quarta-feira, 4 de maio de 2016

A confissão de Chissano: o país está em guerra

ORGANIZAÇÕES FINANCEIRAS INTERNACIONAIS DEVEM DAR OPORTUNIDADE AO GOVERNO -JOAQUIM CHISSANO

Classifique este item
(0 votos)
Organizações financeiras internacionais devem dar oportunidade ao governo -Joaquim Chissano
O antigo Chefe do Estado, Joaquim Chissano entende que as organizações financeiras internacionais devem dar uma oportunidade para o governo minorar o mal resultante do endividamento público.
Joaquim Chissano falava em Johannesburg, na África do sul, num entrevista concedida à Rádio Moçambique
“Estamos num país que está em guerra, num mar que está aberto à pirataria, pesca ilegal, barcos estrangeiros são muitos, etc. No meu tempo eu andei à procura de maneiras, não encontrei meios para patrulhar esta costa nossa que é muito longa. Então, é preciso pegar nisto e ver já, de uma maneira calma e positiva, e procurar as formas de corrigir ou de minimizar quaisquer efeitos negativos que esta acção possa ter tido” apontou o antigo Chefe do Estado, Joaquim Chissano. (RM).
Uma revelação e forma de pensar positiva

Eis que o ex-Presidente da República de Moçambique e Presidente Honorário Frelimo, Joaquim Alberto Chissano (JAC), brinda os moçambicanos com esta revelação e este pensamento positivo (vede texto que acompanha a imagem que aqui partilho).
Diferentemente de outras intervenções públicas suas, particularmente sobre o dossier da paz, esta sua intervenção de hoje eu acolho positivamente.
Boas coisas são para serem reconhecidas como tal, e os seus autores também.
Bem hajas o JAC!

Zondani Sato Para continuarem roubando!
LikeReply12 hrs
Marcia Fontoura Sultane Se fosse no teu tempo ate que mereciamos uma oportunidade... mas agora foi demais estao todos doadores cansados nada se faz pelo povo e isso esta visivel.
LikeReply2 hrs
Nelson Banze Já não é tempo do: #DeixaAndar.
LikeReply1 hrEdited
Amino Abdul Carimo Minoca Muitos filmes
LikeReply1 hr
Rafik Ismail Oportunidade de Roubarem Mais e Venderem o pouco que ainda resta de Moçambique?
LikeReply21 hr
Dipakrai Gandhi Acho. Que e trade de mais mocambicanos vao pagar Isto are 50 Amos. Ate nosos netos continuam pagar esta divida nao merece perdao
LikeReply11 hr
Bene Mugas O governo eh k nao quis se dar oportunidade, assumindo k este governo eh o prolongamento d anterior.
LikeReply11 hr
Carlos Rosa Dar oportunidade depois de responsabilizados os causadores desta crise que vai por o País na banca rota. Ainda não aconteceu o pior.... E depois os financiadores controlarem as contas e ao mínimo roubo, suspenderem o financiamento. Só assim isto poderá endireitar...
LikeReply50 mins
Alexander B Preis Inimigo número 1 : a corrupção
LikeReply46 mins
Tutym Ramyrez Kanjedza O J.C AINDA NAO DISSE NADA
LikeReply39 mins
F De Jesus Mq Logicamente os moçambicanos saem perdendo e muito. Adimiro que esse diabo se importe
LikeReply238 mins
Tutym Ramyrez Kanjedza ESSAS palavras o POVO não qer Ouvir .. o povo qer a solução do problema
LikeReply33 mins
Carlos Rosa Para quem dólares no exterior... Nada mais conta
LikeReply31 mins
F De Jesus Mq Com um mundo tao grande e eu fui logo nascer nessa merda de país aq ninguem merece
LikeReply5 mins
Homer Wolf
Homer Wolf Ahhhh... não foi o Profe que andou aqui a esculhambá-lo??? gasp emoticon
2 hrsEdited
Remove
Julião João Cumbane
Julião João Cumbane E dai, Homer Wolf? Eu não acho o JAC perfeito, e creio que nem mesmo ele se acha perfeito. Nesse momento anterior a que tu referes eu critiquei algo que eu achei errado, feito pelo JAC; neste presente momento eu estou a elogiar o JAC por ele ter feito algo que eu avalio como boa. Qual é o problema?
21 hr
Remove
Homer Wolf
Homer Wolf Nenhum... só temo que o meu amigo passe a ser visto como este "objecto"... eh eh eh
11 hrEdited
Remove
Filho Do Sr Chico
Filho Do Sr Chico Heheheheheheh soh doutori Homer Wolf ensina me ...
1 hr
Remove
Julião João Cumbane
Julião João Cumbane Homer Wolf, quem alguma vez ter a mim desse jeito estará definitivamente fora da órbita e do meu campo gravitacional. Não será para eu me importar com esse e com isso!
11 hr
Remove
Homer Wolf
Homer Wolf Já agora (e aproveitamdo que o homem está cá), sabia que o Marcelo Rebelo de Sousa não teve o apoio do partido, porque Passos e outros lhe consideraran um cata-vento?...
11 hrEdited
Remove
Jabento Quetxoaio
Jabento Quetxoaio Opah calmem ai jovens....
Remove
Patrick Henrique
Patrick Henrique True story deve se investir na seguranca
1 hr
Remove
Vitorino David
Vitorino David Concordo
1 hr
Remove
Nathaniel Mucavele
Nathaniel Mucavele Assim (também já) concorda com as primeiras 7 palavras dessas declarações? Pensei que fosse terminar com mais um inimigo da paz!
21 hr
Remove
Homer Wolf
Homer Wolf Ntsém!...
1 hr
Remove
Julio Muambale
Julio Muambale Sabias palavras de quem realmente sabe das coisas
1 hr
Remove
Alcidio Do Rosario
Alcidio Do Rosario O sentimento de que a defesa dos nossos recursos (marinhos, em particular) deve ser de todos mocambicanos. O ex-estadista nao conseguiu lograr os seus intentos para que acontecessem durante a vigencia do seu mandato, mas lancou os alicerces para que o assunto em analise fosse atingido.
11 hr
Remove
Homer Wolf
Homer Wolf E "atingiu-se" o quê?
1 hr
Remove
Alcidio Do Rosario
Alcidio Do Rosario Meios para patrulharem a costa
11 hr
Remove
Homer Wolf
Homer Wolf Ai é?... E explica os 500 milhões (Ematum) +622 (Proindicos) e 535 (MAM)?

Alias onde estão (tambem) os tais meios?

1 hr
Remove
Julião João Cumbane
Julião João Cumbane Homer Wolf, espera que haja uma parada militar para a exibição dos meios, não é Homer Wolf? Pois então espera! tongue emoticon
11 hrEdited
Remove
Homer Wolf
Homer Wolf E porque não Profe?... Acha que se forem acossado lá nos tribunais não ser instados a mostrar as provas do (neste caso, literalmente) crime?...
1 hr
Remove
Alcidio Do Rosario
Alcidio Do Rosario A verdade e que a nossa frota naval esta mais apetrachada, isso deve ser motivo de orgulho para cada mocambicano.
21 hr
Remove
Homer Wolf
Homer Wolf Só uma pergunra Alcidio: estás a viver cá em Moz?
1 hr
Remove
Mussá Mohamad
Mussá Mohamad Mas quando acho que este prof, vai tendo algum sinal de melhoría...eis que nos brinda com mais um tique de recaída...

Afinal, você pensa que é quem prof?
Só estão certas as pessoas quando dizem oque te faz bem ao umbigo, não é?

31 hr
Remove
Julião João Cumbane
Julião João Cumbane Pergunto eu a ti, Mussá Mohamad, em quem tu pensas? No Afonso Dhlakama? No Yaqub Sibindy? No Joao Massango?... Em quem pensas mesmo?!
1 hr
Remove
Mussá Mohamad
Mussá Mohamad Professor, Julião João Cumbane...se eu digo que minha camisa não é branca, não te dá o direito de acha-la preta...pode ser verde ou posso não ter camisa e gostar de camisetes...

O que tenho eu a ver com estas individualidades que mencionaste aí?

1 hrEdited
Remove
Homer Wolf
Homer Wolf Eu penso no Massango profe... inclusive publiquei uma info que ele me passou, no meu mural - convido-o a ir lá ver
1 hr
Remove
Laice Faustino Nkwemba
Laice Faustino Nkwemba Ele reconheceu que pais esta em guerra o que muitos estao a negar

Jaime Langa
1 h · Maputo, Moçambique · 

Em análise!
Esta semana dei-me o prazer de visitar muitos murrais de FB, li quase todos os jornais online e impressos a procura do espírito da mensagem sobre as dívidas. Curiosamente cheguei a uma triste conclusão. Pode parecer estranha mas tem seu sentido e lógica. Ora vejamos:

1.Seria possível o FMI conceder qualquer que seja financiamento sem consultar (verificar pois tem a plataforma online) a central internacional de risco de credito? NÃO. Então sabia.
2. Todos os bancos e governos doadores que usaram a notícia de forma megalomica só agora tiveram conhecimento? NÃO. Então porque agora?
3. Se as dívidas reportam 2012 e diante porque só agora tornaram-se notícia válida? Hummmmmmm!


Conclusão infeliz.
A)O espírito da mensagem não está na divida. Propagar esta mensagem agora é viavel, assim como Dlhakama é, para desestabilizar o governo.
B) A guerra não é com Guebuza, o alvo pode ser o próprio Nyusi.

Vou continuar a ler mas hummmmmmm! 
Nyusi, Abre olho!

Comentários


Schauque Spirou deixa de culpar outros mano! faca as perguntas pra aqui dentro... nos eh que sofremos e nao eles. eheheh

Gosto · Responder · 1 · 1 h


Noa Inacio Jaime, muito do que escreves nao so nao e novo como e tao limpio como agua. Agora o alerta para abrir o olho e que e novo para dentro ou para fora? Para dentro donde de casa ou do bolso? Para fora, fora do FMI-para as manobras dos credit suisse et al que sao os mesmos dos paises que apregoam boa governacao et al ou seja sao os mesmos que FMI-BM so mudam de camisola. Meu irmao, eu ja disse a muita gente, isto esta tao amarranhando que poucos vao sair limpos desta quando a corda desmachar-se tanto dentro como fora.

Gosto · Responder · 1 · 1 h


Schauque Spirou ...la fora sabem ao menos procurar encontrar os bad boys e os chamar a razao da logica...aqui? ehehehhe


Alexandre Chivale Ohooooo, mano Jaimito, não é que num fórum aí escrevi o mesmo? Parece há quem ainda não se conformou com os resultados de Muxara 2012 e Matola 2014...

Gosto · Responder · 1 · 50 min


Jaime Langa Alexandre Chivale. Com o país sem dinheiro, as empresas a falir, o funcionário público sem salário, e a classe média alta (PME) revoltada com dívidas a receber do Estado e com a revolta popular quem ficará responsável pela má gestão do país? Custa encontrar o alvo?

Gosto · Responder · 27 min


Jaime Langa O que os banners na rua dirão? Quem Rua?

Gosto · Responder · 26 min


Sara Mondlane Finalmente, eu encontro alguém de tem um olho apurado como eu chamo. Sabe, se para mim como cidadão comum todas as minhas dívidas são reportadas na Central de Riscos, como é que desde 2012 temos dívidas e eles figem que não sabiam???? Huuuummmmm, isso é para o boi adormecer e knos desastabilizar entre nós. Não quero com isso dizer que o governo não deve justificar, nada disso. Mas, essa de que os parceiros não sabiam é conto da corochinha tsén. Falei e prontos.... Não sou economista, mas outras coisas pah.

Gosto · Responder · 21 min


Sara Mondlane Dizia: alguém que ...

Gosto · Responder · 20 min


Celso Timana A responsabilidade sobre a concessão, pelos entidades internacionais, de créditos mal explicados deve recair não só aos responsáveis do antigo governo, mas também para os responsáveis daquelas instituições que tinham, sempre tiveram, a obrigação de t aviabilidade dos projectos para os quais o valor seria investido.
Outrossim, no actual estágio é quase impossível esconder dívida das instituições de Bretton woods, a Grécia, em 2010, também já foi acusada de não ter declarado dívida. Para quem teve história econômica, economia internacional, financias internacionais como disciplinas e acompanha o funcionamento da economia mundial, sabe que não é possível esconder informação econômico financeira daquela magnitude ao FMI.

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook