quarta-feira, 31 de agosto de 2016

Dilma: "Pensam que nos venceram, mas estão enganados"


1/30

© REUTERS / Ueslei Marcelino Depois de ter sido afastada, a ex-Presidente do Brasil disse que "a história será implacável". Dilma promete continuar a lutar pela sua verdade e pelo Brasil.
"Pensam que nos venceram, mas estão enganados. Sei que todos nós vamos lutar (...) Haverá contra eles a mais determinada oposição que um governo golpista pode sofrer", disse.
Citando um poema, Dilma Rousseff disse que "não gostaria de estar no lugar dos que se julgam vencedores", porque "a história será implacável com eles, como já o foi em épocas passadas".
Num discurso de menos de 10 minutos, Dilma Roussef considerou-se vítima de uma farsa jurídica e acusou os senadores que votaram favoravelmente de rasgarem a Constituição brasileira.
Em tom emotivo, a presidente afastada reconheceu estar triste, prometeu recorrer da decisão para o Supremo Tribunal Federal e avisou que o governo de Michel Temer terá a oposição mais forte que um governo alguma vez teve.
Dilma Rousseff perdeu hoje o mandato presidencial depois de uma votação no Senado (câmara alta parlamentar) em Brasília, em que dos 81 senadores brasileiros presentes, 61 votaram pela sua destituição e apenas 20 a apoiaram.

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook