segunda-feira, 10 de outubro de 2016

A dívida soberana foi um negócio da família Guebuza, oficiais do SISE, MINT e do MDN


PDF
Versão para impressão
Enviar por E-mail
Tema de Fundo - Tema de Fundo
Escrito por Especial Pro@Verdade e Canal de Moçambique  em 18 Maio 2016
Share/Save/Bookmark
@Verdade e Canal de Moçambique
@Verdade e Canal de Moçambique
Quando o escândalo da EMATUM rebentou, pouco tempo depois a imprensa internacional, principalmente os franceses, os ingleses e os norte-americanos informaram que o negócio não envolvia apenas barcos. Havia facturas de compra de armamento que foram misturadas com os barcos para evitar questionamentos. Mais tarde, viria a saber-se que a Empresa Moçambicana de Atum, a Proindicus e a Mozambique Magement Asset (MAM) criaram relações incestuosas quer com o Ministério do Interior, com o Ministério da Defesa, e conseguiram comprar armamento usando na sua estrutura accionista os Serviços de Informação e Segurança do Estado (SISE). O que não se sabia até aqui é que quem esteve à frente do expediente da compra de armamento é o filho do ex-Presidente da República Armando Guebuza, Mussumbuluko Guebuza, conhecido como “Shushu” no seu círculo familiar.
Através das suas duas empresas, a “Msumbiji Investiments” (usa a conta 44717836102 domiciliada no Standard Chartered Bank em Hong Kong) e a “Timabes AG” (registada no Liechtenstein onde é titular da conta 10.359180_0.100.USD no Valartis Bank), Mussumbuluko Guebuza importou uma considerável quantidade de armas num processo em que também está envolvido o director-geral do SISE, Gregório Leão, o então ministro do Interior, Alberto Mondlane, e ex-ministro da Defesa, Filipe Jacinto Nyusi.
Através de uma fonte directamente envolvida no negócio, a investigação do “Canal de Moçambique” e do jornal “@ Verdade” teve acesso a várias imagens de reuniões entre Mussumbuluko Guebuza e os fornecedores de armamento.
Uma das principais reuniões realizou-se em Maio 2014 nas instalações da “Israel Weapon Industries” (abreviadamente designada como IWI). Na referida reunião, Mussumbuluko Guebuza está acompanhado por um oficial superior do SISE, identificado pelo único nome de Agy, que foi indicado por Gregório Leão para acompanhar o filho do “Chefe” no processo. Após um breve teste do armamento, a IWI emitiu um certificado de qualificação em nome de Mussumbuluko Guebuza. Quem intermediou o contacto de Mussumbuluko e os israelitas é um cidadão da Bielorrússia identificado pelo nome de Alex que, de resto, participou em quase todo o processo.
A IWI e o armamento vendido
@Verdade e Canal de Moçambique
@Verdade e Canal de Moçambique
A IWI é um fabricante israelita de diferentes tipos de armas: pistolas, espingardas, tanques. Segundo apurou a investigação do “Canal de Moçambique” e do“@Verdade”, a IWI forneceu a Mussumbuluko Guebuza vários modelos de armas, com destaque para armas de assalto TAVOR, X 95, ACE e GALIL, incluindo pistolas conhecidas como modelo “Jericho”. Nas imagens a que o “Canal de Moçambique” e o “@ Verdade” tiveram acesso, Mussumbuluko Guebuza aprecia e depois experimenta nos estaleiros da IWI uma arma X 95. No certificado emitido pela IWI, Mussumbuluko está apto para manejar rifles X95 NEGEU e pistolas “Jericho”.
Treinos em Boane e na Namaacha
Segundo apurou a nossa investigação, depois dos pagamentos, as armas chegaram a Moçambique em Setembro e Outubro de 2014, na altura das eleições. Não vieram só as armas. O contrato previa que os peritos israelitas da academia IWI (uma academia de instrução militar da referida empresa) viessem a Moçambique instruir os beneficiários das armas.
@Verdade e Canal de Moçambique@Verdade e Canal de Moçambique
E foi de facto o que aconteceu. Em Outubro e Novembro, dois especialistas israelitas da IWI, cujos nomes não conseguimos apurar, estiveram em Boane e na Namaacha a instruir agentes da Casa Militar (elementos do Ministério do Interior e da Defesa), os famosos “boinas vermelhas”, sobre como usar os novos “assault rifles” e as pistolas. É basicamente uma formação de franco-atiradores, ou seja, “snipers”. As sessões de instrução tinham um convidado especial: Mussumbuluku Guebuza, que também ia aprendendo. Em várias imagens na posse do “Canal de Moçambique”, Mussubuluko aparece empunhando armas pesadas e pistolas, intercalando com agentes da Casa Militar, que também treinam tiro ao alvo. No “website” da IWI, a empresa define a sua academia como sendo uma das melhores do mundo. “A competência central da academia IWI é baseada nos seus instrutores, que são veteranos das Forças de Defesa de Israel (IDF, sigla em inglês), unidades de elite da Polícia ou de várias agências de inteligência”, lê-se na descrição da academia publicada na internet.
As suspeitas de Dhlakama
Acredita-se que os atiradores que por duas vezes tentaram assassinar Afonso Dhlakama no ano passado tenham recebido tal formação ministrada pelos instrutores da IWI. Aliás, o presidente da Renamo, Afonso Dhlakama, denunciou no princípio deste ano a formação de “snipers” para liquidar membros da oposição. Dhlakama falou do envolvimento de coreanos na operação. Um facto é que a “holding”-mãe de que a IWI faz parte é coreana e denomina-se “SK Group”.
Conflito de interesses
@Verdade e Canal de MoçambiqueO Estado moçambicano pode evocar questões de segurança para justificar a compra de armamento sem concurso público, ou seja, recorrendo ao ajuste directo, tal como preconiza a alínea f) do nº 3 do Artigo 9 da Lei do “Procurement”. Mas não terá como justificar o uso das empresas do filho de Guebuza para aquisição das armas, por se estar numa clara situação de conflito de interesses, pois o negócio beneficiou um familiar directo (filho) do servidor público (Presidente da República) com poder de decisão sobre a matéria.
Nem Mussumbuluko nem o então Chefe da Casa Militar
O “Canal de Moçambique” e o @Verdade tentaram, sem sucesso, obter as explicações de Mussumbuluko Guebuza sobre a enorme e variada quantidade de armas que por si foram negociadas. Tentámos igualmente ouvir o então Chefe da Casa Militar, Jorge Gune, mas todas as nossas tentativas redundaram em fracasso. A equipa de investigação que conduziu este trabalho sabe que o general Jorge Gune foi recentemente nomeado embaixador de Moçambique no Malawi, e para o seu lugar foi nomeado o contra-almirante Joaquim Mangrasse.
Ethan Shockwave · 
They dont have Money to Buy Food, but they do have money to buy GUNS.
JF Thayero · 
é melhor os deputados tomarem nota, para que o governo faça o devido esclarecimento destas areas de penumbra. não é justo, os outros comem e nós pagamos a factura?
Kadir Issá · 
Enquanto esta Frelimo estiver no poder nada vai mudar
GostoResponder519 de Maio de 2016 12:54
Raul Novinte · 
Que Deputados, meu caro JF Thayero? Pois os da Frelimo eu não espero justiça. São caras sem vergonha e apudres que só querem afundar o país
GostoResponder11 de Junho de 2016 18:45Editado
Mateus Cadalamba · 
Sabe tem muita coisa morta que um dia vai cheirar.
Para isso tudo isso acontecer os deputados que são as vozes do povo no alto nível devem movimentar em forma de expor isso é claramente ser resolvido.
Marcelo Machava · 
Nyussi devia se demitir
Hilario Mahumane · 
Nao se devia demitir mas sim deve e tem que se demitir. Para o bem deste pais. Concordo e reforco
GostoResponder319 de Maio de 2016 15:14
Raul Novinte · 
Nyusi é cumplice de tudo. Em um país democrático ele não deveia ser PR, e já teria se dimitido ou preso
GostoResponder11 de Junho de 2016 18:46
Van Basten · 
Mais um motivo para familia GUEBAS ter as contas CONGELADAS.
Joao Joseph F. Achakachoka · 
LAMENTAVEL OUVIR E SABER QUE TUDO ISSO ACONTECE EM MOCAMBIQUE
Bernardino Abel · 
Muito triste a situacao
Linette Olofsson · 
Prender, julgar e obrigar a devolver o dinheiro ao Estado.
Beatriz Buchilli qual ë a tua função?
Principe Herodes Herodes · 
Moçambicanos aguentem com a roubalheira do Guebuza e eus familiares
GostoResponder418 de Maio de 2016 20:04
Linette Olofsson · 
Principe Herodes Herodes lamentável !
GostoResponder18 de Maio de 2016 20:08
Principe Herodes Herodes · 
Linette Olofsson Moçambique vai demorar 500 anos á pagar as dividas aos credores internacionais devido o roubo desenfriado praticado pelo Guebuza e seus sequazes
GostoResponder4 de Julho de 2016 22:10
Joao Fernandes Zibia · 
epaaaaa ...este assunto ainda tem muito sujeira. Fomos roubados meu Povo
Edson Nilton de Sousa
E lamentável saber q humilhados pelo guebuza, haja justiça...
GostoResponder320 de Maio de 2016 15:05
Joao Fernandes Zibia · 
Edson Nilton de Sousa
GostoResponder223 de Maio de 2016 10:22
Joao Fernandes Zibia · 
sera feita
GostoResponder223 de Maio de 2016 10:22
Nando Conceicao · 
Queremos o nosso dinheiro, essa dívida não é nossa
Elmo Avelino · 
MOCAMBIQUE , PAIS DOS ORGULHOSOS
Rakesh Npl · 
we love this countery , but former president love for arms . but not a capacity to pay , why he had taken this step to put all our nation in a shame.
Frank Daniel Chitlango · 
Mas ainda continuam a diser que moçambique nao ha guerra.Esse todo material vai fazer uque?Temos falta de muitas coisas por causa dessas armas.Nao sei para onde vamos com essa vida...
Mario Mutucua · 
Sr. Presidente Nyusi!
Na altura o Sr. Era Ministro da Defesa Nacional e o que vai dizer ao povo agora que é presidente?
1. Vai dizer que não sabe nada?
2. Vai dizer que foi mandado?
3. Vai dizer que estava a cumprir ordens?
Agora todo o povo está sabendo que o factor do governo por si dirigido aceitar pagar a divida tentando enganar o povo que quem vai pagar a divida serão as empresas que bem sabemos que essas empresas já estão falidas antes de começarem a trabalhar ou a funcionar. Tem muita razão, porque accionar mecanismos legais seria a sua própria condenação.
O actual presidente da Tanzânia, rompeu com todo o passado e o Sr. Presidente devia fazer o mesmo, mas parece que o Sr. Tem medo de morrer porque a pessoa que lhe colocou no poder, pode-lhe matar e não gozar dos benesses que o posto que ocupais oferece. Enquanto nos países democráticos de verdade o povo manda e o político obedece, aqui em Moçambique estar no posto de presidente é sinónimo de ter riqueza e ser dono de tudo.
Dea Joaquim · 
Trabalha na empresa Mecânico de MOTOS.
ISTO AINDA VAI CHEIRAR BORAXA. MOMAD CADAF ONDE ESTA HOJE.
Dea Joaquim · 
Trabalha na empresa Mecânico de MOTOS.
NYUSSI E CABO DE VASSORA
Dea Joaquim · 
Trabalha na empresa Mecânico de MOTOS.
TODO CAO TEM O CEU DIA.
Dea Joaquim · 
Trabalha na empresa Mecânico de MOTOS.
VAI CHEGAR O DIA Q O POVO VAI GRITAR YEEEEEEEEEE..........
Dea Joaquim · 
Trabalha na empresa Mecânico de MOTOS.
QIUEM VIVER VERA
Felix Pedro · 
Docent na empresa MINED
É proibido colocar algemas nas palavras faz parte de um dos oficios da verdade, (Cardoso).
Yatsura Cunha · 
Muito triste
Amade Ribeiro · 
Ultimos cartuchos da frelimo.
Marcildo Macave · 
Eu olho essa situação como abuso do poder e é punido nos termos da lei, utilizar o poder que o Estado lhe confere para os fins pessoais e familiares, invoca se aqui as entidades competentes para mostrar a compêtencia que têm para tratar de questões relacionadas com "ROUBO" na parte dos diregentes, em particular " O EX PRESEDENTE ARMANDO GUEBUZA", nisso existe cúmples que devem ir a barra do tribunal, o actual presidente, nao tem credibilidade e direito de continuar a ser Presidente e ser chamado como Presidente, os curruptos, ladrões, fizeram com que esse pais perdesse acredibilidade como Estado, acho eu que para recuperarmos a Aut-estima e acredibilidade tinhamos distituir o governo actual e convocar as eleiçoes antecipadas, porque o governo actual nao tem respeito com o Estado e nem com o povo. Obrigado
Sebastiao Bernardo Mufana Mufana · 
DIVIDA DE UMA FAMILIA E GOVERNO? NAO ACREDITO, SE É ASSIM PORQUE NAO INVESTIGAM PARA APURAR A VERDADE EM VEZ DE ACREDITARMOS BOATOS?
Papinto Antony Pap · 
Eu como moçambicano, estou frustrado, pior porque nada acontecerá ao pilantras
Papinto Antony Pap · 
O que eles são para terem tanta autonomia de fazer o que querem quando é onde lhes apetecev,sera que este país é deles
Mussa Cassam · 
Em democracia o presidente deveria pedir a sua demissão e os responsáveis responderem perante a justiça
Albertina Senete · 
Trabalha na empresa Disney
realmente e' lamentavel o que esta acontecer,esse assunto ainda vai muito longe de terminar. Eles consumiram e deixaram o cofre limpo.
Emilio Pedro · 
Mussumbuluko mesmo, filho do Chefe.
Luis Goulap · 
CAES SARNENTOS....OS CIVIS A MORREREM DE FOME E FALTA DE AGUA.....ELES A ESBANJAREM FORTUNAS COM DINHEIRO DO POVO, PARA ADIQUIRIR ARMAS CARAS QUE SERVEM PRA MATAR A PROPRIA POPULACAO.........E O RESULTADO DOS VOTOS.
Barnete Paulo · 
o porque de esconder do povo os gastos feitos por eles,sabendo que estao no topo gracas ao voto e confianca do proprio povo.
Leao Leao Dehon · 
Mesmo que o julgamento humano nao os absorva (estes ladroes), esses vao dar conta no dia do juizo/condenacao eterna em que serao julgados por Cristo filho de Deus.....
Preparem-se.... Sao sinais dos fins dos tempos e vamos ver se algum dinheiro salvara' algue'm.
O governo injusto caira'..... Como levam pessoas injustas para dirigir sectores de responsabilidades e que necessitam de homens justo????? Sera' que nalgum dia aprenderam o que significa justic,a???????
Castro Pedro Muhamale · 
so e neste pais muito pacifico k aconteceram, stao acontecendo, vai continuar acontecendo situaxoes mais caoticas com esclarecimentos a portas fechadas, mas vcs n tem culpa, faz parte da voxa profixao, um simpls como eu, ja staria a dar exclrcimento do facto
Daniel Malembe · 
Trabalha na empresa MOPH-DNA
É estranho!
Timoteo Papel · 
Now i dont know se i can be mozambican with all this situacion, because those guys sold this state.
Milton Manjate · 
O Nosso pais está muito doente, com duas doenças crónicas, Guebusite e Nyusisite. Temos k descobrir a para estas duas pessoas nocivas para o bem estar.
Manuel Mulungo · 
Só me resta concluir: "Esse país não é nosso, mas sim é da Frelimo"
Ilidio Dos Anjos · 
Votem na Frelimo e nos seus candidatos eternamente. A Frelimo roubou, rouba e sempre roubará!
Vassili Vassiliev · 
Kim-Jong-Un negro exibindo seus dotes!
Dolvino Xiwungue
Bom dia pessoal, esse filme que está a ter muitos comentários, esta em que episódio? Pelos visto o filho do artista esta a formar soldados deles para mais uma guerra, kkkk estou confuso, essas armas são para que? Alguem aqui quem viu o filme do precípuo ate agora, pode me contar um pouco? Volto mais logo, vou trabalhar para pagar dívidas do país
Malavi Canturumeliwa
Governo de assassinos
Esmenio Cipriano · 
Trabalha na empresa Team Baby
Coisas de Moz, pelos pecadores pagam os justos. Eu sou xefe posso fasso e devo....A pobreza esta nas nossas cabexas.
Chizingo Chizingo · 
Faltam me palavras para lamentar.
Benny Semedo · 
tudo tem principio e fim. eu nao sei se e burrice , hipocresia nossa, ja chega e altura de nos agirmos, o povo remover esses malfeitores do governo, violaram a nossa constituicao e ainda andam por ai ao seu belo prazer, vamos unir as maos e agir, lembram -se o k aconteceu com Samuel Doe, Gaddafi, nada e eterno, ja chega
Djeckcheia Salvador · 
Onde estão os autointituladas representantes do Povo? O que faz a "Dita" CASA DO POVO - Assembleia da República. Que moram os partidodos politicos e surjam Patriotas, verdadeiro PATRIOTAS. De uma verdadeira unidade Nacional - Que advogam o Bem da Patria Amada e não Patria Tramada.
Antonio Russell Ferreira · 
O papel da população em geral, é comentar, barafustar, rilhar os dentes, ter insónias...e tentar safar-se tambem... uma vez que as cúpulas lhe dão o mote. HÁ JÁ MUTOS ANOS, DESTA MINHA LONGA VIDA, QUE CONCLUÍ QUE AS BASES SÃO O REFLEXO DAS CÚPULAS, numa sociedade de salve-se quem puder...

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook