quinta-feira, 24 de março de 2016

Tiroteios em Murothone(Mugeba)


Na manhã desta quinta-feira, a população de Murothone, no Posto Administrativo de Mugeba, distrito de Mocuba na Zambézia acordaram com trouxas na cabeça procurando refúgio por causa dos tiroteios entre homens da Renamo e as Forças de Defesa e Segurança.
Uma fonte que viajava num autocarro em direição ao norte, explicou ao Diário da Zambézia que haviam militares ao longo da estrada nacional e outros no mato trocando tiros com supostos homens da Renamo. A mesma disse que muitos utentes da via recuaram para Mocuba e outros para Nampevo temendo males maiores. A mesma fonte disse que a população saiu com as suas trouxas na cabeça a procura de refúgio.
Aliás, o DZ sabe que uma equipa de Jornalistas que ia a Alto Molocué para um evento, não conseguiu passar por Murothone tendo regressado a Quelimane.
Comandante de Mocuba o assunto a província
Um pouco para as 10 horas, contactamos telefonicamente o Comandante Distrital da Polícia da República de Moçambique em Mocuba, Filipe Gulele a respeito deste assunto.
Este disse que toda informação relativa a este assunto só pode ser dada pelo Comando Provincial ao nível da Zambézia.


A Ministra do Trabalho, Emprego e Segurança Social, Vitória Dias Diogo, concedeu tolerância de ponto durante todo o dia de 25 de Março corrente, data que os cristãos assinalam a Sexta-feira Santa.
Contrariamente aos anos anteriores, esta é a primeira vez que o Ministério do Trabalho, Emprego e Segurança Social (MITESS) concede uma tolerância de ponto durante todo o dia de Sexta-feira Santa para os cristãos.
Para os trabalhadores que professam as outras religiões o dia será de trabalho, como qualquer outro normal de expediente pois, não se trata de um feriado, mas sim de uma tolerância de ponto, com a única diferença a residir no facto de os trabalhadores cristãos desta vez celebrarem a Sexta-feira Santa durante todo o dia, e não a partir das 12 horas, como vinha acontecendo”, lê-se numa nota de imprensa do Ministra do Trabalho, Emprego e Segurança Social.

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook