quarta-feira, 23 de março de 2016

Por que seu marido gosta de sexo (as razões podem surpreendê-la)

As razões para seu marido querer fazer sexo com você, tantas vezes quantas ele puder, irão surpreendê-la e esclarecer muita coisa.

86,193 views   |   763 shares 
  • Percebe-se, tanto na sociedade quanto no casamento, que, tipicamente, os homens gostam de sexo. Eles querem isso; precisam disso.
    Mas, quando se trata de seu marido, todas as suas motivações para o sexo são somente físicas e apenas para satisfazer uma necessidade cotidiana?
    As razões para seu marido querer fazer sexo com você, tantas vezes quantas ele puder, irão surpreendê-la e esclarecer muita coisa. Aqui estão 5 entre elas:
  • Razão #1: Ele a considera muito atraente

    A melhor forma de dizer isso é que ele a considera a mulher mais bonita do mundo e é assim que ele a vê desde o dia em que a conheceu. Ele sente-se tremendamente sortudo por ter se casado com uma mulher que ele acha tão atraente.
    Com esta atração vem o desejo de ser íntimo, de apreciar a sua beleza de uma forma que só ele pode.
  • Razão #2: Ele gosta de se sentir desejado

    Assim como você, seu marido quer sentir... bem, desejado por você. Ou seja, ele precisa saber que você se sente tão atraída por ele quanto ele por você.
    Ele pode saber que você o quer de várias formas: você pode dizer-lhe o quanto ele é bonito, o quanto você o ama; pode abraçá-lo e beijá-lo. Mas, como para a maioria dos homens, a forma de ele saber, com certeza, que você o quer é fazendo sexo com ele. Seu marido concluirá que você o considera atraente e o ama verdadeiramente pela sua disposição de ter intimidade com ele.
  • Razão #3: É mais do que um ato físico

    Novamente - e isso pode lhe surpreender, por você ser a mulher dele, e não uma garota qualquer, sexo para ele está muito além de apenas um ato físico. É fazer amor, uma maneira de se conectar a você, tanto física quanto emocionalmente.
    Ele quer satisfazê-la tanto quanto deseja que você o satisfaça, e ele sente imensa alegria quando vocês dois apreciam o sexo juntos.
  • Razão #4: Ele gosta mais agora do que quando vocês eram recém-casados

    Às vezes, como mulheres, passamos a nutrir certas inseguranças com o passar dos anos de casamento. Pensamos: "Será que ainda sou atraente?", "Será que perdi meu charme?", "Não tenho mais aquele corpinho que tinha quando nos casamos... Será que ele ainda me quer?".
    A verdade é que ele provavelmente a quer mais agora do que ele já a quis. Isto porque vocês passaram um tempo significativo juntos experimentando coisas que ele nunca experimentou com mais ninguém. O amor dele tem crescido mais profunda e intimamente; por isso, fazer amor com você é, agora, uma experiência mais profunda e mais íntima do que quando vocês se casaram.
  • Razão #5: Ele a ama

    Esta razão pode ser encontrada em todas as demais; ainda assim, é a mais importante a ser mencionada, e a mais óbvia.
    Seu marido gosta de fazer sexo com você porque a ama muito e quer demonstrar isso. Ele irá, obviamente, tentar mostrar-lhe de várias maneiras diferentes, e a intimidade física é uma delas. Para ele, é um momento apenas para vocês dois, um tempo para se conectar com você e renovar o seu amor.
    Quaisquer que sejam as razões para os homens gostarem tanto de sexo, para o seu marido, a verdadeira razão é ele poder fazer amor com sua linda e admirável mulher.
 
Advertisement

Seu bebê morreu na hora do parto, ela pediu para segurá-lo e 2 horas mais tarde um milagre

Essa mãe teve gêmeos, mas um dos bebês morreu na hora do parto. Ela pediu para segurar o corpo do bebê junto ao seu. Duas horas mais tarde, um milagre que os médicos não acreditaram.

5,961,045 views   |   29,549 shares 
  • Kate Ogg, na Austrália, estava grávida de gêmeos, um menino e uma menina. Na hora do parto, feito prematuramente às 27 semanas de gestação, ela teve uma menina, Emily, mas o irmão, um menino que haviam escolhido o nome de Jamie, não sobreviveu devido a cirurgia difícil do parto. Os médicos o declararam clinicamente morto.
    Ela, devastada pela notícia e juntamente com seu marido David, pediu aos médicos se podia segurá-lo para passar ao menos alguns minutos com ele. Kate disse: "Eu queria tanto encontrá-lo e abraçá-lo para que ele nos conhecesse. Já que sua vida seria fora deste mundo, nós queríamos que ele soubesse quem seus pais eram, e que nós o amávamos muito mesmo antes de ele nascer e morrer."
    E assim esta mãe abraçou o corpinho morto de seu filho Jamie, conversou com ele sobre todas as coisas que eles poderiam fazer juntos, contou-lhe da família que formavam, e acompanhada de seu marido, o abraçaram, lamentaram e choraram sua perda.
    David disse que ele queria apenas mais alguns minutos com seu filho enquanto os médicos e enfermeiras aguardavam para que devolvesse o corpo para prepararem a documentação do óbito, mas os minutos se passaram, e eles ficaram com o corpo do bebê por mais de 2 horas. A irmã gêmea de Jamie, Emily, estava bem e sendo cuidada pelos médicos, e David lamentou juntamente com a esposa a dor de terem perdido o filho.
    Depois de 2 horas, já conformados com a perda do filho, quando Kate e David se preparavam para se despedir de Jamie, eles notaram pequenos e breves movimentos em seu corpinho e ele abriu seus olhos. Eles se emocionaram ao ver seus olhinhos, conversaram com os médicos, que lhes tiraram as esperanças dizendo que era somente resquício de vida na passagem para a morte. O que aconteceu em seguida prova a mágica do amor do toque de uma mãe.
    Os pais chamaram a equipe médica, que não deu muita importância. Mas os pais insistentemente afirmavam que Jamie permaneceu com os olhinhos abertos!
    Enquanto os pais diziam que o bebê poderia estar ainda vivo, os médicos os desencorajavam. Depois de algum tempo, o médico então voltou com um estetoscópio, ouviu o coraçãozinho de Jamie e balançava sua cabeça surpreso dizendo, "Eu não acredito! Eu não acredito!" Eles então correram para dar o suporte necessário ao bebê, que viveu e cresce hoje como uma criança normal.
    Na Austrália, é popular que os pais acompanhem o desenvolvimento de bebês prematuros, especialmente a mãe, colocando o bebê perto de seu coração, e o processo é chamado de "Mamãe canguru", que consiste em o bebê ouvir os batimentos cardíacos da mãe e sentir seu cheiro para que possa desenvolver-se.
    No caso de Jamie, os médicos insistem que não há explicação científica nem médica para o que aconteceu.
    O pai David Ogg disse que, "Kate e seu instinto maternal salvaram a vida de Jamie. Se ela não tivesse feito isso, nós não o teríamos conosco hoje, crescendo juntamente com sua irmã Emily!"
    Um milagre que Deus pode fazer para atender a prece do coração de uma mãe!
    Imagens: YouTube
C. A. Ayres é mãe, esposa, escritora e fotógrafa, pós-graduada em Jornalismo, Psicologia/Psicanálise e doutoranda em Family Finances. Visite seu website.
 

7 sinais de câncer de colo do útero que as mulheres precisam observar

O câncer cervical ou de colo do útero é o segundo tipo de câncer que mais mata mulheres no mundo, perdendo apenas para o câncer de mama.

3,107,005 views   |   5,841 shares 
  • O câncer cervical ou de colo do útero é o segundo tipo de câncer que mais mata no mundo, perdendo apenas para o câncer de mama. Embora essa estatística seja assustadora, é um tipo de câncer que pode ser evitado.
    O HPV ou vírus do papiloma humano é altamente contagioso. É uma DST (Doença Sexualmente Transmissível) sendo esta a principal via de contágio. A mãe também pode infectar o filho durante o parto. Há relatos de transmissão pela mão, mas é raro.
    O vírus também causa crescimento anormal de células na região algumas vezes chamada de verruga, crista de galo, figueira ou cavalo de crista. Nem todos os HPV levam ao câncer, existem mais de 150 tipos e apenas alguns podem causar câncer do colo do útero ou retal: os do tipo 16 e 18 são os responsáveis por esse tipo de câncer.
    Os sinais de câncer cervical não são tão evidentes como os de mama que podem ser percebidos pelo toque. Mas, existem maneiras de se prevenir observando-se os sinais. Procure imediatamente o ginecologista caso perceba:
  • 1. Corrimento incomum

    Quando o câncer começa a crescer dentro do colo do útero, as células da parede da cavidade começam a desfazer-se produzindo um corrimento aquoso abundante.
  • 2. Verrugas

    Segundo a ginecologista Rosa Maria Leme, "O aparecimento de pequenas verrugas (externas ou internas) serve como um sinal vermelho para algumas doenças, como o HPV, que na mulher aumenta muito as chances de câncer de colo de útero".
  • 3. Dor ou sangramento

    Fora do período menstrual qualquer sangramento deve ser investigado, ou mesmo corrimentos escuros ou rosados. Como o câncer cervical cresce nas paredes do colo do útero, estas se tornam ressecadas e podem até rachar causando sangramento por qualquer desconforto, seja relações sexuais ou até mesmo por andar. Pode haver também sangramento retal ou da bexiga.
  • 4. Anemia

    Se seus hábitos alimentares não mudaram e você se sente fatigada, o coração acelera ao esforço comum e está pálida, este é um sinal de anemia. Os sangramentos anormais são a primeira causa.
  • 5. Problemas urinários

    Com o inchaço do colo do útero, a bexiga e os rins podem ficar comprimidos dificultando a passagem da urina e o total esvaziamento da bexiga, podendo causar dor e/ou até mesmo infecção urinária.
  • 6. Dor contínua nas pernas, quadris ou costas

    Assim como ao inchar o colo do útero comprime órgãos internos, também pode comprimir vasos sanguíneos dificultando a irrigação da pélvis e das pernas, bem como o retorno sanguíneo causando dores, inchaços nas pernas e tornozelos.
  • 7. Perda de peso

    Todos os tipos de câncer costumam diminuir ou até mesmo suprimir o apetite. Além disso, o inchaço já mencionado do colo do útero pode comprimir o estômago, diminuindo o espaço para adequada alimentação, o que certamente irá reduzir o peso.
  • Importante

    Vale ressaltar que os mesmos sintomas podem significar outras coisas que não necessariamente o câncer cervical. Só o médico pode dar o diagnóstico.
    Existem fatores de risco associados e ao contrário do que se pensa não só as mulheres desenvolvem câncer pelo HPV. Os homens também sofrem risco de que a doença surja em outras partes do corpo como no pênis, reto ou cavidade oral.
    Os fatores de risco mais conhecidos são:
    • Tabagismo
    • Uso de drogas
    • Uso de contraceptivo oral prolongado
    • Infecções pelo vírus herpes simples tipo 2 ou C. trachomatis (clamídia)
    • Multiplicidade de parceiros sexuais
    • Sexo sem proteção
    • Imunidade baixa
    A maioria das pessoas já teve contato ou foi infectada por algum desses tipos de HPV. Por ser de grande incidência entre a população sexualmente ativa é bom estar atento a sinais e sintomas e fazer exames preventivos. O mais comum dos exames é o Papanicolau, que pode ser feito pelo SUS em qualquer posto de saúde do Brasil.
    Atualmente há um programa de vacinação para meninas entre 9 e 11 anos de idade. As de 12 e 13 anos também devem ser vacinadas, caso ainda não foram. Segundo o Ministério da Saúde "a vacina tem maior eficácia se for administrada em adolescentes que ainda não foram expostas ao vírus, pois, nessa idade, há maior produção de anticorpos contra o HPV que estão incluídos na vacina."
Stael Pedrosa Metzger é escritora free-lancer, tradutora, desenhista e artesã, ama literatura clássica brasileira e filmes de ficção científica. É casada e mãe de dois filhos.
 

10 sinais de que um homem está apaixonado

Um homem verdadeiramente apaixonado por uma mulher, demonstra isso com atitudes específicas. VEJA quais.

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook