quinta-feira, 4 de agosto de 2016

Definitivamente há guerra em Moçambique (e oportunismo)!


Provavelmente, eu fui uma das primeiras pessoas a aceitar e declarar publicamente que o que existe em Moçambique não é tensão político-militar, mas, sim, guerra! Em todo caso, isto em nada nos beneficia como país.
Por exemplo, depois de ver os serviços noticiosos de algumas televisões nacionais, qualquer cidadão quer seja nacional ou estrangeiro chega à fácil conclusão de que Moçambique está em guerra, embora haja episódios em que tal levanta muita dúvida.
A título de exemplo, o vídeo que aqui posto fala de um assalto havido na província da Zambézia, alegadamente protagonizado por homens armados da Renamo. Repito: alegadamente. Há uma coisa que deve ficar sublinhada: em tempos de guerra há muita propaganda enganadora.
O que pretendo não é negar ou aceitar que o referido assalto haja sido protagonizado por homens armados da Renamo, mas sim colocar a questão num outro ângulo. É que o país está de rastos. Sendo assim, é de esperar que haja grupos oportunistas que se associem para roubar, assaltar às populações, aproveitando-se do clima de guerra. Chama-se a isto de oportunismo.
E pode ser que tanto a Polícia e as televisões estejam enganadas ao atribuírem determinados assaltos à Renamo. E essas notícias difundidas pelas televisões nacionais são vistas fora do país. A BBC, Reuters, Al Jazira, Lusa e tantos outros, têm repetidas vezes falado de assaltos protagonizados por homens armados da Renamo. E, em determinadas circunstâncias, têm como fonte os órgãos de comunicação social moçambicanos.
A meu ver, acho que falta a precisão, pelo menos às nossas televisões, de quem efectivamente protagoniza tais distúrbios. Estamos em guerra, claro. Mas também temos oportunistas. E muitos. Existem várias pessoas marginalizadas pelo país fora, não lhes custa nada associarem-se em grupos e vandalizar tudo e mais alguma coisa. E as fontes oficiais e as nossas televisões acabam dizendo que foi a Renamo.
O país a esta altura precisa muito de prudência. De envolvimento de todos os moçambicanos na promoção do bem comum que é a paz. Já nos basta o facto de as grandes cadeias de televisões do mundo terem banalizado Moçambique por conta dos refugiados no Malawi e dívidas ocultas.
Eu, Nini Satar, que vejo os noticiários das televisões mundiais, fico escandalizado quando falam mal do meu país. E recorrentes vezes me tenho perguntado: quem ainda vai investir em Moçambique? É que a situação está pior, de tal sorte que não tardará para vermos prateleiras dos supermercados às moscas. Não haverá nada para comer. Isso que chamamos de guerra, se vai alastrar até ao centro da cidade de Maputo.
O dólar vai a passos galopantes para a casa dos 100 meticais. O rand também está a subir. O metical sempre a depreciar-se. E vivemos única e exclusivamente de importações em tudo. O que será de Moçambique?
Eu disse aqui, certa vez, que os ladrões de amanhã, serão pessoas que nunca roubaram a ninguém. Vão aprender a roubar por causa da fome. Teremos até medo de comer uma sandes na rua sem sermos arrancados. Estamos à beira do abismo. E com as propagandas da guerra das nossas televisões, tornaremos tudo pior. Há que colectivamente, mudarmos de atitude.
E mais: como povo, em nome da nossa cidadania, até já devíamos ter saído à rua quantas vezes forem necessárias para exigirmos que o Governo da Frelimo e a Renamo parem de escangalhar o nosso país. Moçambique não é só deles. É nosso e todos temos os mesmos direitos.
Nini Satar


0:00

1.2K Views
    o cedo, o camandante Antonio Pedro ordenou a evacuacao da base para uns quatro ou cinco kilometros do local. Em seguida deu ordens para um batalhao alinhar em direcao a Morupa e outro posicionar-se via Ribaue. Ele e uns poucos homens permaneceram na base, num sitio bem visivel com a defesa antiaerea apontada para o poente, la da Zambezia.
    Muito cedo, o camandante Antonio Pedro ordenou a evacuacao da base para uns quatro ou cinco kilometros do local. Em seguida deu ordens para um batalhao alinhar em direcao a Morupa e osutro posicionar-se via Ribaue. Ele e uns poucos homens permaneceram na base, num sitio bem visivel com a defesa antiaerea apontada para o poente, la da Zambezia.
    De seguida ouviu-se um roncar de motores no espaco: eram tres helicpoteros a chegar em coluna. Ja perto da base eles desdobraram em fila: o primeiro fez-se a direita, o segundo posicionou-se ao centro e o terceiro e ultimo a esquerda.
    Antonio Pedro atirou certinho da defesa antiaerea para o helicptero do centro e este fumegou e curvou a direita e desapareceu com seu fumo rumo a Zambezia. Os outros dois puseram-se a bombardear para o vazio. Por volta das 09 horas os helicopteros aterraram e houve uma conversa amigavel entre os seus tripulantes e o comando da base. Depois concordaram em queimar as palhotas. Finalmente deixaram mantimentos e outros abastecimentos e sumiram.
    De lado de Ribaue as forcas governamentais aproximavam-se pressurosamente para os espolios, mas cairam numa pesada emboscada que as reduziu ate as minguas. Do lado de Murrupula, o outro grupo, que acampara na residencia do Regulo Morupa, acabou recuando sem um so tiro apenas de ouvir como estava "quente" o combate do lado oposto.
    E ha quem pensa que todos aqueles que alinham para a guerra vao para destruir o inimigo: numa guerra civil o inimigo e' pouco definido _ continuem a enviar tropas para as matas pensando que vao combater aquele que voces pensam ser um inimigo. Afinal de contas quem e' inimigo entre irmaos!
    LikeShow more reactions
    Comments
    Mulandi HI Mina Kheni palavras de inspiração.
    Zacarias Jossias Valoi A liberdade de expressão se profunda análise acabará falando dos que querem integrar no exército e na polícia para sabotar o governo....bem vinda a sua revelação ,esta ' a favorecer as fds....Esta informação é bem acolhida....
    Mukhatxa Namuhawi Colaço António Pedro que Deus o tenha. Paz a sua alma!
    Simone Tazondiwa KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK.
    rmou-se ate' aos dentes e incrementou a chassina contra seus opositores (quanto mais a alertamos tanto mais ela se assanha em aniquilar-nos). Bem a pouco a prevenimos do que poderia acontecer, em resposta, se ela nao parasse de molestar a RENAMO, mas a FRELIMO meteu-se num exibicionismo belico inedito.
    Agora, ja' nao ha como travar a furia daqueles que se levantam para defender os interesses do povo. A FRELIMO vai pagar muito caro (o digo com lagrimas a descair dos olhos: vai ser a doer _ eu nao quero guerra, mas ela faz-se inevitavel por uma "justa" causa, a saber, liberdade: libertar a terra e os homens.
    Agora, a tocha ja' pegou fogo e so' Afonso Dlakama a pode apagar. Mas Dlakama faz o que o povo lhe manda e o povo diz que nao quer mais a FRELIMO e Dlakama deve satisfaze-lo.
    "Kwahireni FRELIMO"
    LikeShow more reactions
    Comments
    Bizmungo Arape Arape Tuto "Eu ñ quero mais a guerra mas, ela se faz inevitavelmente por uma justa causa".

    ...o fogo acendeu e so o Dhlkma pode o apagar mas o Dhlkma faz o que o povo lhe manda e o povo diz que ñ quer mais a frelimo, Dhlkma satisfaz o povo....See More
    Abubacar Mussapaha Nao me deixem atras, e guero alinha da frente
    Florencio Amade Kwahhireni frelimo....kkkk
    Armezito Sebastião Mafanhane A espada que ele se fortificou com ele ja esta a li cortar viva o filho do povo
    egurança não especifico), tudo girou em torno de como incitar a RENAMO a alastrar a guerra para o pais todo com os piores estragos possíveis e com a mais terrível mortandade. Simplificando, debateu-se como fazer com que a guerra seja uma realidade em todo o pais.
    Uma das manhas acordada e’ intensificar o abate daqueles que se identificam e/ou simpatizam com a RENAMO e, se possível, os mais próximos a Afonso Dlakama e outros quadros seniores do partido, para obrigar a RENAMO a tomar medidas de segurança mais apertadas conducentes a parar com os desmandos da FRELIMO _. Nessa mesma reunião foram identificados os alvos mais próximos e, dentre eles, esta’ um padre católico que tem feito algum trabalho jornalístico numa das emissoras também católicas.
    Foi propositado incitar a RENAMO a barrar as estradas e vendo que isso “surtiu efeito desejado’ estão se cozendo outras provocações para enervar os Comandos de Farda Verde a alastrar o exercício de defesa dos seus a escala nacional. No projeto, inclui-se cometer barbaridades e atribuídas a RENAMO ou que mereçam a resposta armada desta em defesa do seu povo. Não e’ por acaso que ate’ se convidam “idiotas uteis e políticos sem carater, para fazer parte em assuntos de prima importância como a paz.
    O que esta’ no fundo de tudo isso e’ que a FRELIMO, não terá como justificar o desaparecimento de muitos filhos do povo se a situação normalizar por agora sem que haja uma guerra que justifique tanta morte. Imaginem o tipo de atrocidades que estão sendo premeditadas. Preparem-se para a sopa que Frelimo esta’ sendo confecionada para o pais a “favor” da RENAMO.
    LikeShow more reactions
    Comments
    Luwy Fernandes Isso ta grave muita gente ja morreu e familiares nao tao informados . So de inteira opniao q a FRELIMO é q quer q haja o q ja é GUERA , ja nao saben justificar NADA q faca SENTIDO
    Calisto Meque Meque Vamos todos pegar em armas combatermos a frelimo
    Muhove Tata Todos não. Porque os resistentes não são como esses gafanhotos da frelimo que morrer em massa
    Muhove Tata As nossas tácticas são completamente diferentes
30 Comments
Comments
Paula Maria Raiova
Write a comment...
Adelino Chaguala País de macacos, incapazes de se organizar numa sociedade civilizada. Até dá vergonha ser mocambicano perante o mundo actual.
LikeReply12 hrs
Adelino Chaguala Preciso de combater, alguem me alista para a carreira de atirador de elite por favor? 845553081
LikeReply17 hrsEdited
Sheinhani Waka Wetela Isso nem chega a ser guerra, é vandalismo. Não sabemos ao certo quem está a fazer ataques...Na guerra civil sabiamos ao certo quem eram os actores...hoje são apenas nomes, trocas de acusações...oportunistas a mando de alguém...vandalizar o país, sabotar as economias, e deixar o povo na desgraça é o task. Em menos de 1 ano recuamos 35 anos atrás...
LikeReply12 hrsEdited
Nilza Pinheiro Ehhh isso é preocupante...estamos em guerra...eu me pergunto como é que numa guerra conseguem ver que os que assaltam,matam e fazem coisas maléficas são da Renamo será que vem estapado na texta ou nos trajes ou é que a imprensa faz chegar aos ouvidos do povo...tem um porém quando se esta em guerra todos os militares tanto do A eB existe la trocas tiros ...este assunto faz recordar me quando no parlamento ha anos atrás so arrajavam culpados sobre a guerra dos 16anos,além de debater assuntos ligados ao povo iam la para apontar a bancada x destruiu,matou,e deixou -nos na pobreza é possível numa guerra de AeB ,o B so a matar ,a destabilizar este país então não teria nome de guerra...Na guerra esses matão-se ,roubam usando partido B ou A em fim porque precisam alimentar se não tem o que comer e são estes militares que invadem as nossas a procura de sobrevivência são atirados e não são alimentados..quanto a proposta de fazer um protexto contra tudo isto acredito que muitos tem vontade mais a verdade é que não vive-mos em um País democrático é so na constituição (no papel)em prática é tudo para o inglês ver...essa marcha faraó o possível para impedimento....liberdade de expressão so nas redes sociais mais não tanto assim porque alguns ate já foram processados...em fim.
LikeReply39 hrs
Naftal Massingue O que esta acontecer nosso pais e simples: Temos uma casa a arder e as pessoas que nos confiamos para governar a casa estão tentando salvar a mobília da casa em vez de apagar o fogo que esta a queimar a casa .....
LikeReply19 hrs
Muchuquetane Guenjere "E pode ser que tanto a Polícia e as televisões estejam enganadas ao atribuírem determinados assaltos à Renamo. A meu ver, acho que falta a precisão, pelo menos às nossas televisões, de quem efectivamente protagoniza tais distúrbios. Estamos em guerra, claro. Mas também temos oportunistas. E muitos. Existem várias pessoas marginalizadas pelo país fora, não lhes custa nada associarem-se em grupos e vandalizar tudo e mais alguma coisa. E as fontes oficiais e as nossas televisões acabam dizendo que foi a Renamo." Estas muito certo Ilustre Nini Satar.
LikeReply19 hrs
Hobety Luys Muhamby Esses políticos não ouvem o povo já clama pela PAZ desde muito más Eles fazem-se de despercebidos. O Governo e a Reno só andam a trocar acusações
LikeReply11 hrs
David Dinheiro E a quem e atribuido sequestros e destruicao das cedes da renamo ? E a televisao n anuncia e nem reporta e tudo q trazem e pura mentira,mas que fiquem a saber q o povo n tem arma mas tem vista e ve toda bobagem.....
LikeReply111 hrs
Nemane Selemane Difundir guerra e a melhor coisa que todo jornalista porque tudo faz por emocao e longe da realidade.
LikeReply10 hrs
Elidio Afonso Afonso Isto e demais,nao vejo a necessidade de haver guerra so por egoismo sr nini
LikeReply10 hrs
Saide Jacinto Ali Sem falar de sequestros,
LikeReply12 hrs
Augusto Vaz Alegadamente seja oportunistas. Veja so provavelmente possa existir uma 3 força militar de homens armados.
LikeReply9 hrs
Noor Cabir lol
LikeReply5 hrs
Fernando Suvanhira O meu Moçambique esta doente meu irmao.
LikeReply12 hrs
Dudu Mangueze Realmente.nao há como negar.
LikeReply13 hrs
Eunicio Jeje Mano nós sabemos tudo isto k tas a falar
Traga solucoes!

LikeReply19 hrs
Luis Antonio O país usou cuecas pa.
LikeReply11 hrs
Victor Baptista Gento Gento É verdade adelino,ate os macocos á tempo k se consentram a fazer plano pra onde amanhä vao procurar de comer.
LikeReply25 mins
Armando Gild Tudo diem que e RENAMO como forma de dar a entender que a RENAMO não presta, e para permitir que a RENAMO não mereça credibilidade, isso e DIABOLIZAR a RENAMO. Veja uma coisa, quando são assassinados os membros da RENAMO ninguém tem coragem de noticiar isso, ninguém diz FORCAS SUPOSTAMENTE DO GOVERNO fizeram isto ou aquilo. Isso e MALICIA, não ha imparcialidade.
LikeReply2 hrsEdited
Reisnaldo Sequiteiro Bem falado
LikeReply9 hrs
LikeReply12 hrs
Helson Decler Simango Valoi triste senario....
LikeReply12 hrs
Rosario Fome Falou bem.
LikeReply11 hrs
Jose Manuel Jaulane Guerra mexmo
LikeReply10 hrs
Artur Jordao Mufume Ta cheirando pólvora
LikeReply10 hrs

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook