sábado, 21 de maio de 2016

Acorda ao lado de noiva morta após noite de núpcias


Inglaterra


Krzystof e Mariola com os dois filhos durante o casamento

Foto: DR

Paulo Lourenço20 Maio 2016 às 15:35




COMENTAR

Krzystof Michalowski, um homem de 34 anos, de origem polaca a residir em Inglaterra, acordou, na manhã seguinte ao seu casamento e deu conta que Mariola, a noiva, estava morta.

Na manhã seguinte ao casamento, Krzystof Michalowski levantou-se para dar o pequeno-almoço à filha de um ano, Verónica. Saiu da cama, convencido que a mulher, Mariola Michalowski, de 38 anos, estava a dormir e só quando regressou é que reparou que esta não respirava.

A história, contada esta sexta-feira pelo jornal inglês "Daily Mail", dá conta de como, horrorizado, o homem chamou por socorro enquanto tentou reanimar, através de massagem cardíaca, a mulher com quem havia acabado de casar na véspera.

Quando os paramédicos chegaram, limitaram-se a confirmar o óbito de Mariola. A causa provável é que a noiva tenha sofrido um ataque epilético durante o sono, após a celebração do casamento, em Richmond, North Yorkshire, no Reino Unido.

O casal, de origem polaca, tem dois filhos, e vivia junto há seis anos, tendo decidido casar-se na última sexta-feira. À cerimónia civil assistiram as famílias e os amigos mais próximos. Depois do ato solene, dirigiram-se a um pub e ao clube de críquete local, onde teve lugar o banquete.

Alguns dos convidados foram depois com o casal até à residência deste, prolongando a celebração. Contam que Mariola foi para a cama cerca das duas da madrugada. Já Krzystztof ficou com os familiares a abrir os presentes e deitou-se umas horas depois.

"O dia foi fantástico. Houve muita diversão e as crianças estavam encantadas", recorda Krzystof, o agora viúvo, confessando que nunca tinha visto a mulher "tão feliz".

"De manhã, acordei com a nossa filha a chorar. Fui dar-lhe leite e quando voltei à cama vi que algo não estava bem. Era óbvio que tinha sofrido um ataque epilético", conta o destroçado Krzystztof.

Mariola sofria de epilepsia desde os 20 anos e tinha uns quatro a cinco ataques por mês, o que a impossibilitava de trabalhar.

Os amigos do casal decidiram, entretanto, organizar uma recolha de fundos para conseguir reunir oito mil libras (cerca de 10300 euros) para ajudar a família a pagar o casamento e agora o funeral.

Cinco dias após ter perdido a mulher, a filha recém-nascida de Domingos Fraga não resistiu. Depois, no dia do funeral, recebeu a notícia de que irmã tinha perdido a batalha contra o cancro.
A sequência de eventos trágicos na vida deste homem de Massachusetts, nos Estados Unidos da América, aconteceu em menos de duas semanas.
Domingos Fraga casou-se com Liz Fraga na véspera de ano novo e estavam à espera da primeira filha. Liz viveu uma gravidez saudável e nada fazia prever o desfecho que teve.
No passado dia 6 de maio, Liz foi submetida a uma cesariana de emergência e acabou por não resistir a uma elevada perda de sangue durante o procedimento.
"Todos os dias que tiver com ela, vou dizer-lhe o quanto a amavas e estavas ansiosa por conhecê-la", escreveu Domingos na página de Facebook após a morte da mulher. Mas apenas cinco dias após o nascimento, a bebé faleceu. Juliet respirou demasiado sangue no parto e não resistiu.
Pouco depois, no dia do funeral da filha e da mulher, Domingos recebeu a notícia de que a irmã tinha morrido, aos 42 anos.
Melinda Fraga batalhava contra um cancro cervical em estado avançado. Melinda era como uma mãe para Domingos, que trabalhava horas extra para ajudar a irmã e os dois filhos.
A história não acaba por aqui. Dois dias antes do funeral, a avó de Domingos sofreu um AVC.
Perante esta situação dramática, um amigo de longa data de Domingos criou uma página no "GoFundMe", tendo angariado, até agora mais de 60 mil euros.
Domingos agradeceu o apoio de todos e lamentou a perda da sua "alma gémea" e melhor amiga, e da sua filha recém-nascida. "A minha filha incrivelmente forte aguentou este tempo para que o pai pudesse conhecer a alegria de a ter nos braços, mudar as fraldas, ler para ela à noite, ouvir música com ela enquanto a punha a dormir", escreveu. "Estas memórias nunca vão desaparecer".
Paulo Rodrigues Rodrigues · 
Há quem tenha pesadelos durante a noite. Este teve um pesadelo após acordar. A mulher e mãe dos filhos estava morte. Vai lá, vai... que noite!
GostoResponder116 h
Antonio Silvestre · 
Mau gosto na resposta! Respeite o sentimento de quem sofreu este drama! Não vale tudo:haja um pouco de bom senso!
GostoResponder1214 h
Manuel Guerreiro · 
Trabalha na empresa Lisboa
O tempo que viveram juntos, sem o papel da confirmação de casados, foram felizes e nada de mal aconteceu, casaram-se e acabou o casamento, raios partam o papel!!
GostoResponder1816 h
Jaime Guedes · 
Trabalha na empresa Stcp
Casou-se e depois arrepende-se diz o velho ditado antes a morte de que tal sorte mas aqui antes a morte do que estar casada
GostoResponder115 h
Fátima Santos · 
Não e situação para brincar nao acham
GostoResponder112 h
Anselmo Jeronimo · 
Isto prova que o casamento destroi as relações!
GostoResponder214 h
Manuel Mariante · 
Trabalha na empresa SRAF
Tristeza para as crianças que ficam sem a sua mãe! Paz à sua alma e força ao pai das crianças!
GostoResponder814 h
Maria Rosa Silva Gonçalves · 
e muito triste uma coisa assim com os filhos tao pequeninos os meus sentimentos a familia
GostoResponder9 h
Armando Sousa · 
o dia mais feliz logo chegou o dia dos maiores pesadelos; dorme em paz mariola e lá do alto dá a mao a teus filhos e ajuda teu marido nos resto dos dias aqui entre os humanos

Leia mais: Homem perde mulher, filha e irmã em duas semanas http://www.jn.pt/mundo/interior/homem-perde-mulher-filha-e-irma-em-duas-semanas-5185409.html#ixzz49H5e2evU 
Follow us: jornalnoticias on Facebook

Maria Barbosa
MEUS PESAMES AO SENHOR.
GostoResponder113 h
Ricardo Santos · 
"Pouco depois, no dia do funeral da filha e da mulher" entao a filha e a mulher morreram com cinco dias de diferênça e foram enterradas juntas... Hoje em dia não e normal!! e o que faz uma noticia destas num Jornal como o JN..
GostoResponder12 h
Margarida Cardoso · 
Diretor executivo na empresa Home
Anormal, é a sua pouca interpretação de português. A pergunta é: o que faz um comentário como o seu neste jornal!!!!
GostoResponder211 h
José Ferreira da Silva · 
Caro sr. Figueira! Dizia Einstein: - A estupidez humana e o Universo sao infinitos, mas de este ùltimo tenho as minhas dùvidas!
Cale-se por favor!
GostoResponder111 h
Rui Neves · 
a mulher esteve mais de 5 dias para ser sepultada rsrrsr deve ser um pais do terceiro mundo . o fulano devia ter a mulher no congelador para os dias de fome . é cada noticia para embalar tolinhos....
GostoResponder11 h
Carlos Coelho · 
A tua foto de perfil esta linda deves querer vender a tua mulher
GostoResponder10 h
Antonio Morais
Do terceiro mundo e tolinho deve ser o senhor com o seu comentario!!!
GostoResponder19 h
Deolinda Alves · 
eu perdi o meu marido e o meu pai no prazode oito dias o meu marido esteve cinco dias a espera da autopsia a minha irma mais nova no dia do funeral do meu marido tirou os dois peitos tinha cancro maligno, por isso digo que todos passam por situaçoes que numca esperamos,pedimos a DEUStodos os dias para nos dar coragem para fazermos a nossa caminhada mas nao e façil,
GostoResponder18 h
Manuel Lage · 
Os nossos pesames a este Homem destroc,ado ! Paz na companhia de Deus *
GostoResponder10 h
Luis Manuel Sousa · 
É nos a pensar que não temos sorte!
GostoResponder10 h
Isabel Rodrigues ·


Muita força, sim essas memórias nunca vão desaparecer!!!
GostoResponder10 h
Daniel Rodrigues · 
Tanta dor junta... Só desejo que este homem continue a encontrar forças para viver... Se o conseguir será um exemplo para todos nós que passamos o tempo a queixarmo-nos de pequenas coisas e pequenos problemas.
GostoResponder29 h
Jose Ferreira · 
os meus sentimentos,a vida trainos
GostoResponder9 h
Dolores Moniz · 
Muito Triste mas deus e grande os meus pesames
GostoResponder9 h
Luis Ferreira · 
BASTANTE DURO
GostoResponder9 h
Maria Ribeiro · 
coragem ,,,,pois a vida por vezes prega nos cada partida !!!
GostoResponder8 h
Paula Almeida · 
Vidas terríveis!!!! Muita força!!!
GostoResponder7 h
Elsa Malheiro · 
Sem comentários
GostoResponder7 h
Nuno Amaral · 
Será mm verdade.....poxa parece um filme.
GostoResponder7 h
Susana Guedes · 
QUE DEUS LHE DE FORÇA
GostoResponder7 h
Maria Velhinho · 
que os anjos do Senhor acampem ao seu redor e lhe tragam alivio na sua dor!
Leia mais: Acorda ao lado de noiva morta após noite de núpcias http://www.jn.pt/mundo/interior/acorda-ao-lado-de-noiva-morta-apos-noite-de-nupcias-5184583.html#ixzz49H4lsldr
Follow us: jornalnoticias on Facebook

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook