domingo, 17 de abril de 2016

Quem abriu cova na estrada pode ser obra das forças do Regime para diabolizar a Renamo

Há Pretexto da Polícia para executar populações de Manica quando o comandante provincial da Polícia da República de Moçambique (PRM), em Manica, Armando Canheze, disse que os homens armados mobilizaram a população local para abrir a cova que atravessa a estrada.


Alguns internautas acham que esta alegação do comandante da PRM é um pretexto da PRM para justificar as prisões arbitrárias passadas e futuras e respectivas execuções sumárias que são cometidas pela gente da Lei e Ordem. No meio de tudo isso, há quem acha que a escavação foi obra de forças ligadas ao regime com propósito de incriminar e diabolizar a Renamo junto da opinião pública nacional e Internacional. Os argumentos são variados e o MTQ foi buscando vários comentários interessantes, de vários murais. Omitimos os nomes dos autores. Siga!

1. População não entra neste assunto,,,é um pretexto para prender a população!


2. Essa cratera foi aberta com recurso a maquinas e com conhecimento de engenharia. Vejam para a estrutura e profundidade da mesma e a solidez do terreno..Isso nao levou dias a ser aberta, pois essa via 'e muito movimentada. Isso foi feito em pouco tempo e com recurso a pa escavadora. Nao sao homens empunhando material arcaico, pas e enxadas que abriram isso...E a renamo meteu pa escavadora a trabalhar nisso e ninguem se apercebeu? Ou mesmo, a propria renamo tem acesso a esse material de engenharia? Vi estas imagens demanha logo cedo e minha mente logo rejeitou a descricao do conteudo. Nao precisa ser engenheiro civil para perceber quais os recursos usados para sua abertura. Isso 'e sofrimento e por as pessoas a sofrerem, so para diabolizar a RENAMO e tentar desviar atencao do que realmente esta a acontecer no pais. Sao essas solucoes que o pais precisa? Nao nao e nao...


3. Podes ter razão.... ha coisas que evitamos falar. Essa de "com a ajuda da população" não cola.  Porém vendo o assunto do outro ângulo, o comandante está a admitir que o povo está do lado da renamo.


4. Eu não sei se é numa área habitada, mas para uma enxada de cabo curto partir alcatrão duvido muito. Será obra da terceira força? É preciso ter meios materiais e humanos e tempo para fazer tudo isso. E iluminação suficiente por ser obra nocturna e como se não bastasse, uma boa cobertura armada por ser algo ilegal numa zona em conflito.

5. Sei pelo menos que são imagens reais e tiradas em Moçambique. Eu não mencionei nenhum nome , apenas uma indignação contra os compatriotas que vêem alguma lógica no sucedido por isso em vez de condenar apenas justificam. Este é o real problema e não de quem fez aquilo.

6. Quem pode me dizer a hora que iniciou a escavaçao meu queridos nem o comadante nem os cometadores sao atoas melhor ouvir o que sai do fundo dos deuses.

7. A questao que se coloca como tem certeza que houve colaboraçao da populaçao?

8. Acusações infundadas só pra poder massacrar o pobre povo de manica alegando que coabita com os presumíveis homens armados.

9. A população está com medo dos Esquadrões de morte...

10. Quem o fez, fez com equipamento apropriado, alguma sabedoria de engenharia, a noite, em pouco tempo, com local bem protegido por pessoas armadas e muita iluminação...Essa nao é cratera aberta com recurso a materiais arcaicos, pá e enxada. 

11. não é que supostas pessoas cavam covas na via pública e incendeiam madeira (que de certeza ia à China). Como você reage? Se você é profundo diz que é tudo mesma coisa; se é equilibrado você diz que pior roubalheira é a que acontece nos gabinetes; se a mediocridade fez de si cínico você escreve este post e fica à espera das reacções...

12. os que cavam "covas" estão reivindicando algo de diferente daqueles de fato e gravata que reclamam do roubo, aínda que representem o mesmo emblema...este é outro paradoxo, que não consigo engolír..

13. É Urgente tomar decisões como ESTADO/Governo, defensor dos interesses da maioria. Não pode um grupinho destruir e tornar refém, uma Nação inteira com um Governo com todos os poderes.

14. O problema e as limitações do Governo reside na suailegitimidade porquenão foi eleito pelo povo, portanto não é legítimo para tomar decisões contrárias a esse povo. Os tais bandidos que hoje cortam a estrada, o fazem porque estão na sua terra e foram eleitos. Por isso não vão cavar no sul. Nyusi está com tangas nas mãos porque sabe que não ganhou nem sabe com quanta percentagem perdeu.

15. Isso não é nada tendo em conta ao roubo de Guebuza, Nyusi e Chang. Querem-nos distrair quando o grupo que fez isso é deles. O material usado foi da empresa de Guebuza, a CETA.

16.  Isso é pouco, a olhar pelos danos não patrimoniais causados....

17. A renamo so responde aos bandidos da frelimo a mesma medida.
------------------------------------------------------------------------------------------------

Renamo abre cratera e queima três viaturas em Manica

Ataque ocorreu na Estrada Nacional Número 7

Mais um ataque. Homens armados da Renamo abriram, na madrugada de hoje, uma cratera profunda ao longo da Estrada Nacional Número 7 (EN7), na zona de Boco-Boco, posto administrativo de Honde, distrito de Báruè, na província de Manica. 

De acordo com AIM, ainda na manhã de hoje, os homens da Renamo feriram uma pessoa e incendiaram três viaturas, incluindo dois camiões-cavalos e uma viatura ligeira, precisamente no local onde abriram a cratera. Por isso, o trânsito está interrompido no troço Chimoio-Catandica.

O comandante provincial da Polícia da República de Moçambique (PRM), em Manica, Armando Canheze, disse que os homens armados mobilizaram a população local para abrir a cova que atravessa a estrada. “Mobilizaram a população durante a noite para abrir a cova. É muito profunda. As viaturas não podem passar. Esta manhã, ao amanhecer, queimaram duas viaturas-cavalo. Horas depois atearam fogo a mais um carro ligeiro. Portanto, são no total três viaturas queimadas”, explicou Armando Canheze” a AIM, acrescentando que as Forças de Defesa e Segurança (FDS) estão no terreno para garantir a segurança enquanto decorrem trabalhos para restaurar o tráfego naquela via que liga Manica a Tete. 
Devido à cratera, dezenas de viaturas ficaram retidas na vila de Catandica e Vanduzi. No entanto, técnicos da área de estradas foram movimentados para tapar o buraco. 

Estima-se que mais de 300 camiões de carga e outras de passageiros passam diariamente naquela estrada para os países do interland. A maioria destes veículos de carga partem do porto da Beira, Sofala.

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook