quarta-feira, 20 de abril de 2016

Mentiras do FMI: Trata-se de uma conspiração económica para inviabilizar o crescimento da economia moçambicana,

Mentiras do FMI (?!)

Neste momento estou a pensar que o FMI está a mentir quando diz que Moçambique ocultou informação sobre os chamados "títulos do atum". Ao que tudo indica, trata-se de uma conspiração económica para inviabilizar o crescimento da economia moçambicana, que é previsível quando o gás e petróleo começarem a fluir para o mercado.
Não vejo como, sendo parceiro do FMI, Moçambique poderia ocultar com sucesso durante mais de 2 anos, créditos que ascendem a 1.000 milhões de dólares americanos. Há um gato escondido com o rabo de fora nesta estória, e esse gato não pode ser Moçambique, de certeza absoluta!
IMF Home page with links to News, About the IMF, Fund Rates, IMF Publications, What's New, Standards and Codes, Country Information and featured topics
IMF.ORG
LikeShow more reactions
Comments
Lindo A. Mondlane professor amigo meu.. é importante que quando o governo falha, se lhe de a conhecer os erros, é desses erros que se melhora na vida..honestamente nao creio que o FMI, nos tenha odio ou manias, tem bastantes assuntos e paises muito mais importantes que o nosso para preocupar-se, nao vai dedicar esforços o FMI a prejudicar um pais de 25.000.000.000 de PIB... isso é nada é a quarta parte do PIB da comunidade valenciana por exemplo... as contas claras conservam amizades.. e os amigos agradecem que se lhes mostre ou diga seus erros..se melhora e muito
Unlike2619 hrs
Fernando Striker A dívida é soberana. Portanto, Moçambique é auto-suficiente!!!!
Like19 hrs
Lindo A. Mondlane sim..por isso esta la o PM a explicar-se e estara em bruxelas a PR, para pedir mais apoio.. somos soberanos e autosuficientes...por isso o dolar esta nas nuvens... da gosto ser soberano assim
Unlike219 hrs
João Pedro Muianga Reconheço o trabalho de ofício de muitos compatriotas que vezes sem conta saíram na defesa do indefensável.
É hábito nesta terra haver tamanha subserviência no garante do umbigo diário, respeito essa forma de ser, afinal é caso de sobrevivência numa terra onde a lei da natureza se aplica cada vez mais.
Saúdo palavras que se harmonizam com seu primeiro nome em género oposto e com sobrenome diferentes por serem sábias e persuasivas.
Like8 hrsEdited
Eusébio A. P. Gwembe Não creio que haja alguma conspiração económica para inviabilizar a economia moçambicana. Se há gato, deve ser procurado dentro, entre nós. Quem sai a ganhar com essa pressão somos nós porque a nossa credibilidade como nção ficou seriamente picada muito próximo ao umbigo.
Unlike2219 hrs
Moniz S. Walunga Eusebio A.P. Gwembe, decididamente eu sou teu fa! No nosso Pais, infelizmente, sao poucas pessoas intelectuais com analises despidas de politiquices e com a verdade, e so a verdade seja de onde vem! Com todo o respeito pelo prof. Julião João Cumbane, mas esta' cada vez mais a se embrulhar em argumentos sem sentido e a tentar desresponsabilizar malandros e sem escrupulos que hipotecaram nosso belo Mocambique em troca de macas!
Like318 hrsEdited
Hermes Sueia Professor Cumbane se conhece os detalhes e pormenores da operação que inquieta a todo o mundo menos a si, porque é que não os partilha connosco para de uma vez por todas ficarmos esclarecidos de que foi tudo organizado pela Imaculada Conceição?
Like1219 hrs
Maria Paula Meneses Afinal quantos empréstimos houve? O FMI teria de ter sabido deles, certo? e os outros países idem, já que emprestam dinheiro a Moçambique, não?
Like19 hrs
Lindo A. Mondlane podia saber, por fontes indirectas, mas se nao é informado oficialmente... os emprestimos segundo tenho entendido nao foram feitos no FMI.. o problema aqui é a solvencia..a capacidade de devolver o dinheiro emprestado, porque se ha sobreendividamento, a possibilidade de morosidade é maior...
Like219 hrs
Evaristo Cumbane O FMI nao 'e uma instituicao dirigida POR criancas. O Antigo governo fez mal SIM...nem AO parlamento nao informou dos creditos. Ah meus somos simpatizantes...mas a coisa Ta mal feira sim
Like319 hrs
Agostinho Nhampossa Apenas uma dúvida nesta polémica de dívidas ocultas. Sendo o FMI um parceiro finananceiro de Moçambique porquê se preocupar com outras dividas que Moçambique tem com outras entidades, nao seria responsabilidade do governo de Moçambique e seu povo em preocupar-se em pagar a divida que tem com o FMI e outros? Onde é que entra o FMI?
Na minha fraca analise seria nossa preocupacao em como saldarmos as supostas dividas, nao o FMI querer chantagiar o governo moçambicano sob protexto de existencia de outras dividas ocultas. Nao é da conta deles. Moçambique é um país soberano.
Para os moçambicanos, a ser verdade, nao deixa de ser preocupacao as supostas dividas.
Like419 hrs
Jeronimo Gungulo O ilustre Agostinho Nhampossa tem muita razão. Só que não entendo o porque do BIM, BCI, FNB etc... quando vamos pedir empréstimo, procuram saber se temos empréstimos noutros bancos ou não. Onde é que eles entram nos meus empréstimos
Like1217 hrsEdited
Manecas Buvana E mais Jeronimo Gungulo, procura saber quais são os nossos rendimentos, a sua origem e se formos casados, o regime que regula esse " contrato" e quais os rendimentos deste kkkkk .... onde entra a porra desses Bancos na nossa vida privada? ? Espero sinceramente tenhas percebido Agostinho.
Like617 hrs
Ariel Sonto heheheheh
Like116 hrs
Pindula L. Ivan Sr agostinho, vamos por hipotese imaginar que o senhor é um agiota, empresta dinheiro as pessoas, iria fazer o senhor emprestimos a qualquer um, desempregado, delinquente ou msm individuo sem garantia alguma? ou por outra, iria celebrar um contrato de xitique xitique de um valor avultado, a titulo de exemplo 100mil mtn.
Acaso iria faze-lo comigo, eu que devo mais de 300 mil em outros 3 xitiques a que estou adstrito e nem tenho condicoes saudaveis de saldar? Iria aceitar o contrato bilateral p efeitos d xitique de ambos?
Like115 hrs
Ariel Sonto O Agostinho ja percebeu, Ivan. Heheheh
Like315 hrs
Rafique Nhagumbo Boco O caríssimo Agostinho ñ qeria dzer isso kkkkkk
Like14 hrs
Lindo A. Mondlane Agostinho Nhampossa, se o pais esta sobreendividado, ninguem vai querer emprestar mais dinheiro para perde-lo.. é por isso que quem tem que emprestar dinheiro tem que conhecer a nossa capacidade de devoluçao... em todo caso incluso em caso de que nos de dinheiro..havera mais aperto de cinto..aquelas brincadeiras de Ranger Rover sport, diminuira ou acabara.. pergunte aos gregos
Like219 hrsEdited
Rafique Nhagumbo Boco Medidas d austeridade é a frase d q o governo d Moçambique ñ conhece, pq numa altura em q o governo s individa nunca ia pensar n luxo d automóveis. P mostrarem q estão a par d povo e situação d pais, mesmo Vitz seria uma solução ou bicicleta p cada governante assim aproveitam diminuir o excesso d colesterol.
Like218 hrs
Lindo A. Mondlane Ao governo lhe vao meter em cintura.. Queira ou nao queira... O pior é q quem acabara apertando cinto, sera o povo.. A historia do pais gira em circulos e sempre voltamos ao ponto de partida 30 anos depois
Like117 hrs
Lúcio Langaa Será que o primeiro ministro foi para la prová-los que estão a mentir como o prof tenta insinuar?
Like419 hrs
Fernando Jorge Francisco Cumbana que o governo tinha obrigaçao de informar ao parlamento sobre os negocios e dividas que contrai tem a sua logica mas nao sei se devia informar ou pedir autorizaçao ao fmi.alguèm pode elucidar em como isto funciona?
Like119 hrs
Rafique Nhagumbo Boco Ñ podia esperaria algo diferente d Julião João Cumbane! S é tão simples assim pq isso ñ foi esclarecido n AR! !? Q mania d sempre quando os governos têm os seus insucessos culparem o Ocidente? ?
Like219 hrs
Juma Aiuba Meu caro amigo Julião, o PM e uma comitiva interministerial estão neste momento em Washington para esclarecerem ao FMI os contornos dessa dívida. Então, se se tratasse de uma conspiração do FMI o nosso bom gestor e inteligente Governo, da nossa gloriosa Frelimo, teria-se apercebido. Não é verdade, caro amigo? Não acha que temos um governo suficientemente inteligente para descobrir isso? Ou o caro amigo acha-se mais inteligente do que um governo inteiro? Se o governo foi a Washington é porque ainda há uma confiança mutua.

Aliás, parece que o caro amigo está a ficar muito contraditório nesses últimos dois dias. Os seus anteriores posts aconselham a calma e serenidade porque, segundo o caro amigo, o governo irá esclarecer os contornos da dívida (digo, das dívidas) oportunamente. Segundo os seus posts, o governo precisa de tempo para encontrar as respostas para tantas perguntas. E, por acaso, isso me deixou bastante sereno e calmo. Agora, com essa reviravolta começo já a ficar preocupado.

Tenha calma, caro amigo, toda a verdade virá à tona.
Like1918 hrsEdited
Paul Fauvet JJC, o anuncio da visita do PM a Washington admite que ha dividas que nao foram declaradas ao FMI, no termos do programa que Mocambique tem com of FMI, e que o PM iria explicar as razoes para essa situacao. O Comite Cental da Frelimo instruiu o governo de informar o publico sobre as divida de Ematum e Pro-Indicus. Isso nao e' uma conspiracao do FMI! Ninguem do FMI obrigou o governo de garantir centenas de milhoes de dolares em titulos de EMATUM. Ninguem do FMI e' responsavel pelo facto que, ate o mes passado so 5 dos barcos de EMATUM tinha licencas de pescar (fonte: Ministro Agostinho Mondlane). No meu ber, a unica maneira de sair dessa siuacao e; ordenar uma auditoria independente de toda a divida publica externa.
Like2318 hrs
Josue Mucauro Agostinho nhampossa, alguma vez fizeste empréstimo no banco? Eles (banco) procuram saber se tens divida nos outros bancos, para ver se a sua divida é sustentável ou não... Prof o gás moçambicano não é uma realidade, enquanto não fôr explorado o gás não tem valor... Para mim acredito que governo irá explicar a FMI e tudo ficará melhor
Like18 hrs
Franciwilson Barros Debue Só pra ir pescar um tubarao em inhambane foi difícil, atum nem digo....
Like18 hrs
Elson Guila Julião, gosto muito do seu optimismo, mas sinto muito informar que, a cada dia que passa, muitas bocas se calam. Eu não gostaria de ver você calado. Espero realmente que não haja motivo para tal. Seja o último a cair. Patriota
Like14 hrsEdited
Elson Guila Julião, veja STV linha aberta. A vida não é só TVM e TIM
Like617 hrs
Rogerio Antonio kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Like15 hrs
Luís Loforte Como as pessoas, todos os países precisam de se endividarem para poderem levar avante os seus projectos de desenvolvimento. Não há países que não contraem empréstimos, mesmo os Estados Unidos, a maior economia mundial. Só que para se obterem esses empréstimos é necessário ter uma folha limpa, mas sobretudo a prova de que se tem capacidade para os pagar. A irresponsabilidade pode-nos empurrar a chamar de mentiroso o FMI, como se ouve e lê em pessoas que gostam de jogar em campo inclinado, mas a verdade é que precisaremos dele para nos resgatar, e à custa de muitos sacrifícios, para nós podermos fazer empréstimos no futuro. Tão simples como isto e não há volta a dar! Paul Fauvet, no seu português macarrônico, foi muito explícito e concordo plenamente com ele. Então um Primeiro-ministro chefia uma delegação técnica de alto nível para ir a Nova Iorque apenas para desmentir o FMI?
Like717 hrs
Ismael C. Gocaldas A caminho da austeridade Moçambique está perto de entrar para uma crise financeira sem precedentes, diz um oficial do Fundo Monetário Internacional (FMI), citado hoje pelo londrino Financial Times. O oficial alerta que para evitar isso o Governo deve agir rapidamente e abordar os actuais riscos. Uma das possibilidades terríveis é a de os doadores que dão dinheiro para o Orçamento Geral do Estado congelarem ou atrasarem os seus desembolsos, originando uma crise fiscal e uma crise na balança de pagamentos. Para este ano, os doadores acordaram com o Governo um apoio na ordem de pouco mais de 300 milhões de USD. E geralmente, esses desembolsos começam a ter lugar depois de Abril, após as habituais reuniões anuais de revisão conjunta com o Governo. A revelação sobre créditos não declarados através dos sistemas de informação acordados foi um choque para várias agências doadoras. Um golpe duro à confiança, disse-me o representante de uma agência hoje. Mas ainda não existe ainda uma reacção conjunta. Tudo dependerá da explicação que o Governo vier a dar. As agências em Maputo estão a espera que o Ministro Maleiane regresse de Washington. Mas há uma pressão das capitais para que o assunto seja clarificado com a maior brevidade. O Orçamento do Estado recebe cerca de 25% do total da ajuda bilateral do ocidente a Moçambique. A outra parte vai para programas sectoriais, sobre os quais os doadores têm maior controlo relativamente a execução orçamental. Qualquer que seja a explicacao do Governo, Moçambique está a caminho de uma fase de austeridade extrema, e deverá precisar de um resgate (bailout) por parte do FMI. O artigo do FT pode ser lido atraves deste link: http://www.ft.com/cms/s/0/6c755214-057f-11 e6-9b51-0fb5e65703ce.html#axzz46I8xrg8i
Unfortunately, the page you asked for does not exist on this FT website.You may like to see a list of topics, search or go to the homepage.
FT.COM
Like16 hrs
Yaqub Sibindy A DECADÊNCIA DA ARROGÂNCIA DO REGIME DA FRELIMO! FOGO CRUZADO: 1 - DLHAKAMA FEROZ NO MATO, 2 - FMI, APERTA O CERCO À CORRUPÇÃO, ROUBOS E ABUSO DO PODER e, 3 - A OPOSIÇÃO CONSTRUTIVA DESPERTA À OPINIÃO PÚBLICA URBANA A DIZER NÃO À ESCRAVATURA DE GUEBUZA

1 - Frelimo, provocou uma guerra que não conseguiu ganhar num abrir e fechar de olhos - falhou o plano savimbinista! À Frelimo não vai ganhar a guerra contra a Renamo e terá que negociar duma forma humilhante!

2 - À opinião pública urbana, está a humilhar à arrogância dos governos da Frelimo, denunciando dívidas públicas secretas, cujo valores foram desviados para financiar às empresas privadas, desculpando em nome da Guerra que é contestado totalmente pelo povo moçambicano!

3 - Os parceiros internacionais estão a apertar e denunciar todos roubos que à Frelimo protagonizou em nome do Estado com intenção de má fé para responsabilizar os moçambicanos à pagarem dívidas que foram parar nos bolsos dos governantes!

A vaca leiteira já secou! A FMI, era tido como vaca leiteira para alimentar os governantes da Frelimo que durante os últimos 40 anos, nunca se preocuparam de desenvolver uma indústria, pelo menos agrícola para produzir receitas próprias afim sustentar o orçamento do Estado!

O Governo da Frelimo ainda vai continuar com o espírito de arrogância e desprezo das instituições do Estado de Direito e Democrático?
Like815 hrs
Mussá Mohamad Remando contra maré prof...

Abandone esse barco, que já não escapa do naufrágio...
Like315 hrs
Elsa Matula Penso que perdeste a oportunidade de brilhar no silêncio ...haja paciência de gerir uma atrocidade e um atropelo a inteligência de quem leu o que escreveste .Isto não é assunto de bajulação é assunto de todos nós ,temos que respeitar o nosso governo e todos intervenientes neste processo para boas soluções termos é disto que o País precisa ...respeito é ficar mudo quando não domina os assuntos ,não que os domine mas sou esclarecida o suficiente e informada ao máximo e seria falsa ler isto e achar graça ...se quer aparecer vem aí 1 de Junho prepare um circo as crianças vão gostar pois este assunto não está convocada palhaçada em rede social .Se eu fosse dirigente com um acessor assim te demitia para nunca mais entrares em minha sala ... Sinceramente são pessoas como o JJ que levam -nos ao precipício . Debrucei me na óptica social que fique claro . O resto não discuto , conselho :Faça coisas para seres admirado de contrario serás desdenhado .Sou mesmo assim frontal podia falar atraz ,mas expuseste teu pensamento aqui e dei o meu aqui também .Espero que tudo termine bem ,que a verdade boa ou má apareça sendo isto mentira na tua óptica aí apenas conclua que tentaste densiformar ... Imagino que o primeiro ministro não ia gostar de saber que um moçambicano num Momento crucial social e econômico do país e estando ele envolvido neste processo assim se pronunciou sobre um órgão tão sério como o FMI ,uma cópia do teu post aos mesmos aí o caldo ia mesmo entornar . Não provoques alvoroço mesmo quando se tem razão ou não protelar e serenidade ainda são a melhor solução em momentos destes . Não ponha mais lume na fogueira porque em labaredas podemos ficar com esses pronunciamentos .Sem mais .
Like2212 hrsEdited
Rogerio Antonio kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Ntsém!
Like114 hrs
Jeronimo Gungulo ...respeito é ficar mudo quando não dominas o assunto... 👍
Like39 hrs
Lúcio Langaa Kakaakakakakakakka
Like4 hrs
João Pedro Muianga O Governo pecou por não ter sido transparente nestes negócios como tem sido em vários outros aspectos!
A transparência é pressuposto fundamental para boa governação. O Governo deve deixar de se esconder por detrás da Assembleia da República que goza da...See More
Like68 hrsEdited
Alex Tivane cada dia a perder mais credibilidade...
Like9 hrs
Cirilo Macanze Pronto, ja descobri em quem é que o cidadão JJC se inspira para escrever os seus posts.
Mohammed Saeed al-Sahhaf, ex-ministro da Informação do Iraque
Like69 hrs
Alex Tivane kakakakkakkaka! Igualzinhos!
Like8 hrs
Josefina Bosco hummmmmmm amigo respeito te muito mais quando é assim é melhor calarmos mantermo nos no silensio ver oque vai ser quando os que foram enviados para averiguar a situação...
Like27 hrs
João Barros Amigo Julião João Cumbane, não vá por aí. Nota-se claramente que não entende patavina do que fala e nem entende como esses assuntos funcionam! Não continue a se deixar cair no ridículo. Não defenda o indefensável. Este é um dos maiores escândalos económicos em África nos últimos tempos! Acredito que muita tinta e cabeças ainda vão rolar! Não fale de matérias das quais não está especializado. Está a demonstrar que a sua cabeça é Oca nestas matérias!
Like56 hrs
Cesar Tique concordo
Like5 hrs
Cesar Tique Este sr que de facto e meu amigo está maluco. Acha que todo o mundo está errado...agora veio inventar uma coisas de interpetação da moeda????? o Primeiro Ministro correu para Washington.....O Presidente correu para Bruxelas.....Maleana não consegue descrever a divida....a oposição no Parlamento solicitou que o Governo justificasse EMATUM. a Bancada maioritaria usou ditadura do voto para negar....mas o Comite Central que é maioritariamente constituida pelos mesmos Deputados hoje ja exige explicação porque houve pressão popular e internacional....preços estao a subir o dolar esta a baixar....etc etc....foi na governaçao de Guebuza que estes desvios aconteceram...e aparece este sr Cumbana, o verdadeiro cabeça oca a tentar ludibriar nos. Guebuza, Chang e todos os outros tem que nos explicar... e justificar....A Proindicus, Monte Binga, Ematum etc tem escrituras, tem nomes...etc...o FMI são malucos????? Nós todos somos malucos? $850 milhões da Ematum bond em 2013, o Segundo de $622 milhoes de emprestimo para t Proindicus, que pertence a Monte Binga, pertencente ao Ministério da Defensa....CUMBANA o SR. é que é cabeça OCA.
Like45 hrs
Bruno Mayer Chegas a ser repugnante o JJC, há menos que estejas a fazer uma pesquisa e nos estejamos a ser suas cobaias.
Like15 hrs
Mazoio Luis RELAXARANHANA AMIGO Julião João Cumbane.Mas se sabes bem onde esta o dinheiro melhor explicar ao povo.
Like24 hrs
Evaristo Cumbane O meu amigo e irmao Cumbane falar se perante situacoes destas. Tapar o sol com a peneira? Impossible and impossible
Like4 hrs
Evaristo Cumbane O meu irmao e amigo Cumbane devia ficar calado perante situacoes destas. Tapar o sol com a peneira?
Like14 hrs
Jorge Mabango O mal de quase todos nós eh que preferimos ser arruinados pelo elogio a ser salvos pela crítica. Todos nos conhecemos e convivemos com a Bajulacao, uma moeda falsa que só circula por causa da vaidade humana.
Like13 hrsEdited
Elcidio Alberto Maleane Pensa uki kizer mas a dívida existe, vc, teus filhos "se tiver" e até netos "se tiver" vao pagar a dívida e ninguém é cego aki
Like3 hrs
João Pedro Muianga Prof. Julião João Cumbane, foi infeliz neste artigo de opinião, se confrontarmos ele com as palavras da Graça Machel membro de primeira hora da FRELIMO, em relação a este assunto, concluiremos que o professor não foi suficientemente maduro na abordagem.
Like11 hr
Carltonn Sumale Caro Juliao joao Julião João Cumbane, se o Governo do Presidente Guebuza não ocultou aos doadores e parceiros como refere e em parte concordo, então ocultou por completo a nossa Assembleia da Republia e por conseguinte ao POVO MOÇAMBICANO, "Patrão do Governo"... Não acha?!!! A questao que nao se quer calar seria "Porque???"...
Like11 hr
Flávio Rafael Zaqueu Foi infeliz nesta abordagem. Ou se trata das tais "mentes ocas" de que falou há dias ou mentira propositada para efeitos de bajulacao. Meu Deus, e é Prof....

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook