quarta-feira, 27 de abril de 2016

Governo convoca familiares de mineiros falecidos


South Africa Mine Life-5
O Governo moçambicano convocou os familiares de todos os minieiros moçambicanos falecidos em acidentes de viação envolvendo a transportadora rodoviária sul-africana Vaal Maseru, para concluir o processo do seu ressarcimento.
Trata-se de familiares de 32 trabalhadores que perderam a vida em dois acidentes de viação quando se faziam transportar em autocarros da Vaal Maseru, a caminho da sua terra natal.
No primeiro acidente, ocorrido em 1996, no distrito de Boane, província meridional de Maputo, perderam a vida 15 mineiros. Os restantes pereceram em 2008 na região de Komatipoort, em território sul-africano, quando viajavam pela mesma transportadora para Moçambique.
A chamada visa completar a documentação necessária para o desfecho do processo, junto de tribunais sul-africanos, responsáveis pelo caso, com vista a ressarcir os familiares das vítimas, entre filhos, viúvas e outros parentes.
Um comunicado oficial citado segunda-feira pela agência noticiosa moçambicana (AIM) indica  que a localização dos familiares está a ser feita em todas as 11 províncias do país, incluindo a cidade capital, Maputo.
“O Governo moçambicano tem vindo a trabalhar com a sua contraparte sul-africana, de forma a garantir que todos os trabalhadores falecidos ou os seus familiares beneficiários não sejam prejudicados, razão pela qual várias ações de pagamentos diferidos e espólios decorrem (…), ao mesmo tempo que decorre o processo de localização daqueles familiares ou dependentes de ex-mineiros que ainda não se tenham apresentado para o efeito”, lê-se na nota.
A Vaal Maseru é a transportadora oficial da mão-de-obra moçambicana para a África do Sul e também no sentido inverso.
Fonte: Panapress

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook