terça-feira, 11 de outubro de 2016

Afonso Dhlakama sem comida e bebida por falta de fonte económica



A situação do Presidente da Renamo, Afonso Dhlakama, que se encontra no Posto Administrativo de Vunduzi, na província de Sofala, e o encerramento pela Inspecção Geral dos Recursos Minerais e Energia da empresa Socadiv holding limitada, que explorava as minas de turmalinas e quartzo no distrito de Báruè, província de Manica, e posterior tomada de controlo pelas Forças de Defesa e Segurança, FDS, está muito grave. O Savana tem informações que dão conta que Afonso Dhlakama está sem comida, sem água e com seu estado de saúde debilitado, alegadamente por falta de logística. Aliás, helicópteros de comerciantes e de aliados da Renamo pararam de sobrevoar tanto a serra da Gorongosa assim como o distrito de Báruè, porque o espaço aéreo está sobre controlo, deixando Afonso Dhlakama sem manobras se não cessar imediatamente os ataques militares e vir a Maputo dialogar com o Chefe do Estado, Filipe Nyusi.

Em Satunjira era normal ver e ouvir o som do motor dos helicópteros a sobrevoar a área onde iam abastecer a logística ao quartel-general da Renamo e, não raras vezes, transportavam Afonso Dhlakama para o exterior do país onde ia passear e, acima de tudo, receber cuidados médicos, dado que não goza de bom estado de saúde. O mesmo cenário era característico no distrito de Báruè, em Manica, onde se encontra a mina de turmalinas pertencente a Afonso Dhlakama, líder da Renamo. E que, com o encerramento desta mina que servia de fonte económica e de sobrevivência de Dhlakama, as coisas começaram a complicar-se e, nos dias que correm, segundo relatos de pessoas próximas ao líder, a situação tende a piorar. Aliás, é neste distrito de Báruè que se encontra o palco dos violentos confrontos militares entre as forças governamentais e o braço armado da Renamo e com emboscadas a colunas de viaturas escoltadas pelo exército.

Com o efeito, a empresa de Afonso Dhlakama, Socadiv foi multada em 2015, por questões de segurança e falta de pagamento de impostos, isso depois de um incidente que matou um garimpeiro e feriu outros seis. Segundo dados da Direcção Provincial dos Recursos Minerais e Energia de Manica, a Socadiv holding limitada não pagou esta multa e como consequência, o governo mandou encerrar a mina. E por causa da falta de segurança, uma empresa mineira, denomina da Sominha (Sociedade Mineira de Nhampassa), que se localiza na mesma zona onde fica a mina de Dhlalcama, paralisou as actividades. Há relatos de saque de pedras por parte de garimpeiros ilegais, que se aproveitam da situação de insegurança para fomentar a actividade ilegal, causando sérios prejuízos ao Estado, no que tange à colecta de impostos.


Paralelamente ao encerramento da mina, porque visa garantir a ordem e segurança nas actividades minerais de Báruè onde Dhlakama explorava turmalinas e ao redor da serra da Gorongosa, o governo decidiu posicionar no terreno as FDS. E para evitar o sobrevoo de helicópteros naquela área, foi reforçado o controlo do espaço aéreo. Neste momento, acrescentam as nossas fontes, o líder da perdiz está sem saída. A própria Renamo e alguns garimpeiros locais queixaram-se no dia 20 de Agosto último das Forças de Defesa e Segurança, alegadamente por assaltado ao estaleiro da empresa mineira, pertencente ao líder do maior partido da oposição, levando quantidades de turmalinas e quartzo que estavam ali armazenadas. “Foi num sábado, quando a UIR (Unidade de Intervenção Rápida) chegou e entrou no estaleiro da empresa. Depois vimos a tirar uns sacos com pedras, e não houve confrontos”, contou Cipriano Baula, um garimpeiro. Um outro morador disse à Lusa que as Forças de Defesa e Segurança continuavam acampadas no estaleiro da empresa Socadiv Holding. Hoje, de acordo com as nossas fontes, Afonso Dhlakama está sem logística para si e para abastecer a sua guerrilha que vem protagonizando incursões militares como forma de reivindicar a governação em seis províncias do centro e norte que alega ter ganho nas eleições gerais de 15 de Outubro de 2014. Entretanto, sentindo-se sufocado, Afonso Dhlakama enviou uma carta ao antigo Ministro dos Recursos Minerais e Energia, Pedro Couto, a pedir “tréguas”.
Paula Fernando ainda é cedo depois animia tem hospital ond você possa ir sai d mato poxa ta criar xtresse você
GostoResponder20 h
Rogerio Armindo Epa k pena
GostoResponder20 h
Beto Alberto Alberto Paula se vc n tens nada para comentar e melhor ficar n selencio.xte pai de democracia onde xta vive melhor em relacao avc k xta asofrer,hospital deste papa n e aki em moz e n estrangeiro d pais.e goza de imunidade ok.o vosso problema e xt por vam morer pobre com vossoa avos k ate agora xtam a lanber nos sovacos da frelimo.
GostoResponder320 h
Eusébio A. P. Gwembe
Escreve uma resposta...
Beto Alberto Alberto Vc sabe oke?ele xta em boas condicoes xte e vosso problema vc xpera ver depois de levar as 6 provincias se teres amendoi e feijao vindo d norte d pais.
GostoResponder220 h
Paula Fernando n vou gastar minhas energias pó causa desse teu papa k quer passar a vida n Mato
GostoResponder120 h
Jose Majasse Dombe Mentirosos!
Evitem isso.canalhas!
GostoResponder120 h
Januario Chavane Papa dos animas Beto tambm è animazinho, deixa Paula, ele trosse demogracia pk vive no mato deixar a gozar o que è dele poxa.
GostoResponder20 h
Paula Fernando xpera sentado p ver isso acntecer
GostoResponder120 h
Januario Chavane É um mostro sem sitimentos
GostoResponder20 h
Edilson José Armando Mabjaia Vocês não sabem nada do Presidente Dhlakama... Por isso calem-se ou perguntem os que sabem
GostoResponder120 h
Beto Alberto Alberto Vcs so sabem falar enquanto vivem muito mal.
GostoResponder20 h
Samuel Chemane Ah, esse é um caçador de "likes" so... Não sabe o que fala...
GostoResponder20 h
David Dinheiro Por mim sinto pena de quem comenta bujardas sem por em conta a situacao em q vivemx n so geral mas tambem nas nossas csas agora xta sendo pecimo ,a cubardia eq supera nossas ments os criminosos a viverem a nossa custa
GostoResponder120 h
David Dinheiro Abra vista e investiga porque hje Dlkama voltou no mato apois 20 anos de paz ? Por mim se n ouvesse problma ele xtaria ao convivio familiar e mxmo assim ate preseguem os filhos parem e pense ....porque?
GostoResponder19 h
Jose Cumbana Dlakama tem vida de gato nao é fácel morrer o gajo
GostoResponder119 h
Hilliard Mondlane Kikikik tem 7vidas.
GostoResponder6 h
Eusébio A. P. Gwembe
Escreve uma resposta...
Eduardo Domingos Uma simples base come carne tres vezes por semana e toma vinho do porto nos dias de descanso imaginem onde está o celebro!?
GostoResponder19 h
Paulo Felician Mandlat Mandlat No mato é ond vives nao no pai dlhakhama
GostoResponder19 h
Jaime Xavier Chitsumba DHLAkAMA nao tem falta de comida tem tudo matou muita gente ele nao vai morrer é DEUS da terra ele manda sofrer o povo chegará cidade de ceu
GostoResponder18 h
HelioTiche Reis mentira
GostoResponder18 h
Cristina Americo Langa Massique kkkkkk k papo doce
GostoResponder17 h
Beto Alberto Alberto ainda ficam adormindo,pai Dhlakama ele para se estalar la em santu gira n e maluco.akela mata da montanha tem td tipo de fortuna.elefantes,pedras preciosas,marfim entre outros.
GostoResponder17 h
Moniz Banze quem tem falta d comida e voce macaco ,dsgracado. ess vlho vv good life
GostoResponder10 h
Cabrito Francy kakakakakakakakak mas voces nao ve akilo e' mentira? voces e dhlakama quem ten falta d comida e bebida? cueitados!
GostoResponder6 h
Osvaldo Artino Taulo Volta a cidad.
GostoResponder6 h
Cabrito Francy se ele voltar a cidad quem vai cuidar dos animais?
GostoResponder6 h
HelioTiche Reis quem vai cuidadar dos animais? ou quem vai cuidar de voces cabritos?!
GostoResponder5 h

Cabrito Francy kakajakakakakakakk vc #helio pah
GostoResponder5 h

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook