sexta-feira, 25 de março de 2016

LÍDER DO BOKO HARAM ANUNCIA O FIM DO MOVIMENTO

LÍDER DO BOKO HARAM ANUNCIA O FIM DO MOVIMENTO
Texto. Redacção

O líder do movimento terrorista Boko Haram anunciou o fim do grupo numa mensagem de 7 minutos, em língua hausa e árabe, dirigido aos seguidores do movimento, que ultimamente tornaram-se na costela ISIS da África ocidental. No vídeo, Abubakar Shekau (leia mais sobre esta figura) parece cansado, exausto, com a barba descuidada e com a voz e postura do corpo demasiado precárias. Com a bandeira preta do movimento por trás, Shekau pronuncia a frase significativa: “Para mim chegou o fim”, seguida por uma outra frase cheia de ênfase: “Que Allah nos proteja do mal, agradeço o meu criador”.

Para as forças militares nigerianas, o vídeo representa abandono e declaração de derrota dos terroristas islâmicos, declarou um militar de alto grau à BBC Online. “Ver Shekau no vídeo significativa nada mais do que o fim dos jogos. É um vídeo de adeus”. Segundo a fonte, um outro sinal de abandono é também a linguagem usado pelo chefe islâmico: “para este terrorista falar assim com um tom passivo e submisso, demonstra que foi derrotado”. Shekau, várias vezes dado por morto, não aparecia em via em vídeos há um ano. O vídeo, de baixa qualidade, que foi postado no Youtube, não permite perceber quando foi realizado.

QUEM É ABUBAKAR SHEKAU? O HOMEM QUE ATERRORIZA A NIGÉRIA EM 8 PONTOS

Quem é Abubakar Shekau? O homem que aterroriza a Nigéria em 8 pontos
Por: Deslandes Monteiro
 
Foi por duas vezes dado como morto e ninguém sabe com certeza quantos anos tem. Num dos seus vídeos, reivindicou o sequestro de mais de 200 raparigas nigerianas com o objectivo de: "vendê-las no mercado". 
"Gosto de matar, mato qualquer pessoa desde que Allah me ordene, faço do mesmo modo que gosto de matar as galinhas". Basta ler esta frase para criar uma ideia sobre quem é oAbubakar Shekau, o líder dos Boko Haram que ameaça "vender no mercado" as mais de 200 meninas raptadas numa escola de Chibok, na Nigéria, no passado 14 de Abril. Quem o conhece diz se tratar de um homem discreto, solitário e capaz de tudo. Por mais de duas vezes foi dado como morto e por mais de duas vezes reapareceu num vídeo para promover a sua campanha de terror, que o torna hoje num dos homens mais procurados do mundo.
1- Nascido nos anos setenta em Shekau, uma aldeia do nordeste da Nigéria, no estado de Yobe, próximo ao confim com o Níger, Abubakar Shekau, mudou-se nos anos noventa para Maiduguri, capital do estado de Borno. Lá estudou teologia e religiões locais. Lá também conheceu Ustaz Mohammed Yusuf, guia espiritual e fundador, do grupo terrorista Boko Haram, (cuja tradição livre é: "A educação ocidental é um pecado"). Shekau tornou-se em pouco tempo no seu braço direito e mais fiel colaborador.
2- Ninguém sabe certamente quantos anos tem: segundo algumas pessoas tem 35 anos, outros acreditam que possa ter 44. Para o Departamento de Justiça dos Estados Unidos, Shekau pode ter nascido em 1965, 1969 ou mesmo em 1975.
 
abubakar
3- Em Maiduguri, Shekau "estudava e escrevia sempre, era o mais devoto e modesto de todos", conta Ahmad Salidika, considerado na Nigéria uma das máximas autoridades sobre os Boko Haram. "Vestia somente roupas poucos custosas, não gostava de viajar de carro, no máximo de moto".
4- Em 2009, o exército e a polícia nigeriana atacaram uma das bases de Boko Haram, que já tinha iniciado a atacar através de atentados dirigidos sobretudo à polícia e militares. Mohammed Yusuf foi capturado e morto. Shekau também foi dado por morto. Mais em menos de um ano depois (re)apareceu num vídeo publicado na internet, proclamando-se novamente líder do grupo e anunciando a batalha para se vingar dos "mártires".
5- Com Shekau no comando, os ataques dos Boko Haram foram intensificados e iniciaram a incluir também objectivos civis, sobretudo igrejas e escolas. "Este é o comandante mais louco de todos - conta ao The Guardian um intermediário do grupo – Ele crê que seja justo matar qualquer pessoa que esteja em desacordo com ele". 
6- O Departamento de Estado americano ofereceu 7 milhoes de dólares a qualquer pessoa que estiver em condições de fornecer informações úteis que possam culminar na sua captura. Shekau actualmente ocupa a primeira posição no top dez dos homens mais procurados do continente africano.
 
abubakar 2
7- Em 2012, depois de um confronto próximo da sua casa, foi dado por morto pela segunda vez. Um tiro pela colatra na verdade, pois apesar de ferir-se numa perna, conseguiu fugir. Em 2013, o exército nigeriano anunciou que o líder dos Boko Haram foi morto novamente. Mas, mais uma vez não era verdade. Shekau reapareceu online a dizer: "fui protegido por Allah".
8- Uma semana depois de raptar as 276 raparigas do dormitório de Chibok, Abubakar Shekau reapareceu num vídeo. Reivindicando o sequestro. "Venderei as vossas filhas ao mercado em nome de Allah. Elas pertencem à ele", disse num vídeo de 57 minutos. Circundado por seis homens com a cara coberta, o terrorista disse que tem em posse as estudantes "como escravas". O homem disse também tê-las raptado porque "a educação ocidental deve cessar". A culpa das raparigas foi a de estudar: "devem deixar a escola e se tornarem esposas".

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook