quinta-feira, 17 de março de 2016

Suicídio de filho de Valentim Amões suscita dúvidas

Filho de Valentim Amões suicida-se

Lisboa – Um jovem angolano Azeres Cláudio Amões “Didi”, 31 anos de idade, suicidou-se nesta quarta-feira, por volta das 18h30, ao jogar-se do nono andar do edifício “Lara”, na Avenida Hojy Ya Henda, em Luanda. O malogrado é filho do falecido empresário Valentim Amões e de  Angélica Chitula.
Fonte: Club-k.net
Perseguição judicial resulta em mortes 
“Didi”, é o segundo filho dos seus país. Viveu vários anos nos Estados Unidos da América tendo regressado a Angola em 2009, em consequência da morte do seu pai, Valentim Amões. Desde então a vida dos seus familiares tem sido marcada por tensões   e perseguições judiciais.

Nas redes sociais corre um “pre-relatório” informal apresentando como possível causa do suicídio as pressões psicológicas devido a um  processo que a Procuradoria do general João Maria de Sousa observa contra  alguns herdeiros do falecido Valentim Amões.

O processo está relacionado a uma participação de um irmão do falecido Valentim Amões, de nome Faustino que reclama a partilha da herança daquele. Faustino Amões, que terá entrado em divergência com alguns dos   herdeiros de Valentim Amões,  é citado como tendo dois  magistrados que estariam agindo dentro dos seus interesses.

A Procuradoria Geral da República é citada também  como tendo imitido uma  ordem de prisão contra Azeres Cláudio para que o mesmo pudesse depor contra a sua irmã mais velha Lídia Capepe Amões.

A ordem de prisão seria extensiva para os dois irmãos,   porem foi protelada por efeito de um recurso Extraordinário de Inconstitucionalidade, em que Lídia Capepe Amões havia denunciado perseguições da Procuradoria do general João Maria de Sousa e outros tipos de vinganças como arbitrários impedimentos de saída de Angola. O Tribunal Constitucional (TC) deu razão a Lídia Amões, reconhecendo  que a PGR do general Maria de Sousa  estava a violar os seus direitos humanos.

*Paulo Alves
Tema relacionado:


Depois da morte de Valentim Amões, Faustino Amões entrou com um processo para a partilha do património do irmão, o que criou problemas entre os filhos do malogrado.
Coque Mukuta
O filho de falecido empresário angolano Valentim Amões, Azeres Cláudio Amões, conhecido por “Didi”, de 31 anos de idade, suicidou-se nesta quarta-feira, 16, em Luanda.
Um pré-relatório divulgado pelas famílias apresenta como possível causa uma depressão psicológica devido a um processo que a Procuradoria Geral do Estado leva a cabo contra alguns herdeiros do falecido Valentim Amões. 
O suicídio do filho do falecido Valentim Amões, ontem, está a chocar a sociedade angolana.
Suicídio de filho de empresário angolano levanta dúvidas - 2:20
Ao que a VOA apurou, depois da morte do empresário Valentim Amões, Faustino Amões entrou com um processo para a partilha do património do irmão, o que criou problemas entre os filhos do malogrado.
Pelo meio, segundo consta, a Procuradoria Geral da República teria aberto um processo contra alguns herdeiros de Amões.
Entre eles Azeres Cláudio Amões “Didi”.
O jurista Albano Pedro disse à VOA ter ficado surpreso com o suicídio por não entender a decisão já que num eventual processo, Didi “não podia ser preso por ser um caso de índole cível e não penal”.
Para Pedro, “a dívida engaja a todos, todos são responsáveis perante as dívidas é um processo cível e não criminal”.
Por seu lado, o psicólogo Francisco Teixeira afirma que em tempo de crise as pessoas sofrem depressão, o que lhes impede de tomar decisões acertadas. 
“O medo de perder o padrão de vida, o alto nível de estresse e excesso de consumo de álcool são ingredientes que, juntos, levam a decisões precipitadas”, diz Teixeira que lembra que, nesses momentos, as pessoas devem ser mais tolerantes.
Valentim Amões, empresário e antigo membro do Comité Central do MPLA, faleceu num acidente viação em janeiro de 2008
Rafael Domingos Junior Isto não são coisa normal Gente ..Nos temos Que pensar antes de ter Estas atitudes ..

Atitudes pra se Manifestar Contra Estes Vagabundo destes Dirigentes Não ..Mas temos a Capacidade e atitudes pra isso ..

Gente pode ser Irmão de alguém ou primo Devemos Nos Respeitar nestas situações !!!

Eldino Nguelo Por favor não expõe assim o malogrado....É um ser humano!!!Agradecia meus manos...Se tiverem como remover essas fotos!!!Fernando Bunda veja isso
GostoResponder21 h
Filipe Domingos Daspin Sao estes tios bruxos que matam a familia do irmao para ficar com tudo que sao dos filhos bruxo de merda ele assim esta feliz com a morte do jovem
GostoResponder159 min
Adilson Francisco Quissai Esses tios também.
Querem se meter na herança que não lhes diz respeito

GostoResponder1 h
Paulo Fragata Catumbela Falta de sensibilidade desculpe
Preta Gonçalves Paulino Tem como remover essas fotos pf?
Eduardo Natividade Costa tá fudido isso aí
Paulo Caterça Nunca se deve lançar pedra numa briga familiar
GostoResponder4 min

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook