quarta-feira, 21 de setembro de 2016

A FALTA DE LUCIDEZ POR PARTE DE FILIPE NYUSI

Propriedade do Departamento de Informação Sai as Quinta Feiras * Distribuição Gratuita * Maputo, 15.09.2016 * Edição nº 188 Ano 4 continua na pág 3 No dia 8 de setembro de 2016, pelas 19:20 horas, na cidade de Quelimane, capital provincial da Zambézia, a Chefe da Bancada Parlamentar da RENAMO, Membro da Comissão Permanente da Assembleia da República de Moçambique e Membro da Comissão de Justiça e Direitos Humanos no Parlamento Pan Africano, Dra Maria Ivone Soares, sofreu um atentado contra a sua vida. Após o seu desembarque no aeroporto de Quelimane foi recebida pela Direcção da Delegação da Assembleia da República, Deputados, membros do seu Partido e familiares, tendo concedido uma entrevista à Rádio Moçambique para abordar os objectivos da visita, que é realizada no âmbito da actividade parlamentar. Estranhamente, a poucos quilômetros do aeroporto, acompanhada por dezenas de membros do seu partido, foi surpreendida por dois indivíduos que se encontravam parados na margem esquerda da estrada, um deles sentado numa motorizada e o segundo empunhando uma arma de fogo do tipo AK47. Este último manipulou continuamente aquele artefacto militar que trazia, mas felizmente o mesmo terá encravado, o que impediu a consumação do crime. Mais adiante, pouco depois, uma viatura de caixa aberta, marca Toyota, cor branca, procurou sem sucesso bloquear a passagem da comitiva da Chefe da Bancada, com a inten- ção clara de concretizar o assassinato, tendo o motorista da viatura que transportava a Chefe da Bancada conseguido contornar a armadilha. A Bancada A Bancada Parlamentar da RENAMO na Assembleia da República denunciou, em comunicado de imprensa tornado público aos 14 de Setembro corrente, o atentado contra a vida da Chefe da bancada Parlamentar deste partido, dra Ivone Soares. Transcrevemos o teor do comunicado na íntegra: CHEFE DA BANCADA PARLAMENTAR DA RENAMO ESCAPA À MORTE 2 Editorial A FALTA DE LUCIDEZ POR PARTE DE FILIPE NYUSI Diz o velho ditado português: recordar é viver. É baseado nesta máxima que vamos falar sobre as palavras do Presidente da Frelimo Filipe Nyusi a semanas atrás: “Não é verdade que RENAMO ganhou seis províncias”. O presidente da Frelimo afirmou, durante uma visita a Nairobi, a exigência da RENAMO de governar seis províncias no centro e norte do país onde alega ter ganho nas últimas eleições gerais de 2014. “Não é verdade que a RENAMO ganhou seis províncias. Apenas teve mais votos relativamente a outros partidos”, afirmou Filipe Nyusi, citado pela Agência de Informação de Moçambique (AIM), num encontro realizado na sexta-feira com a comunidade moçambicana em Nairobi, onde participou na Conferência Internacional de Tóquio para o Desenvolvimento de África (Ticad). Segundo o senhor Filipe Nyusi, a RENAMO aproveita-se da sua reivindicação para invadir hospitais e atacar e matar civis inocentes, “tudo isso porque o líder da RENAMO, Afonso Dhlakama, quer governar as seis províncias onde ele diz que ganhou as eleições”. Filipe Nyusi estabeleceu uma comparação entre eleições e futebol, observando que, “quando termina o campeonato, apenas uma equipa ganha e é essa mesma equipa que representa o país no mundo inteiro”. Sem pretendermos interpretar o que Filipe Nyusi quis dizer, fica claro o reconhecimento tácito de que a RENAMO foi o verdadeiro vencedor das eleições gerais e provinciais de 2014, na sequência de ter alcançado maior número de votos relativamente aos outros partidos. Fica claro que tal como havia dito Armando Guebuza aquando do anúncio dos resultados das eleições, a vitória que a Frelimo reivindicou para assaltar o poder, foi arrancada a RENAMO. Por outras palavras, Filipe Nyusi quis afirmar que a RENAMO não precisaria de negociar sobre a governação das seis províncias, mas sim devia ter tomado por direito. Se assim não é, então devemos pôr em causa a lucidez de Filipe Nyusi enquanto chefe de Estado que não foi eleito e consequentemente não manda nada. E quando é assim, com a RENAMO fora do poder, apesar de ter ganho maior número de votos em relação aos outros partidos incluindo a Frelimo, e a mesma Frelimo a reconhecer que não venceu e o seu presidente a confirmar, podemos dizer que há vazio de poder em Moçambique provocada por aqueles que arrancaram o poder aos verdadeiros vencedores. Nestas condições, nada melhor que cooperar com as exigências do verdadeiro vencedor e partilhar o poder nos moldes reivindicados, que na verdade são legítimos. Parem de derramar o sangue inocente inutilmente e busquem soluções que trarão paz, desenvolvimento e harmonia no nosso país. É isso que o país precisa para crescer. Haja lucidez na busca de soluções para um Moçambique melhor. Ficha técnica Director:Jeronimo Malagueta; Editor: Gilberto Chirindza; Redacção:Natercia Lopez; Colaboradores: Chefes regionais de informação; Maquetização: Sede Nacional da Renamo Av. Ahmed Sekou Touré nº 657; Email: boletimaperdiz@gmail.co.mz Cells: 829659598, 844034113; www.renamo.org. Nº de Registo 07/GABINFO-DEC/2015 Par - lamentar da RENAMO repudia e desencoraja quaisquer acções de perseguição e atentados contra quadros e líderes políticos e condena, veementemente, actos bárbaros com vista a silenciar as vozes dos partidos da oposição como forma de eliminar a democracia em Moçambique. As acções de obstrução da actividade da oposição que os esquadrões da morte têm protagonizado, em nada contribuem para a Paz e a reconciliação que se pretende em Moçambique. O atentado encoraja mais ainda os deputados da Bancada Parlamentar da RENAMO a prosseguirem com o seu trabalho parlamentar como legítimos mandatá- rios do povo comprometidos com a paz, liberdade, Estado de Direito, Justiça Social e democracia multipartidária. Os deputados da Bancada Parlamentar da RENAMO solidarizam-se para com a sua Chefe e encorajam-na a manter-se firme no cumprimento da sua missão. Os deputados da Bancada Parlamentar da RENAMO exortam a Comunidade Internacional para que continue atenta às tentativas do regime de silenciar a voz do povo e de pôr fim à democracia em Moçambique. “A Semana em foco” Um programa radiofónico que faz análise dos temas políticos e sociais de destaque semanal. Sintonize e escute a frequência 90.0FM Rádio Terra Verde Acompanhe em todos os sabádos das 11:00 às 12:00 horas Participe! 821075995 ou 840135011 3 continuação da pág 1 O título em epígrafe sintetiza as constatações feitas pelo chefe da Bancada da RENAMO na Assembleia Províncial de Maputo durante a última sessão plenária, falando a respeito das calamidades naturais. Dirigindo-se aos presentes, Mateus Muchacuare afirmou que Moçambique é propenso de forma cíclica de várias intempéries climáticas. Tendo feito recordar aos presentes que este país foi fustigado e continua sentindo os efeitos da seca, estiagem e inundações. Muchacuare referiu: “cerca de 1500 000 pessoas no país e deste número, 123 960 pessoas em particular são da Província de Maputo. Todos esses concidadãos, ficaram desprovidos de seus bens, cultura, gado, e perderam pessoas queridas. Em referencia aos efeitos das calamidades na província de Maputo, o interveniente fez saber que dos oito distritos da Província de Maputo, o Distrito de Boane foi o mais afectado pelo vendaval, tendo desalojado famílias, alunos e provocado morte de pessoas. Assim sendo, não deixou de de agradecer em nome da Bancada do Partido RENAMO, as pessoas que considerou como sendo de boa vontade, em referência aos movimentos de solidariedade que prestaram o apoio moral e material às vítimas do fenómeno El Nino que abalam a província. “Acreditamos que o Governo pode fazer muito mais, tendo em conta, que pertencemos a uma sociedade política, económica, ideológica e administrativamente organizada, a altura das exigências do século XXI.” Disse Muchacuare, que desafiou os governantes e seus parceiros representantes do povo da província de Maputo nos seguintes termos: “para os fenómenos climáticos de seca, estiagem e inunda- ções, há lições, legado do passado, que vale apenas resgatar.” TEMOS UM GOVERNO PADRASTO A respeito das calamidades naturais continua na pág 4 4 M u - chacuare fez uma viajem de regresso na história moçambicana, tendo feito lembrar que no passado os que governavam guardavam excedentes de produção para os dias maus: “Se no passado a classe dirigente guardou o excedente e deu se bem, porque não se adopta a construção de silos, pelo menos, em cada distrito para o armazenamento do potencial agrícola de que dispomos e naturalmente de cisternas enormes para conservar água?” Continuou afirmando que se com pouco desenvolvimento era possível suprir as necessidades do povo, quanto mais agora num nível tecnológico superior. Fez lembrar: “As estruturas políticas dos nossos antepassados con seguiram prever e prevenir o que afectaria as suas comunidades no período em que os astrólogos não dispunham de serviços meteorológicos evoluídos, mas hoje com todos os serviços que ilustram o impacto dos fenómenos naturais, antes que aconteçam, não temos o excedente à guarda.” Para terminar, o interveniente desafiou os governantes a fazerem o melhor: “Os Estados antigos executaram as políticas proteccionistas, deram respostas aos liderados e nós podemos fazer muito mais. O que falta? Não há capacidade? Até quando se padecerá por uma situa- ção solucionável?” Temos que ajudar o Presidente da Frelimo. Alguém por engano, talvez por ignorância em relação à real situação vivida no nosso país, decidiu atribuir-lhe o prémio Internacional da Consevação da Natureza. Nyusi voltará dos Estados Unidos com o galardão nas mãos. Isto é mesmo ultrajante, mas mesmo assim temos que ajudar com mais e mais campanhas para nos opormos às destruições das florestas, às usurpações das machambas, e à contaminação dos rios. Este prémio que o presidente vai receber, é como um cheque pré-datado sem cobertura, pois de verdade ainda não fizemos por merecê-lo. No entanto, seria bonito se o merecêssemos. Os membros da Frelimo deveriam aconselhar seu camarada Nyusi a aceitar governadores provínciais da RENAMO para que acabe com a Guerra e assim pode ter embora não seja merecido o Premio de Conserva- ção da Natureza. Expropia- ção dos nossos jazigos para satisfazer compadres estrangeiros que depois dão prémios intarnacionais não é caminho certo, pois Mo- çambique é dos moçambicanos e os estrangeiros que aqui quiserem viver devem integrar-se de acordo com regras que tomem em conta os interesses das comunidades e nunca de forma esclavagista como estava para acontecer em Morrua onde os nativos se viram obrigados a invadir as minas para poderem continuar a desenvolver suas actividades extractivas. Colocar os investidores em conflito com as comunidades nativas é “sacaneá-los”, pois eles vêm aqui para trabalhar e acabam saindo prejudicados e com preju- ízos de milhões de dólares muitas vezes. O presidente da Frelimo Felipe Nyusi não deveria receber nenhum prémio internacional sem primeiro acabar com a guerra que ele próprio criou e fumenta. Como os promotores desses prémios estão desinformados e por isso lhe dão, então só podemos ajudar a limpar o demérito para que as coisas fiquem certas. Como contribuição, começamos aqui a fazer a lsita das acções que o presidente Nyusi tem que realizar para ser merecedor do prémio que por engano lhe foi entregue na passada Quarta Feira dia 14 de Setembro. a) Aceitar nomear Governadores Províniciais da RENAMO nas províncias onde este partido ganhou. b) Eliminar os abusos de poder dos seus colaboradores ao nível das bases, principalmente nas províncias onde a FRELIMO, seu partido, ganhou eleições. c) Pagar as pensões devidas aos desmobilizados de guerra e mandar rever pela Assembleia da República, a Constitucionalidade da lei dos combatentes, pois esta lei considera os combatentes pela democracia como inferiores e por isso os discrimina. d) Educar os membros do seu Partido a não discriminarem e inferiorizarem os outros concidadãos quando e apenas porque estes são de outras forma- ções políticas. e) Pararem de desmatar as nossas florestas. Estes são apenas alguns itens dos passos a serem dados para merecer o pré- mio pela conservação do ambiente. A melhor pessoa para os completar é o próprio presidente Nyusi que para isso deverá contar com a ajuda dos seus camaradas, especialmente os do seu Comité Central. O Povo, só pode ajudar se ele e o seu partido, especialmente o Comité Central quiserem aceitar a ajuda. continuação da pág 3 GUERRA É CONSERVAÇAO DA NATUREZA?







Unay Cambuma
Yesterday at 2:55pm ·



FRELIMO ACEITA A INTEGRACAO DOS MILITARES DA RENAMO NAS FORÇAS DE DEFESA E SEGURANÇA (FDS)
Ontem à noite ouvimos o chefe da delegação negocial da frelimo, o general na reserva Jacinto Veloso, a falar num tom de boa vontade acerca da política da defesa e segurança, isto é, sobre o assunto das forças armadas, polícia e sise. O Veloso chegou mesmo a dizer que as coisas erradas devem ser corrigidas e também reconheceu que de facto os militares da renamo devem ser reintegrados em todos os ramos da defesa e segurança (FADM, FIR, PRM, SISE), isto no âmbito do Acordo Geral de Paz assinado em Roma.
O Veloso fez estas declarações na Comissão Mista e esperamos que seja verdade aquilo que ele disse, que ele não volte a "virar o disco" como fez da última vez, esperamos que não seja de novo ameaçado pelos "donos da frelimo" do Comité Central para vir a terreiro dar o dito por não dito. Estamos atentos e esperamos que tudo corra bem, é só uma questão de o "governo" da frelimo reconhecer a legitimidade das exigências do partido renamo. Sem dúvidas a renamo deve governar onde o seu presidente e ela mesma ganharam as eleições ainda que a vitória tenha sido com resultados desfalcado devido às fraudes macissas praticadas pelo partido Frente de Libertação de Moçambique (frelimo).
Portanto, o processo da implementação da governação da Renamo deve ser célere para que a paz seja uma realidade a breve trecho. A renamo deve nomear os governadores, administradores e outros quadros da administração estatal e iniciarem o seu trabalho ainda este ano de 2016. Os militares oriundos da renamo devem ser enquadrados das FDSFDS para criar o equilíbrio e só assim será reestabelecida a confiança mútua entre a frelimo e a renamo o que vai contribuir em grande medida para que haja a verdadeira reconciliação.
As FDS não podem continuar como um instrumento repressivo do partido frelimo contra outros partidos adversários e o próprio povo moçambicano, as FDS até são usadas para intimidar e violentar os agentes eleitorais representantes de outros partidos. Nas eleições de 200 4 a frelimo recorreu ao uso intensivo das FIR para o preenchimento e trocas de urnas. O grupo Sidat produziu boletins de votos e selos duplicados para a votação paralela fraudulenta da frelimo e isso só foi possível executar se com a ajuda das FDS.
A frelimo deve saber que já não pode continuar a governar ilegalmente através de fraudes eleitorais extraordinariamente escandalosas, isto provoca conflitos e até guerra. A frelimo deve aceitar o jogo limpo da democracia.
A própria frelimo deve sentar e fazer uma introspecção. A frelimo foi sequestrada por uma dúzia de gente mortal e pacata igual a qualquer mocambicano. Quem é Guebuza? Um pobre filho de enfermeiros indígenas da era colonial, o Chipande e um filho de pobres aldeões de Mueda, o Chissano era um pobre filho de zé ninguém algures em Malehice, mas hoje está gente, depois de roubar e matar muita gente, julga se superior aos outros membros da frelimo. Até o Candugua (Pacheco), também já empina o nariz como se valesse alguma coisa.
Vergonhas bantus.
Unay Cambuma






Unay Cambuma
September 19 at 10:32am ·



TROPAS DA FRELIMO MORREM POR CAUSA DE CABRITOS E GALINHAS NA REGIAO DA GORONGOZA
Chegam - nos informações que na região da Gorongoza, as forças da frelimo da posição conhecida por Lourenço, tentou escalar a serra pela zona de Maingrezi, tendo levado muita porrada pelas forças da Renamo (cerca de 70 mortos, muitos feridos, armas apreendidas e cadáveres abandonados) e já durante as debandadas foram fazendo sérios estragos pelo caminho, roubando cabritos, porcos, galinhas, milho, feijão e queimaram muitas casas da população. Isto aconteceu nos dias 15, 16 e 17 de Setembro respectivamente.
O que significa que esta operacao das tropas frelimistas era mais para roubar comida, quiçá para festejar melhor o dia 25 de Setembro mas o certo é que os militares já enfrentam sérios problemas de logística e sobrevivem através da rapina no seio das populações indefesas.
Geralmente quando os militares da frelimo chegam nas proximidades de um povoado, disparam morteiros e metralhadoras pesadas durante muito tempo, pondo as populações em debandada, abandonando tudo e de seguida os militares roubam os seus bens e depois de queimar as palhotas e o que resta nos celeiros, regressam a sua posição onde reportam aos seus chefes que atacaram e assaltaram uma base da Renamo e apreenderam os bens que trazem consigo.
Isto é frequente na região da Gorongoza só que nos últimos dias têm sido interceptados pelas perdizes, que já se desdobram em operações de defesa das populações. Neste momento, a tal posição de Lourenço, depois do desastre, ficou com a guarnição exaurida devido ao elevado número de baixas e muitos estão a desertar. Excusado será dizer que os cabritos e galináceos também fugiram em debandada na direcção contrária a dos seus proprietários temporários.
Segundo informam - nos as nossas fontes, o estado maior das forças da frelimo ordenou lançar muitos grupos pelas províncias para atacar as bases da renamo com objectivo de, de acordo com as mesmas fontes, obrigar a renamo a recuar nas suas exigências no diálogo e também força-la aceitar o cessar-fogo incondicionalmente.
Mas segundo conseguimos apurar junto de fontes das perdizes, a renamo rejeita liminarmente o cessar-fogo antes das serem resolvidos os problemas que causam o actual conflito militar. A renamo exige que primeiro haja um acordo político na mesa negocial antes do cessar-fogo. Aliás, o líder da renamo havia aceite a proposta da medicação internacional de se criar um corredor na região da Gorongoza mas exigiu que a frelimo retire primeiro as suas forças em toda Gorongoza por razões de segurança, tendo a frelimo rejeitado a ideia e o assunto ficou sem efeito.
Portanto, as forças militares da renamo não querem ouvir falar de cessar-fogo antes que a frelimo implemente o que aceitou na mesa negocial. É o 'ou vai ou racha' e há sinais claros de muita impaciência nas hostes das perdizes e há quem as cita a dizer que "se a frelimo brincar mal nestas negociações, este ano vamos 'comer'o natal em Maputo".
Unay Cambuma

LikeShow more reactionsShare

236236
64 Comments
24 shares
Comments
50 of 64
View previous comments


Luis Albino Ribeiro Ribeiro Imajinao alguem a fugir balas arroubar galinhas porcos isso não tem lojica.
Like · 7 · September 19 at 11:43am


Vintoso Luis K pena das FDS mal treinada
Like · 1 · September 19 at 11:55am


Luis Albino Ribeiro Ribeiro Pena tua que não sabe nada quanto nosso pais.
Like · 4 · September 19 at 11:59am


Castigo Miguel Fernando Pena mxmo!
Like · September 19 at 12:01pm


Alves Selemane Selemane

Like · 1 · September 19 at 12:10pm


Mende Vasco Fernando Pregunto eu porq e q a guerra so ta n centro e norte?
Like · 2 · September 19 at 12:22pm


Alexandre Manhiça Manhiça Uny cambuma voce e mentiroso a Frelimo nao e bebe nem maluco , voce vai cansar de escrever mentiras e ofenças aos diregentes do partido Frelimo e governantes n.
Like · 2 · September 19 at 12:35pm

Livaningo Tembe replied · 1 Reply



Bayba Sebastiao Da Silva Kota falaste de setenbro, mudaxte pra outubro e agora ja xta falar de final do ano, caso a frel brink cm as negociaçoes, ja n sabe uki diz...
Like · 2 · September 19 at 12:42pm


Omar Alfredo Omar nada de mentir pra os cegos e surdos nós ja xtamos cansados das piadas. vcs montam as mentiras pork ganham por isso,seja renamo,seja frelimo sao farinha do mesmo saco. deixem o povo em paz até do momento em moz ainda nao temos dirigente que satisfaz a vontade do povo.
Like · 4 · September 19 at 12:43pm


Antonio Roque Franque Unay não há guerra se logística, tudo oque foi mencionado é feito pela renam .Quando as FDS matam e queimam casas dos bandidos armado falam k são casas da população. As FDS vão levar milho para muwer aonde só para ver k é mentira ,Nunca falto comida...See More
Like · 6 · September 19 at 12:44pm


Alexandre Manhiça Manhiça Hoje a Renamo tentou sem socesso assaltar posto administravo em Lugela onde levou purrada foi capturados 3 guerelheiros ou mujibas abrem atenas.
Like · 2 · September 19 at 12:55pm

Estevao Cumba Cumba replied · 2 Replies



Omar Alfredo Omar antonio roque vou te banir daqui se repetir dizer merdas.eles quando roubam milho moem nas moagens do povo. ou pensa k nas zonas ricondidas nao ha moinhos alias eles vendem pra os comerciantes locais.
Like · 4 · September 19 at 1:00pm


Joao Mazive huuumm outros comentarios...sao tipicos de pessoas k fazem parte de 40
Like · 3 · September 19 at 1:08pm


Lucas Joao Chaleca Averdade nao percupa com nos sabemos kem akele o desejo d filos deve abril rm ou tvm deixa unay fazer otrabalho dele pa
Like · 2 · September 19 at 1:55pm


Alexandre Manhiça Manhiça A base grande da Renamo tomada na semana passada pelas f.d.s.ja trouxe socessego no Distrito da gorangosa disse hoje em noticia o comandante
Like · 2 · September 19 at 2:04pm

Livaningo Tembe replied · 1 Reply



Teresinha Macangela JA PROMETERAM DE MAIS CADA TEMPO QUE PASSA ,QUEREMOS A PAZ ,JA QUEIMARAM MEU CARRO,NAO SEI QUEM O FEZ RAPTARAM DOIS MEUS BRADAS,COMERCIO DOS MEUS BROO FECHADO ,JA NAO CURTO A VONTADE ,POXA A VIDA DE POLITICA SAO NEGOCIOS RENTAVEIS PARA OS OUTROS
Like · 1 · September 19 at 2:21pm

Chico Jasse Beu replied · 1 Reply



Angandimasso Alface Luís Mugeba é verdade que renamo tentou sem sucesso e 3 comandos foram capturados? Acho que é uma mentira.... .
Like · 2 · September 19 at 2:22pm


João Augusto Checuda Viva renamo
Like · 1 · September 19 at 2:45pm


Noquia Gopito Eu ja nao sei mais
Like · 1 · September 19 at 3:27pm


Francisco Nhaca Você tal unay afinal a renamo te paga quanto para escrever mentira ou te prometeram para ser governador do dlhakama quando ele sair da toca
Like · 2 · September 19 at 3:27pm


Francisco Nhaca Sim foram capturado não deu essa informação o tal de unay Angandimasso Alface Luís que pena
Like · 2 · September 19 at 3:28pm


Jacintoarmindoce Jacinto Na boa
Like · 1 · September 19 at 3:28pm


Pauleque Joao Kkkkk que bom
Like · 1 · September 19 at 3:33pm


Amilcar Juvencio Alberto Sinete Por favor nao podem ser enganado por UNAY el e 100% da RENAMO ok eu acredito ek o pais esta en crise politica nao oisam a mentira de unay
Like · 1 · September 19 at 3:45pm


Chico Jasse Beu Voces podem se acusar d todas as maneiras mas eu so kero paz
Like · September 19 at 3:49pm


Amilcar Dos Santos Mazime Paz ponto final,frelimo traga ns a paz unay continue mas cm verdades ta
Like · 1 · September 19 at 4:32pm


Luwy Fernandes Quando a morte chegar ninguem vai dizer q é mentira , reina muita burla e mrntiras , guerra é outro assunto e quem vive na cidade so diz q é mentira ao invez de lutar para que haja paz , essa mentira ira se tornar pesadelo por gostaren de medir as passoas
Like · 4 · September 19 at 4:35pm


Urdiales HD

Like · 2 · September 19 at 4:39pm


Pires Martins

Like · September 19 at 4:43pm


Peri Passo Chapepa Chapepa Viva rangers .
Obrigad unay mas ntocias
Like · 1 · September 19 at 5:29pm


Simon Thomas Hummm. . Triste isso!
Like · September 19 at 6:14pm


Jofanias Lazaro Jose Concordo contigo os Petizes da FRELIMO são ladrões ameaçam a apopulaçao e de seguida queimam as suas residências e se apoderam dos bens! Tenho vivido de perto esses factos na areia de murrothone perto do local onde trabalho e na passada sexta feira aconteceu o mesmo episódio perto da escola onde me encontro onde todos profissionais daquela instituição abandonaram o local de trabalho.
Like · 1 · September 19 at 6:59pm

Jose Manhique replied · 1 Reply



Helio Joao Afonso Afonso Mentira
Like · September 19 at 7:04pm


Marcelino Alberto

Like · September 19 at 7:25pm


Manuel Moises Vc q xta dizer mentira uma pessoa q xta viver de perto.tudo so para agradar o seu patrao,seu lambe cu de lixo.
Like · 2 · September 19 at 7:27pm

Manuel Moises replied · 2 Replies · 7 hrs



Ah Manhambane Ja tem mistura dos desgraçados g40 aki. So despresa-los.e manda-los pra a lixeira de ulene.
Like · 1 · September 19 at 7:42pm


Sergio Gabriel Toscano Tosca Esse Senhor pode falhar sim mas ele não é mentiroso e todo lambe bota da outra parte de ladroes dos bens do povo falam mal de Unay.
Like · 3 · September 19 at 7:49pm


Delmar Bernardo Não sei se isso é real ou não, mas a verdade é uma, QUEREMOS A PAZ.
Like · September 19 at 8:02pm


Customo Jo Jo Confio em ti Unay,kem dz RM,TVM,k abre vc e seus familiares..canais k nao se fala nad d interesse d povo
Like · Yesterday at 12:06am


Tatyosvaneyvald Cumbans Delmar kem nao ker a paz aki?tds keremx paz mx tmbm tamx cansads ds abuzus dessis merdas pha
Like · 1 · Yesterday at 5:56am


Nguarai Mocambique Mocambique TEM MAS UMA OUTRA VALA COMUM CHEIO DE UMANO ESTIQUE AS ANTENAS PARA GORONGOSA
Like · Yesterday at 6:28am


Rogerio Sambane Raice Eu ja nao entendo oq xta se precisar aq em mocambique
Like · Yesterday at 7:17am


Constantino Chilambula

Like · Yesterday at 12:54pm


Jose Manhique Ta cheio de propagandistas maliciosos que não quer ver o povo sossegado devido a essas mentiras
Like · 1 · Yesterday at 1:07pm

Raja Amade replied · 1 Reply



Manuel Moises E preciso as vezes analizarmx qamd qeremx cmentar um assunto.pk homens da renamo nao e possivel qeimar casas de populaçao,por enqnto eles sobrevivem na base daqela populaçao.sao forças armadas q fazem isso,alegando q sao eles q dam cmida a exxex homens farda verde.
Like · 1 · Yesterday at 1:33pm


Joao Lamban Bauti Onde esta homen verde...população ta ai,,, criança ta ai também se Mendo nada,,, mas chega homem digo d difesa FDM todos população , criança Mendo porque bate pessoa se problema, viola mulher d dono porque to fardado os chefe auvir istu tudo nada faz.. P ,, afinal quem da mendo população ??
Like · 20 hrs · Edited


Zekito Virgilio Kkkkk
Like · 18 hrs


Messias Maulano Maulano

Like · 8 hrs


Alfredo Casaco Voces nunca viveram uma guerra de verdade. Os vossos comentarios sao premisas para dizer que nasceram na segunda metade da decada noventa. So a digitar telefones ou outros. Mas a realidade é bem outra. Irmaos. É triste e nao é filme de rambo. É um lomu...See More
Like · 3 hrs


Alfredo Casaco Eu acho que os governsntes deviam era por em pratica as maximas filosoficas. Por exemplo: Nao se combate o fogo pelo proprio fogo. É so um exemplo.
Like · 3 hrs


Jose Mauricio Antonio Mentira
Like · 23 hrs


TheRock Chitombi Acordo com a frelimo é perca de tempo.
Like · 1 · 23 hrs


Manjur Manuel Gelo Muito obrigado
Like · 23 hrs


Antonio P Biala A ser assim, haverá a verdadeira reconciliação, pois que todo o Cristão quando peca, deve confessar ao seu Pastor, Bispo, Apóstolo... Marcos 5:18 Quando Jesus entrou no barco, o homem que fora endemoninhado pediu-lhe que lhe permitisse acompanhá-lo. 19...See More
Like · 2 · 23 hrs

Amonge Rafael Macuacua replied · 2 Replies



Semente João Mwato muno ninguém mexe
Like · 23 hrs


Angandimasso Alface Luís Frelimo ta tentando formas de como conseguir acabar com a RENAMO e o LIDER.
Like · 23 hrs


Kingsley Zacharias Paz Paz Paz
Like · 22 hrs


Filipe John Moyane Paz paz pazzzzzzz
Like · 22 hrs


Joao Nduma Simango RENAMO descubriu ponto mais franco da FRELIMO
Like · 1 · 22 hrs


Angandimasso Alface Luís PPAAZZ......é que precisamos junto a RENAMO,so os frelimos nao gostam e nem querem da paz,onde existir paz ha transparencia de todos processos quer na area FINANCEIRA,ELEITORAL. ... ,eu vejo que a frelimo ta viciado nos roubos e nas matansas de qualquer IDEIOLOGICO
Like · 1 · 22 hrs

Amonge Rafael Macuacua replied · 1 Reply



Isaias Moiana Papapapapaz mocambicanosSee Translation
Like · 22 hrs


Jacy Lewis Afinal renamo ta lutar pa enquadramento dos seu homens e ñ pa defender o povo k tanto diz k lhe ler n poder?? Hummmmmmm? Por favor pa kem d direito, de terminarem logo com essas matançax...tamos morrer a fome e txonados
Like · 22 hrs

Estevao Marcos Chavala replied · 3 Replies · 7 hrs



Jacy Lewis Keremos Pazzzz....duradoura
Like · 22 hrs


Agostinho Joao Filipe Mabunda Viu o quem agora pra aceitar integrar esses homens
Like · 21 hrs


Joao Estache

Like · 21 hrs


Joao Estache

Like · 21 hrs


Rafa Barroso Certo, s victoria é certa
Like · 21 hrs


Joao Estache

Like · 21 hrs


Nazir Daudo Assane Nazir

Like · 21 hrs


Rachid Said Oqui vejo é que tropa da renamo nao rende, pode durar anos, serem matrecados, vao voltar as matas se a frelimo nao cumprir.
Like · 21 hrs


Rachide Alvaro Vamos todos juntos nós os resistentes até a vitória aonde um de nós terminar o outro continua até a vitória
Like · 3 · 21 hrs

David Dinheiro replied · 1 Reply



Neto Aquibuge keremos Paz.
Paz Paz.
Like · 21 hrs


Raimundo Chau kkkk. foi assim c Urias simango. aldrabaram o coitado d cota, c alegacao d k podia voltar para mocmbike, dpos aconteceu o k tds sabms. a frelimo xta montar uma ratoeira. xeira m mal isto. mas so kerems a paz. o resto sao cantigas
Like · 21 hrs


Joao Lamban Bauti

Like · 21 hrs


Joao Lamban Bauti

Like · 20 hrs


Joao Jone Jone A cedência da Frelimo é uma isca . ........cada cedência =1isca. Cuidad Renamo !!!!!!!!
Like · 1 · 20 hrs


Muzaksa Machute NOS QUEREMOS A PAZ,NAO QUEREMOS DESCULPAS DE MAU PAGADOR. E muito menos ser lenha para canhão.
Like · 20 hrs


Kungu FU FU Nao havera nenhuma intregraçao pork a Frelixo nao vai aceitar.
Like · 19 hrs

Estevao Marcos Chavala replied · 1 Reply



Antonio P Biala Correcto!
Like · 19 hrs


Luis Francisco Maphossa Isso nao vai ser possivel arenamo tem q lutar ante de dezembro vao lhe entregar seix provincias dele esta seri enganado renamo desde 2014ate agora renamo se gostar do mato fica asim sesivamete mas nos queremos paz se nao quer governar seix provincia tem q dexar de lutar e ficar ai ond q ele sta
Like · 19 hrs


Sinembo Ndaneta A frelimo nunca aceitou nada, se nao com a AK47
Like · 19 hrs


Raja Amade Eu acredito ki tudo ki tem inicio um dia vai terminar, frelimo tmbm.
Like · 3 · 19 hrs


Antonio Sousa I
Like · 19 hrs


Moises Duarte Fiquem bem claro que, todos os homens em ambas as partes conhecem a veracidade dos factos, so k não há espaço para se pronunciar da mesma, por temer a morte, pork uma vez a verdade denunciada se torna inimigo dos cobardes. Mas vamos ver.
Like · 18 hrs


Issufo Faquira

Like · 18 hrs


Hondo Unguare Pirikito Tudo tem comeco e seu fim. tipp Segmento de recta. Devem aceitar modelo de reentegracao RENAMO ocupando primeiras cadeiras na defesa e na policia. Frelimo ja nao defende a ninguem a nao matar tudo pomos na lei da aminestia mas sabendo k nossos irmaos sao igoistas e assassinos.
Like · 18 hrs


Hondo Unguare Pirikito Eu quero adiantar que se isso acontecer quem esta ganhar e o povo nao sao partidos como quer entender a cupula da Frelimo. Isto vai fazer com que haja confianca novamente , mas deve ser aceite na pratica nao no papel. resistente sempre.
Like · 1 · 18 hrs · Edited


Pedro Quissimissi Seria boa coisa ntender entre esses dois partidos
Like · 18 hrs


Rodrigues J. Miguel Força RENAMO. Cabeça na consciência!!! Espero que isso aconteça rápido possível.
Like · 18 hrs


Customo Jo Jo Certo...forca ai
Like · 16 hrs


Pedro Farias sera k n vai demorar pork ja tamox cansados
Like · 15 hrs


Francisco Varly Bone Faltam 101 Dias Para 2017... Renamo ainda Ira governar? Mês de março nao foi possivel... Epah
Like · 9 hrs

Anselmo Abílio Vicente replied · 3 Replies · 5 hrs



Mundirwa Gazitua O processo d transformar a RENAMO em partido político ainda é ambíguo do mesmo modo se verifica com o partido FRELIMO, em se transformar de um partido monopartidario em partido Democrático. A ver vamos como vai terminar o round 3 pra alcançar a PAZ...See More
Like · 8 hrs

Thomas Magrand replied · 2 Replies · 2 hrs



Bernardo P. Siucha

Like · 7 hrs


Anisio Joao Binze Felisberto Rosário Isaquiel Estamilo Castro MachavaCasimiro Armando
Like · 6 hrs


Benedito De Säo Jorge Unay, agora vc é um simples especulador das utopias impossiveis. Prometes coisas k nunca acontecem, assim os teus escritos nao trazem nenhuma esperança pra as pessoas. Vale mais ficares calado ate o ate acontecer uk pode acontecer.
Like · 2 · 5 hrs


Fenix Castigo Castigo so qero paz
Like · 2 hrs


Ndaremba Ndimwi Mambava A maxima verdade: a frelm aceita na teoria e na pratica nao. Isso é para enganar a Cristine Lagarde para conseguir dinheiro do fmi,e depois continuar a perseguir a renamo e o povo em geral. Eu ndaremba filho de ndimwi da familia mambava nao sou profeta mas sim falo Verdade porq sou pela verdade.esta é uma isca para o dhlakama.quem nao acredita é com ele.
Like · 1 hr


Ndaremba Ndimwi Mambava A maxima verdade: a frelm aceita na teoria e na pratica nao. Isso é para enganar a Cristine Lagarde para conseguir dinheiro do fmi,e depois continuar a perseguir a renamo e o povo em geral. Eu ndaremba filho de ndimwi da familia mambava nao sou profeta mas sim falo Verdade porq sou pela verdade.esta é uma isca para o dhlakama.quem nao acredita é com ele.
Like · 1 hr


Francisco Varly Bone Algumas pessoas estao sendo usados com o Dhlakama. Alias, o senhor Dhlakama ja havia jurado POR varias vezes pela a alma da mäe, mais na realidade nada aconteceu durante este periodo. Coitados dos zé ninguém, Sao mortos pelos esquadroes deixando as sua...See More
Like ·

Integração dos homens da Renamo nas Forças de Defesa e Segurança volta hoje à mesa das negociações
Enquanto continuam confrontos militares
A Comissão Mista que prepara o encontro entre Filipe Nyusi e Afonso Dhlakama reúne-se hoje, quarta-feira, 21 de Setembro, em sessão plenária, para retomar a discussão do Ponto Três, referente à integração dos homens da Renamo nas Forças Armadas, na Polícia e no SISE.
A Renamo exige a integração dos seus homens nas Forças Armadas de Defesa de Moçambique, na Polícia da República de Moçambique e no Serviço de Informação e Segurança do Estado por considerar que houve irregularidades na implementação do Acordo Geral de Paz de 1992, assinado em Roma, iniciou na segunda-feira.
A Renamo considera que, com base no Acordo de Roma, deverão ser efectuadas correcções de implementação, o que foi aceite pelas partes.
Na passada segunda-feira, na Comissão Mista, foi pedido à delegação da Renamo para apresentar uma proposta de modelo de rectificação das eventuais irregularidades de aplicação do Acordo, para a integração, reintegração ou confirmação da integração nas Forças Armadas de Defesa de Moçambique.
A Comissão Mista já admitiu que é verdade que, aquando da aplicação do Acordo de Roma, não houve integração de homens da Renamo na PRM e no SISE.
As partes consideram que tudo deve ser feito na base de princípios fundamentais. “Devemos preocupar-nos, a Comissão Mista, o Governo, o partido Renamo, em defender os interesses do Estado, ou seja, o interesse de todos os moçambicanos.”
O outro princípio é o de que as Forças de Defesa e Segurança são apartidárias, defendem a soberania, defendem o interesse nacional do Estado, defendem o interesse de todos os moçambicanos. Na sua acção de defesa e segurança da soberania nacional, “elas devem abster-se, de qualquer atitude que possa provocar danos à unidade, que possa manifestar alguma preferência por este ou aquele partido, que é sinal de divisão”.
Ontem, terça-feira de manhã, a Subcomissão de Descentralização Administrativa Governamental reuniu-se para trabalhos de apreciação na especialidade da revisão de nove artigos da Constituição.
Enquanto isso, continuam as hostilidades militares. Informações da província de Manica indicam que, em Cagole, no posto administrativo de Catandica, distrito do Báruè, cerca das 2h00 da madrugada do dia 18 de Setembro, as tropas governamentais foram capturar cidadãos suspeitos de serem membros da Renamo.
Segundo fontes, alguns comerciantes foram sequestrados, alegadamente por venderem produtos a elementos da Renamo.
As forças são indiciadas de terem invadido armazéns onde havia feijão-boer, tendo obrigado os guardas a carregar tudo até às suas viaturas. Segundo as mesmas fontes, os guardas foram assassinados a tiro.
Em Chissadzi, na região de Nhamitanga, tropas governamentais que se deslocavam numa viatura com produtos foram atacados por homens armados da Renamo, na manhã de segunda-feira, 19 de Setembro, tendo havido cinco feridos ligeiros e saque da mercadoria que vinha no carro.
Existem informações segundo as quais, no distrito de Magovolas, homens armados supostamente apareceram no posto administrativo de Ilute.
Segundo fontes, os homens armados foram à casa do secretário local que, ao tomar conhecimento da presença deles, pôs-se em fuga. Há relatos de que os homens armados queimaram o gabinete do secretário e a casa do chefe do posto local. (Bernardo Álvaro)
CANALMOZ – 21.09.2016
GOVERNADOR LAMENTA CONTINUIDADE DE ATAQUES ARMADOS EM TETE
O Governador da província de Tete, Paulo Auade, voltou a manifestar o seu desagrado pela contínua ocorrência de ataques perpetrados por homens armados da Renamo, o maior partido político da oposição, contra alvos civis, numa altura em que decorre o diálogo político com o governo visando o restabelecimento da paz efectiva em Moçambique.
Lamentamos informar que a nossa província ainda sofre ataques, concretamente no povoado de Chibaene, distrito de Tsangano, e nos povoados de Nkondedzi e Monjo, em Moatize, onde homens armados da Renamo atacam alvos civis e realizam emboscadas a viaturas das Forças de Defesa e Segurança (FDS) e de particulares, incluindo da comunicação social e da saúde, afirmou Auade.
Falando na IV sessão da Assembleia Provincial de Tete, que arrancou hoje, no distrito de Moatize, Auade disse que as acções destes homens comprometem a livre circulação de pessoas e bens, e desencorajam o investimento nacional e estrangeiro.
Isto tudo só vem atrasar o desenvolvimento económico e social da nossa província e do país, no geral, afirmou.
O governador disse não perceber por que razão a Renamo continua a semear luto e a destruir bens conquistados com muito sacrifício, numa altura em que decorre o diálogo político entre este movimento e o governo, com a presença de mediadores/facilitadores internacionais.
Mais uma vez repudiamos esta acção belicista da Renamo e do seu líder. Apelamos, igualmente, para que cessem os assassinatos e os ataques a hospitais, sedes dos postos administrativos e localidades pois isso tem causado dor e luto nas famílias e nas comunidades, disse.
Contudo, segundo o governador, enquanto não cessarem as hostilidades, o Governo continuará a garantir, através das FDS, a ordem e tranquilidade públicas. Devemos todos, para o bem da Paz e consolidação da nossa democracia, redobrar a vigilância e denunciar os indivíduos que perturbam a ordem e tranquilidade públicas às autoridades policiais para aplicarem medidas de acordo com a lei, apelou.
Auade recordou que Moçambique é um Estado unitário, onde o poder é exercido de acordo com as regras estabelecidas pela Constituição da República.
Aliás, é por isso que estamos nesta magna Assembleia Provincial, em respeito ao comando constitucional que estabelece a prestação de contas do executivo provincial a este órgão fiscalizador que é resultado das últimas eleições gerais e das assembleias provinciais, frisou.
Queremos lembrar que em nenhum momento quando se discutiu a lei Eleitoral em vigor, aprovada por unanimidade por todos os partidos com assento na Assembleia da República (o parlamento), se discutiu que quem amealhasse maior número de votos num determinado local iria governar esse local, ou seja, quem obtivesse maior número de votos numa província governaria nessa província, explicou Auade.
Por isso, aqueles que perderam nas eleições gerais e das assembleias provinciais (2014) deverão se preparar para concorrer nas próximas, sem intimidar a população, acrescentou.
Paulo Auade sensibilizou os nossos irmãos, primos e tios da Renamo para entregarem, voluntariamente, as armas para se beneficiarem do Fundo da Paz e Reconciliação Nacional para melhorarem as suas vidas e das suas famílias.
Fungai Caetano (FC)/mz
AIM – 20.09.2016

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook