sexta-feira, 8 de abril de 2016

Sondagem revela que 60% dos deputados brasileiros querem destituição de Dilma Rousseff

DILMA ROUSSEFF
Uma sondagem divulgada esta sexta-feira pelo jornal Folha de S. Paulo indica que 60% dos parlamentares brasileiros da Câmara dos Deputados pretende a destituição da Presidente Dilma Rousseff.
FERNANDO BIZERRA JR./EPA
Autor
  • Agência Lusa
Uma sondagem divulgada esta sexta-feira pelo jornal Folha de S. Paulo indica que 60% dos parlamentares brasileiros da Câmara dos Deputados pretende a destituição da Presidente Dilma Rousseff, pelo que vão votar a favor da continuação desse processo. Os dados do Instituto Datafolha indicam que a chefe de Estado tem contra si, neste momento, 308 votos, 34 menos que os 342 necessários. A pesquisa informou que 21%, ou seja 108 parlamentares, declararam que vão votar contra a destituição.
Os deputados indecisos ou que ainda não divulgaram a sua decisão totalizam 18%. A Câmara dos Deputados do Brasil é composta por 513 parlamentares e para que haja a indicação de abertura de um processo de ‘impeachment’ (destituição) de um Presidente, são necessários os votos de dois terços do plenário: 342 deputados. Para arquivar o processo, a Presidente precisa do apoio de 171 deputados.
Se o pedido de destituição de Dilma Rousseff for aprovado pelos deputados, este será remetido para o Senado, que decidirá dar ou não andamento ao processo. Segundo o que está previsto pelo Supremo Tribunal Federal, a decisão dos senadores pode contrariar a dos deputados. O Senado é responsável pelo processo e o julgamento de destituição de um Presidente no Brasil.

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook