quarta-feira, 6 de abril de 2016

Inflação acumulada atingiu 6,34% no primeiro trimestre em Moçambique

Moçambique registou no primeiro trimestre uma inflação acumulada de 6,34%, ultrapassando a meta de inflação média de 5,6% que o Governo definiu para todo o ano de 2016, indicam dados divulgados hoje pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).
"No primeiro trimestre do ano, o país registou um agravamento de preços na ordem de 6,34%. A divisão de alimentação e bebidas não alcoólicas ditou a tendência deste período, ao contribuir, no total da inflação acumulada, com aproximadamente 5,29 pontos percentuais positivos", refere o Índice de Preços no Consumidor (IPC) do INE.
No período homólogo de 2015, a inflação acumulada alcançou 3,48%, menos 2,96 pontos percentuais em comparação com o índice registado de janeiro a março do ano em curso.
Em termos mensais, de acordo com o INE, março de 2016 registou uma inflação de 1,33%, traduzindo uma desaceleração de 0,91 pontos percentuais, quando comparado com o mês anterior.
"A divisão de alimentação e bebidas não alcoólicas foi a de maior impacto na trajetória do nível geral de preços com uma contribuição de cerca de 1,13 pontos percentuais positivos", lê-se na nota de imprensa enviada à Lusa.
No primeiro trimestre do ano, as três principais cidades moçambicanas tiveram uma tendência de agravamento de preços, segundo o INE.
"A cidade da Beira lidera esta tendência com um agravamento na ordem de 9,20%, seguida da cidade de Nampula com 8,25%, e por último a cidade de Maputo com um aumento de preços na ordem de 4,16%", refere o INE, dando conta de que, em comparação a igual período de 2015, o país registou um aumento de preços de 13,61%.
PMA/HB // VM
Lusa – 06.04.2016

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook