No final do dias estes todos tem a mesma inclinacao sobre a visao das coisas, apenas ditas em cores diferentes
23 h
Lourenco Covane
Lourenco Covane Quando foi da nomeacao da Governadora de gaza Stela Zeca criticos levantaram a voz com defesas de falta de experiencia etc... Ora ate hoje ainda nao li desses criticos aspectos governativos negativos da governadora. Ai esta a nova ministra esperemos para ver.

Quanto a bandeira. Bom nao sou advogado da sra mas penso que foi na epopeia do euro em que Portugal acabaria por ganhar o europeu. Afinal eramos todos Portugal (adeptos claros!)
13 hEditado
Ribeiro Mafavisse
Ribeiro Mafavisse Melhor começares por enumerar os aspectos posetivos da esposa do "primeiro damo" de Gaza.
Juvêncio Flores
Juvêncio Flores Concordo consigo prof
13 h
Abinelto Bié
Abinelto Bié O Professor tem me surpreendido a cada abordagem sua, nos últimos dias! Avante.
11 hEditado
Bernardo Fumo
Bernardo Fumo Esperemos para ver
Dércio Tsandzana
Dércio Tsandzana Essa é a primeira publicação do Prof. na qual faço um ''like'' sem pensar duas vezes.
32 h
Rogerio Antonio
Rogerio Antonio Hehehehehehehe, fala a sério? Kakakakakakaka morrri!
Dércio Tsandzana
Dércio Tsandzana Nem mais mano, confesso.
Rogerio Antonio
Rogerio Antonio Realmente, as vezes o profe tem sido extremamente contundente.
11 h
Zeca Becane Felisberto Sibia
Zeca Becane Felisberto Sibia Nao facam barulho na sala em tempos de crise. Kkkk
21 h
Ivan Maússe
Ivan Maússe Desta vez, endereço minhas honras e vénias ao profe. Aliás, do mesmo jeito que quando lançam um concurso público analisam os nossos CV's, sinto que o profe, como povo-patrão, tem legitimdade para avaliar a nossa nova empregada, Letícia Klemens.
255 min
Dércio Tsandzana
Dércio Tsandzana O Prof. hoje esteve acordado e atento em toda a aula.
Dias Manuel
Dias Manuel Descoberta de novos talentos! É plausivel.....
22 h
Xico Baptista
Xico Baptista Eu penso que as vezes e muito importante trazer pessoas que nao tenham maos sujas para dirigir sectores importantes em Mocambique. Eu apoio a decisao do Presidente da Republica.
22 h
João Pedro Muianga
João Pedro Muianga Cuidado que venham a sujar a posterior!
Antonio Xamunorrwa Xamunorrwa
Antonio Xamunorrwa Xamunorrwa Entendo o seu abnegado esforço meu querido irmão, só que num Tupoleve as coisas são assim, desde o primeiro segundo todos sabiam do fim, numa equipa altamente académica e competente pois a indigestão também é gestão esperemos que o fim justifique os meios.
12 h
Efraimo Neves
Efraimo Neves Julião João Cumbane concordo com o seu raciocínio e eu acrescento que o primeiro erro foi das pessoas que indicaram Filipe Nhusi para presidente da República. Foi um erro crasso , pois este também caiu de para-quedas , não têm visão, não têm estufo para dirigir uma nação
31 h
Angelo Malunguele Chumane
Angelo Malunguele Chumane 1. Julgamentos antecipados - não concordo. Desprovê-la de capacidade sem antes executar o trabalho, é mau. Os nossos PR, ja demostraram o seu desinteresse em compatibilizar a função e a formação, e isso não é novo no panorama moçambicano. Ainda que um dia ouvissemos que Chipande é Ministro da Educação e DH (o mais desastroso dos erros de governação, suponho), fariamos o quê, nada! Tudo esta como eles querem, só olhamos, impavidos a tanta imprudência e incoência.

2. De quê nos valeria também o PR nomear, um outro veterano "experiente", quando vemos muitos fracassando apesar dos curriculos gritantes, função e experiencia compativeis? Ou, de quê nos valeria um profissional adequado a um pelouro quando dorme camas vermelhas, come milho etc (aquilo que sabemos), ao serviço da cúpula no poder, para perpetuar esses tais nepotismos, amiguismos...
Junior Capece
Junior Capece Portugueses chamam isto de AZIA. Dor de cotovelo. Deixem a jovem em paz...
Junior Capece
Junior Capece Uma mesa de assembleia geral duma sociedade bancária nao è nada?
Ivan Maússe
Ivan Maússe A par do pelouro dos Recursos Mineiras e Energia, em meu entender, é insignificante. Aliás, muito insignificante!
Lourenço Gonçalves Quembo
Lourenço Gonçalves Quembo Kkkkkkkkkkkkkkkklllkkkk,
11 h
Ivan Maússe
Ivan Maússe Desta vez, endereço minhas honras e vénias ao profe. Aliás, do mesmo jeito que quando lançam um concurso público analisam os nossos CV's, sinto que o profe, como povo-patrão, tem legitimdade para avaliar a nossa nova empregada, Letícia Klemens.
251 min
Dereck De Zeca Mulatinho
Dereck De Zeca Mulatinho Discordo inteiramente da abordagem professor.
Não vi sequer um argumento que retirasse o mérito aos visados. É a bandeira ou facto de ter pele mais clara que os demais? Um dia não caberá ninguém para governar nesta pátria.
Hermes Sueia
Hermes Sueia Professor Cumbane, deixe a aluna concluir o teste e depois faça a avaliação......ela ainda não se sentou na carteira para receber a folha do teste e o meu digníssimo Professor já completou a avaliação? Valha nos Deus........
Hermes Sueia
Hermes Sueia Caro amigo Professor Cumbane....como sabe trabalho num local remoto onde as noticias chegam tarde e por vezes distorcidas. Confirma que já temos um novo Ministro de Energia e Recursos Minerais?
220 min
Rogerio Antonio
Rogerio Antonio Sim, tomou posse ainda hoje.
Zeca Becane Felisberto Sibia
Zeca Becane Felisberto Sibia Sim ja temos. Anda aqui no EFEBE
115 min
Hermes Sueia
Hermes Sueia Faço votos de sucessos em tão exigente tarefa..........
Hermes Sueia
Hermes Sueia Qual é o critério? O critério é a ausência de critério.........A Luta Continua.
112 min
Zeca Becane Felisberto Sibia
Zeca Becane Felisberto Sibia Sua brincadeira prof foi lida e processada com sucesso e sera agenda para a proxima seccao do conselho de facebokeiros. Muito interessante sua abordagem
215 min
Homer Wolf
Homer Wolf Yah, o Profe sabe nos concentrar... eh eh eh

1 comentário:

Amilton Quembo disse...

Grande Cumbana.

Windows Live Messenger + Facebook