quinta-feira, 6 de outubro de 2016

António Guterres é o novo Secretário-Geral das Nações Unidas

António Guterres é o novo Secretário-Geral das Nações Unidas

Decisão foi anunciada pelo embaixador da Rússia
O portugês António Guterres foi hoje indicado por unanimidade sucessor de Ban Ki-moon como secretário-geral das Nações Unidas, após a votação formal do Conselho de Segurança da ONU.

“O Conselho de Segurança recomenda à Assembleia-Geral que o senhor António Guterres seja designado como secretário-geral das Nações Unidas, entre 1 de Janeiro de 2017 e 31 de Dezembro de 2021", afirma a recomendação do órgão decisório da ONU, aprovada por aclamação.

A decisão foi anunciada pelo embaixador da Rússia, Vitaly Churkin, que assume este mês a presidência rotativa do Conselho de Segurança.

Para o processo estar concluído, falta apenas a votação decisiva da Assembleia-Geral da ONU, que terá lugar na próxima semana. Por norma, este órgão ratifica o nome recomendado pelo Conselho de Segurança.

A eleição de Guterres já era praticamente certa, depois de ontem o português ter vencido a sexta votação informal do Conselho de Segurança das Nações Unidas, em Nova Iorque, sem ter recolhido qualquer veto.

Nas primeiras cinco votações, Guterres  foi o único a ultrapassar o mínimo de nove apoios.

Na semana passada, depois da entrada na corrida de Kristalina Georgieva, e de a Rússia ter anunciado o seu apoio à candidata búlgara, temeu-se que as votações sofressem um revés, o que não veio a acontecer.

António Guterres chega ao topo da Organização das Nações Unidas depois de ter sido Alto Comissário das Nações Unidas para os Refugiados e foi Primeiro-ministro portugês.

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook