quarta-feira, 25 de maio de 2016

PRM em Morrumbala liberta camião


Depois da carta-ameaça da Renamo

A Polícia da República de Moçambique em Morrumbala já libertou o camião que levava logística da Renamo, sobretudo, alimentação para a zona de Sabe, um dos palcos de confrontos entre os homens da Afonso Dhlakama e as Forças de Defesa e Segurança.

O camião tinha sido apreendido neste domingo e ficou estacionado no pátio do Comando local (vide edição anterior). A libertação do camião pode estar relacionado com a suposta carta ameaça escrita pelos homens armados da Renamo, dando conta de uma libertação incondicional dos seus mantimentos, sob pena de eles partirem para a violência até a sede distrital.

Dois dias depois, eis que o camião é liberto sem que haja algum processo. Contactado na manhã desta terça-feira, o Comandante da PRM naquele distrito, este evitou falar do assunto alegando que estava na sessão do governo, mas o Diário da Zambézia sabe de fontes que a libertação do camião aconteceu porque a Renamo havia feito uma carta de ameaça que iria atacar em caso da logística dela não ser entregue.

DIÁRIO DA ZAMBÉZIA – 25.05.2016

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook