quinta-feira, 30 de junho de 2016

Joaquim Chissano defende encontro entre Presidente e líder da oposição

O antigo Presidente moçambicano Joaquim Chissano defendeu hoje que o "tão desejado encontro" entre o chefe de Estado de Moçambique e o líder da Renamo, que está "em preparação", proporcionará "um compromisso que restitua a tranquilidade" ao país.

© Lusa
MUNDO MOÇAMBIQUEHÁ 40 MINSPOR LUSA
"Hoje, constatamos que a paz está novamente ameaçada em Moçambique, através da ocorrência de ataques perpetrados por homens armados da Renamo (Resistência Nacional Moçambicana, principal partido da oposição) na zona centro do país. Mais uma vez, o diálogo é chamado na busca de solução e fim desses ataques", sustentou o antigo Presidente, em Lisboa, durante a entrega do prémio Norte-Sul 2015 do Conselho das Europa, de que foi um dos laureados.
PUB
Chissano recordou que está "em preparação" um encontro entre o Presidente de Moçambique, Filipe Nyusi, e o líder da Renamo, Afonso Dhlakama.
"Acredito que deste tão esperado encontro sairá o compromisso que restitua a tranquilidade aos moçambicanos e lhes devolva o espaço que precisam para continuar a gozar plenamente os seus direitos humanos e intensificar a sua luta contra a pobreza", sublinhou.

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook