terça-feira, 8 de março de 2016

Incêndio destrói o mercado da FAE em Quelimane

ÚLTIMA HORA:

Um incêndio de grande magnitude está neste momento a deflagrar o mercado da Feira das Actividades Económicas, mais conhecido por FAE na cidade de Quelimane.
Segundo aquilo que o Diário da Zambézia apurou no local, o incêndio iniciou por volta das zero horas num meio de algumas bancas e como não estivesse ninguém, os vizinhos do mercado tentaram usar baldes para debelar o fogo, mas não foi possível, porque algumas destas bancas possuíam material de borracha o que fez com que o fogo aumentasse.
Até ao momento, não se conhecem as causas deste incêndio que está chocar Quelimane desde as primeiras horas do dia. Aliás, alguns proprietários das barracas tentaram salvar os seus bens e soubemos que um cidadão de nacionalidade somali sofreu fortes queimaduras no corpo. No local, foram mobilizadas equipas dos Bombeiros do SENSAP, da Cornelder e também dos Aeroportos de Moçambique, mas que não conseguem debelar o fogo.
Conteúdo em atualização em várias plataformas do DZ
DSC_0779Manuel de Araújo, Presidente do Conselho Municipal de Quelimane que esta no local desde as primeiras horas da tragédia para comandar as operações da Policia Municipal e coordenar as actividades dos vários pelouros municipais com vista a minimizar os danos e encontrar soluções flexíveis para que o mercado da FAEZA volte a funcionar dentro de dias, informou em entrevista aos órgãos de comunicação social de que esta criada uma comissão de inquérito para apurar as reais causas que originaram o fogo que debelou mais de duas centenas de bancas de venda de roupa e outra natureza de material “nos estamos a espera que o fogo seja totalmente dirimido que é para podermos ter um encontro com as pessoas que sofreram, portanto os donos das barracas que é para vermos em conjunto quais são os passos que podem ser dados ao mesmo tempo que vamos instituir uma comissão de inquérito para poder apurar as reais causas da situação, também tivemos informação de que alguns agentes da PRM não tiveram o comportamento digno que deveriam ter ”- Disse Manuel de Araújo

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook