segunda-feira, 11 de abril de 2016

Hillary Clinton descarta disputa acirrada


Hillary disse ter uma vantagem de 2,5 milhões de votos populares sobre Sanders, assim como no número de delegados comprometidos

Por Redação, com Reuters – de Washington:
Apesar de seu adversário na corrida pela candidatura dos democratas à Presidência dos EUA ter conseguido mais uma vitória, a líder Hillary Clinton rechaçou, neste domingo, a ideia de que a disputa será decidida na convenção do partido, afirmando que esse tipo de cenário não faz parte de seus planos.
Bernie Sanders venceu o cáucus no Estado do Wyoming, no sábado, derrotando Hillary em sete das oito votações mais recentes pela nomeação, enquanto os dois se preparam para uma disputa crucial em Nova York.
Hillary Clinton
Hillary Clinton disse ter uma vantagem de 2,5 milhões de votos populares sobre Bernie Sanders
O senador do Estado de Vermont tenta desfazer a larga vantagem de Hillary em relação ao número de delegados necessários para assegurar a nomeação do partido para a eleição presidencial de 8 de novembro.
Ele disse no domingo que acredita ser capaz de reduzir a distância. Sanders deixou em aberto a possibilidade de uma disputa aberta na Convenção Nacional Democrata, em julho, caso nenhum candidato tenha conquistado uma maioria expressiva de delegados.
Nesse caso, seria realizada uma votação múltipla sob um sistema de regras complexas, na qual os candidatos esperam poder conquistar os votos dos delegados durante a convenção.
Questionada pela rede CNN se está se preparando para esse tipo de cenário, Hillary respondeu: “Não, eu tenho a intenção de ter o número de delegados suficientes para ser nomeada”.
Hillary disse ter uma vantagem de 2,5 milhões de votos populares sobre Sanders, assim como no número de delegados comprometidos.
– Sinto-me bem em relação às disputas pela frente, e eu espero ser a nomeada – disse ela.
Os resultados no Wyoming não mudaram a matemática dos delegados para os adversários democratas. Cada um ganhou sete, já que os delegados são distribuídos proporcionalmente em relação ao apoio manifestado pelos participantes do cáucus.
Antes de Wyoming, Hillary possuía mais da metade dos 2.383 delegados necessários para a nomeação. Sanders estava com 250 delegados comprometidos.
Mas Sander disse que as próximas disputas nas costas Oeste e Leste dos EUA pareciam favoráveis a ele, incluindo nos Estados de Nova York, Pensilvânia, Califórnia e Oregon.
– Acreditamos que temos o impulso. Acreditamos que as pesquisas mostrem que estamos reduzindo a distância – disse Sanders ao programa “This Week”, do canal ABC.

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook