segunda-feira, 11 de abril de 2016

BONGOLE WA MACANDENE, vulgo Marcelo Mosse para a sua plateia de ´´YES MAN´S`` do regime.

ZECA CALIATE VOZ DA VERDADE - A RETÓRICA VERBORRÁICA DO REGIME DE LARÁPIOS ASSASSINOS, ATRAVÉS DOS GRANDES PENSADORES DA NOVA GERAÇÃO, OS CÉLEBRES ´´INTELECTUAIS E GRANDES PENSADORES DE CAFÉ DE CENTRO COMERCIAL`` (PARTE 2)

Zecacaliate_2
´´QUEM É ZECA CALIATE O TRAIDOR?`` perguntava o menino BONGOLE WA MACANDENE, vulgo Marcelo Mosse para a sua plateia de ´´YES MAN´S`` do regime.

A resposta é simples meu menino, assumidamente, sou o ZECA CALIATE,  o mesmo que traiu a Teia do mal Frelimo, sou o mesmo que traiu os planos desse Gangue Criminoso de Estado, quando essa escumalha de gentinha me tentou assassinar pelas mãos de ANTÓNIO HAMA THAI, sou o mesmo que traiu os planos de me tornar um lacaio dos Cleptocratas do Sul como aconteceu com o Bonifácio Gruveta, sou o mesmo que traiu os planos de me tornar um assassino como ´´VOCÊS`` etc,etc,etc. Se me sinto um traidor??? deve o menino perguntar??... Visto por este prisma...sem dúvida, e voltaria a fazer exactamente a mesma coisa, mas talvez de maneira diferente, de forma a ajudar a evitar a catástrofe social, económica e humana em que voçês tornaram o nosso País. Jamais voltarei a pertencer a essa Organização denominada por Frente de Liquidação de Moçambique, pior que a PIDE/DGS na era colonial. Através do MOZREALBLOGUE, pude constatar que os meninos ´´PENSADORES`` do Regime da mão estendida do ´´TOU A PIDIRI`` vão demonstrando o colapso, decadência e desespero dos camaradas quando verificam que Zeca Caliate, Voz da Verdade não se cala e vai escrevendo as verdades sobre os feitos criminosos do Gangue de Estado Cleptocrata Criminoso vulgo Frelimo. Desta vez a resposta a um comentário do Sr. Emílio (Mia), que utilizou duas medidas para o mesmo peso, ou seja pôs em causa as forças da RENAMO e deixando de lado as da Frelimo, pois elas também existem, só não vê quem não quer ver.
Eu fui comandante da guerrilha de uma das frentes de combate para a libertação do nosso País. Não sou licenciado, mas estudei e sei ler, quando fui forçado a exilar-me desde 1974, e frequento as redes sociais e compreendo tudo o que se passa por aí. Em relação a voçês ´´comentarista de café de centro comercial``, dei-lhe uma resposta à sua medida, pois o menino Marcelo teve a ousadia de vir em defesa do Sr. Emílio. Por isso, voltei a pôr os pontos nos is porque não queria voltar a falar sobre esse senhor como disse nessa intervenção. Todavia, constato que nesse blog pro Frelimista, o menino Marcelo sem pejo algum, assina a paternidade desse comentário, pondo em causa a minha honestidade. Não é preciso ser-se muito inteligente para ver os comentários nas redes sociais sobre esse senhor Emílio, assim como tudo o que ele próprio diz. Recordo-me que ele escreveu de que estava a ser ameaçado de morte,... não sabemos por quem e porquê??  o Burguês Sr Emílio estava a escrever fora da linha partidária com toda a certeza. A seguir recebeu ´´Honoris Causa``, quem não leu isto? Toda a gente sabe que o Pai do Sr Emílio faleceu em Moçambique mas foi sepultado em Portugal,...e quem desconhece isto?? Só o Zeca Caliate tinha que desconhecer? O Sr Emílio criou uma fundação com o seu irmão mais velho, Fernando Couto, e todos o sabem. Só o Zeca Caliate teria que desconhecer?
Vamos falar um pouco sobre fundações, muito tenho lido, e é o que não falta neste mundo e toda gente sabe como se sustentam, e as poucas vergonhas que praticam e suas várias finalidades. Qualquer um têm acesso à WIKIPÉDIA, certo??  que o Jornal Tribuana, que diz ter sido incendiado pelos colonos, como se ele não fosse também um colono!!!??? Mas como se tinha refugiado, e se tornou um defensor da Teia do Mal, já não se sente colono?? pensa ele... . Na Wikipédia, não diz que essas pessoas que iam a correr atrás do Jeep, tinha parado a poucos metros do Jornal. Qualquer um que tivesse lido os jornais de Moçambique de 8/9 de Setembro de 1974, e tenha ouvido a rádio, não esqueceriam isso. Para isso é preciso ser-se intelectual?? Sinceramente, só no meu País onde todos os problemas devem ser resolvidos intelectualmente!!!... Eu não me queria definir como intelectual, mas felizmente sou um ser pensante e tenho bom raciocínio. Contudo deixo o meu obrigado por me incluírem na lista dos intelectuais. Podem ter a certeza que o sou mesmo. Por isso, o Zeca Caliate passou a ser um defensor da RENAMO, e é por esta razão que os seus posts defende a mesma. A maioria dos meus leitores e amigos, que lê os meus posts do  ´´Zeca Caliate Voz da Verdade``, constata que não falo apenas da Renamo, basta ler os textos e acompanhar a ´´REAL`` situação do País, para entenderem o que se pretende transmitir. Se a defendo em alguns posts, a Renamo, é porque  acompanho quase ao segundo a desgraça política, económica e social que o Partido dos larápios assassinos-Frelimo, infligem ao povo Moçambicano diariamente.
Alguém me poderá questionar, o porquê do Zeca Caliate apoiar e defender a RENAMO?? neste momento acho que é através da Renamo que se conseguirá a tão almejada democracia, e terão sim o meu apoio. Qual o problema?? Pois esse Partido é mais dinâmico, representativo e democrático. Por isso, vale a pena apoiar a Renamo, e também por ser uma força que luta incansávelmente ao longo de vários anos para uma mudança em Moçambique. Para ser sincero Apoio todos os que estiverem na oposição à TEIA dos ASSASSINOS DA FRELIMO.
Passaram 41 anos depois da Independência, eu assisti ao 7 de Setembro de 1974, pois ainda estava em Moçambique, e fiz parte da fundação do PCN-Partido de Coligação Nacional, dirigido pelo líder Uria T. Simango e sei muito bem o que se passou, e os mortos que houve nesses fatídicos dias quando a Teia Sanguinária pôs em marcha em colaboração com Movimento das Forças Armadas (MFA) contra o povo, tudo o que se mexia era capturado e lançado para os camiões militares com destinos desconhecidos, e que se denominavam por Metelela Niassa Ocidental ou RuaRua em Cabo Delgado, onde os meus bons compatriotas ali foram chacinados a sangue frio. Jamais os esquecerei na vida que me resta!...
Não preciso que seja um intelectual que me diga o que deva, ou como deva escrever, eu já era adulto quando escapei dessa Teia do Mal, tinha os meus 25 anos de idade e além disso, já vinha da frente de guerra onde eu tinha comandado um exército da Frelimo. Por isso, não preciso lições Imorais de pessoas que se querem manter como ratos no poder na continuação da usurpação do nosso solo Pátrio e continuarem a sua cruzada de sanguessugas do povo Moçambicano. Para se ver isto,  não se precisa  ser intelectual.
Como disse  anteriormente e bem, e reitero, se sou um intelectual, pois o verdadeiro intelectual é aquele que pensa pela sua própria cabeça e não precisa de se submeter a um Gangue Cleptocrata Assassino como a FRELIMO,  para poder sobreviver, como acontece  com muita gentinha  que por aí andam, ficando ricos ou mesmo comendo umas migalhas . Esses também serão sempre,  escravos de si mesmos. Mas voltando aos intelectuais da Renamo, não tenho nenhumas dúvidas que eles existirão começando por Gil Cistac, que assim foi apelidado, e depois morto pela Teia dos Assassinos da Frelimo. Dos outros, já comecei a entender, o menino Marcelo está a dizer que na Renamo existem intelectuais que conhecem bem o passado do seu amigo Sr.Emílio, se calhar estiveram com ele em muitas situações e também fugiram. É pena que não venham contar tudo, mesmo que tenham cometido essas barbaridades juntos, mesmo sendo da Renamo agora. O menino Marcelo levantou um pouquinho da manta nesse seu artigo verborreico. O menino sabe quem são esses intelectuais que fugiram, verdade?? só que devem ser bastantes  e o há receio que abram a boca. O menino sabe que alguns estão na Renamo... Então de que está à espera??, indique os seus nomes, para eles publicamente se mostrarem arrependidos. Bem, não esperava voltar a falar do Sr Emílio como disse anteriormente mas o menino insiste em me obrigar.  Sobre o Sr. Emílio, eu pergunto, porque não aparece nenhuma foto desse Burguês nas redes sociais celebrando a Independência?? Tem medo de ser conotado com a escória de gentinha que pertencem ao Gangue de Assassinos Cleptocratas- Frelimo, ou não estava em Moçambique, tendo fugido por uns tempos até a poeira assentar?? André Matsangaíssa, também da Frelimo na altura, aparece a hastear a Bandeira da Frelimo.  Quanto a mim, felizmente não  preciso nem de ler como muitos fazem para me apresentar em público com o papel de rascunho.
Dizendo-lhes de que quando em 1973, fintei os planos traçados para a minha morte pelas mãos de ANTÓNIO HAMA THAI  e fui me entregar ao Exército Português, eu não trazia nada comigo palpável que traísse a Frelimo, apenas trazia  a tal ´´TRAIÇÃO`` idiológica, por vocês apelidada, envolta em grande sentido ético e moral de quem não faz pactos com DIABO e se entregou as forças do BEM. Na altura levava as minhas duas armas  pessoais, nomeadamente uma AK-47 e uma pistola tokrov com carregadores e munições, além de 2 granadas, uma ofensiva outra defensiva respetivamente, que as enterrei num areal próximo do rio Luye a poucos km do Quartel de Nur Mamede. Também não trazia nenhum documento no bolso, para alguém me acusar de trair partido Frelimo. Deixei tudo lá no mato com eles e vim me embora com o dossier de verdades gravado na minha memória.
Não escondo em dizer que possuo o meu domicílio em Portugal,... Agora é uma falácia descarada, dizerem que foi o Governo colonial que me ofereceu a minha habitação. Só cheguei á Europa depois do 7 de Setembro de 1974 e foi na mesma altura que cheguei em Portugal. Nessa altura, a página da Ditadura já tinha sido virada e já não havia aqui nenhum Governo Colonial, eram as Forças Armadas que circulavam e Governavam o País. Arranjei emprego e voltei a casar com a minha actual mulher, e ambos trabalhámos arduamente e sem ter que lamber botas a ninguém. Lembro-me que fomos a uma instituição bancária pedir um empréstimo monetário para podermos comprar a nossa casa, e tudo foi a custa do nosso suor, esforço e dedicação . Tivemos três filhos fantásticos, todos bem-educados, e hoje, orgulho-me de os poder ter ajudado e ver que dois são Universitários formados aqui em Portugal e a outra vai prosperando no Reino Unido, também Estudante Universitária. Não tiveram bolsas como  muitos têm e sim e só através de muito crer e dedicação chegaram onde chegaram. E  sim sabem aquilo que faço, e por isso apoiam-me voluntariamente. Só lhes tenho muito a agradecer e por isso confirmo que, algumas vezes sim, são eles que me ajudam nas correções dos meus artigos ou textos importantes ou também se o artigo é complicado, não tenho problema em pedir a um amigo ou outro para me ajudar naquilo que necessito de forma gramatical e não vejo constrangimento algum nisso. Por isso, os meus filhos estiveram presentes no lançamento do meu livro Odisseia de Um Guerrilheiro, e os três deram a cara. SÃO MEUS FILHOS.
O ll Volume da Odisseia de um Guerrilheiro, está para breve com ajuda dos meus filhos e de amigos, pois tenho muito mais para escrever sobre essa Teia do Mal denominada Frelimo, assim como muito para contar ainda sobre o meu trajecto ao longo destes 42 anos. Cada coisa a seu tempo.
Acrescento, agora naquilo que eu puder, irei escrever sobre esses comentadores que não passam de pessoas com tendência extremamente duvidosa. Quem escreve e vive debaixo das mordomias da Teia do Mal-FRELIMO sem conseguir ser independente, então pertence a essa MESMA Teia do Mal. Há que alertar os incautos para com essas pessoas. Não sabem como vão parar essa onda assassina? Isso vai acabar muito mal.
Menino Marcelo  arranje uma vida condigna e não se esqueça que o menino é um rato do fundo da pirâmide e não se esqueça que a mim ninguém me cala...tenho dito.
Meus irmãos Moçambicanos, relembro-vos em consciência, a todos os resistentes a este regime sanguinário inconsequente, que enquanto as chefias radicais assassinas desse partido Frelimo não forem capturadas e encarceradas, o povo nao terá liberdade e sempre haverá alguém para enviar os ``cães de caça do regime`` para vos perseguir, agredir e eliminar.
FUNGULANI MASSO, lembrem-se bem, QUEM NÃO LUTA PERDE SEMPRE, A LUTA É CONTÍNUA.
 Zeca Caliate, General Chingòndo um dos sobreviventes da teia do mal Frelimo!
Europa, 11 de Abril de 2016 
(Recebido por email)
Brevemente mais notícias, aqui na sua VOZ DA VERDADE, que anteriormente não sabiam

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook