quarta-feira, 16 de março de 2016

Uma FRELIMO anterior a UDENAMO e a MANU


Uma FRELIMO anterior a UDENAMO e a MANU
Já em 1960, um documento assinado por José António da Rocha Beleza Ferraz, Chefe do Estado-Maior-General das Forças Armadas Portuguesas entre 22 de Agosto de 1958 – 12 de Abril de 1961, faz referência à Frente de Libertação de Moçambique. Isto quer dizer que, Fanuel Mahluza, o Pai da Sigla Frelimo em 1962, não teve nada de original. O que terá acontecido? Que Frelimo era essa? Um desafio aos historiadores e aspirantes a este ofício! Eis o teor do documento em anexo
Frente de Libertação de Moçambique
______________________________
Exmo Senhor Presidente do Centro Associativo dos Negros da Colónia de Moçambique

Exmo Senhor
O Povo de Moçambique, por intermédio da nossa Delegação, vem apresentar a V. Exª. E aos demais membros dessa Associação o seu vivo protesto de indignação contra a vossa vergonhosa e cobarde colaboração prestada ao Governo de Portugal Colonizador.
Este caso lamentável constitui, dentro das nossas ideologias políticas um crime de alta traição e seria muito pesaroso para nós que, a repetirem tais manifestações, tivéssemos de tomar medidas severas capazes de perigar as vossas vidas. Este é o nosso primeiro aviso.
Com muita consideração
Delegação da FLM
---------------------------------------


Zarito Mutana, Francisco Manguana, Necia Alberto Vilanculos e 45 outras pessoas gostam disto.
Comments
Jorge Antonio Calane Kito
Jorge Antonio Calane Kito Ops. Complicado falar da fundação da FRELIMO
Jeronimo Gungulo
Jeronimo Gungulo Fontes históricas interessantes
Francisco Wache Wache
Francisco Wache Wache Complicou de vez
Eusébio A. P. Gwembe
Eusébio A. P. Gwembe Why, Francisco Wache Wache
Andre Jorge Chifeche
Andre Jorge Chifeche Interessante isto ilustre

123 h
Jemusse Abel
Jemusse Abel No comments.

123 h
Vitorino David
Vitorino David Interessantíssimo, Dr Eusébio A. P. Gwembe!

223 h
Sic Spirou
Sic Spirou Brincando : alguém já tinha o nome na manga e era um duplo agente. Ehehehehehhehe nossa história tem muito pano pra manga.

523 h
Santos F. Chitsungo
Santos F. Chitsungo Ate pode ser uma hipotese interessante.

123 h
Sic Spirou
Sic Spirou Coisa de loucos mesmo. Isto já parece ficção tornada realidade.

323 h
Santos F. Chitsungo
Santos F. Chitsungo Alguem ja o disse: a realidade supera a ficcao!

123 h
Santos F. Chitsungo
Santos F. Chitsungo Os historiadores tem muito trabalho a fazer, para polir este diamante em bruto que e a nossa historia. Um trabalho herculeo, diga-se.

123 h
Eusébio A. P. Gwembe
Eusébio A. P. Gwembe Sic Spirou, uma das hipóteses é Mahluza ter feito parte de uma organização com esse nome, ou ter ouvido dele.

521 h
Sic Spirou
Sic Spirou E onde estão os documentos que comprovam essa organização? Porque não aparecem ou apareceram seus membros?

Yah...vcs tem muito que vasculhar. 
Façam que estamos sedentos de saber mais essa. Heheh


220 h
Eusébio A. P. Gwembe
Eusébio A. P. Gwembe Há uma pista que pode ser seguida para descobrir a célula ameaçadora. Como o documento é de 1960, é só procurar pelo boss do Centro Associativo dos Negros da Colónia de Moçambique naquele ano. Há trabalho que exige paciência e persistência, Sic Spirou.

220 h
Fernando Costa
Fernando Costa Quando sabemos que a maioria esmagadora dos historiadores contesta a descoberta da América pelo tal de Colombo e que a costa africana já era frequentada pelos árabes antes da chegada dos portugueses, estas questões tornam-se mera rotina..

523 h
Fernando Costa
Fernando Costa A Frelimo como movimento de libertação, nasceu no coracao de muitos quando os primeiros colonos aqui chegaram.. Mesmo que para milhões de outros fosse indiferente eu tenho a certeza que para alguns mesmo que poucos não o era. e que entre esses poucos haveria um ou dois que já lutavam..

323 h
Lindo A. Mondlane
Lindo A. Mondlane Eusebio, notase q se refere frente de libertacao de mz como F.L.M, o acronimo nao existia entao.. Mas tambem era muito fácil chegar se ao acronimo FRELIMO.. Sabendo de antemao o significado

323 hEditado
Ntsua Obus Neuara
Ntsua Obus Neuara A historia que nao esta' na "historia"

222 h
Ntsua Obus Neuara
Ntsua Obus Neuara Meu valioso amigo Egidio Vaz, na qualidade de historiador, de certeza que ira' me elucidar sobre este fenômeno curioso.

122 h
Elton Bila
Elton Bila Food for thought

122 h
Jackson Mugirima
Jackson Mugirima Boa fonte

122 h
Alvaro Simao Cossa
Alvaro Simao Cossa Este documento servirá de sentença duma conversa que eu tive com Egidio Vaz sobre o que disse Fanual Mahluza na sua entrevista.

122 hEditado
Eusébio A. P. Gwembe
Eusébio A. P. Gwembe Lindo A. Mondlane, mesmo os primeiro documentos libertos pela FRELIMO aparecem abreviados M.L.F, do inglês e F.L.M. Nada de especial.

521 h
Fernando Jorge Francisco Cumbana
Fernando Jorge Francisco Cumbana mas afinal quantos partidos se fundiram para se criar a frelimo,sr dourotor?..è que poucas vezes falas desse..!
Ariel Sonto
Ariel Sonto Eusebio!

118 h
Gabriel Muthisse
Gabriel Muthisse Houve em Lourenco Marques, tentativas de criação de movimentos nacionalistas. Chegou a existir, entre outros, um ANC moçambicano. Pode ser que alguns nacionalistas se tenham congregado em algo chamado FLM. Bem antes da fundação da UDENAMO, a PIDE prendeu nas masmorras da Machava um grande grupo de nacionalistas de que (lembro-me de ter lido por aii) fazia parte Amaral Matos, que foi um carismático Primeiro Secretario da FRELIMO na Cidade de Maputo. Este ja faleceu. Creio (sem certeza) que o Enfermeiro Albino Maheche estaria nesse grupo. Teria de localizar a fonte onde li estas coisas (ou fontes). Albino Maheche estaa vivo. Pode ser uma fonte oral a entrevistar

518 h
Gabriel Muthisse
Gabriel Muthisse julgo que o Presidente do Centro Associativo era Filipe (Filipane) Junior, pai do falecido Carlos Tembe. Filipe Junior ja faleceu, tambem. Mas haveria que confirmar este dado. Seja como for, acho que todos aqueles que foram presidentes do Centro Associativo ja morreram. O ultimo a desaparecer fisicamente foi o Dr Domingos Arouca.

518 h
Mateus Navaia
Mateus Navaia Hummm! I'am typing!
Titos Cau
Titos Cau Euzebio A P Gwembe pode tentar por em causa a origem do movimento revolucionario e independentista de moz. Os tugas e americanos tao a lhe pagar bem para tentar deztruir mocambique. A FRELIMO e Mocambique e e dos mocambicanos. O Gwembe e os seus patroes tugas que se cuidem. O Gwembe sabias que Sofala e Faro sao sinonimos? Ah? Pois nao!
Matin Sabin
Matin Sabin Huuum, aparentemente o Sr. não entendeu o que aqui se está a debater. Um comentário esquisito, o seu.

24 h
Afonso Nassone Macaiele
Afonso Nassone Macaiele Ora tem se debatido muito sobre a FRELIMO, o que e bom se sabermos ler o que aparecer i tirar as ilacoes correctas, ora signica que a FRELIMO tem muitos admiradores dai a sede de sempre falarmos da FRELIMO, se nao como diz o ditado popular so se fala de alguem quando este e alguma coisa, pois nao se perde tempo falar de malucos pois so maluco faria isso, portanto, essa analogia so nos remete a situacao de a FRELIMO ser intrinsica ao povo, quer dizer entendo eu, nao ha como falar de Mocambique sem falar da FRELIMO. Agora sera que os outros partidos politicos em Mocambique nao tem nao que se possa dizer? Apareceu ai a carta do Afonso Dhlakama para o Ronald Reagan, depois um post de Afonso Dhlakama prestando contas aos seus patroes, acabou ai, o que sinto e que quando se fala da FRELIMO ha muito debate pois e a escencia da politica Mocambicana, mais os outros apenas aparecem algumas piadas e zas acabou, as pessoas nao tem muita sede de ouvir ou debater coisas estranhas ao pais, isso me inquieta, pois ate os que se dizem criticos i anti FRELIMISTAS morrem de amor por ela, o facto e estarem por fora devido ao seu comportamento que nao se adequa a causa da FRELIMO, bom dia que alguem me prove o contrario.
Afonso Nassone Macaiele
Afonso Nassone Macaiele Olha oh Gwambe esta FLM que se tenta dizer que existiu, so pode ser para induzir a erro, pode ate ser que tenham pensado Frente de Libertacao de Mocambique, mais esta nao e a FRELIMO que conhecemos, podemos ate admitir que ja em 1961 no segundo semestre ja existisse a ideia da Unificacao dos Movimentos com o proposito de criar a FRELIMO, i ate podemos admitir que em 1962 ja com Mondlane presente cimentou se a uniao dos 3 movimentos, e a lideranca propria da FRELIMO pois ja possuia estatuto proprio diferente da FLM, sao possibilidades.
Armistício Mulande
Armistício Mulande Não é de admirar, Eusébio Gwembe, que essa designação tenha surgido antes dos outros movimentos que se fundiram e constituíram a FRELIMO em 1962. É mais que provável quem quer que seja que tenha sugerido o nome em 62 tinha já ouvido algo parecido, que lhe pareceu muito mais sensato e aglutinador...

Mas vá fundo, investigue. Gabriel Muthisse já deu algumas pistas de fontes que podem ser consultadas.

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook