sábado, 30 de abril de 2016

Fitch desce rating de Moçambique e diz que dívida pública passa os 100% do PIB

BREAKING!
Fitch desce rating de Moçambique e diz que dívida pública passa os 100% do PIB
Lusa 29 Abr, 2016, 23:18 | Economia
A agência de notação financeira Fitch desceu hoje o `rating` de Moçambique de B para CCC devido à "deterioração abrupta do perfil da dívida pública", que deverá ultrapassar os 100% do PIB já este ano.
"O perfil da dívida pública de Moçambique deteriorou-se abruptamente no seguimento divulgação de mais dívida garantida pelo Estado, que tinha sido previamente excluída das estatísticas oficiais", lê-se no relatório sobre a ação de `rating` da Fitch.
Na nota que dá conta desta ação de `rating`, a primeira depois da divulgação feita esta semana do valor total da dívida pública não divulgada - 1,4 mil milhões de dólares -, a Fitch reviu também as previsões para o rácio da dívida pública face ao Produto Interno Bruto, calculando agora que a dívida valha 83,3% do PIB no final de 2015.
"A nossa previsão aponta para uma deterioração maior do metical em 2016, que deverá provavelmente elevar o rácio da dívida face ao PIB para mais de 100% em 2016, o valor mais alto dos últimos 15 anos e que compara com apenas 37,8% em 2011", acrescenta a agência.
Mesmo sem serem ainda conhecidos na totalidade os termos dos empréstimos contraídos nos últimos anos pelas empresas públicas moçambicanas com a chancela do Governo, "é certo que a natureza comercial desses financiamentos vai levar a uma deterioração do calendário do serviço da dívida e da sua sustentabilidade, que até recentemente a Fitch considerava favorável dada a alta percentagem de empréstimos concessionais (a taxas de juro mais baixas que as comerciais)", afirma a agência.
A "falta de transparência" do Governo de Maputo evidencia as fraquezas nos padrões de governação e na moldura de políticas públicas, e enfraquece as relações com os doadores, que fornecem cerca de 9% do PIB em garantias e empréstimos anuais, diz a Fitch, notando ainda que as conversações com o Fundo Monetário Internacional (FMI), atualmente em curso, são muito importantes.
"O resultado das negociações em curso com o FMI, que suspendeu o progama de facilitação de crédito acordado em dezembro de 2015, serão cruciais para determinar o impacto macroeconómico dos desenvolvimentos recentes", diz a agência.
Uma paragem completa da assistência técnica e financeira do FMI é "altamente improvável", mas para a Fitch o Fundo "deverá exigir uma gestão pública e metas orçamentais muito mais rigoross para continuar a desembolsar verbas através do programa de facilidade de crédito".
A crise da dívida pública em Moçambique eclodiu no princípio de março, quando depois da operação de recompra de obrigações da Empresa Moçambicana de Atum (Ematum) e substituição por títulos de dívida soberana, foram divulgados dois empréstimos não reportados, um de 622 milhões de dólares à Proindicus e outro de mais de 500 milhões a outra empresa pública, o que por sua vez desencadeou uma série de revisões do `rating` do país e uma crise política que ameaça debilitar ainda mais a economia moçambicana.
Assane Nacumbe Assane
Assane Nacumbe Assane
11 saat
TheRock Chitombi
TheRock Chitombi Kkkkkkkk
10 saat
Alberto Pagari
Alberto Pagari Moçambique em jogo de batota
11 saat
Teixeira Teté da Silva
Teixeira Teté da Silva Estamos amarrados.
11 saat
Banze Banze
Banze Banze Moçambique está mal. ...
11 saat
Nico Voabil
Nico Voabil
211 saat
Pires Calembo
Pires Calembo Filho da putas esse gajos acabarão com Moz
11 saat
Adriano Adriano Adriano
Adriano Adriano Adriano Ali k era caorabassa é nossa ja não é nossa esses vândalos venderam
11 saat
Adriano Adriano Adriano
Adriano Adriano Adriano
11 saat
Raiva Ernesto Raiva Raiva
Raiva Ernesto Raiva Raiva Onde ir...
11 saat
Moses Msmanga
Moses Msmanga Poraaaa esa gajo paaaa
11 saat
Moses Msmanga
Moses Msmanga ⁉⁉⁉⁉⁉
11 saat
Marcelino Romao
Marcelino Romao Kkk vamos p Swazi
11 saat
Ondino Cuambe
Ondino Cuambe Os autores dessas dívidas terão que assumi-las, e só a Procuradoria da República é que poderá fazer com que isso aconteça!!!
11 saat
Tipei Zvedu
Tipei Zvedu Estamos quase a ser Zimbábue usar dólar para pagar as contas
11 saat
Pita Johane
Pita Johane
11 saat
Pedro Casimiro Mussa
Pedro Casimiro Mussa MAS ATE KUANTO COM ESSES HIPOCRITAS PA DEUS NOS AJUDE E FORTIFIKE O SEU SERVO PRES. DHLKAMA K NOS RETIRE PARA TERRA PROMETIDA
111 saat
Rafa Barroso
Rafa Barroso Vamos seguir o Zimbabwe no fundo do posso com governante ambiciosos.
11 saat
Samuel Tomas Binze
Samuel Tomas Binze lamentavel posso assim dizer sem palpas na boca mocambique vendido por um grupo de pessoas terra do povo que os veram a nascer discursando em volta da divida que leva muitos apoiantes a abandonar a apoiar a mocambique por causa do governo dia ja nao tem conhecimento daqueles k lhes colocaram ao poder fazem assim desfazem
O guebuza manuel chang entre outros ate ataco p nyusi a veronica macamo sao unicas pessoas capazes de explicar na integra uk realment teria acontecido sendo ultimo mal poe q funcionar a casa do povo assembleia da republica manuseiamdo mal as leis e estorque o povo
11 saat
Billy Blanks
Billy Blanks Este não é país, mais sim uma parte da terra onde habitam alguns humanos.
511 saat
Ibraimo Tuaibo
Ibraimo Tuaibo Mal isso
11 saat
Nito Americano
Nito Americano eu ainda mi pergunto guebuza e companhia axavam se de esperto a quando da pilhagem dos fundos publico mas oque eles poco sabem e q vieram declarar a falencia da frelimo...porquê? esses matemáticos economista q lhe ajudaram a se endividar ou sao falsos ou sao tolos as consequencia seram arcadas pelo governo da frelimo
111 saat
Hamilton Mangoba
Hamilton Mangoba Cadeia
11 saat
Jenny Semedo
Jenny Semedo Nosso belo Moçambique em decadência!!!
11 saat
Victor Sebas Guivala
Victor Sebas Guivala Caminhos do precipício...
11 saat
Armando Tomas Fernando Fernando
Armando Tomas Fernando Fernando Aquele matrecos da ojm, o que dizem, acerca da dívida pública?
11 saat
Elisa Machanisse
Elisa Machanisse N dizem nada os camalhas de lambe botas
9 saat
Julio Estevao Muchanga
Julio Estevao Muchanga NADA MELHOR K LEVAREM A QUELE CAO PARA CADEIA URGENTIMENTI.
11 saat
Pedro Mapisse Mapisse
Pedro Mapisse Mapisse meu deus nosso belo mocambique em decadencia........
11 saat
Antonio Alfredo Chingai
Antonio Alfredo Chingai Devem pôr Guebuza à cadeia filho d lixo
111 saat
Nemane Selemane
Nemane Selemane Parabens. Aqui se faz, aqui se paga. Os frelimos todos sao culpados nao podem reclamar.
110 saat
TheRock Chitombi
TheRock Chitombi É a tal dita luta contra a pobreza absoluta, assim mesmo vendo o país? Expressão do ladrão. guepato.
10 saat
Manuel Joaquim Luis
Manuel Joaquim Luis Trixte cenario economico no paix
10 saat
Sandro Almeida
Sandro Almeida Eu só quero saber quem comeu o taco.
10 saat
Angandimasso Alface Luís
Angandimasso Alface Luís É GUEBUZA,ele é que conhece os amigos k lhe ajudou comer o mesmo.
10 saat
Simão Gomes
Simão Gomes Guebuza,manuel chang e o restante esses os dois terao k t dizer.
10 saat
Sandro Almeida
Sandro Almeida Mesmo até PGR ele também comeu esse taco.
10 saat
Angandimasso Alface Luís
Angandimasso Alface Luís Não falta
10 saat
Andreia Andre Maramba
Andreia Andre Maramba kkk
10 saat
Helio da Luz
Helio da Luz Cadê os lambebotas para falarem que esta informação é falsa?
10 saat
Joao Williamo Tivane
Joao Williamo Tivane Estao a onde os lambebotas pra desmentirem ao doctor Unay Cambuma ?
10 saat
Álvaro Xerinda
Álvaro Xerinda
110 saat
Isaiah Adelino Morais Algumdia
Isaiah Adelino Morais Algumdia o governo mocambicano so preocupam em roubar, xta i divida, entre eles xtao adixcutir, ladroes
9 saat
Ricardo Manhoso Estevao
Ricardo Manhoso Estevao Decadéncia do imperio moçambicano por traiçao .......
9 saat
Julia Ernesto
Julia Ernesto de tanta burrice em kerer se dar o luxu de executar os membros da oposição, a FRELIMO vai dançar pra alimentar as Mariazinhas lá no mato, cambada de bostas
29 saat
Arone Ismael
Arone Ismael Tiramos chapeu com mano unay no ambito da informacao, ate informa ao proprio governo, dos arrogantes, ignorantes, ladroes do povo. Mais informacao mano. Forca
19 saat
Armenio Da Silva
Armenio Da Silva O fim da macacada.
19 saat
Helio Arshel Armando
Helio Arshel Armando Peço a fonte
8 saat
Tuaibo Tumane
Tuaibo Tumane O colonialismo nunca chegou a este patamar! Foram melhores os portugueses do que a Frelimo.
8 saat
Silambo Feliciano
Silambo Feliciano Coisas de vergonha.
Joseph Mangaiko
Joseph Mangaiko Seraque nao restou um pouco tio gebza?? pra devolver pa,!!!tamos mal sente pana de nos ..amorer ete de fome sida malaria guerra ...nao emprego!!! Xo Deus ...
17 saat
Jose Ngokha
Jose Ngokha Nyusi deve entender que ser réu não significa ser culpado a priori. Então se Guebuza não é culpado , que se defenda na justiça. Não vale lhe proteger pk os protectores vão responder por cumplicidade passiva.
17 saat
Dedé Machava
Dedé Machava Palavras sabias Jose. Obrigado pelo ensinamento, espero que chegue a eles
3 saat
Nelson Limpeza Brissimo
Nelson Limpeza Brissimo Quando o batuque tocar muito e sinal de querer se partir. A frelixo ja xta no ponto final. Deus abensoe o mano UNAY CAMBUMA pra nos dar mais informações.
7 saat
Fernando Orlando Sando
Fernando Orlando Sando Azagaia tinha razao
17 saat
Jose Joao Marapira
Jose Joao Marapira O estado contraindo divida em nome dos moçambicanos enquanto estamos a morrer de fome, guerra, sida, malaria ate assacinos
7 saat
Zito Moiane
Zito Moiane Nos queremos a justiça, o presidente da república venha au público explicar nos melhor isso... Quem são as pessoas que contraíram essa dívida, para onde alocaram esse dinheiro, quanto dinheiro era na totalidade, os porque? Cade o resto? E responsabilizar pelos danos causados.... Se for provado em foro próprio que são eles, confiscar todos bens deles e converter a favor do estado... Porque assim mostra claramente que o presidente conheçe o assunto junto com a PGR, pur isso não querem se pronunciarem....
6 saat
LU Capece
LU Capece Se um acusa o outro e nunca Se sabe quem tem ou nao tem razao todos dizem defender o povo mas ao fim de tudo o povo é refêm de todos....em nome de Jesus amarramos o diabo....para infern...
5 saat
Sidónio Junior Muitica
Sidónio Junior Muitica mbava
5 saat
Inácio Monjane
Inácio Monjane ta mal
4 saat
Dedé Machava
Dedé Machava Nyusi confio em ti. Cade voces que tanto cantaram essa musica, que tanto estimaram e exaltaram esses ladroes
3 saat
Manuel Bento
Manuel Bento MANUEL HILÁRIO BENTO deixa todo mal para Deus Pai,criador de tudo, visto que o homem sempre foi ambicioso.....
2 saat
Joao Jone Jone
Joao Jone Jone Nyusi dele parece um cadáver vivo,nem tem voz pra explicar o povo a questão das divids , assim tá espera do tio "dela"chipande pra lhe instruir oque falar e, como falar ao povo. E vergonha um sr. Grand manejado com remote . Kkkkkkkkk.
11 saat
Marechal Marechal
Marechal Marechal Unay Cambuma

Não é o endividamento que nos devia indignar, é a estrutura da nossa economia, que expõe a nossa fragilidade: fazemos ressonância magnética no estrangeiro com junta médica do estado, e não compramos a máquina para os nossos hospitais nacionais; construímos Nelspruit, e Malelane já se levanta exuberante, com os dinheiros da nossa classe média emergente; apesar de todo o potencial turístico da nossa costa, em toda a marginal da nossa cidade, de perto de dois milhões de habitantes, só temos o Coconuts; temos um dos piores rácios de extensionistas por habitante, num país principalmente agrícola; queremos ser uma nação forte e competitiva sem sabermos o que isso custa.

Felizmente, há dez/doze anos começamos a reverter este quadro. Se ficarmos serenos como diz o Presidente (República, FiNyusi) vamos perceber que ainda tiramos chapéu a nós próprios e que a crise não é somente nossa. Também vamos perceber como tudo vale para se recuperar o ascendente político (da parte das agências "doadoras" e dos parceiros bilaterais) sobre Moçambique, a enfraquecer desde que começou a desequilibrar-se a balança entre o que nos dão e o que querem nas contrapartidas. Também se olharmos o quadro da "guerra" entre o Banco Central dos Estados Unidos e o FMI que deixou as reservas líquidas deste abaixo de metade, podemos tirar algumas ilações e percebermos o que acontece, por tabela, a nós, na órbita. (Mas deixo isso para os economistas.)

Em voz baixa, nunca percebo como um país inteiro, sobretudo alguma juventude, deixa que os ódios, rancores e preconceitos de estimação de um grupo contra o Armando Emílio Guebuza, se transformem na agenda nacional dos moçambicanos. (x)

Ps. O FMI teria financiado a Grande Circular de Maputo ou a ponte da Catembe? Não pareceríamos nesta altura um país de atrasados mentais a tentar atravessar todo o seu parque automóvel (na sua ligação Norte-Sul, e vice-versa) pelo buraco de agulha que era a zona do Benfica? Texto estraido do senhor Julião Cumbane

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook