quinta-feira, 30 de junho de 2016

PGR promete reflectir em torno da ilegalização da Renamo


Comments


1
Khanga Hanha Muzai said in reply to JJLABORET...

Caro JJLaboret
Bom dia
Ilustre, eu, de à um tempo para cá consegui compreender que a escola da vida não tem sala de aulas e por vezes o professor não se anuncia apesar de estar consigo, compreendi que no cojunto voces são os meus professores pois convosco aprendo a ser e estar, a minha maturidade no concerne as minhas obrigacoes como cidadao evoluiu bastante, sei que ainda vou titubiando entre covinhas, buracos e crateras, mas este e o preco do crescimento, abaixo vai um trecho copiado algures nestas janelas universais, transparece o sinto quando os tenho por referencias.
Eis o texto meus Bravos escribas
Acredite que Você Pode
Muitas vezes perdemos oportunidades por não acreditarmos que podemos ir mais longe, como quando as coisas não saem de acordo com o esperado, ou quando seu tempo foge entre suas mãos e nada dá certo. E agora, o que fazer?
Agora é o momento de agir. Desafie a si mesma e faça do tempo o seu aliado, coloque para fora as suas qualidades e use suas habilidades, assim você pode fazer a diferença nesse exato momento. Acredite que você pode ser mais, se dar mais. Creia no seu sucesso e não crie obstáculos em sua mente, mas comece a agir! Você tem talento, só precisa exercitá-los.
Não deixe que o medo de errar te detenha e te faça parar no tempo, mas seja corajosa, acredite no seu potencial!
A melhor hora para tomar atitudes, para mudar as coisas e fazer tudo dar certo é quando tudo está indo contra você, pois o melhor impulso para falta de coragem é a ação. Não fique sentada se lamentando, levante-se e faça algo!
Use esse tempo difícil a seu favor, faça tudo novo e acredite que você pode sair dessa e seguir em frente para uma vida de grandes conquistas.
Tudo passará a dar certo, quando você começar a entender que o que você determinar você poderá alcançar, basta acreditar em si mesma.
Saiba que suas ações no seu tempo determinam o seu futuro, pois as melhores conquistas acontecem quando agimos com atitudes corajosas em situações desencorajantes.
O que você pode fazer, nesse exato momento, para chegar mais longe?
Acredite em você e comece a agir, já.
(Márcia Paula)
(Blog Cristiane Cardoso)
KHM = Abracos caro JJLaboret & a todos aqueles que não amordacam a palavra e não acorrentam a pena do escriba
Khanga Hanha Muzai 

2
Khanga Hanha Muzai said in reply to Francisco Moises...


Kota Moises
Fico feliz por comungares dos meus pensares, aliás, não constitui dúvida que vos sois a cara da verticalidade e frontalidade a semelhança do General Xingondo Sr. Caliate, JJLaborret, Umbhalane, Mozambican e outros tantos que aqui perfilham suas opiniões e juízos.
Meu Caro Moises
No que concerne a falsa DEMOCRACIA do Dlakama da RENAMO, penso que só tapa o sol com a peneira aquele que entende que a opção dele é fingir de estupido, pois, desde muito tempo que o Dlakama mostrou a sua verdadeira face, primeiro começou dentro da RENAMO hostilizar membros seniores e acérrimos defensores da bandeira renamista são muito tenho medo de não mencionar nomes e omiti-los involuntariamente, mas, só para ilustrar, todos sabem que o Kota Alone, R.Domingos, R. Khan, Mussa….e muitos outros foram paulatinamente sendo descredibilizados dentro da RENAMO tendo a maioria sido expulsa e ou se demitiu como forma de evitar maior humilhação, destes, que se saiba que o Dr. Alone, deixou o mundo dos vivos faz tempo, no entanto consta que que a tristeza que sentia por causa do comportamento de Dlakama contribuiu para acelerar a partida deste herói renamista.
Ora, Dlakama, devia sim perguntar-se a semelhança do que fazemos com os da Frelimo quando a eles perguntamos se alguém os teria afiançados de que eles eram os eleitos de DEUS? Se o facto de terem lutado para a independência de Moçambique seria razão bastante para subjugarem um povo deste forma, matando, roubando, encarcerando a vontade do povo?
Mesmas perguntas vão para Dlakama, nos vários milhares de membros da RENAMO não existe ninguém com engenho bastante para substituir o Sr. Afonso? Este não será um caso igual ao dos Mugabes, ZéDu Santos e etc, eu não acho diferença, pois se o Dlakama perpetua-se no poder “dentro da RENAMO”, por mais de 35 anos, sem que seja presidente ainda, imagine-o lá na ponta vermelha, certamente ele não sairia do poleiro por nada.
Quando se presta atenção devidamente pode compreender que na RENAMO ninguém pensa se não o Chefe Dlakama, foram vários pronunciamentos dados por vários membros seniores da RENAMO que ele próprio veio a tona desautorizar, desmentir, destrata-los diminuindo-os por via do adjectivo que os classifica como miúdos, o que equivale dizer são irresponsáveis, a imagem que ele passou para fora de casa é de que enquanto não for ele a dizer seja o que for não pode valorizar os pronunciamentos de qualquer outro membro da RENAMO, inicialmente pensei que era uma estratégia visando evitar que a SISE aliciasse os intelectuais da RENAMO, postura que apesar de não aceitável justificaria alguma intransigência do Dlakama e facto de ele pessoalmente querer liderar os processos.
Estou lembrado das contraditórias posições de Dlakama em relação aos seus parlamentares, a memoria lembra-me de alguns vuku-vukus onde ameaças de os expulsar os deputados do partido Renamo em virtude de estes não terem aceitado cumprir a ordem de boicotarem o parlamento se fazendo ausentes, lembro-me de que estes episódios repetiram-se varias vezes (chegou a chamar os deputados da renamo famintos e assalariados da Frelimo), se juntarmos os desentendimentos promovidos pelo Dlakama dentro da RENAMO aos pronunciamentos incongruentes que desfilam nas varias negociações constatamos sem esforços que Dlakama ou é esquizofrénico ou sofre da doença de Alzheimer que lhe faz esquecer tudo que ele já disse, não pode caber na cabeça de ninguém, que Dlakama é uma pessoa lucida, ponderada, analítica, ideóloga “Indivíduo que desenvolve, melhora ou defende uma ideologia”, no caso do meu Dlakama, evidencia-se aquela costela do filho do regulo que se confunde um pouco com estilo dos imperadores “regra geral estes não precisam de ser bons pensadores, basta a imposição das suas vontades por via da força”, aliás, esta coisa de por vezes não falarmos das nossas verdades africanas, acaba metendo-nos em alhadas, pois numa analise simplista pode-se muito bem lembrar que cargos de chefia para muitos moçambicanos negros continuam vinculados ao sobrenatural, herança espiritual, vovó era chefe, nesta casa só nascem chefes, quando tardam aparecer filhos chefes la vem o Sangoma, Bruxo, Feiticeiro, Nynga, para restabelecer as pontes com alem e ajudar a família a reclamar o seu pódio no poder, estas convicções costumam ser normais em pessoas como Dlakama, que entende ser desígnio de DEUS ele ser líder da RENAMO, este tipo de lideres pode comprometer um projecto maior e melhor que umbigo dele, por isso eu estou terrivelmente chateado com a RENAMO e fico mais terrivelmente chateado com a FRELIMO, porque ambos os megalómanos FRE/REN que estão a digladiar-se nas matas moçambicanas colocam o povo numa seria de carruagens onde duas locomotivas estão posicionadas nas extremidade das carruagens que tem o povo, de seguida os partidos beligerantes pilotam as locomotivas para direcções opostas maltratando os passageiros “povo”, que fica sem poder ir a nem para esquerda nem para direita, porque trogloditas estão a esmurrar-se vê-se-pode Kota Moises.
Concordo consigo quando afirmas e bem que: – Citação Nisto ambos a Frelimo e a Renamo do senhor Afonso Dhlakama por ele dirigida duma maneira que só ele Dhlakama parece entender são inimigas juradas das liberdades do povo moçambicano. Fim de citação
Dr. Moises que ilação melhor que esta podemos tirar? O Dlakama tem de parar de preocupar-se com Show Off’s para o inglês ver, ele não pode lutar para parecer em Democracia ou se é o que aparentas ou a tua morte politica torna-se irreversível, agora, existe espaço para escancarar-se os males do diabo MOR FRELIMO, mas algum dia isto vai acabar e ai a RENAMO vai cometer o seu auto-suicídio, pois em ambiente de paz não vejo como Dlakama coabitaria com os seus pares, parece-me qualquer coisa como missão impossível, estarei errado, queira deus que esteja de facto porque caso contrario também estarei no jure do tribunal que julgara pelos crimes principalmente os morais, aliás na verdadeira verdade eu acho que a FRELIMO e a RENAMO devem ser julgados sim pelos crimes contra a humanidade cometidos em Moçambique, existe muita coisa hedionda que não dá para esquecer sob o risco de um outro louco pensar que Moçambique e um campo de treino de exterminadores, onde tudo pode acontecer e ninguém e responsabilizado em juízo.
Meu kota Moises, como bem sabeis estamos a mexer com um assunto que tem muito pano para manga, mas, enquanto o xadrez politico estiver refém desses dois mamutes nós não nos podemos calar sob o risco de o MEDO falar mais alto.
Khanga Hanha Muzai
NB: Já não me saem lagrimas, mas, estou chorando sem parar na mesma….

3
JJLABORET said...

Bastante envaidecido por ser citado pelo douto Khanga Hanha Muzai...
Agradeço de todo coração e afirmo que reciprocamente aprecio os seus comentários, como também dos demais aos quais citou aqui.
Somos nós assim, continuamos nós assim e que Deus nos ajude a todos para perseverar em nossa livre manifestação do que pensamos com base na verdade.
Abração meu mano Kanga Hanha Muzai.

4
Francisco Moises said in reply to Khanga Hanha Muzai...

Illustre Khanga Hanha Muzai,
Bastante impressionado pela sua apreciaçao da nossa postura de independência e de desafio aqueles que queiram se manter na escravatura do medo de que criticar a Frelimo é ser renamista e para quem criticar a Renamo é fazê-lo pela conta da Frelimo. Tal é a jogada louca, rata e barata que os jagunços liderantes da Frelimo e da Renamo gostam de fazer para rotular moçambicanos e negar-lhes a liberdade, a independência de pensamento e de livre expressao e mantê-los na tirania.
Nisto ambos a Frelimo e a Renamo do senhor Afonso Dhlakama por ele dirigida duma maneira que so ele Dhlakama parece entender sao inimigas juradas das liberdades do povo moçambicano. Meras reclamaçoes de estarem para a democracia nao fazem estas organisaçoes democraticas.
Os moçambicanos que amam a verdadeira liberdade devem ultrapassaro esta coisa de ter que apoiar um grupo como a Frelimo e ou a Renamo e viver no medo destas duas organisaçoes ou de apelidaçao de que sao deste ou daquele grupo, se querem a liberdade e a democracia. Claramente, a Frelimo ficara por convencer-me que ha alguma coisa positiva ou boa sobre ela que é manifestamente terrorista para os moçambicanos.
E a Renamo do senhor Afonso Dhlakama esta muito longue de ser uma força de liberdade. E o pior ainda é que tem um lider que transformou a organisaçao numa propriedade pessoal e que esta mesmo, por amor excessivo do poder, apostado a viver ou a desaparecer com a sua organisaçao.
E trata-se dum lider que ninguem deve seguir por ele nao ter politica ou posturas politicas. Quem pode entender um dirigente que acorda de manha a gritar contra a Frelimo, jurando pela alma da sua mae que nao querera mais negociar com a Frelimo e pela tarde do mesmo dia, o mesmo homem diz que tem comichoes e quer ir abraçar o seu irmao Nyusi cujo governo ele nao quer ver a cair e envia e monta ataques contra ele la em Gorongosa.
Sera que pode-se contar com um homem do tipo Afonso Dhlakama, que conscienre u inconscientemente age como suporte e garante da tirania da Frelimo, como sendo um homem e dirigente sério?
E que dirigente democratico fica no poder, mesmo que seja no poder dum partido por 37 anos como Dhlakama faz desde 1979 a 2016.
A Frelimo é o inimigo numero principal e quanto a ela nunca jamais agirei como o tal Dhlakama que jura pela alma da sua mae que nao gosta dela e depois diz que nao quer ver a Frelimo a cair do governo.
Os homens, militares e militantes e mesmo civis da Renamo deviam se acordar e começar a ver que o seu dirigente nao esta no uso normal da sua cabeça.
Acredito que a minha critica acerrima em relaçao a Frelimo e a Renamo aprenda a verdadeira face da democracia e liberdade que se deve fazer sem receio ou medo. E que ela acordara fulano e sucrano na Renamo para poderem acordar quanto a loucura do seu dirigente para nao estarem condenados a desaparecer com ele, coisa para a qual ele labuta.
Lutemos pela verdadeira liberdade e democracia e contra a tirania. 

5
Khanga Hanha Muzai said in reply to Francisco Moises...

Hoi Dr. Moises
Boa tarde
Venho desta feita comentar uma das nossas interlocuções na qual fiquei em divida, lembrado estou de que muitas pessoas tem a sensibilidade de que quem comenta contra a FRELIMO é da RENAMO e quem comenta contra a RENAMO é da FRELIMO, esta história da bipolarização da Politica e dos Políticos de Moçambique minimiza a importância do papel do povo desta nação.
Meu caro Kota Moises, quero primeiro enaltecer a sua isenta posição perante os actores políticos nacionais, perante os fenómenos sociais e históricos, acompanho com muito prazer os seus pronunciamentos a semelhança dos ditos do ilustre brazuca meu mano JJlaboret, o saudoso Matolinha, Manambua, Macua de Moçambique – Sr. Gil, Umbhalane, Mozambican,….e muitos outros acérrimos críticos do partido no poder e defensores do direito a vida, prosperidade dos moçambicanos. Aliás se notardes, certamente conferirá que eu disse contra o partido no Poder pois sobre este jaz a total responsabilidade de toda porcaria a que os moçambicanos estão sujeitos ate hoje 2016.
Considero ser importante as pessoas não rotularem a critica a cores partidárias, podemos sim nos identificar com certas simpatias perante alguns partidos políticos, no entanto não se deve considera que toda e qualquer manifestação de alguma simpatia seja condição para ser chamado de fã, alienado, defensor de Beltrano e ou Sicrano, eu cheguei a conclusão de que existem tanto compatriotas que se esforçam em vincular pensamentos a partidos são os que tem medo do que dizemos dada a profundidade e pontaria mestre que demonstramos em certos momento, este comentário vem a propósito da sua vertical postura de critico das atitudes de Dlakama assim como de Nyusi, porem quando apontas os dedo a RENAMO da para perceber que alguns internautas que numa situação normal interagiriam consigo, simplesmente omitem suas opiniões com o receio de serem conotados com os “anti”, isto & aquilo e etc.
Porem esclareça-se aqui, que nos humanos temos a necessidade de primeiro sabermos das coisas, segundo questionarmos, terceiros compreendermos, quarto ajuizarmos em função das nossas convicções, quinto confrontarmo-nos com outras formas diferentes de observar e ou analisar o mesmo objectos de critica que pode ser positiva e ou negativa.
Vejo que não és o único que age e assim pensa (devemos ser livres, independentes, íntegros, nos juízos que elaboramos), Noto com certa tristeza que a RENAMO persiste na sua senda de distribuir actos burros semelhantes ao seu líder Dlakama que sem uma clara ideologia para orientar os objectivos da RENAMO vai dançando a marrabenta ao gosto da FRELIMO, eu afirmei num passado não longínquo de que a RENAMO e o seu respectivo General Lendário Sr. Dlakama deviam se cuidar que a FRELIMO a qualquer momento tentaria esta jogada burra de ilegalizar a RENAMO como forma de eliminar o contrapeso politico que ela representa em moçambique, eu acredito que Dlakama já não pode ser interlocutor directo da FRELIMO porque negociou com Chissano e Guebuza, com estes dois crápulas da FRELIMO, Dlakama foi sempre aldrabado mal e porcamente, a FRELIMO tem consciência de que Nyusi não tem argumentos para dialogar com Dlakama em pé de igualdade, pois, conhecendo eu o Dom Dlakama, certamente irá mandar o menino Nyusi consultar os seus antecessores para afirmarem se isto ou aquilo é ou não é verdade, igual acto, Nyusi não poderá fazer uma vez que é marinheiro de primeira viagem nestas coisas de politica.
Caro Moises, meu Kota, a FRELIMO, não costuma brincar quando começa a ensaiar junto do parlamento tais investidas contra a RENAMO no parlamento significa que o Comité já aventou essa hipótese a caixa-de-ressonância chamada Bancada Parlamentar da FRELIMO, cuida de publicitar essas decisões, como todos nós sabemos a FRELIMO fez, faz e fara muitos atropelos as leis nacionais e internacionais se isso lhes trouxer vantagens, neste caso a eliminação da RENAMO como actor político traria a garantia de que FRELIMO poderá continuar a governar este país no próximo milénio, por isso estou tentado a crer que a FRELIMO vai mesmo tentar implementar essa estupida ilegalização e criminalização da RENAMO.
Lembre-se minha gente que está em processo a Savimbizacao de Dlakama, durante muito tempo o mentiroso Nyusi (Presidente da Republica de Moçambique), dizia uma coisa e fazia outra, isso, justifica o porque e que ele pede a Dlakama para parar com ataques quando simultaneamente ele Nyusi intensifica os ataques.
Na verdade eu entendo que isso vai impossibilitar que Dlakama tenha a serenidade necessária para orientar as negociações, pois, todo ser presa a vida e depois vem outras prioridades, enquanto fustigam Dlakama com BM21’s Dlakama só pode enfiar-se em grutas para escapar com vida.
Enquanto isso a FRELIMO alegara que a RENAMO esta desorganizada tem uma cadeia de comando difuso pelo que não sabe o que quer se não fazer refém o povo por via das armas como se tem propalado pela FRELIMO.
Mais uma vez e desta vez alerto a RENAMO e o Dlakama que não brinquem com a FRELIMO, este partido foi encubado nos países com os piores modelos de repreensão e ditadura ideológica e militar, refiro-me a CHINA, URSS e CUBA sem esquecer a CORREIA do Norte por isso o provável futuro de Sr. Dlakama e uma incógnita que jaz no segredo dos deuses, nos ca vamos atirando os oráculos para o chao e tentamos substituir Nostradamus advinhando o que vem a seguir, ate que DEUS nos tem dado razão.
Quem avisa não precisa ser amigo, precisa sim ser solidário a justiça e a regras de jogo claras respeitadas por todos.
Por aqui entre choros e choros.
Khanga Hanha Muzai

6
umBhalane said...

"PGR promete reflectir em torno da ilegalização da Renamo"
Texto Bento Venâncio
bento.venancio@snoticicas.co.mz
JORNAL DOMINGO – 26.06.2016
Esta "notícia" nada tem de noticiosa.
POEIRA, só poeira.
Para desviar atenções dos reais e candentes grandes problemas de Moçambique, provocados pelos TERRORISTAS, o real problema, e NUNCA parte de quaisquer soluções REAIS.
Sobe a "lei", tratados, constituição e outros papéis, o TERRORISTA Jorge Rebelo já falou nos anos 70 – “só servem para serem rasgados”, o que em Português genuíno quer dizer - "Só servem para limpar o CU".
Este é o REAL conceito que os TERRORISTAS possuem, têm, pelo Direito, pelo sistema/aparelho jurídico,…, enfim, pelo chamado Estado de Direito.

Portanto, não se pode confundir a frelimolândia com o Canadá, Brasil, e alguns países da Europa.

Esse é um erro primário, com o devido respeito.

Esse conceito genuíno que habita algumas cabeças, e que os propagandistas cabritados e estudados no tal de Ocidente praguejam, não tem pernas para andar.
Não tem base real, concreta, identificável com a grande maioria do Povo Moçambicano OSTRACIZADO – 60 a 75 % do total – excluídos, que não estão nem aí.

Então celulei para o meu amigo de Baoase – Zamboko.
Não atendeu várias.
Liguei para o também meu amigo Gimo Casseira, e lhe perguntei.
Liguei outra veze e já falei também com o Zamboco.

Lhes questionei BEM.
Concretamente.

“ilegalização da Renamo”???

Riram-me com vontade, sem parar.
Até a barriga doer.
“Procuradora Geral da República”

- É o quê isso?
Riram novamente, já menos, sem saberem bem do que riam – mas riram na mesma.
Esta coisa, esta “noticia” DESnoticiosa é brincadeira de “simirados” e uns poucos de “crioulos”, uns “calcinhas” que se põem às ordens dos chefes TERRORISTAS a “mandar papaias”.

“Princadera”.

FUNGULANI MASSO
LEMBREM BEM
QUEM NÃO LUTA, PERDE SEMPRE

A LUTA É CONTÍNUA

7
JJLABORET said...

Os caros amigos Mozambican (o sensato) e Francisco Moises (o realista) deram suas visões do que poderá acontecer no caso de declaração da ilegalidade da RENAMO.
Falta então a visão de JJLaboret (o eloquente), e aí vai ela segundo as suas elucubrações:
1 - Supondo-se que, mesmo em pseudo "estado democrático de direito" o Presidente Nyusy não poderá "decretar" a ilegalidade da RENAMO como partido, pois esse partido funcionalmente está amparado pela CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA.
2 - Uma eventual "declaração" de ilegalidade do partido RENAMO, deverá ser precedida de toda a formalidade jurídica com base no Direito Internacional, mediante INDÍCIOS E PROVAS IRREFUTÁVEIS de que seus deputados com assento nas Assembléias nacional e distritais, estão envolvidos de facto no financiamento, no suporte, no planejamento das acções e na efetivação dessas pelo grupo armado. NÃO BASTA QUE DHLAKAMA USE E ABUSE DO NOME DA RENAMO PARA CARACTERIZAR O ENVOLVIMENTO DESSA COMO PARTIDO POLÍTICO.
3 - No máximo, poderá ser decretada a ILEGALIDADE do grupo armado (e não da Renamo), nas matas, sob comando de Afonso Dhlakama, sob declaração de tratar-se de "MOVIMENTO GUERRILHEIRO", porém, para efeitos legais e jurídicos, DISSOCIADO do partido político RENAMO.
4 - Afonso Dhlakama não está acima da Lei e nem lei moçambicana alguma lhe confere "status" e poder igual ou semelhante ao do Presidente da Repúbica. Se vitorioso num HIPOTÉTICO acto de guerrilha ou GUERRA CIVIL que será de longa duração, poderá até exercer tal poder, não pela LEI mas sim PELAS ARMAS na zona onde dominar, inclusive estabelecendo a separação dessa mesma zona do restante do país com a sua governação própria e sistema próprio de governo. TODAVIA, PASSARÃO LONGOS ANOS PARA O SEU RECONHECIMENTO INTERNACIONAL COMO NOVO ESTADO INDEPENDENTE, e, só a partir disso poderá ser implantado um sistema eleitoral de governação e distribuição territorial dessas zonas.
5 - Uma possível decretação da ILEGALIDADE do grupo armado hipoteticamente comandado por Afonso Dhlakama, está amparada por TODOS os dispositivos jurídicos tanto em leis nacionais quanto em leis internacionais, porque perdeu o objectivo de luta desde a DECLARAÇÃO de Afonso Dhlakama de que não visa mais a GOVERNAÇÃO de províncias onde SUPOSTAMENTE ganhou as eleições. Ora pois, mesmo que a sua TESE de governação servisse como pretexto para a luta de guerrilha, UMA INTERPRETAÇÃO RAZOÁVEL DAS ELEIÇÕES PASSADAS LHE TIRA O MÉRITO! Veja porque:
6 - As eleições realizadas às quais concorreu Dhlakama, visavam a PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE. Afonso Dhlakama concorreu para presidente e não para governador provincial, logo, teria que ser ganhador no cômputo dos votos de todo o país (por ser eleição para presidente) e não tão restrictamente das províncias onde INEGÁVELMENTE superou o candidato governista. Resultado: GANHOU EM ALGUMAS E PERDEU EM OUTRAS, TODAVIA OS VOTOS NESSE CASO NÃO PARTICULARIZAM AS PROVÍNCIAS DE ONDE PROVÉM, MAS SIM O PAÍS COMO UM TODO E O QUE VALE É O CÔMPUTO DOS VOTOS TOTAIS PARA PRESIDENTE DO PAÍS, SOMADOS OS DO NORTE, SUL, LESTE E OESTE.
7 - A situação de guerrilha há que ter urgentemente uma definição das partes pleiteantes nas suas razões, POR ACORDO OU POR GUERRA QUE SEJA O MAIS ABREVIADA POSSÍVEL, resguardando dos malefícios o bem maior do PAÍS/nação, que é o seu POVO, que espera a paz e o entendimento para a EVOLUÇÃO social mediante políticas públicas de SAÚDE, EDUCAÇÃO, SANEAMENTO, ALIMENTAÇÃO E TRANSPORTES,complementadas pelo LAZER.
Eu por mim...
QUERO OS LEÕES DECIDINDO NA ARENA "PARA O PAU OU PARA A PAZ", JÁ, AGORA, PARA ABREVIAÇÃO DO SOFRIMENTO INTERMINÁVEL QUE JÁ DURA ALGUNS ANOS CAUSANDO DOR E RETROCESSO NA VIDA DE TODOS OS MOÇAMBICANOS!
O resto... o diabo já sabe!


8
Francisco Moises said in reply to Mozambican...

Praz me ver que estamos agora a viajar no mesmo tunel e a ver toda a cena na Renamo da mesma maneira -- eu com a minha maneira radical e o amigo Mozambican com a sua grande moderaçao no uso de termos. Eu estou a ser duro em relaçao a Dhlakama para fazer ver os renamistas, que na sua maioria, andam muito adormecidos visto que discutir a politica ou assuntos, principalmente sobre a Renamo, nao é a tradiçao visto que acredita-se naquele movimento que Dhlakama ja decidiu tudo e sabe tudo. Todos eles ai tem medo de serem corridos ou despromovidos por Dhlakama, como é a tradiçao do chefe quanto aqueles que tem ideias diferentes as dele.
Mas com isto nao quero de nenhum modo dizer que nao ha talento na Renamo. Ha talentos na Renamo, particularmente entre os Generais e comandantes como o Tente Boby ja demonstrou aqui em artigos que foram colocados neste blog. Sabemos que ele tem uma mente fixa e fixada numa filosofia bem clara e tem objectivos. Dhlakama nunca pode escrever e produzir artigos com pensamentos de alto grau e fixos como o tenente Boby fez.
Podemos imaginar em que situaçao estes homens da Frelimo estariam hoje se ele o tenente Boby fosse o comandante chefe da Renamo e nao o Dhlakama com as suas tremendas confusoes. E a Frelimo faz o erro de perder o seu tempo em querer eliminar o Dhlakama, que com o seu pacifismo e confusao é agora o melhor aliado que Nyusie e os grandes da Frelimo possam ter na Renamo. Mas eles querem o eliminar para provavelmente abrir a porta para um diabo que nao conhecem. Eles os bossais da manguçada lideral da Frelimo nao vem as coisas como nos outros temos a capacidade intelectual de ver as coisas.
Eles pensam que basta matar o Dhlakama para a Renamo estar com a Unita des-savimbisada. A Renamo é muito diferente da Unita.
Estamos agora claros que nao dirigimos energias contra a Renamo como tal. Eu pessoalmente, dirijo as minhas criticas severas contra o Dhlakama que ja devia se ter retirado da cadeira da Renamo em vez dele fazer a Renamo a sua propriedade pessoal e querer desaparecer com ela ou a continuar a fazer guerrinhas contra a Frelimo para fins pessoais inconfessos.

9
Mozambican said...

Dr. MOISES,
pode ficar descansado, isso nao vai acontecer, porque seria o fim da FRELIMO ou a divisao de Mozambique. A FRELIMO está a agir como age hoje, porque sabe que DHLAKAMA é "PACÍFICO". A FRELIMO sabe que sobrevive por causa dele. Se ele desaparece (melhor para a Frelimo), assumirao o poder, pessoas que nao precisam de tomar Coca-Cola com Chipande. Se o assassinarem, entrarao mesmo Homens SÉRIOS que agirao dente-POR-MARFIM e muita Juventude das chamadas Zonas Centro-E-Norte entrarao na Guerra e:
1- Dividirao o País OU
2- Vao ARRASAR tudo incluindo a FRELIMO até Maputo.
Os que advocam essa TEORIA de ILEGALIZAR a RENAMO, sao os mais ANALFABETOS DE MOZAMBIQUE, porque nao teem visao e nem sabem calcular Aritmética, portanto é a maioria dos BOSSAIS que estao no Governo, com o cérebro absolutamente lavado e sao CRIMINOSOS, EGOISTAS, eles nao se importam nem do país e nem do povo, portanto SANGUESSUGAS! Quando o negócio chegar a esse ponto, esses serao os primeiros a fugir para os países vizinhos, ou simplesmente a MUJAR nas COECAS e agirem na Escuridao escondidos em baixo das CUBATAS. Você pode experimentar um Galiza Matos ou Damiao lhe dar AKM e mandá-lo para VANDUZI, o mais provável e apanha´-los nas Salas de Reanimacao na Africa-do-Sul...!
Cumprimentos à todos
Mozambican

10

AS IMPLICAÇOES DA ILEGALISAÇAO DA RENAMO:
Se isto acontece antes do dialogo e do acordo e abraço que Afonso Dhlakama quer se dar com o Nyusi, isto querera dizer que Dhlakama sera para sempre um fora da lei que so podera viver nas matas e que sera caçado para ser abatido ou preso para ir viver na cadeia. O maior de todos os teatros podera acontecer: os chefes da Frelimo, os grandes terroristas do mundo, poderao enviar Dhlakama para ir ser julgado "por crimes contra a humanidade e crimes de guerra" em Haia.
O ja morto sonho do Dhlakama governar as seis provincias desaparecera com ele no mundo dos seus antepassados ou na prisao, e alias, ja esta sendo esquecido por ele proprio que o denunciou como coisa que ele nao quer mais visto que nao se pode concretisar sem o uso da força. Antes dele ter falado de governar as seis provincias, deveria ja ter visto que aquilo era uma coisa que a Frelimo jamais aceitaria, e que so seria possivel se ele libertasse as tais seis provincias, coisa esta que ele nao quer visto que nao quer ver o governo do seu irmao Nyusi a cair.
Os chefitos da Renamo que se dizem membros da tal Assembleia nacional em Maputo e das tais chamadas assembleias provinciais serao colecionados e postos nas prisoes.
A Renamo cessara de exercer qualquer actividade politica no pais. Seus membros onde seja que estejam serao tomados pelos esquadroes da morte frelimistas, torturados, mortos e os seus corpos espalhados pelas matas e fora para apodrecerem ao ar livre ou para serem devorados por feras carnivoras.
A Frelimo se apoderara de quaisquer propriedades da Renamo.
A Frelimo ilegalisara a palavra Renamo sob pena de prisao para quem a pronunciara. A Frelimo nunca mudou da sua mente comuno-fascista.
Todavia, a Renamo armada continuara visto que a Frelimo tera feito o erro de agir antes que Dhlakama se entregue e entregue os seus homens para serem dizimados e degolados pela Frelimo. Mas duvido maningi se os homens da Renamo seguirao o seu chefe para o martirio gratuito no altar da imulaçao da Frelimo.
A Renamo podera se reconstituir com um novo General que podera querer agir duma maneira nao confusa como a do Dhlakama e que podera querer que o conflito se resolva armadamente, custe que custar. E a Frelimo estara f-dida e tramada...
A Frelimo e o seu regime poderao cair e sera muito dificil para a Frelimo se reconstituir numa guerrilha visto que é impopular por demais pelo que o povo passara a cooperar com um novo governo para fazer os grupinhos de bandidos armados da Frelimo desaparecerem.

CONCLUSOES A TIRAR:
A Renamo como esta liderada agora sob Afonso Dhlakama é uma grande piada, embora os seus homens em armas sao apoiados pela populaçao.
A maneira como a Renamo sob Dhlakama faz guerrinhas para incomodar a Frelimo para ceder a alguns caprichos dele é um exercicio extramente inutil. Seja que a Renamo confronte a Frelimo para enfraquecê-la mais e fazê-la cair ou esqueça-se de fazer guerrinhas que trazem tormentos sem fim para o povo.

É tambem muito dificil para pessoas sérias entre elas os intelectuais apoiarem a Renamo como hoje esta sob Afonso Dhlakama. A era em que se apoaiva vadios e vagabundos por combaterem os portugueses e mais tarde por combaterem a tirania da Frelimo, ja passou.

11

Quando uma organisaçao nao tem uma politica, ideologia, um plano de actuaçao da nisto -- nesta situaçao em que a Renamo se encontra encurralada numa marcha-desmarcha sem senso de direcçao, ponto de saida, ponto de chegada, tudo a cego, dando se tiros nos pés e alejando-se. A Renamo é uma organisaçao de heroicos, tem Generais que pensam mas tem medo de actuar contra o seu ditador-mor, senil e confuso com tendencia de actuar como um cao de guarda da Frelimo que obedece a todos os apelos. Ladra quando o dono Frelimo quer que ele ladre e foge para as matas quando o dono Frelimo lhe da pauladas. Regressa a vida publica quando o seu dono Frelimo lhe faz assinar acordos para lhe amnistiar a ele e a seus combatentes vencedores. Que desgraça ele traz para a Renamo?
Que a Frelimo quer lhe matar, ele nao se da conta disto. Age com instintos de cao de guarda visto que sente-se desamparado fora da situaçao de proteçao e fustigaçao a pauladas pelo seu dono. Transformou a Renamo em pura propridade e brinquedo para si proprio. Por ter faltado a democracia dentro da propria Renamo, democracia esta que a Renamo apregoa e exige que a Frelimo, alheia, hostil e inimiga jurada a principios da liberdade e democracia, pratique. Como é isto entao dum coxo a dizer a um outro coxo que deve andar bem e que se nao anda bem, ele vai chamboquea-lo.
A logica nos diz que a caridade deve começar em casa. E se ela nao existe em casa, como é que podemos dar cognomes a outros que nao a praticam nas suas casas?
Sérgio Vieira, ele proprio um grande inimigo da liberdade e perpetrador de crimes contra a humanidade em nome dum totalitarismo comunista, diz que Dhlakama nao tolera ninguem que exprima uma idea de que ele nao gosta e logo corre com a pessoa.
O pobre Dhlakam ainda ainda nao conhece a Frelimo. Quando ela diz que pode ilegalisar a Renamo, ele nao pense que o seu adversario esta a brincar. A Frelimo nao brinca, camaradas. A Frelimo prende e mete na prisao sem formular casos contra individuos e julga-los, camaradas. A Frelimo mata, camaradas. A Frelimo liquida, camaradas. A Frelimo aniquila, camaradas. A Frelimo é terrorista, camaradas. A Frelimo sao os khmers vermelhos de Moçambique, camaradas.
O ex presidente do partido frelimo e da república de Moçambique o mais considerado como diplomata, Joaquim Chissano, está cada dia a decepcionar nas suas intervenções.
Como ousa a dizer que este é momento oportuno para os investidores investir no país? sabendo que o país esta atravessar momento difícil. primeiro por desvios de fundo dos estado por governo do seu sucessor, Armando Guebuza, tensão política militar que está a ser levado a cabo por o governo que sucedeu o governo do Armando Guebuza, o governo do Filipe Jacinto Nyusi que dia e noite procura eliminar o seu adversário político da oposição, Afonso Dhlakama e seu partido ( renamo ).

68 Comments
Comments
Nito Ivo Independentemente da situação em que o pais se encontra, qualquer moçambicano racional promove a imagem do seu país.
É facto que estamos mal. É facto que o tal mal é falta de dinheiro. É facto que em tempos de crise há oportunidades de negocio sobretudo para as medias empresas e para alguns sectores.
Muito bem esteve Joaquim Chissano.
Edson Pires Perdoe ele é a idade que lhe está a pesar não se surpriede se amanha vier em publico e dizer que foi ele que deu o primeiro tirooooo
Anaite Wiliamo Ele tem a sua razão e concordo plenamente...
Yaqub Sibindy Chissano está a fazer um discursou para agradar a Frelinegócios de Armando Guebuza, pois o silêncio dele, custaria lhe muitas chantagens que os guebuzistas estão dispostos a abrir à boca!

Frelimo unido, ganham juntos!

Frelimo unidos, roubam juntos!

Essa é à cultura da casa, unirem-se na prosperidade e na roubalheira também!

Em todas vertentes à UNIDADE NACIONAL funciona!

Neste escândalos da guerra contra Dlhakama e das dívidas secretas os únicos que estão errados é camarada Sérgio Vieira que não quer pagar à dívida e os moçambicanos na generalidade que não querem à guerra, mas sim exigem diálogo pacífico e incondicional entre Nyusi e Dlhakama!

Tudo isso, Chissano, está diplomaticamente a mandar passear os parceiros financeiros internacionais que exigem uma auditoria forense e independente, como condição indispensável para resgatar à confiança com os doadores!
Anaite Wiliamo Hum...
Ya... Mas ladrões não são somente os da FRELIMO.
Paulo Bouene Post bastante infeliz...
era para vir publicamente dizer que não venham a Moçambique investir....
Rosária Jorge Sem contar que agora o mercado moçambicano está mais acessível para o investimento devido a depreciação da moeda nacional e da crise económica....
Anaite Wiliamo Exato a inflação nesse caso.
Lenon Arnaldo Disseste e bem, o diplomata mor. E fazendo jus a essa qualidade, não perdeu oportunidade para chamar os potenciais financiadores/investidores pás apostar no multifacetado mercado moçambicano. Até aí, não vejo decepção, pelo contrário, vejo um diplomatanato a vender o peixe num período particular.

Ou, o caro Zefanias Augusto Namburete entende o JC ou outro moçambicano no seu perfeito juízo, vá ao exterior dizer: olha, Moçambique está em crise e não venham neste momento. Aliás, para além da crise financeira, temos a tensão política e militar (onde temos um líder da oposição armada refugiados nas matas).

Respeito a sua opinião, mas, este post é daqueles que não devias publicar e aguardar por melhor assunto. Como diria o ponta de lança GP ou G73 ( é não assunto).
Anaite Wiliamo Concordo...
Mas muitos entenderam no sentido pejorativo...
Schauque Spirou kkkkkkkkkkkkk
Caetano Morais Discurso dum diplomata e não dum businessman! Nesta altura o melhor investimento a fazer é comprar a dívida moçambicana e revende-la ao país a prazo de 100 anos!
Sélcio Nhantuve Isso seria saber fazer tako em tempos de Guerra.
Renato Silva Remamas Aquele que um dia pensei estar certo, mais agora sei que o grupo sanguíneo e o mesmos por isso eles são as cobras mais venenosas, as que traíram Adão e eva e não só, entraram por varias gerações e traíram cristo, agora mostram a cara matando e torturando a todos que os querem convencer lhes que estão errados, mais como disse um deles Samora / Nao vale apena esconder a cabeça porque nos ja agarramos o rabo... esse também porque ja havia agarrado o rabo transferiram para outros planetas sem regresso
Enio Mandlate o pensamento critico Mocambicano esta' exagerado, hoje se ve' mal em tudo, irmaos, parem de pensar como partidos, isso sim, sim e' ser diplomata, mais uma vez o Ex. Pr. Prova sua competencia, e olhem so' . Nao e' so em termos de persuacao que ele pauta por essa observacao, quem estudou um minimo de economia sabe que este e' um momento bom, mesmo que arriscado, e' bom...
Lina Alberto Panguana Bem dito chissano, é em períodos de crise que os que têm olhos de ver conseguem descobrir opurtunidade de negócio , o que pode criar entrave possivelmente seja a tensão político militar, caso a situação não seja revertida.
Nito Ivo Assusta-me Yaqub Sibindy! Um politico defender que não se deve captar investimentos para o país? Neste momento deve haver maior mobilização para investimentos externos. Yaqub Sibindy e os outros politicos devia dar voltas ao mundo promovendo o seu pais para ajudar a sair da crise.
Felizberto Pinto UM PAIS RICO NECESSITA QUE CAPTUREM INVESTIMENTOS ? PARA QUÊ ? PARA A FRELIMO ROUBAR ?
Felizberto Pinto OU SERIA MAIS LOGICO DAR EMPREGO E TRABALHO ÁS PESSOAS ?
Zarito Mutana Cada um escreve o que quiser.Boa tarde
Pedro Tiago As melhores oportunidades de negócio estão onde muitos ainda não querem ir. Se tudo está bem, há tanta oferta e as leis fiscais e demais faculidades são afinadas. Em analogia com a Lei da oferta e procura vais perceber que assim mesmo.
Francisco Alexandre DEVE APAGAR ESSA SURUMA QUE ESTA A FUMAR ESTE VELHO
Antonio Júnior manos quem nao sabe nada de politica e melhor calar, o que tem de errado nesse comentario do cota, nao inventem assuntos desnecessarios.
Zulficar Mahomed O seu papel a produzir resultados, pelo rol de "concordatas".
"Limpeza cerebral" .
Moçambique está em crise porque foram roubar fora e o dinheiro foi para outras "agendas" e "todos" (?) estamos a ser obrigados a pagar.
Sim. Vai para o Orçamento Rectificativo, o Tribunal Administrativo vai dar o seu V, com "recomendações" ...e vamos pagar.
Que tal daqui a pouco mais um rombo, outra crise e mais novas oportunidades.?
Cnmutemba Mutemba Zefanias Augusto Namburete, para si só está bem quem fala para te agradar? Este falou como moçambicano que ama sua pátria. Como faria qualquer sensato.
Helder Hugo Mas sinceramente meus irmaos, porque par voces falar bem e criticar o pais e a sua governacao. voces estavam a espera que ele desincoraja se investidores mesmo? Mesmo com a crise e dificuldades deve se, sempre convidar as economias fortes a drenarem seus investimentos para o pais no intuito de melhorar mos a nossa producao. Se isso e que se chama de sociedade civil critica e interveninte entao estamos no mau caminho, e infelizmente tenho duvidas da vossa mocambicanidade.
Fernando Sousa Fuckkkkkk mainato bastardoSee Translation
Alfredo Luís Cumbana Acho que sejam por questoes da idade! Ele ja se encontra fora da essencia humana.
Samuel Cossa Jogo politico sempre ha quem tem olho grande. Isso tudo e defesa d interesses d uma minoria. Entao parem de nos confusionar aqui
Jeremias Chilaw Ele tem que promover a imagem do Pais e faz bem. Hoje em dia, mesmo no context em que estamos, ha enormes invetsimentos em carteira na area dos transportes, de energia, etc
Felizberto Pinto KGB, CHIBO, BUFO
Nelson Wa Ka Maculetane Sinceramente!!!! Queriam que ele dissesse NAO VENHAM A MOCAMBIQUE POIS ESTAMOS EM GUERRA? Uma coisa garanto-vos, aquele comentario que voces redicularizam e ate tem coragem de chama-lo surumatico, trara beneficios para este pais por ter vindo da pessoa que veio...
Belicash Bélico "Momento oportuno" ele tem que explicar bem isso,como e que esse momento é oportuno.
Calisto Meque Meque Também pensa velho
Manito Nixon Por mais que diga que este é o momento oportuno para investimentos, ninguem virá por temer a morte nesta guerra prrovocada pelos ""bombardeiros em gorongosza""
Samuel Cossa Oportuno porque apesar das situacoes que o Pais enfrentam ha muita coisa que pode ser feita, ha que se investir sim. Ou os senhores sao de opiniao que o Pais parou?
Manito Nixon os investidores fugiram...!!! protector dos corruptos.....ladroes...
Samuel Cossa Este Pais nao precisa de pessoas como voces. Gente k nao tem nenhuma solucao.
Regalado Onofre Talvez falam depois de tomar Uhysk
Regalado Onofre Ele foi presidente agora não tem nada de se meter na política actual
Manito Nixon porque os outros investidores fugiram??? pensas que eles sao cegos mentais como aqueles que apoiam guerras e corrupçao??.
Manito Nixon ladrao apoia ladrao...corrupto apoia corrupto...assassino apoia assassino....etc
Samuel Cossa Manito voce nao sabe nada, entao cala
Manito Nixon kikikikiki obrigado...thank you sir.
Manito Nixon CHAMAR CHINESES PARA ABRIR LOJAS EM MOZAMBIQUE E PAGAR SALARIOS DE 2.500 MT AOS MOZAMBICANOS, XAMA ISSO DE INVESTIMENTOS?? INVESTIMENTOS ESTAO NO CENTRO E NORTE DO PAIS ONDE AS PESSOAS VIAJAM EM COLUNAS MILITARES...!! DEVIAS IR A TROPA(( SMO))
Kota Baia Namburete,qria q ele disse assim,nao pode haver investimento,tamos tensao politica e desvios d fundo.meu irmao ai tas erradimo.
Samuel Cossa Vc xta perdido.
Samuel Cossa Fala d tropa comigo?
Gulumba D. Mutemba Fantoche esse Chissano.
Tomas Pedro Carvalho Na verdade sempre foi decepção, mas no passado não havia tanta midia e exposição como hoje, realmente dizer que é oportunidade para investir num país em conflitos políticos e desvio de fundos por parte do anterior presidente é no mínimo um gozo a qualquer intelectual.
Egidio Dos Anjos O que e que voce quer nem entendo quem es tu! Claro que os investidores devem investir no pais pois ajudarao muitos mocambicanos desempregados e contribuirao no crescimento do pais. Voce acha que devem parar de conquistar investidores ? O que e que voce e seu partido favorito renamortifora tem para dar as pessoas desempregadas? Nada voces tem e ainda continuam a destruir o que os outros fizeram e ainda pagam os vossos deputados psicopatas, e o que voce mesmo faz foi e a escola que frequentou foi gracas a frelimo. E hoje estas ai a falar mal sem pausa contra a frelimo e falas bem da renamo que mata o povo inocente e distroi bens do pais. Mas aonde queres chegar com esse comentario que nem da para led(pobre comentario). Peco que se organize por favor antes de comentar. Deixe os que trabalham fazer o que sabem Segundo o seu plano
Sergio Armindo Cossa Cossa eu inclusive fiquei chocado com as declaracoes desse senhor em portugal,nao xperava ouvir isso dele,os invistidores sao pessoas k sabem ler o senario nao querem keimar o seu dinheiro,me desculpem mas este senhor foi muito infeliz ao dizer o k disse.
Sergio Armindo Cossa Cossa eu inclusive fiquei chocado com as declaracoes desse senhor em portugal,nao xperava ouvir isso dele,os invistidores sao pessoas k sabem ler o senario nao querem keimar o seu dinheiro,me desculpem mas este senhor foi muito infeliz ao dizer o k disse.
Sergio Armindo Cossa Cossa voce acha os mocmbicanos xatao a trabalhar?ou xtao a ser esplorados.alguem trabalha toda vida e nao consegue comprar um bloco.porque pagam miseria,kerem um mocambicano mais pobre do k ja xta.
Sergio Armindo Cossa Cossa eu inclusive fiquei chocado com as declaracoes desse senhor em portugal,nao xperava ouvir isso dele,os invistidores sao pessoas k sabem ler o senario nao querem keimar o seu dinheiro,me desculpem mas este senhor foi muito infeliz ao dizer o k disse.
Aquilino Raquel Canda O rombo foi feito esse é um facto... infelizmente rompe - se o laço da confiança nos seus dirigentes. Agora meus caríssimos, a vida não pode terminar agora, que as oportunidades já não existem eu não acredito... O criador deste mundo não desampara quem procura uma solução.
Não vamos esquecer o que sucedeu, que sirva de lição sempre que formos as urnas, porém por hora levantemos que solução pra colmatar esta crise teremos. Digo também que vamos levantar a cabeça e a direcção certa vira.
O país é nosso e nele temos que ser felizes com a bênção de Deus e não do homem.
Yaqub Sibindy Meu caro Nito Ivo!

Não há como dar às costas às exigências da FMI e dos parceiros estratégicos financeiros internacionais de Moçambique que exigem uma transparência em relação às contas públicas do Estado moçambicano!

Estão a exigir uma auditoria forense e independente sobre à situação das dívidas secretas e o país neste momento deve antes de tudo colaborar nesse sentido de autorizar a realização dessa auditoria!

Julgamos que à auditoria forense internacional, vai devolver à dignidade e confiança à qualquer tipo de apelos aos investidores internacionais para vir investir em Moçambique, como é neste caso da Conferência da MOZEFO, em Portugal!

À questão é de que à Frelimo está a minimizar à posição dos doadores numa de que os que exigem auditoria forense, deviam ser ignorados e convidar outros investidores para substituir os actuais parceiros!

A Frelimo não quer responsabilizar o Governo de Guebuza e está a tentar tudo por tudo para moçambicanizar às dívidas secretas e colocar o pacato cidadão à pagar o que foi parar no bolso de Guebuza e os seus sequazes!

O Governo devia priorizar à auditoria forense para esclarecer duma vez para sempre sobre o aproveitamento ou não dessa indisciplina financeira protagonizada pelo Estado, caso ao contrário essas campanhas da MOZEFO para lavar à imagem do Guebuza, dividindo à comunidade internacional, acreditamos que não vai dar certo!

Portugal é o Presidente actual do G14, e achamos que não faz sentido que uma iniciativa empresarial, se sobreponha à decisão duma comunidade tão séria que exige transparência financeira para voltar à reatar relações de confiança entre o Governo e os parceiros económicos internacionais!

Porquê é que o Presidente Chissano não colabora com a ideia da auditoria forense?

Quem não deve não tem nada a temer!...
Gulamo Mussa Um grande escumalha..
Iris Maria Monteiro 🙈vergonhoso isto vai correr muita tinta ou vão nos vender aos chineses
Ofece Deniasse Chania Irmaos ja somos mercadoria d China.
Rauna Ibrahimoi Algumas correcções :
"...usa a dizer..." ----- ousa (sinónimo de atrever) em dizer.
Guebuza não foi antecessor dele, mas sim sucessor.

Repito: você "tem timoso", pá.

Víctor Bulande.... ajuda o meu amigo, por favor
Víctor Bulande Pois. Há que limar este aspecto. Zefanias Augusto Namburete, isso pode confundir as pessoas que lêem o que escreves ou, pior, levá-las a cometer os mesmos erros caso o tenham como exemplo (líder de opinião). ATENÇÃO: tome isto como um conselho, e não como insulto. Continue a escrever meu caro. Rauna Ibrahimoi, depois mando a factura, o NUIT e o NIB.
118 hrs
Rauna Ibrahimoi Cuidado, tens que enviar a factura em USD.
Aristides Maunde A tensão política não apareceu do nada,certo partido que nos engana estando no parlamento e no mato,não é a dívida contraida sem os mocambicanos saberem que criou a crise e muito menos a tensão politica militar,o pais precisa de investidores,o povo precisa de emprego,so trabalhando é que o povo pode progredir,mas a renamo enquanto atacar a crise ja mais abrandara,pensem antes de comentarem,o J.A.CHISSANO quando diz que é boa oportunidade para se investir,se ainda se lembram,J.A.C comandou este pais no tempo da guerra e depois da assinatura da A.G.PAZ,não são esses vossos comentários maliciosos que só degradam a opinião pública,deem a vossa contribuição positiva,mesmo países como a grecia tem uma crise pior que a nossa,a solução esta nas mãos da RENAMO e seu líder,que saia das matas,que permita-nos viajar sem colunas,o povo mocambicano é trabalhador,que venham os investidores A.J.CHISSANO esta certo
Eduardo Sigauque nao ha tensao politica so ha tensao militar da renamo contra civis
Manito Nixon e os analfabetos o apoiam... !!
Lito Elio Concerteza estarás tu decepcionado com os intelectuais que não convidaram a ti como orador principal mas a ele.
Lito Elio Outros que não consigo os compreender são aqueles que foram atribuir um prestigiante premio ao Sr. Joaquim Alberto Chissano nesta epoca do campeonato. Porque não o atribuiram ao Zefanias Augusto Namburete?
Eduardo Sigauque namburete é um sequestrador da mentes dos moçambicanos por isso ele sofre
223 hrs
Agostinho Inguane Palhaçada!!!
Manuel Ernesto Pedro Pedro Realmente para quem sabe roubar este e' o momento oportuno.
Sergio Armindo Cossa Cossa o k e k xperavam dum orador k e politico.e k pertence ao partido da desgraca.
Sergio Armindo Cossa Cossa o k e k xperavam dum orador k e politico.e k pertence ao partido da desgraca.
CHISSANO DA VERGONHA
Quem massacra o povo a luz do dia sao as milicias do seu partido e nao a Renamo.
O mundo sabe disso, nao vale mentir.
urgente o fim do conflito político-militar. Moçambique precisa restabelecer o clima de confiança para atrair investidores e fortalecer a economia em queda.
É à luz deste apelo lançado por empresários em Lisboa que o ex-Presidente moçambicano, Joaquim Chissano, defende a desmilitarização das forças da RENAMO, principal força da oposição. Na opinião dele, uma das condições para o regresso da paz e estabilidade neste país africano lusófono do Índico.
Luísa Digo, ex-primeira-ministra moçambicana, tem fé no diálogo e acredita em cedências nas negociações, ainda sem data marcada, entre o atual Presidente moçambicano Filipe Nyusi e Afonso Dhlakama, líder da RENAMO.
Chissano e Luísa Diogo, entre outras figuras da elite dirigente, participaram esta terça-feira (28.06.2016), em Cascais (distrito de Lisboa), Portugal, na conferência “Moçambique-Portugal – Pontes para o desenvolvimento económico.”
Nada de outro mundo
O que a FRELIMO e a RENAMO deveriam fazer para preservar a paz em Moçambique?
Sem diálogo e pela força das armas não encontraremos a solução, destaca Luísa Diogo
"Sem diálogo e pela força das armas não encontraremos a solução", destaca Luísa Diogo
A DW África esteve com Joaquim Chissano que diz ter a receita para o regresso da estabilidade e segurança no país: “Não é nada de outro mundo. Aqui o ponto principal é desarmar a RENAMO e desmilitarizar o partido RENAMO, depois segue o resto que é toda essa filosofia de reconciliação que falamos desde há muito tempo. Portanto, o que devem fazer é criar as bases para uma verdadeira reconciliação de todos os moçambicanos”.
Para o antigo Presidente moçambicano, é a RENAMO que deve dar essa garantia: “Porque quem voltou às armas não foi o Governo, mas a RENAMO. Portanto, que garantias a RENAMO vai dar?”
Chissano participou de uma conferência visando consolidar as pontes para o desenvolvimento económico e fomento das relações entre Moçambique e Portugal.
Armas devem ficar de lado
A antiga primeira-ministra moçambicana, Luísa Diogo, que também participou no evento, sublinha a importância do diálogo entre as partes: “Sem diálogo e pela força das armas não encontraremos a solução. Moçambique tem experiência e pela história de libertação do próprio país, sabemos que não se pode apostar somente nas armas, porque não é com as armas que se resolve um conflito”.
A propósito de diálogo, o ex-chefe de Estado, que esta semana recebe o Prémio Norte-Sul 2015 do Conselho da Europa, acredita que será possível uma aproximação de posições entre o Governo e a RENAMO: “Evidentemente, não há outra maneira. Eu penso que nem é do interesse da RENAMO continuar nas matas e a ser visto como um partido não credível por manter armas de um lado e [ter] membros no Parlamento ao mesmo tempo e ser acusado dos massacres, porque está muitas vezes conotada com o terrorismo, etc. Eu creio que a RENAMO não está interessada nisso. E o Governo, do seu lado, não está interessado em continuar com um país cuja economia vai-se tornando de novo uma economia de guerra, o que não pode ser”.

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook