sexta-feira, 17 de junho de 2016

Mesmo sem concordar... Aceito e acomodo a decisão do Presidente Filipe Nyusi

Mesmo sem concordar...

Aceito e acomodo a decisão do Presidente Filipe Nyusi, de aceitar TODAS as pré-condições que a Renamo vem colocando, para que o encontro com o Afonso Dhlakama seja breve. Num passado recente eu disse, num forum restrito, que uma forma mais inteligente de lidar com um malandro é deixar que ele esgote todas as manobras à sua disposição. Todos nós temos capacidade limitada de manobrar outrem, por força da lei natural!
Na sequência dessas cedências, constituímos (em Moçambique) uma Comissão Nacional de Eleições incompreensivelmente partidarizada—o que constituiu um retrocesso no caminho da despartidarização da função pública. Mas nem com isso a Renamo reconheceu os resultados das eleições gerais de 2014!
Hoje (16-06-2016), o Presidente Filipe Nyusi anunciou, no discurso que proferiu para marcar o início da visita de trabalho que realiza à Província de Maputo, que instruiu os membros da delegação do Governo na Comissão Mista de Preparação do Encontro de Alto Nível entre o Governo de Moçambique e a Renamo, para acolherem TODAS as pré-condições que a delegação da Renamo colocou e cuja recusa pela delegação do Governo constituía impasse para haver progresso nos trabalhos da daquela Comissão. O Presidente Filipe Nyusi até disse que se o Afonso Dhlakama quer a presença de outras pessoas no diálogo pela paz, então «ele QUE VENHA COM ESSAS PESSOAS, para conversarmos...».
Agora está-se à espera da resposta da Renamo...
Quem advinha qual será essa resposta?...
LikeShow more reactions
Comments
Mouzinho Zacarias Julião cumbana grande brincalhão
Antolinho André O sr. JJC está a falar sério e é preciso aplaudir esta reflexão. De facto a renamo foi degolada. Sempre pensou em arrumar a Frelimo por via de força.
Like2 hrs
Isaac Sitoe Jr. A renamo vai impor mais precondicoes para continuar a desistabilizar o pais
Ismael Xicamane Que querem a vinda de Obama
Khofi Zavala Acho que a resposta não irá pelo ideal de Sua Excia o Presidente da República, que acredito ter sido cauteloso, ao dizer " que venha com eles". Penso que a outra parte quererá que o Governo assuma a dianteira para a presença deles
Pio Cassicasse Antes diziam de boca cheia alguns ilustres comentadores de certa "classe" daquelas que quando abrem a boca ninguem tusse e nem muge, que a RENAMO nao tinha como mover uma guerra, porque ja nao tinha apoio do apartheid, blá, blá, blá... Também dizia o PR que jamais ajoelharia para pedir a paz a um irmão, depois disse-se que a Renamo era suportada pela CIA... Uffffihhh. Isto ainda vai dar um belo romance.
Oliveira Meque Lundo Verdade Pio, até lembro me de um ilustre docente do isri, Calton Cadeado, que dizia que a renamo nunca mais teria capacidade de mover uma guerra. E este é o grande problema ali naquele que agora me esqueço do nome, desprezar quem pensa diferente.
Like117 hrsEdited
Nazario Muanambane Alguma vez um delinqüente pensa de justiça. Quem já dialogou com bandido armado e assassino? A única coisa que temos que esperar é cadeia.
Belgio Benesio Matule Guerra meus irmaos nao ajuda nem desrespeitando ou respeitando djaka quando nao haver paz nos coracoes dos nossos dirigentes tudo sera =0
NicriSs Manejo Jr. Com sem pré-condiçôes a finalidade sempre sera na mesa do dialogo,ilustre Julião João Cumbane
Artur Sitoe HAVERA OUTRA EXIGENCIA!! Terrorista Nao Tem outra resposta se nao Terror. Game theory!
Yaqub Sibindy Será uma resposta construtiva!

Apoiando-se na experiência de 1990 à 1992, a Renamo foi sempre fiel ao ambiente de negociações com o Governo da Frelimo, mediadas pela Comunidade Internacional! ...See More
NicriSs Manejo Jr. Subscrevo dos seus argumentos ilustre. Tambem dizem nos bastidores k o PR aceitou as exigencias da RENAMO pk ja tem informaçôes seguras k as FDS ja conseguira incoralar o Lider e nem tem como sair da sua "toca" sem k seja capturado ou abatido. Contudo esse jogo de Gato e Rato nâo nos levara a Paz nenhuma,é k o governo deve aprender ser serio pra com o seu povo.
Pio Cassicasse Porquê um " Triângulo de negociações da paz" oohh Yaqub Sibindy e não um pentagono: Frelimo (governo), Renamo, MDM, Bloco da oposição construtiva e sociedade civil (todas possiveis)??
Capece Junior Yakub sibindi...calado eras poeta.
Joao Chissale Chissale YAKUB SIBYND É CAMALEAO POLITICO CABULADOR DE IDEIAS DOS OUTROS.
Like22 hrs
NicriSs Manejo Jr. Essa aceitaçâo por parte do PR é bem vinda,so peca por ser tarde d+ dps de muitas vidas ceifadas e tanto dinheiro gasto so na tentativa d destruir uma cabeça. Qui pena nem ilustre #Juliâo_Cumbane.
Like20 hrs
Marcos Cipriano Maulate Espero que Afonsinho não apresente mais uma pre-condição.
Like116 hrs
NicriSs Manejo Jr. O qui é importante é a Paz ou as tais pre condiçôes ?
Like16 hrs
Marcos Cipriano Maulate Lembro me que quando fui votar no dia 15 era apenas para votar Presidente da Republica, Membros de Assembleias Provinciais e Deputados de Assembleia, não foi Província autônoma nenhuma, se a Renamo não concorreu as eleições autárquicas nas altura ninguém e culpado.
Like116 hrs
Ilda Filipe Jotamo VALE MAIS TARDE QUE NUNCA...
Like16 hrs
Alcidio Do Rosario Tambem respeito a decisao do mais alto. Magistrado fa Nacao Mocambicana.
Like16 hrs
Cesar Tique JJC sabes bem que só a Frelimo e que pode parar com esta guerra. Sempre foi assim. Quando a Frelimo decide parar com a guerra esta para. Até se eu fosse o Presidente Nyusse ia a Gorongosa reunir com o Dlakama. A Frelimo ganharia com isso.....passar a vida a acusar um e outro não resolve nada....a guerra não esta a parar.....custo de vida aumenta...as pessoas revoltam-se e quem é acusado? “e a Frelimo....por isso concordo com o Presidente de aceitar grande parte do que a Renamo propõe como pré-condição....
Like113 hrs
Alcidio Do Rosario Cesar Tique , meu mano, se o presidente Nyusi for a Serra da Gorongosa serei o primeiro a condena-lo. Respeito o seu ponto de vista.
Like112 hrs
Muzila Wagner Nhatsave estao encurralados com essa. ja nao tem desculpas. agora e so esperar mesmo
Like112 hrs
Cesar Tique Se ele fizer pela paz....e bem estar de Mocambique....nao vejo porque condena-lo Alcidio
Like11 hrs
Paulo Mabote Dr. quem nao deve nao teme e ainda mais, a atitude do chefe de estado mostra o cometimento que ele tem com a paz. sendo ele o interessado numero um nao perde nada em aceitar todas as pre condiçoes
Like3 hrs
Antolinho André Antevenho uma resposta com outras precondicoes. Esperemos para ouvir e será breve. A renamo sabe que o golpe sujo que usa com apoio de alguns incultos encontra eco na sociedade moçambicana. A renamo como instrumento de desestabilização de Moçambique sempre tem a sua marca e ela será sempre renamo.
Like2 hrs
Joao Teodosio Tique Sabes JJ... Todos nós temos a muito tempo a opiniao do Presidente. Conversaçoes sem condiçoes (Qual é o problema?) Podemos acreditar em poderes externos, Vontades incofensáveis nortenhos, ódios pálidos .... Mas vamosserenamente tratar do problema entre nós. Só assim teremos futuro. JJ....Esquece os pressupostos. Espere!
Quem sou eu: pró-capitalismo ou pró-socialismo?

Pode ser que alguns de vós que lerdes o que tenho escrito e partilhado aqui neste mural ou noutros espaços estejais confusos sobre de que lado do espectro político eu estou: se à esquerda ( = socialismo) ou à direita ( = capitalismo). Notar que socialismo e capitalismo são sistemas económicos.
No socialismo [vede "O Manifesto Comunista" (1848), por Karl Marx] defende-se a economia centralmente planificada por um Governo Central que se assume como a entidade cuja missão é segurar a satisfação das necessidades de todos. Numa tal economia não pode haver propriedade privada dos meios de produção, sendo que o Estado é o proprietário exclusivo dos meios de produção. Entende-se assim que o socialismo tem como ideal a igualmente universal entre os cidadãos; mas no fundo, a classe dirigente acaba constituindo uma elite ( = oligarquia) que vive melhor que os demais cidadãos, e geralmente está acima da lei. EU NÃO GOSTO DESTE SISTEMA!
Em contraste, no capitalismo [vede a "Riqueza das Nações" (1776), por Adam Smith] defende a economia liberdade económica, significando isto que os cidadãos são livres de usa a sua inteligência e habilidades para desenvolver actividades de rendimento. Numa tal economia, quem tem ideias e é hábil, e se empenha em usar as suas habilidades para transformar as suas ideias em bens materiais ou serviços que demais cidadãos precisem e podem adquirir em troca de algo, acumula riqueza e pode viver uma vida mais abastada que os demais cidadãos. No capitalismo, a função do Estado é tão-somente criar e aplicar as leis que assegurem o exercício pleno das liberdades cívicas, de modo que ninguém esteja acima da lei. Portanto, o ideal do capitalismo é a livre iniciativa e a igualdade universal dos cidadãos perante a lei. EU GOSTO DESTE SISTEMA, mas NÃO TOTALMENTE!
Claramente, no sistema económico capitalista, quem não tem ideias e é inepto vive a mercê dos que têm ideias e são hábeis; é por isso que neste sistema económico há exploração do homem pelo homem, o que faz com que os explorados—que formam a classe pobre—se organizem e se rebelem contra os exploradores. Em contraste, no sistema económico socialista, todos os cidadãos são obrigados a serem absolutamente iguais, tanto economicamente quanto em direitos e deveres, o que faz com que as pessoas dotadas de ideias e habilidades—que forma a classe rica—se organizem e se rebelem contra o regime que protege os que sem-ideias e ineptos, que por isso são chamados preguiçosos pelos dotados. Ou seja, em qualquer dos dois sistemas económicos vive-se uma luta cíclica de classes.
Para minimizar o potencial de eclosão de lutas de classes, as quais podem ser violentas e destruírem a sociedade, é preciso encontrar o meio-termo, a saber: (i) os que detêm empreendimentos económicos (os ricos) têm que pagar salários justos aos que trabalham nesses empreendimentos ( = assalariados) e (ii) as contribuições ( = impostos) para o fundo comum ( = Tesouraria Nacional) têm que ser proporcionais aos rendimentos individuais. Este meio-termo terá que ser assegurado via implementação de um pacote de políticas governamentais que a sociedade elege periodicamente, dentre várias propostas apresentadas por partido políticos quem concorrem pelo controlo do poder político. O partido que obtiver a maioria dos votos validamente expressos numa eleição é que é chamado a formar Governo bem como a constituir uma maioria parlamentar, para viabilizar a implementação da sua proposta de governação; no caso de haver um empate, os partidos que estiverem empatados são chamados a coligarem-se ( = harmonizar e fundir as suas propostas de governação) para formar o Governo e constituir uma maioria parlamentar. Os outros partidos ficam a fazer oposição parlamentar ou extraparlamentar, dependendo se conseguiram assentos ou não no Parlamento.
Uma sociedade cuja economia que funciona de modo a minimizar o potencial de eclosão da luta de classes, sem recurso à repressão, isto é, uma sociedade com um Governo que assegure o RESPEITO UNIVERSAL PELAS LIBERDADES CÍVICAS E PELA LEI, é dita (sociedade de) "Estado de Direito Democrático", "República Democrática" ou simplesmente "República". ESTA É A SOCIEDADE EM QUE EU GOSTARIA DE VIVER! Porém, tenho clara a noção de que assegurar o RESPEITO UNIVERSAL (i.e. por todos os cidadãos, sem qualquer tipo de discriminação) das liberdades cívicas (o mesmo que liberdades individuais) e pela lei constitui um grande desafio para qualquer Governo. De facto, a habilidade de minimizar o potencial de eclosão de conflitos violentos entre classes ( = os que detêm e os não detêm meios de produção) numa sociedade é que distingue os bons dos maus governantes.
Chegados aqui, alguém pode estar a pensar «[A]h! Então Moçambique nunca teve bons governantes!» Nada disso. A luta de libertação nacional em Moçambique destruiu as classes sociais e conduziu à instituição de um regime socialista que durou entre 1975 e 1986. A seguir a isso, a Frelimo—partido no poder em Moçambique—começou a implementar um novo processo para o ressurgimento de classes sociais em Moçambique, processo esse que está em curso até hoje (2016). Portanto, Moçambique ainda não tem classes sociais claramente definidas. O que se está a viver hoje em Moçambique não é um conflito de classes, mas sim uma tensão decorrente de uma corrente divisão da sociedade em classes: está-se a viver um momento do "esticar da corda" (vede imagem), em que de um lado estão os que têm ideias e habilidades para acumular riqueza ( = potencial classe rica) e doutro lados estão os que não têm ideias nem habilidades para acumular riqueza ( = potencial classe pobre); entre estes fica uma classe intermédia, que em sociedades desenvolvidas é a mais numerosa, chamada "classe média". Esta situação do esticar da corda em Moçambique está sendo vivida tanto na sociedade em geral quanto no seio das organizações sociais ou políticas, qual a Frelimo. A corda está sendo esticada, mas ainda não rompeu. É por isso que a situação está algo confusa, com partidos políticos sem linha político-ideológica claramente definida.
Nesta confusão, a Frelimo define-se com um partido político que se guia pelos valores e princípios do "socialismo democrático". O socialismo democrático é uma corrente político-ideológica emergente, que preconiza uma sociedade de Estado de Direito Democrático em que há espaço para a coexistência entre os sistemas económicos socialista e capitalista. Quer dizer, o socialismo democrático é uma nova concepção teórico-pragmática sobre organização da sociedade e da economia, que tenta ser o meio-termo entre o capitalismo e o socialismo. Nesta nova concepção, o Estado garante o direito à propriedade privada ou colectiva dos meios de produção, ao mesmo tempo que cria condições para protecção dos direitos cívicos dos menos capazes, para evitar tensões sociais.
Pode, pois, dizer-se que o ideal do socialismo democrático é o combate às desigualdades sociais que potenciam a luta de classes. Ou seja, o socialismo democrático busca equilíbrio e estabilidade social mediante a ponderação de medidas para protecção e promoção da livre iniciativa dos mais capazes e, simultaneamente, para a protecção e habilitação dos menos capazes, de modo a que estes últimos possam, também, viver condignamente. Numa só palavra, o ideal do socialismo democrático é a defesa da DIGNIDADE da pessoa humana. Numa sociedade que se guia pelo socialismo democrático, cada cidadão vale o que vale e há espaço para se aprender, livremente, a valer mais; isto é, há espaço para auto-superação. Eu sou defensor acérrimo desta forma de organização da sociedade e da economia; isto é, eu SOU SOCIALISTA DEMOCRÁTICO, pois defendo um Estado de Direito Democrático no qual se preza a dignidade humana. Numa tal sociedade, a pobreza é reconhecida como uma condição humana—de modo que não se pode lutar contra ela—, mas se trabalha para que não haja pessoas a disputar lixo com cães e gatos vadios!
Tenho em mim que só numa sociedade com o tipo de Estado (acabado de descrever acima) é que as classes sociais podem coexistir com o mínimo possível de potencial de conflitos. Eu defendo que numa sociedade todos precisam de todos. Por isso, as diferenças de potencialidades individuais entre as pessoas devem ser respeitadas e valorizadas, ao mesmo tempo que se assegura que os menos capazes sejam capazes viver condignamente. Para mim, inclusão social significa isso: criar condições para as pessoas possa viver condignamente e sejam úteis como podem para si próprias e para outrem. Que os mais criativos e capazes sejam incentivados a serem solidários com os menos criativos e capazes; e que estes—os menos criativos e capazes—sejam incentivados a engajarem-se, livremente, num exercício de auto-superação. Modernamente, a vida humana só tem significado quando cada pessoa intelectualmente sadia e apta é livre de perseguir os seus objectivos individuais. É do cumprimento dos objectivos individuais que uma comunidade e todo um país e seu povo se desenvolvem.
Enfim, no primeiro parágrafo desta reflexão foi indicado que, no espectro político, o socialismo está à esquerda e o capitalismo está à direita. É natural que se pergunte: «Onde fica o socialismo democrático?» A resposta é: «Bem no centro ou no ponto zero!» (vede diagrama do espectro político na imagem). Portanto, eu sou simultaneamente pró-capitalismo (defendo a propriedade privada dos meios de produção) e pró-socialismo a propriedade colectiva dos meios de produção), tudo isto com a condição de que as pessoas convivam entre si como convivem os seus membros pares (e.g. braços e mãos, pernas e pés)—isto é, na condição de que as pessoas de todas as classes convivam complementarmente. Imagine-se uma mão ou uma perna a brigar com a outra. Quem poderia fazer algo ou andar?

---

PS: Não me exige pensar ou fazer como tu pensarias ou farias se estivesses no meu lugar, porque eu já estou neste lugar; pensa ou faz de maneira que complementa a minha, a partir de lugar onde estás! A natureza não permite que dois corpos ocupem o mesmo lugar ao mesmo tempo; esta propriedade chama-se impenetrabilidade. Dito doutro modo, no lugar de competir, procura contribuir! Eis o segredo para viver em harmonia. Quem ensina isto aos militantes e simpatizantes da Renamo e ao seu "líder mor", Afonso Dhlakama?
LikeShow more reactions
Comments
Julião João Cumbane Os amantes do TERRORISMO da Renamo fazem-de-contas que não viram isto aqui (no texto e imagens), não é, Homer Wolf(?),Marcos Cipriano Maulate(!), Rogerio Antonio(?), Titos Cau(!), El Patriota(?),Estevao Pangueia(?), Mouzinho Zacarias(?), Mávelasse Zacarias(!), Evaristo Cumbane(?), Azarias Felisberto(?), Raúl Salomão Jamisse(?), Raúl Nhagumbe(?), NicriSs Manejo Jr.(?), Hermes Sueia(?), Alcidio Do Rosario(!),Raul Junior(?), Raúl Timóteo Gomes(!), Ivan Maússe(?!), ...
Like6 hrsEdited
Evaristo Cumbane Caro professor. Pare de difamar pessoas....deixe de insultar pessoas....Eu pessoalmente nunca mencionei seu nome....nunca lhe insultei. Infelizmente, o Prof não me conhece bem. Se me conhecesse nem iria fazer isso. Sou um cidadão comum sem ambições políticas...só rogo a Deus para viver e cuidar da minha família. Pare de fazer terror com outras pessoas. Eu não estou contra si e nem pretendo estar contra si. Vamos nos respeitar. Please stop this...it is not good for your good name.
Like116 hrs
Evaristo Cumbane Será o professor nao gostou do meu comment: Qual é o mal disso? mencionei seu nome aqui? Revisite o comment: "Há muita gente a favor da guerra neste país que pena. Se calhar são curiosos, nunca viveram numa situação de guerra. Porque é que continuam vocês a atiçar fogo na pólvora...Pelo menos o PR Nyussi não falou com rancor do Dhlakama nem de ninguém. Mas os aproveitadores já distorcem o discurso do PR...ish
Like116 hrs
Raúl Salomão Jamisse Gostaria de ver o meu nome retirado da lista porque não sei porque consta aqui neste comentário.
Like116 hrs
Alcidio Do Rosario Saudacoes, nao deveria ter omitido os seguintes aspectos:

O socialismo eh uma etapa de transicao anterior ao comunismo que visa o desaparecimento do capitalismo. No comunismo, nao ha a necessidade de existencia de um Estado em virtude do fato de que t...See More
Like116 hrs
Raúl Nhagumbe Esta lista é para entregar a SISE?
Like116 hrs
Raul Junior Ups, Professor Cumbane. Como me coloca na lista dos amantes do terrorismo? Haja fundamentacao na listagem por favor. Ou qualquer pessoa que comenta seus posts considera amante ao terrorismo? Vivi 16 anos debaixo de fogo em Makeze nao posso em momento a...See More
Like115 hrs
Evaristo Cumbane A melhor coisa é pararmos de comentar seus posts. É melhor o professor falar sozinho...acho que é melhor porque só ele é que tem razão...só ele é que sabe...só ele é que estudou. Fui......e desde já bloqueio o professor da minha lista de amigos. Não tenho mais paciência porque mesmo comentando não ganho nada por isso. Fale sozinho.
Like15 hrs
Julião João Cumbane Estás a fazer-me rir tanto, ó Evaristo Cumbane!
Like115 hrs
Hermes Sueia Amigo Julião Cumbane.....esteja descansado. Eu sou um homem de paz e amante da PAZ. Trabalho numa zona do país com um enorme potencial de desenvolvimento mas que devido ao terrorismo não pode explorar esse potencial.
Like115 hrs
Ivan Maússe Deixa ver se entendi. Fui catalogado como amante do terrorismo da Renamo? É isso? Com que bases o Professor Julião Cumbane chegou a tal conclusão?

Uma vez respondida essa questão, volto para comentar a volta do conteúdo do post. Boa tarde!
Like115 hrs
Julião João Cumbane Raul Junior e Ivan Maússe, onde está a vossa lucidez?!...
Like15 hrs
Hermes Sueia Ivan Maússe no seu caso e no meu o Professor concedeu-nos o beneficio da dúvida......eu já esclareci a minha situação.......
Like115 hrs
Mouzinho Zacarias Julião João Cumbane é muito perigoso este homem...Tenho medo desta criatura...até parece dono de esquadrões da morte.
Like215 hrsEdited
Ivan Maússe Hermes, mesmo assim, continuo algo estupefacto.

Exijo que sejam arroladas as razões de tal atribuição, mesmo realizada à sombra da dúvida!
Like215 hrs
Raúl Nhagumbe Na verdade mete medo. Eu não vou bloqueiar a ninguem, no entando gostaria de ter explicação clara dos criterios usados para o professor ter a sua concluçäo.
Like15 hrs
Homer Wolf Assim eu sou «amante do terrorismo» né Profe?... Yah é assim né? Ok, pode me atacar à vontade, eu lhe responderei sempre com uma mensagem de reconciliação, paz e amor fraternal.

Amanhã, sete e meia, vemo-nos na estátua então...
Like116 hrs
Mouzinho Zacarias Não te vou responder Julião porque es um brincalhão...advogado dos que endividadaram o país...
Like116 hrsEdited
Evaristo Cumbane O professor devia esta mais preocupado com a formação do homem e não pela sua destruição através dos seus posts. Qual é o objectivo do sr professor? A quem pretende atingir? será que os que não concordam consigo são seus inimigos? Porque é que o professor so atira indiscriminadamente para as pessoas que não concordam consigo? O que é que o professor confia para atacar as pessoas seus concidadãos assim? Pare com isto imediatamente. Nós não somos seus inimigos mas amigos e irmãos. Seja um pouco razoável e não se emocione em vão. 99 % das pessoas aqui no facebook não concordam com as suas longas escritas...será que todas as pessoas estão erradas? Respeite para ser respeitado.
Like16 hrs
El Patriota "Amantes do terrorismo"??? Quem eu?? Francamente, teacher. Essa forma de me chamar para comentar seus posts já começa a preocupar-me. Sejamos razoáveis.
Like16 hrsEdited
Homer Wolf O problema para mim até nem são esses epípetos que o Profe atribui. É o lençol em si... irra!!!
É que já não há pachorra... Não há meio de sintetizar isso?
Like115 hrs
Hermes Sueia Homer Wolf já que está em Maputo.......o Professor ainda dá aulas? Ou está a tempo inteiro como advogado?
Like215 hrs
El Patriota Numa sociedade intolerante, em guerra e com esquadrões da morte a solta, o que me preocupa a mim são os epítetos. Não quero ser confundido com o inimigo. Sou um cidadão pacato, sem filiação partidária, que cumpre com os seus deveres cívicos e ama o seu país e prontos... A esse nivel eu acho que é melhor sumir dos posts do professor, em nome da minha integridade física, em nome da sobrevivência. Não quero ser bode espiatorio de ninguém.
Like215 hrs
Homer Wolf kkk... também não é para tanto...
Like15 hrs
Julião João Cumbane Estou banhado em lágrimas de tanto rir! Onde está a lucidez das pessoas que chamei para aqui. Uma pergunta: Conheceis os signficados do sinais de pontuação "?", "!", e "?!" ?... Fazeis-me um favor! ...
Like115 hrs
Hermes Sueia Professor ainda dá aulas?
Like15 hrs
Julião João Cumbane Não só dou aulas, como também sou pesquisador e consultor, Hermes Sueia! E agora estamos em tempo de preparação/realização de avaliações semestrais! O que te leva a fazer esta pergunta?!...
Like15 hrsEdited
Hermes Sueia Quando é que o Professor Cumbane nos vem visitar aqui em Nhamapadza? É que da última vez que fiz o mesmo convite a outro ilustre Professor que vive além fronteiras acabei por ele bloqueado da sua lista de amigos virtuais o que muito me alegrou...........
Like15 hrs
Hermes Sueia Julião João Cumbane os mesmos motivos que levam o Professor às interrogações e indagações do seu post.........
Like15 hrs
Julião João Cumbane Estive "recentemente" em Muanza, Sofala,Hermes Sueia!...
Like15 hrs
Hermes Sueia Wahuuuuuu.....tão perto de Nhamapadza.............infelizmente estas viagens por estas bandas agora fazem-se com o credo na boca e o coração nas mãos...............melhores dias virão.
Like15 hrs
Hermes Sueia A propósito já que está em Maputo.....vai à marcha amanhã Professor Cumbane?
Like15 hrs
Julião João Cumbane Eu marchar a favor dos ataques terroristas daRenamoHermes Sueia?! Estás sério?! Deus me livre! Afinal não sabes que tal manifestação é favor dos ataques terroristas daRenamo?
Like15 hrs
Hermes Sueia Julião João Cumbane ao que consta é uma manifestação pela paz e pelo direito à esperança...............é pelo fim do terrorismo a não ser que para o meu amigo terrorismo seja sinónimo de PAZ.
Like14 hrs
Estevao Pangueia Professor é útil interagir consigo por saber que têm uma posição política assumida, é membro do partido Frelimo. Aliás, talvez eu também seja. A Frelimo têm um projecto testado, errado ou não, foi uma tentativa e a sua maneira, deu no que deu! Mas tam...See More
Like115 hrsEdited
Julião João Cumbane Estevao Pangueia, eu NÃO SOU SOCIAL-DEMOCRATA; sou SOU SOCIALISTA DEMOCRÁTICO! Nota que há uma diferença significativa entre "social-democracia" e "socialismo democrático"! Não te equivoques! Agora, essa de eu ser um «verdadeiro diabo» é tua opinião, e eu respeito. E tu és o quê?... Sabes "autoqualificares-te"? ...
Like15 hrsEdited
Estevao Pangueia Melhor ainda, então defende autoritarismo como aconteceu no século passado?! O uso da palavra democracia só serviu para esconder maior envolvimento do Estado na sociedade e na economia.
Like14 hrs
Julião João Cumbane Estevao Pangueia, eu defendo a vida em liberdade e com dignidade! Detesto tendências igualitaristas! Defendo que cada um tem o direito de viver como quer e pode, sem impedir que os outros gozem do mesmo direito! Defendo que os incapazes também têm o direito de viver condignamente, mesmo sendo incapacitados! Defendo que os perversos também têm o direito à vida condigna, desde que a sua perversidade não faça mal aos outros! Estes são os ideais do socialismo democrático!
Like13 hrsEdited
Estevao Pangueia "... detesto tendência igualitaristas! " a final o que é socialismo? Como vai alcançar a dignidade sem observar a igualdade?
Like14 hrs
Julião João Cumbane Sim, «Detesto tendências igualitaristas!»,Estevao Pangueia! A igualdade é inimiga da liberdade, e sem liberdade não pode haver dignidade. Pensa bem!
Like13 hrs
Estevao Pangueia Há complementaridade Professor, enfim esta é uma matéria complexa, veja que alguns dos defensores da ideia acabaram por implementar reformas liberais ou neoliberais, tal é o caso de Mário Suares.
Like13 hrs
Raul Junior Os sinais de pontuacao podem e bem servir para os objectivos subrepticialmente pretendidos. Os nossos nomes, alias pelo menos o meu nao deve ser evocado quando se fala em terrorismo! Sofri 16 anos chega. Em 1991 sai de Chibuto para passar ferias em Maputo. Dormi pela primeira vez dentro de casa. Mas quase de hora em hora saltava de cama por causa de medo. Isso prolongou-se ate 2009. Sonhava com bandidos. Eu conheco as armas russas uma por uma e o som que tiram!
Like110 hrs

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook