sábado, 26 de março de 2016

Vigília em solidariedade Nuno Dala com polícia à distância

Vigília  favor de Nuno Dala, Luanda, Angola
Vigília favor de Nuno Dala, Luanda, Angola
Coque MukutaRedacção VOA
Cerca de 70 pessoas participaram nesta sexta-feira, 25, a primeira das três vigílias em solidariedade do activista angolano Nuno Álvaro Dala, que se encontra em greve de fome desde o dia 10 de Março.
As escadarias da Igreja da Sagrada Família, em Luanda, foi o palco do evento, com os participantes portando velas e camisetas de apoio a Dala.
A polícia e os bombeiros acompanharam a vigília a partir de ruas próximas ao local.
Há mais duas vigílias previstas para amanhã, sábado, e domingo.
Com estes actos,  activistas e amigos de Dala querem denunciar a greve de fome e pedir a intervenção das autoridades para evitar o pior.
Dala recusou-se a comparecer ao julgamento a 7 de Março em protesto pelo facto de as autoridades não lhe terem devolvido dinheiro, cartões de banco e outros haveres apreendidos a 20 de Junho do ano passado.
Na altura em prisão domiciliária, o activista foi enviado para a cadeia pelo juiz Januário Domingos José, onde iniciou, a 10 de Março, uma greve de fome.
Nuno Dala movimenta-se em cadeira de rodas, devido à sua debilidade, mas mantém-se lúcido.
O activista apenas ingere líquidos e está já a ser acompanhado por um médico e psicólogos dos Serviços Prisionais angolanos.

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook