segunda-feira, 9 de maio de 2016

Moçambique na Base de dados dos Panama Papers

Pelo menos 18 endereços estão no primeiro volume divulgado na  Base de dados dos Panama Papers, e alguns nomes.


Browse by country Mozambique


Os nacionais no Panama Papers
GostoMostrar mais reações
Comentar
Comentários
Luis Nhachote Uff...tou aliviado, ainda bem que guardei na Suiça...
GostoResponder414 h
Chil Emerson David Milionários anónimos
GostoResponder14 h
Rafael Ricardo Dias Machalela A lista milionária...
GostoResponder14 h
Rodrigo F. Rocha Até quanto percebi, o facto de alguém deter participações numa offshore não implica nenhuma ilegalidade. Nem implica nenhuma fortuna escondida. Nem, necessariamente, fuga a impostos. Quanto muito trata-se de um planeamento fiscal. Não há obrigatoriamente que considerar essas individualidade como estando a desenvolver transações obscuras nem branqueamento de capitais.
GostoResponder2114 h
Nomis Erudam Pois é Rodrigo, não existe, à partida, nexo de causalidade. Mas a opinião pública é distorcida no sentido de se entender o contrário.
Ivan Amade O pobre tem o hábito de pensar que o rico é ladrão.
GostoResponder714 hEditado
Benny Matchole Khossa Existe um provérbio segundo o qual por detrás de uma grande fortuna há um crime ou dois encobertos
GostoResponder613 h
Ivan Amade Provérbio de pobre. Kkkk
GostoResponder113 h
Benny Matchole Khossa Pode até ser... Qual é o vosso provérbio, vocês ricos?
GostoResponder513 h
Ivan Amade Não sou rico eu. Mas procuro não concluir sem provas....! Quando vejo um rico procuro saber como ele fez e faz, para aprender.
GostoResponder13 hEditado
Benny Matchole Khossa Ninguém concluiu... Estamos no domínio das hipótese. Não há teoria que se forje do nada. Apanhamos os indícios, teorizaramos sobre eles e formulamos hipóteses. Caberá à autoridade fiscal e persecutória (Ministério Público) investigar a ponto de verificar se os indícios se confirmam ou não...
GostoResponder13 h
Rodrigo F. Rocha Benny, por acaso não conhecia esse provérbio. Mas, nem todos os provérbios vêm de vivências correctas. Emoji smile
GostoResponder113 h
Ivan Amade O erro começa pelo tabu de que tem dinheiro é um potencial criminoso, ou o erro de, onde há dinheiro é indício de alguma actividade ilegal.
GostoResponder11 h
Edgar Barroso se a origem da fortuna não for legalmente declarada, como mandam as regras, não há fumo sem fogo.
GostoResponder7 h
Ivan Amade Há sim fumo sem fogo. Fumo artificial...kkkk😅
GostoResponder7 h
Rodrigo F. Rocha Caro Edgar, os "ses" não se põem no início na análise dos factos. Ou seja, à partida, e até prova em contrário, não há nada de ilegalidade em ter participações sociais em offshores, nem fortunas ali guardadas. Depois é que aparecem os "ses". A forma como este tema está a ser tratado, faz crer que todos são bandidos logo à partida!
GostoResponder7 h
Benny Matchole Khossa Rodrigo F. Rocha, venho já, para discutir as motivações de offshores e de fundos fiduciarios... São coisas diferentes...
GostoResponder7 h
Rodrigo F. Rocha Benny, aguardarei. Mas só poderei retornar a esta discussão muito lá para o final do dia
GostoResponder6 h
Carolina Menezes Matos E como moçambicano é óptimo em apontar o dedo e fazer julgamentos e condenações antecipados lá temos mais um debate repleto de conclusões. Enfim!
GostoResponder1 h
Benny Matchole Khossa Carolina Menezes Matos, podemos ser um povo com defeitos, e somos como qualquer outro, mas não penso que se nos deve ser retirado o direito de questionar. O mau do secretismo (como os fundos fiduciarios, que só servem para esconder fortunas) é abrir espaço à especulação. A verdade liberta. Que nos tragam a verdade, para que paremos de especular. Não me calarei até ter respostas
Dr Dercio Nicolau Esses nomes existem em Moçambique!!!???
GostoResponder313 h
Julio Lilito Boene Conheço 2 pessoas que constam dessa lista.
GostoResponder112 h
Dr Dercio Nicolau Sim sim,realmente alguns sao mesmo Moćambicanos apenas algumas falhas na digitaçao dos nomes
GostoResponder112 h
Adelson Rafael Sim, fiquei surpreendido pois vem nome completo de dois amigos pessoais, apesar da desconfiança que tinha deles não sabia que andavam por aí
Dr Dercio Nicolau Parecem nomes forjados
GostoResponder13 h
Dr Dercio Nicolau Apelidos estranhos
GostoResponder113 h
Cremildo Bahule ..foi o que me correu.
GostoResponder112 h
Armando David Katawala E se disser que esses sao titulares de mais de um Bilhete de Identidade?
GostoResponder312 h
Cremildo Bahule ...dai a estranheza.
GostoResponder112 h
Dr Dercio Nicolau Ha um comentario aqui a identificar o terceiro da lista 
Benny Matchole Khossa Rodrigo F. Rocha, existe a parte legal, que tem que ver com a origem desses valores e acima de tudo, se os residente remetem as receitas desses investimentos para o país como impõe a legislação cambial. E depois existe a questão moral, onde vemos um país à beira da bancarrota mas com cidadãos que pretensamente dispõem de enormes reservas externas em potencial de não pagarem qualquer espécie de imposto cá, quando sabemos que os residentes fiscais são tributados pela renda global. Essa eficiência fiscal pode ser consideras imoral.
GostoResponder613 hEditado
Rodrigo F. Rocha Benny Matchole Khossa, essas remessas podem ter sido remetidas para contas offshore há séculos. Ninguém tem qualquer dúvida que em Mocambique existem certas individualidades com avultadas fortunas. Se o dinheiro foi obtido de forma lícita, o facto de estarmos num país pobre, não faz deles imorais. Por isso reafirmo: à partida, não temos porque duvidar da legalidade (ou moralidade) de qualquer pessoas que tenha planeado e estacionado a sua fortuna onde quer que seja. E há mais, o facto de ter uma conta numa offshore não significa, por si só, que a pessoa é rica ou tem lá uma fortuna estacionada.
GostoResponder213 h
Benny Matchole Khossa Rodrigo F. Rocha, quando falei das remessas, falei da questão legal prevista na Lei Cambial e respectivo regulamento. Todo o cidadão residente deverá remeter para o país, num prazo determinado, as receitas de todos os investimentos que detém no exterior. Não podes manter contas off-shore só por manter. Os cidadãos residentes que pretendam abrir uma conta bancária no exterior deverão solicitar a autorização prévia do BM, com indicação do motivo da abertura da conta (para que este possa controlar as remessas dos rendimentos dos activos constituídos no exterior) e também remeter periodicamente extracto dessas contas. Neste caso deve-se investigar se estás pessoas e entidades cumpriram com esta regra. De facto não é crime ser rico num país pobre, mas será uma contravenção não remeter as receitas desses investimentos ou fazê-los sem o devido "no objection" da autoridade cambial. Cabe aqui às autoridades cambiais (BM) e fiscal (AT) investigar e verificar se estas pessoas (e outras em igual circunstância) cometeram ou não algum ilícito cambial e/ou fiscal... Penso eu de que...
GostoResponder213 hEditado
Rodrigo F. Rocha Benny Matchole Khossa, uma vez mais, não devemos partir do princípio que quem lá tem o dinheiro transferiu violando as regras de controlo cambial. Não devemos partir do princípio que são ladroes, burlões, vigaristas ou indivíduos que cometem ilegalidades. Ate prova em contrário, temos de presumir que tudo isso foi verificado.
GostoResponder13 h
Dr Dercio Nicolau Estando num pais em que estamos onde até o governo é tido como "mafioso" podemos tambem presumir que não foi verificado e....
GostoResponder213 h
Benny Matchole Khossa As autoridades cambiais e fiscais têm neste caso e para impulso do processo, o benefício da dúvida. Eles devem (re)ver os processos destes Clientes para certificar se:
1) São efectivamente cidadãos nacionais;
2) São residentes para efeitos fiscais e cambiais;
3) Se o processo de abertura e movimentação dessas contas offshore obedeceu aos ditames legais;
4) Em face da resposta positiva ou negativa ao acima exposto, tomar as medidas cabiveis, se alguma.
O que não acho defensável é que não podemos pensar que possa haver irregularidades e por isso manter a coisa como está. Há um dever de ofício destas instituições de verificar se houve ou não ilícito na abertura e movimentação dessas contas. Disso não tenho dúvida alguma, amigo Rodrigo F. Rocha. E eventos como estes devem nos abrir os horizontes sobre o quão permeáveis estamos para a fuga ao fisco e nos levar, juristas e demais práticos da matéria, a sugerir medidas melhoras de controlo fiscal e cambial... Este é outro item sobre o qual tenho uma forte convicção.
GostoResponder213 h
Rodrigo F. Rocha Dr Dercio Nicolau, se queremos o que primado da lei prevaleça, há que seguir na sua plenitude: a presunção é a da inocência. Emoji smile
GostoResponder13 h
Dr Dercio Nicolau ...Por isso levantei a questão dos nomes e apelidos
GostoResponder13 h
Rodrigo F. Rocha Benny Matchole Khossa, daí até sairmos logo condenando quem aparece na lista vai uma dimensão tremenda. 🤓
GostoResponder13 h
Milton Machel Ó Rui, poderias também ter pintado (a vermelho) o terceiro nome da lista...por sinal bem sonante, sobretudo se corrigirmos os erros crassos dos redactores dessa base de dados. Quem é daqui sabe de quem se trata, no caso
Jose Alexandre Faia Mas convenhamos que se puseram o dinheiro la fora é porque consideram ser mais seguro do que na terra natal deles. ...o seguro morreu de velho ...
GostoResponder112 h
Rafael Ricardo Dias Machalela A DOMINGAS TIVANE aí é na verdade o Domingos Tivane. Um tipo que foi boss na Autoridade Tributária. Tão rico que foi referido no Wikileaks se não estou em erro...
GostoResponder212 h
Dr Dercio Nicolau Nao foi o proprio Rui Rui Miguel Lamarques quem manipulou os nomes!!???
GostoResponder11 hEditado
Rodrigo F. Rocha Se eu tivesse paciência e necessidade para operar uma conta bancaria estrangeira, o meu nome estaria nessa lista.
GostoResponder19 h
Marcelo Machava O velho tem sinais de ganancia letal
GostoResponder9 h
Marcelo Machava Na suica eh so a interpol solicitar e ja esta
GostoResponder18 h
Abdul Ahad isso nao pode ser official Rui Miguel Lamarques ....nomes de uns com letras maisculas todas outros so incial com letras maisculas deve ser uma coisa bem
inventada

Linked ToData From1.092 AV. 24 DE JULHO 872; 01009 POLANA CIMENTO A; MAPUTO; MOZAMBIQUEMozambiquePanama Papers930; Mao-Tse-Tung Avenue P.O. Box 90; Maputo; MozambiqueMozambiquePanama PapersAV COHORA BASSA; NO. 288; ANDAR MAPUTO; MOZAMBIQUEMozambiquePanama PapersAV JULIUS NYERERE 940A 938 POLANTA; MAPUTO; MOZAMBIQUEMozambiquePanama PapersBairro Acordos de Lusaka; Rua 31124; Casa 149; Matola; Maputo; MozambiqueMozambiquePanama PapersCasa 8366 Rua EM071; Zona Wimbe; CP 199; Pemba; MozambiqueMozambiquePanama PapersMaria Burgman Rua Cahora Bassa 98 Maputo MozambiqueMozambiquePanama PapersR JOAO DE BARROS NO 540; MAPUTO; MOZAMBIQUEMozambiquePanama PapersR PE ANTONIO VIEIRA NO 61; MAPUTO; MOZAMBIQUEMozambiquePanama PapersRua Das Palmeiras; No. 400 R/C; Maputo; Mozambique.MozambiquePanama PapersRua Orlando Mendes; 63 A Dep; Maputo; MozambiqueMozambiquePanama PapersRua Lucas Elias Kumato; No. 12; Maputo; MozambiqueMozambiquePanama PapersAve Fernao Melo E Castro; No. 193; Maputo; MozambiqueMozambiquePanama PapersNumber 14; Rua Base de Mocambique; Bairro Cimenta; Pemba; MozambiqueMozambiquePanama PapersRua Damiao de Góis; 86; 0; Maputo; MozambiqueMozambiquePanama PapersRua Frederick Engels; No. 199-1ANDAR; Maputo; Mozambique.MozambiquePanama PapersAve Julius Nyerere; 3448; House 4; Maputo; MozambiqueMozambiquePanama Papers1.295R FRANCISCO BARRETO 342; 01011 SOMMERSCHIELD; MAPUTO; MOZAMBIQUEMozambiquePanama Papers

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook