sábado, 2 de abril de 2016

Nova escalada de conflito em Nagorno-Karabakh: já há primeiras mortes

Cidade de Stepanakert da autoproclamada República de Nagorno-Karabakh


© Sputnik/ Ilya Pitalev
MUNDO
URL curta
Conflito em Nagorno-Karabakh (3)
71119012

A situação na linha de contato em Nagorno-Karabakh continua permanecendo tensa, disse no sábado (2) o porta-voz o ministro da Defesa armênio Artsrun Ovannisyan.

“A situação na fronteira continua tensa, combates continuam em várias direções”, disse Ovannisyan.
Ao mesmo tempo, apelou para não divulgar informações falsas sobre a situação. 
“As informações sobre grandes perdas da nossa parte, evacuação e mobilização não correspondem à realidade”, destacou o porta-voz.
Segundo as informações do Azerbaijão, as unidades das Forças Armadas do Azerbaijão ficam nas suas posições. O porta-voz do Ministério da Defesa do Azerbaijão, Vagif Dyargakhly, disse que nos confrontos em Nagorno-Karabakh já morreram 12 militares azerbaijanos. 
Também há informações que na zona de conflito foi abatido um helicóptero Mi-24 e um tanque foi posto inoperacional.
Ambos os ministérios da Defesa, o azeri e o armênio, alegam ações militares da outra parte. Há também informações sobre perdas de ambos os lados.
Oficialmente, as forças armadas de Nagorno-Karabakh são distintas do Exército armênio. Mas o Azerbaijão não acredita e considera que todos os destacamentos da região fazem parte das tropas da Armênia.
O conflito entre a Armênia e o Azerbaijão, ao sul da Rússia, começou em fevereiro de 1988, quando a região de Nagorno-Karabakh anunciou a sua separação da República Soviética do Azerbaijão. A Arménia é um país de confissão religiosa maioritariamente cristã; o Azerbaijão é maioritariamente muçulmano.
Tanques na cidade, drone abatido e voluntários: nova fase do conflito de Nagorno-Karabakh
  • Este é o drone azeri abatido pelas forças armadas da autoproclamada República de Nagorno-Karabakh
  • Tanques passam pela cidade de Stepanakert na manhã deste sábado, 2 de abril
  • Depois do anúncio da nova fase do conflito, voluntários começaram a se reunir na praça central de Stepanakert
  • Voluntários se reúnem na praça central de Stepanakert em 2 de abril de 2016
  • Voluntários vestindo uniforme militar vão ao local de reunião em Stepanakert
  • O primeiro-ministro da Armênia, Ovik Abraamyan, convocou uma reunião urgente do governo
  • O hospital Muratsan em Erevan, capital da Armênia, começou a receber vítimas do confronto
Este é o drone azeri abatido pelas forças armadas da autoproclamada República de Nagorno-Karabakh.

Neste sábado, 2 de abril, um dos conflitos mais prologados no espaço pós-soviético se reacendeu.

É o conflito de Nagorno-Karabakh, uma região disputada, desde 1988, pela Armênia e pelo Azerbaijão.
A cidade de Stepanakert é uma das mais importantes da autoproclamada República de Nagorno-Karabakh. O Azerbaijão considera esta república como uma invenção da Armênia.
Hoje (2) em Stepanakert, voluntários de Nagorno-Karabakh se reuniram para partir à frente de combate.


Leia mais: http://br.sputniknews.com/mundo/20160402/3998894/Nagorno-Karabakh-conflito.html#ixzz44h0USztA


Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook