segunda-feira, 28 de março de 2016

Lourenço do Rosário diz faltar clareza para busca da paz em Moçambique


Enviar por E-mailVersão para impressãoPDF
Paz no país

O académico Lourenço do Rosário diz que para acabar com a tensão político-militar que se vive no país, o Governo e a Renamo precisam de saber o que é importante para o povo.
Do Rosário diz que tanto o Presidente da República como o líder da Renamo ainda não encontraram clareza daquilo que pretendem para o bem do povo e do país, e exorta as duas lideranças a identificarem, com urgência, aquilo que falta para parar com o soar das armas e manter o povo moçambicano em paz. A fonte salienta que as diferenças entre as partes sem­pre vão existir “o que é normal em política”, mas há um objec­tivo que deve ser comum entre as partes, que é o bem-estar do povo. Do Rosário defende que o Chefe do Estado e o líder da Renamo têm responsabilidades acrescidas no seio dos moçam­bicanos. “As duas partes ainda não encontraram o que falta para alcançarem consensos.

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook