sexta-feira, 30 de setembro de 2016

Presidente da APZ na mira dos Esquadrões da Morte


CartaAPZ-DIARIO DA  ZAMBEZIAPor ser da Renamo
. O DZ divulga em exclusivo uma carta enviadas as autoridades
O Presidente da Assembleia Provincial da Zambézia (APZ), Betinho João Jaime, anda aterrorizado devido as ameaças de morte que tem passado desde os meados deste mês. Em exclusivo ao Diário da Zambézia, Betinho que foi eleito pela Renamo devido a maioria que conquistou nas eleições, disse que tudo começou no dia 19 de Setembro corrente quando a sua residência actual foi invadida por malfeitores. Nesta invasão, os mesmos tentarão arrombar a porta traseira e não tendo conseguido seguiram para uma outra porta, mas que também não conseguiram lograr os seus intentos.
Posto isso, segundo o Presidente da APZ, a vida na sua casa mudou totalmente e nunca mais teve sossego, isso porque nessa altura que os indivíduos desconhecidos entraram na sua residência, o agente da Unidade de Protecção de Altas Individualidades (UPAI) não estava presente, já que ‘e uma mulher e teria saído as 12 horas do posto, portanto, da casa do Presidente para dar de mamar o seu bebe, mas ninguém lhe rendeu o turno até dia seguinte. Nesta entrevista, a fonte explicou que desde que mudou-se para actual residência em virtude da anterior estar em reabilitação, só escalam para a guarnição mulheres, uma situação que ele próprio diz não entender.
Aliás, o Presidente da Assembleia Provincial da Zambézia não tem receio de dizer que são inúmeras vezes que os agentes da UPAI abandonam o posto durante a noite. Contou neste exclusivo ao DZ que numa destas vezes, pela manhã, a sua esposa terá flagrado um dos agentes por volta das 4 horas a chegar. Quando questionado o tal agente, este disse que havia sido solicitado pela chefia para dar cobro a uma situação de um colega que estava sendo agredido, por isso que abandonou o posto. Betinho João diz que anda com medo e a vida dele toda mudou incluindo os ambientes em que frequentava já são outros, tudo com o medo dos famosos esquadrões da morte.
O caso já é do conhecimento das autoridades
Entretanto, o Diário da Zambézia teve acesso a uma carta enviada as autoridades, que relata estes acontecimentos que colocam em risco de vida o Presidente de um órgão eleito e de toda sua família, por alegadamente ser da Renamo. A mesma foi enviada a Procuradoria Provincial da Zambézia como forma de alertar dos perigos que o Presidente corre. E não só, outras instituições, incluindo o próprio Governador da Zambézia, Abdul Razak foi informado sobre isso e terá lamentado bastante e prometeu reforçar as medidas de segurança na residência do presidente. Recorde-se que esta ‘e a segunda denúncia pública que acontece na Zambézia, sendo que uma ‘e do edil de Quelimane, Manuel de Araújo que alega também estar a passar por perseguição.
DIÁRIO DA ZAMBÉZIA – 30.09.2016
PS: Click na imagem para ampliar

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook