quinta-feira, 6 de outubro de 2016

CARTA AO SENHOR FILIPE NYUSI, PR DE MOÇAMBIQUE



2
umBhalane said...

"Afinale" sempre é verdade, embora que peque por defeito, isto é, diminuiu-lhe o número.
"Com mais de um milhão de mortos durante a guerra" - 1976-1992 = 16 anos.
A 1.ª guerra civil.

O Macondinho, dito presidente da frelimo, é que falou - não foi a "mão externa"!!!

"Afinale".

Guerra que nem foi "guerra" - alguém lhe declarou???

Foi uma "princadera" com cerca de 1,5 milhões de mortos, a destruição quase total na quase totalidade do tecido social do Povo Moçambicano, cerca de 4,5 a 5 milhões de deportados, refugiados, expatriados, forçados a sair do país.
Infraestruturas e economia desmantelada (na continuação do desmantelamento da frelimo-TERRORISTAS), fome generalizada, doenças, perda de valores basilares das populações - matar e morrer é já desporto.

Obrigado frelimo, obrigado TERRORISTAS.
Obrigado mfa, obrigado soviético-TUGAS.

É bom não esquecer, é bom lembrar, SEMPRE.

Na luta do povo ninguém cansa.

FUNGULANI MASSO
LEMBREM BEM
QUEM NÃO LUTA, PERDE SEMPRE

A LUTA É CONTÍNUA

3
Chuphai said...

Se foi mandado para falar assim pelo tio (Chipande) e pelo patrão dele (Guebuza) e por outros ladroes do povo para falar aquilo, nada podia ser. Do povo que prometeu ser patrão dele, a matança é o que oferece a este povo enquanto cumpre agenda dos seus verdadeiros patrões.

4
Chuphai said...

Se foi mandado para falar assim pelo tio (Chipande) e pelo patrão dele (Guebuza) e por outros ladroes do povo para falar aquilo, nada podia ser. Do povo que prometeu ser patrão dele, a matança é o que oferece a este povo enquanto cumpre agenda dos seus verdadeiros patrões.

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook