terça-feira, 4 de outubro de 2016

Conheca o homem forte do Grupo NEF, que acaba de comprar a CETA a Celso Correira da INSITEC


Chama-se Nelson Muianga. Ele eh o accionista de referencia do Grupo NEF – Investimentos e Gestão de Participações Sociais SA, que adquiriu 77,97% das acções representativas do capital social da CETA – Engenharia e Construção SA, através de uma operação realizada pela Bolsa de Valores de Moçambique no dia 30 de Setembro de 2016. Esta operação concretizou-se na sequência da deliberação favorável da Assembleia Geral Extraordinária da Sociedade CETA – Engenharia e Construção sobre a venda da totalidade das acções, anteriormente detidas pelo Grupo Insitec.
Nelson Muianga ja era PCA da CETA, o que significa que ele tinha afinidades de trabalho com Celso Correira. Eh um antigo consultor da Ernst and Young.
De acordo com uma nota de imprensa, para além disso, o Grupo NEF adquiriu igualmente à Insitec, a totalidade (100%) do capital Social da Britanor, tendo sido iniciado um processo de reestruturação e rebranding da empresa. Como resultado deste processo, a Britanor passará a designar-se Ribemoz – Betão Pronto e Pedreiras SA.
Ainda de acordo com a nota, a operação de aquisição pelo Grupo NEF foi analisada, avaliada e financiada pelo Millennium BIM através da sua unidade de Investment Banking que deu o suporte técnico e financeiro para a sua materialização. Estas aquisições foram concretizadas através de uma operação de MBO – Management Buy Out em que um grupo de gestores de topo da empresa, liderado por Nelson Muianga (PCA do Grupo NEF), apresentou uma proposta de valor ao Grupo Insitec para a aquisição do cluster de construção, constituído pela CETA e pela Britanor. A aquisicao inclui o passivo das duas empresas, que Nelson Muianga diz que eram normais. A CETA tem, como se sabe, um vasto patromonio e operacoes em todo pais.
GostoMostrar mais reações
Comentar
Comentários
Joao Mazivila Antonio MM,nao sabemos se esta a informar ou a tentar desinformar,este é um João,que é uma capa porque o verdadeiro dono da ceta é o GUEBAS
Marcelo Mosse Aieee? Ohpa...eu nao sabia, Afinal? Obrigado pela informacao...
Joao Mazivila Antonio Irmão não somos jornalistas,mas somos bem informados,a Ceta ganhou quase 70% das obras de grande vulto no mandato passado,que se alastram ate hoje,onde muitas delas os chineses é que executaram e a ceta com empreteiro,no mandato passado,os empresarios concorrentes denuciaram a CTA,mas quem lhes ouvia porque o tal é o Presidente da desgraça!
Carlos Nuno Castel-Branco O NM saiu da E&Y para a Insitec há muitos anos, quando a Insitec adquiriu a equipa de consultoria da E&Y. Era por ser funcionário da Insitec que ele era PCA da CETA. A Insitec foi uma das formas privilegiadas de privatização do estado - além de "ganhar" quase todos os concursos em todas as áreas de intervenção do grupo, geriu fragmentos substanciais da dívida pública e de outras operações financeiras do estado (através do BCI), intermediou operações de privatizacao da gestão de infraestruturas públicas e parte dos seus "quadros" "assessorava" decisões de política de investimento do estado. Um circuito completo.
GostoResponder2623 hEditado
Hermes Sueia Gerando algumas áreas cinzentas e de distorção de algumas regras do "fair play" quando se fala de negócios à falta de palavras mais adequadas ao caso que dispenso por razões óbvias.
GostoResponder123 h
Joao Mazivila Antonio MM,como vés não somos distraidos
GostoResponder123 h
Schauque Spirou Pessoas atentas aqui. Já nem sei o que pensar, pois é mesmo raro que um "empregado" venha a comprar as empresas que ele geria e pelo que parece, mal! Hehehe.
GostoResponder523 h
Joao Mazivila Antonio kkkkkkk,ai ta a confirmação,se buscar o historial deste homem antes de entrar nestes esquemas de negocios,vais encontrar que e sobrinho do 3 grau da familia dos Patos
GostoResponder123 h
Marcelo Mosse Mas ainda bem que a informacao dada serve para outros fazerem leituras e retirarem ilacoes. Ou preferia que a informacao nao fosse dada, oh Joao Mazivila Antonio.
GostoResponder721 h
Matin Sabin
Escreve uma resposta...
Abdul Magide Sidi Hassam Felicitações aos novos donos da Ceta e da Britanor e sucessos para a satisfação ao dos seus clientes e trabalhadores muitos deles meus ex colegas e amigos.
GostoResponder23 h
Remane Abudo ?.................
GostoResponder23 h
Pedro Miguel Sucessos ao NEF. Que vença a nova burguesia local, sem a malícia das conotações e nepotismos políticos.
GostoResponder221 hEditado
Hélio Mahanjane Sucessos ao NEF e ao empresariado nacional
GostoResponder22 h
Lucas Guilherme Mabjecam Mabjeca Muitos êxitos ao NEF ... 
Em especial ao Nelson Muianga , sabe-se que a operação não foi fácil. ..
Bem haja caríssimo. 

Boa sorte.
GostoResponder422 h
Benny Matchole Khossa Tenho o prazer de conhecer pessoalmente o Nelson Muianga e apenas lhe desejo os melhores sucessos nessa nova etapa. É de gente com esta coragem que o país precisa.
GostoResponder122 h
Marcelo Mosse Pensei que tivesse desistido...
GostoResponder121 h
GostoResponder21 h
Matin Sabin
Escreve uma resposta...
GostoResponder22 h
Ach Chauque Qualquer dia vamos pesquisar a historia de Adao e Eva e descobrirmos que somos afinal todos irmaos! Kkkkkk....

Eu penso que o Mosse detalhou o bastante neste post. Da' para perceber as maos pelas quais passou a CETA e garanto-vos que ela ja nao e' mais do Guebuza nem da Insitec.

Forca ai ao NM na gestao desse monstro!
GostoResponder122 h
Nelson Rede Parabéns ao jovem dinâmico Nelson Muianga pela ousadia e coragem de enfrentar este novo desafio na sua vida, desejar lhe sucessos e dizer que fico ainda mais feliz quando estes desafios são feitos por moçambicanos.
GostoResponder221 h
Angelo Malate Kkk veremos
GostoResponder21 h
Manuel Carlos Zacarias Vao acabando vender tudo embora os compradores serem pessoas ligadas ao sistema o que nao descarta a hipotese de voltar a queda financeira desde a altura que vao financiando os corruptos e corruptores
GostoResponder21 h
Paulo da Conceição Oremos irmãos....
GostoResponder21 h
Andre Mahanzule Parabéns Dr Nelson Muianga, eis mais uma prova de como Moçambique é viável.
GostoResponder21 h
Félix Mahanjane Este negocio, considero como se fosse um presente envenenado... Mas valeu por ser um empreendedor com mérito.
GostoResponder19 h
Carlos Viegas Nunes Lavagem de dinheiro
GostoResponder17 h
Arsenio Nhiuane Jose Pra mim há gato nessa bolada.
GostoResponder17 h
Ilcidio Noronha Isto esta de mal a pior...
GostoResponder16 h
Lino Comar O caju quando apodrece caí só, mas mesmo cai sozinho. A fossa quando está cheia??...............................
GostoResponder11 h
Amado Couto Desejo profundo sucesso a empresa. A CETA era e deve continuar a ser uma empresa de referencia na engenharia e construcao. Sem empresas credíveis moçambicanas estaremos dependentes de muitos trafulhas que a troco de amizades de copos e de clubismo, gastam o nosso dinheiro e deixam-nos infra estruturas sem condições.
Quem trouxe a Britalar para Moçambique para a grande obra de engenharia de buracos na Julius Nyerere. Que ligações existem entre o Sporting de Braga e outro clube de Lisboa? Que ligações existem entre o futebol e o clubismo e as áreas de construção civil? 
Os jornalistas que investiguem. E façam um trabalho sério.
Felicidades ao Nelson Muianga.
GostoResponder19 h
Marcelo Mosse Pistas?...
GostoResponder8 h
Matin Sabin
Escreve uma resposta...
Sidonio Bras Tentado esconder do sol com a peneira. Ou seja esconder-se da autoria do FMI. Kiíiíiiií estão tramados aqui já não há burros !!!!
GostoResponder17 h
Pedro Chapo Oportunidades de negócios siga em frente Nelson Muianga abra portas para emprego de jovens Moçambicanos engenheiros aposentados posso mas não bem assim isso quero dizer vamos atrás do estrangeiro depois se não formos capazes! Boa sorte
GostoResponder6 h
João Niquice Júnior Well Done, Caro Nelson Muianga! Congratulatios. God Bless!Ver Tradução
GostoResponder2 h
KingKinho Vasquinho Os mercados financeiros ainda encintram melhores oportunidades para dar a volta a situação critica das empresas com desalinhamento económico
GostoResponder1 h
Luis Mucave Conheço bem o Nélson Muianga.
Jovem Moçambicano ousado,inteligente e distemido.
A ceta deve posicionar-se como o gigange da engenharia Moçambicana,precisamos de mais cetas e mais Nelson's.

Bem haja Nelson por esta operação,sucessos.

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook