quarta-feira, 23 de março de 2016

Para sempre ter uma esposa-amante em casa, você tem que ser um marido-amante

Qual a semelhança entre uma amante e uma piscina?
Dói, mas é a verdade...
Um amigo me presenteou com esta história. Ele tem uma piscina em casa e me contou que um dia foi à loja comprar os produtos químicos que se usa para manter a água da piscina limpa e saudável. Entrou na loja e foi pegando das prateleiras: cloro granulado, elevador de pH, purificador, redutor de alcalinidade… e mais outros apetrechos. Chegou no caixa para pagar e ficou surpreso com o valor. Reclamou com o atendedor:
— Tá caro, hein?
— Pois é, senhor. Piscina é igual amante: cara para manter, dá o maior trabalho e você só fica dentro um pouquinho.
Por mais grosseira que seja a comparação, não deixa de ser verdade. Homens que têm amante que o digam. É dinheiro com motel, presentes, restaurantes, roupas, celular privado que a esposa não sabe que existe, escapadas em horário de trabalho… sem contar o eventual dinheirinho de cala-boca para a tal. Mas tem mais.
Aí vem todo o trabalho de esconder o caso da esposa e de todos que possam contar para ela. As mentiras cada vez maiores, a conta de e-mail secreta, lembrar de apagar o histórico do celular e do computador, não ficar muito ausente em casa para a mulher não desconfiar nem muito longe da amante para ela não reclamar, o cuidado para não pegar o perfume da amante na roupa, pagar tudo em dinheiro em vez de usar o cartão, torcer que a outra não engravide… a lista é longa.
E claro, sem falar do custo maior de todos: ser descoberto, perder o casamento e o respeito dos filhos, o bom nome e a paz. Tudo só para ficar um pouquinho dentro e logo sair.
Realmente, o que leva um homem casado a ter uma amante não faz nenhum sentido inteligente. Porém, cada vez mais, homens têm escolhido o alto preço da traição.
Considere a alternativa: tornar o seu casamento numa excitante aventura e a sua mulher em sua amante. Impossível? Não seja tão rápido em descartar a ideia.
Sei que muitos homens acabam se envolvendo com outras mulheres porque acham nelas o que falta na esposa. As palavras doces em vez de cobranças, a aparência sexy em vez do cheiro de alho e cebola, os beijos em vez de brigas. Mas não percebem que muitas vezes eles são os maiores responsáveis de suas esposas se tornarem chatas. Se eles começarem a tratar a amante como tratam a esposa, em pouco tempo a amante se tornará chata também.
Para sempre ter uma esposa-amante em casa, você tem que ser um marido-amante. É muito mais simples, mais barato, e no final o prazer é maior.
/ Por Renato Cardoso

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook