quarta-feira, 30 de março de 2016

"GUERRA AVISADA NAO LEVA A VICTORIA E NEM VENCE O INIMIGO



A Resistencia Nacional Mocambicana embora tenha anuciado uma revoluçao contra o regime da FRELIMO para este més de Março, sem contudo especificar a data do começo, tudo indica que seguiu se a teoria, arte e ciencias militares. isto é, so avisou se ao povo de forma geral para saber da situaçao do pais e o plano estrategico do partido mais popular de Moçambique.
A guerra avisada nunca leva a victoria, nem vence, nem mata o inimigo mas a realidade é esta, que a Renamo vai tomar conta das 6 provincias que ganhou nas ultimas eleiçoes, a frelimo nunca vai reagir contra caso contrario pode cair na totalidade porque havera possiblidade de ocupar Maputo e tomar conta da Ponta Vermelha. Ate este momento o trabalho por nos feito ja até passou o limite desejado e as provincias todas estao cercadas e em apenas um dia a Renamo pode oficializar a sua governaçao. Ninguem pode mostrar a fraqueza uma vez que a vitoria esta nas maos de todo povo e do Rovuma ao Maputo e Zumbo ao Indico, nimguem quer a frelimo no governo. A Renamo vai retirar este governo caso reagir sera a hora de levar porrada junto com os piriquitos.Sabemos muito bem que estamos a lutar com varias forças incluindo mercenarios estrageiros como Angolanos, Zimbabweanos,Vietnamitas e mais,e muitos estao morrer aqui em defesa de um grupo de ladroes e corruptos.
A determinaçao de Março é uma realidade, a frelimo nao tem capacidade para impedir a RENAMO,vamos combater ate o fim do regime e libertar o povo da miseria que vive. A Renamo é unica, a Renamo é o povo; nao existe mais nem outra organizaçao com este nome. Sempre lutamos para libertar o povo desde fim do colonialismo ate hoje,agora falta darmos ao povo o melhor significado da democracia, paz e seu propositos bem como os seus fundamentos. O povo agora vai saborear o verdadeira indepencia.
Nos ja ganhamos e vamos mostrar o povo a nossa victoria, podem esquecer o que passou, tivemos muita paciencia mas agora ja acabou estamos a reagir em nome do povo e da patria."
- Enviado por um oficial Ranger.
Ano 8 | número 1675 | Maputo, Quarta-Feira 30 de Março de 2016 Sede: Av. Samora Machel n.º 11 - Prédio Fonte Azul, 2º Andar , Porta 4, Maputo | Registo: 18/GABINFO-DEC/2009 e-mail: graficocanalmoz@gmail.com | mtsgnt@gmail.com | Telefones: 823672025 - 823053185 Director: Fernando Veloso | Editor: Matias Guente | Propriedade da Canal i, lda Na província de Manica Homens armados atacam caravana do Governo Provincial e alvejam três agentes da guarda Maputo (Canalmoz) – Três agentes da Polícia da República de Mo- çambique, afectos à Unidade de Protecção de Altas Individualidades, contraíram ferimentos durante um ataque atribuído a homens armados da Renamo contra uma comitiva governamental no distrito de Báruè, província de Manica. O ataque ocorreu cerca das 16h00, na localidade de Nhamatema, posto administrativo de Honde, distrito de Báruè, e resultou na destruição da viatura na qual seguia o director provincial do Trabalho, Emprego e Seguran- ça Social de Manica, Mouzinho Carlos, que, naquele momento, era mandatário do governador de Manica, Alberto Mondlane, quando regressava das celebra- ções do 99.º aniversário da Revolta do Báruè contra a dominação colonial, mais conhecida como Resistência do Macombe, efeméride assinalada na mesma segunda-feira na vila de Catandica. O chefe do Departamento das Relações Públicas de Manica, Leonardo Colher, explicou que os homens armados da Renamo abriram fogo contra a comitiva numa curva perigosa na Estrada Nacional Número 7 (EN7), que liga aquela província à província de Tete. O ataque ocorreu numa região densamente povoada e junto a uma zona comercial, colhendo de surpresa a caravana. Leonardo Colher explicou que a Força partiu de Nhamapassa para uma patrulha rotineira, quando deparou com a comitiva do Governo Provincial na EN7. Como a caravana seguia no mesmo sentido, decidiu acompanhá-la. “Quando chegaram a Namatema, mesmo ali na povoação, ouviram disparos, que feriram três colegas nossos da Unidade de Protecção de Altas Individualidades. Foram prontamente socorridos e estão a receber cuidados médicos. Mas estão fora de perigo”, contou Leonardo Colher, e informou que, na ocasião, uma viatura que integrava a caravana ficou furada (crivada de balas). Disse também que, a Unidade de Protecção de Altas Individualidades, temendo um banho de sangue, pelo facto de ser uma zona densamente povoada, fez um desdobramento, para lançar uma ofensiva contra os atacantes. “Neste momento, os colegas estão no terreno para identificar os mentores do ataque e levá-los a responsabilização”, afirmou Leonardo Colher. Referiu também que a corporação continua no terreno, em patrulha, para repelir qualquer acção que possa atentar contra a ordem e segurança públicas ao longo da EN7 e em outras regiões da província onde existem sinais da presença de homens armados da Renamo. (BA) Visite o nosso facebook www.facebook.com/ Publicidade 2 ano 8 | número 1675 | 30 de Março de 2016 www.facebook.com/canalmoz Governo diz-se desapontado com a Renamo Assalto às casas de Dhlakama e à sede da Renamo Polícia diz que estava a responder a denúncias Maputo (Canalmoz) – O Governo de Moçambique, reunido na sua 10.a Sessão Ordiná- Maputo (Canalmoz) – O porta- -voz do Comando-Geral da Polí- cia, Inácio Dina, diz que a Polícia invadiu e assaltou as residências do presidente da Renamo, Afonso Dlhakama, e a sede nacional da Renamo, em Maputo, como resposta a denúncias populares. Questionado sobre a falta de mandado judicial, Inácio Dina falava ontem à imprensa, no habitual balanço semanal. Questionado sobre a falta de mandado judicial, Dina respondeu que a Polícia agiu ria, analisou a conflito armado que se vive actualmente no país. Falando aos jornalistas no fino interesse superior do país. “A Polícia agiu no interesse superior para devolver a ordem, tranquilidade e segurança públicas, em resposta a uma denúncia”, disse. Inácio Dina reafirmou que a opera- ção visava apenas garantir a seguran- ça dos cidadãos, uma vez que houve indícios de que as armas apreendidas eram usadas contra indefesos. Perante a insistência de alguns jornalistas, Dina disse que não há nenhuma cláusula no Acordo Geral de Paz, assinado em nal da sessão, o porta-voz do Conselho de Ministros, Mouzinho Saíde, disse que o Governo Roma entre o Governo e a Renamo, que estabeleça que a Renamo deve usar as armas contra civis. Inácio Dina nega também a alega- ção de que foram apreendidos pela Polícia valores monetários, afirmando: “Respeitamos os termos legais, mas, neste caso, foi uma acção para recolha de armas que estavam ilegalmente em mãos alheias e a criar situações de insegurança”. Mas a Renamo insiste em que a Polícia roubou cerca de 280.000,00 meticais e pedras preciosas. (Cláudio Saúte) Publicidade Publicidade 3 ano 8 | número 1675 | 30 de Março de 2016 www.facebook.com/canalmoz Não desmoçambicanizem os Coutos está desapontado com a atitude da Renamo, que, segundo afirma Saíde, não está a corresponder ao convite formulado por Filipe Nyusi para um encontro. Segundo o porta-voz do Conselho de Ministros, o Governo continua aberto ao diálogo, mas a Renamo não está a colaborar para a materialização da paz. Mouzinho Saíde disse ainda que a Renamo continua a aterrorizar as populações, destruindo bens, e a contribuir para o retrocesso ecoBeira (Canalmoz) – Mia Couto pode não ter sido feliz na interpretação que das suas palavras fazem, concretamente na advertência que fez à Renamo, no sentido de esta dialogar com o Governo da Frelimo, sem pré-condições. Talvez não deve ter sido felizardo no alcance que pretendeu dar às suas palavras. Ora, conhecemos as simpatias do Mia Couto em relação à Frelimo. Ele nunca as escondeu. Conhecemos também os motivos que o levaram mais tarde a distanciar-se desta Frelimo. Parece ser aqui, na militância, onde reside certa intolerância, diria mesmo frustração de um determinado segmento de opinião, em relação ao “pronunnómico e social moçambicano. A uma pergunta do nosso repórter sobre a reacção do Governo à proposta da Renamo de incluir mediadores no diálogo, Mouzinho Saíde disse que o Conselho de Ministros não analisou esta proposta, apenas manifestou a vontade de um diálogo franco e frontal “entre irmãos”. Por outro lado, o Governo diz que mantém o convite a todos os detentores ilegais de material bélico para procederem à sua entrega ciamento” retromencionado. Deixemos do lado as questões partidárias. Centremo-nos no significado que ele quis imprimir na altura do seu “pronunciamento”, pois o efeito que se seguiu ao mesmo, nas sedes sociais, foram catastróficos, com uma série de ataques raciais e um certo rasto de ódio à mistura, e que, por tabela, apanhou o irmão do Mia. Não é que pretenda eximir o Mia da responsabilidade em relação ao seu “pronunciamento”, muito menos afastá-lo da sua conexão com a Frelimo. Mas causou- -me alguma indignação ver como do tal “pronunciamento” alguém se serviu para chamar-lhe miseravelmente “luso-moçambicano”. Gostando ou não da sua militânnas instituições apropriadas. Dezenas, senão centenas, de moçambicanos continuam a morrer todos os dias devido à guerra, que já provocou a destruição de inúmeras infra-estruturas e o corte da ligação por via terrestre entre Maputo e as principais capitais provinciais, nomeadamente Beira e Nampula. Segundo a Agência das Nações Unidas para os Refugiados, cerca de 11.000 moçambicanos estão refugiados no Malawi devido à guerra. (Eugénio da Câmara) cia, penso que é de todo injusto tildar o Mia de “luso-moçambicano”. Parece ter havido algum exagero. Por razões que a seguir explico: Um dia assisti a uma conversa entre dois senhores. Um, que tratava o Mia por “mwana”, dizia tê-lo conhecido nos idos tempos de meninice, quando o escritor vivia na Muchatazina. O outro, que lhe chamava “mwana mulato”, afirmava, “ipsis verbis”, que conhecera os irmãos Coutos quando estes escolavam na actual “Heróis Moçambicanos”, na Beira. Estava eu à ilharga, a ouvir essa conversa, bailando com um sorriso nos lábios, porque o que estava no meio da discussão, e o que me impressionou, foi a convicção com que os dois falavam. Com um suporPublicidade por Adelino Timóteo Canal de Opinião 4 ano 8 | número 1675 | 30 de Março de 2016 www.facebook.com/canalmoz te tal imbatível que os Coutos são aqueles mwanas mulatos beirenses. Tinha-me esquecido deste assunto, que só agora me vem à tona, destes mwanas mulatos, destes mwanas mestiços. Na altura, pareceu-me algo errado o terem reduzido os Coutos àqueles mwanas mestiços, da Beira. Só mais tarde percebi ser o costume na Beira etiquetar as figuras enraizadas da população que se fazem públicas, com afirmações semelhantes: conhecemos aquele mwana do Sumbana, brincava de cabidura quando morou aí no Macurungo; conhecemos aquele mwana Maleiane, morou lá para o Vaz, na Munhava; aquele mwana Felício Zacarias, desde os coloniais tempos, sempre foi um preto-branco. O senso-comum, aliado à empatia, ganha repercussão impossível de desqualificar, impossível de descategorizar no seio dos nossos “ethos”. A norma perde para os nossos usos e costumes. Daí, categorizar aquele mwana mulato, mestiço, de “luso- -moçambicano” soa-me injusto, seja qual for a sua convicção polí- tica, por não ser importante no âmbito dos ideais que defende. Na verdade, aqueles mwanas Coutos, que nos pertencem, escureceram muito antes da nossa Independência, e a moçambicanidade não se restringe ao elevado grau de escurecimento. Retomando o fio à meada, no “pronunciamento” do Mia há que fazer a interpretação sociológica, histórica ou mesmo teleológica. Com “sem pré-condições” pode ser que Mia pode ter querido dizer que o condicionamento do di- álogo a este ou àquele factor só pode agudizar, perpetuar o sofrimento social; pelo conhecimento e experiência das conversações de Roma, que temos, as pré-condi- ções são excepções dilatórias que prejudicam a necessária urgência de as partes em conflito se sentarem e pararem com as matanças. Por favor, sejamos sensatos, não desmoçambicanizemos o Mia, nem muito menos lusofiquemos aqueles mwanas mestiços da Muchatazina, cujo grau de naturalidade é impossível de desbeirificar. Incidentes destes são amiúde levantados por pessoas que, movidas pela intenção de linchar, indexam opiniões de pessoas até independentes deste ou daqueloutro partido, que torna impossível analisar opiniões fora do âmbito do bipartidarismo político. (Adelino Timóteo) Publicidade
ments
Tino James Cambir Vce é da renamo?
GostoResponder1 h
Helio Ribeiro Isso t inquieta Tino
Moisés Lo'o Ngumbe ja nao acredito. o dlhakama é bazófico.
GostoResponder31 h
Unay Cambuma Nao fale barato senao seras banido seu muangolé.
GostoResponder71 h
Mussá Taissone Unay Cambuma tamos juntos unay
GostoResponder1 h
Mussá Taissone Unay Cambuma eu acredito acredito acredito é muito bem porque tá acontecer
GostoResponder11 h
Moisés Lo'o Ngumbe kkkkkkkkkkkk Unay rsrsrsrsrs sou muangolé sim e estou decepcionado com o cota Dlhakama, as promessas tardam em acontecer pa.
GostoResponder11 h
Unay Cambuma Moisés avise aos angolanos que os rangers de Dhlakama mataram o assassino de Savimbi na emboscada de Zimpinga no dia 25/9/2015.
GostoResponder246 min
Moisés Lo'o Ngumbe kkkkkkkkk Aleluia! tem forças angolanas aí lutando contra a perdiz?
Moisés Lo'o Ngumbe Massacrem-nos todos, odeio eles porque mataram o nosso HEROI SAVIMBI
Jemusse Junior É verdade isso
GostoResponder21 h
Jusubo Abdullah Das Autónoma Quem não acredita o problema é dele
GostoResponder61 h
Carlos Domingos Poz a esperança ainda vai prevalecer .
GostoResponder1 h
GostoResponder21 h
Castro Jone Jone Rendi com a teoria na Renamo pooxa,agora entendi k na Renamo ninguem é sério pa. Pk promete se n tem a certeza pa?
GostoResponder11 h
Nicolao Semo Mocambik sta cercado. É verdade isso,hoje sai d chimoio pra tete,mas pelo caminho cruzamos com muitos resistente nas paragens a darem informacoes de k caso serem mandados parar pelos resistentes pelo caminho é melhor parar pk se nao, irao pensar k carregaste militares e dai sera fogo contra vc.
GostoResponder81 h
Manú Arone Março ja foi se embora..
GostoResponder1 h
Miguel Macaringue Vou me calar, nao quero ser banido mas...Março dele é qual?
GostoResponder1 h
Calisto Machava Temes ser banido!então reconheces a força da renamo
GostoResponder11 h
Miguel Macaringue Nunca duvidei...
Titos Filipe David Simango Forcaaaaaaaa Dr. Cambuma keremos a democracia completa
GostoResponder1 h
Nico Voabil O povo que ontem dormia perdeu sono...
GostoResponder41 h
Maria Augusta força unay
GostoResponder11 h
Meque Sagate Vale mas viver a guerra pela verdadeira DEMOCRACIA do que viver a falsa DEMOCRACIA... Vejamos : Presidente da Republica eleito, Deputados da Assembleia da Republica eleitos, Presidetes dos Municipios Eleitos, Membro das Assembleias Municipais Eleitos, Deputados das Assembleias Provinciais Eleitos, e o Executivo do Governos Provincial por que nao ser eleito (Governadores)
GostoResponder41 h
Jeremias Jose Lucas Vilanculo Falsos,porque criam terror onde dizem ter ganho as eleicoes.

Foram pois eleitos,razao pela qual estao na AR.

A pergunta é:
O que mais querem?

GostoResponder1 h
Adelino Alexandrino Hoje acordei e lembrei do Líder da Renamo... Desta vez é d vez... em Março vamos governar centro e norte... será que ele estava a falar de Março de 2017
GostoResponder11 h
Merito Costa Penga Povo no poder
Mazu Carlitos A população ja fez o que tinha k fazer votar agora o que restou é vossa parte...
GostoResponder11 h
Manjur Manuel Gelo Queremos,isso
GostoResponder1 h
Ditanio Reza Casimiro Casimiro Forca ai mano unay! Hoje passaram da N6 dois transports da etrago acaminho da fronteira de manica maxipanda a informacoes, k vao levar forcas no vizinho zimba
GostoResponder1 h
Jemusse Junior Não falei nada
GostoResponder1 h
Aloysius Tmt Unay Cambuma, gostei de ver imagem de "Liwa". Kkkkkkkkkk
GostoResponder21 h
Obadias Miambo Um dia este governo ainda vai cair!!!
GostoResponder1 h
Denzel Yuri Dunfermkine Espera e a última coisa a morrer , assim que seja mesmo tarde temos que gerir afinal foi o povo que nos confiou por isso temos que faser de tudo pra o agradar
GostoResponder1 h
Ckota Leo Nhamba Nhamba fooooooorrrrrrrrcccccccaaaaaaaa RENAMO
GostoResponder1 h
Cukala Conenda Goba Goba A renamo já nao vale falam e nao concretizam e o povo tá sofrer
GostoResponder1 h
Diana Aurélio Naene Com a renamo o povo manda
GostoResponder11 h
Orlando Solie Nhantumbo Pra falar a verdade a frelimo nunca nos amou, so nos usou
GostoResponder21 h
Serra-Campo Miguel Certamente
GostoResponder1 h
Florencio Amade Tenham calma irmãos não falta muito,estamos no fim como disse o general houve um contra tempo.Sejam pacientes irmãos.
GostoResponder11 h
Satelite de Moçambique A victoria da Renamo é certa! É certa, e é certa!
GostoResponder1 h
Salvador Jemusse Nao enganem os leitores,a renamo nunca vai governar as provincias k julga k ganhou.
GostoResponder1 h
Saimon Ynhasena Ynhasena papa afrelimo vai sair com arma pensas uk voce isso ainda nao aqueceu falas ai na cidade nem sabe nada de guerra khadafhi saiu como? mubarak no egipto?sadam ussein no iraque? continue brincando
Leo Valemtin Papa viva viva renamo a vitoria é nossa
Calton Napido a vitoria e nossa
GostoResponder1 h
Calisto Machava Os barcos da ematum afinal é pra serem usados na fuga quando a renamo tomar o poder! Já os descobri
GostoResponder41 h
Raja Amade Kkkkkkkkkkkkkk
Calisto Machava Sim vejou-os acantonados sem função nenhuma...
Saimon Ynhasena Ynhasena kikikikiki liwa ya ai o rato nao escapa nunca
GostoResponder1 h
Moises Lucas Sitole Tarde ou sedo moze vai se livrar desses vampiros k vivem do sangue do povo,força resistentes.
GostoResponder21 h
Macassar Selemane Bilal Selemane Queremos a revolução o povo não vai parar d esperar ate esse dia chegar tarde k for mais um dia xtaremos livres. mano Unay eu sou teu fã NR 1 acredito completamente em ti pporçaaaaaaaaaaaa!!!!!!!
GostoResponder11 h
Anselmo Joao Viva a democracia a vitoria e certa
GostoResponder1 h
Manuel Domingos José José Onay. Você sabe me dizer ou pode me dizer uki acontece com o cão kuando vêm o seu criador a xegar em casa saindo duma actividade laboral? Kero saber do sinal ki o cão mostra como sinal de satisfação? Favor peço tambem a resposta a kualker ki entend não kero ceder os limites.
GostoResponder159 min
Kelven De Mendes Mafuca Povo no poder,,,, como dis mano aza.
GostoResponder157 min
Magnesio Fazida Ucolor Ucolor Mas força, tamos juntos nessa.
Assane Assuade Ha agora nao da para acreditar, a promessa de marco foi exagerada, cale de ofender o povo.
Ernesto Nhaule Governar em Marco: se durante 30 dias nao conseguiram governar nem uma localidade, irao agora, em 1 dia, ocupar 6 provincias? Espero ouvir outro papo amanha!
Manuel Domingos José José A minha pergunta , a resposta so sairá nas cabeças das pessoas ki usam a mesma para pensar e menos e menos akeles ki a usa para pôr o chapeu muito menos mexas. Disculpe se ofendi mas embora ki a verdad doi não há saída temos ki falar, mais uma vez repito. Perdoem- me se ofendi não era minha intenção
Costa Manhiça Força ai unay estamos juntos o que der e vier ,,a vitoria e certa
Arlindo Zandamela Unay Cambuma, quantas promessas já deste? 

Leva o Cota cuidar da Vida dele que a Família dele chora por ela. Vocês estão num A/C, ele a morrer no Mato e no fim digam gostam dele. Se gosta dele vai se juntar a ele no Mato Papá...

GostoResponder149 min
Crimildo Geronimo Chicure Deixa de ser isto amigo quem ti garantek o velho ta a sofrer ou voce confunde com o teu sofrimento
Crimildo Geronimo Chicure Deixa de ser isto amigo quem ti garante k o velho ta a sofrer ou voce confunde com o teu sofrimento
GostoResponder139 min
Zulficar Mahomed Tinha que ser um Zanda mesmo
Nelio Novele Qual povo pretendem governar? O mesmo k e assassinado dia após dia na n1? Vejam o exemplo da Líbia
Amosse Amosse Amosse Apoiado vamos até na ponta vermelha.........
GostoResponder248 min
Ricardo Teodosio Tovela Tovela seja Ok deus kzer extamx nas suas mão
GostoResponder146 min
Castigo Antonio Muthomodjua Muchanga Apoiado os resistentes
GostoResponder346 min
Jose Manuel forca ate ponta vermelha meter essa corja na cadeia
GostoResponder142 min
Diana Aurélio Naene Estou engordar meus resistentes força
GostoResponder141 min
Vassily Frizelli Da Costa Vou precisar de ter minha arma quando chegar o dia! tambem quero ser antigo combatente
GostoResponder40 minEditado
Saidemomade Momade Vamx junto
Neto Orlando Buramuge pra-me não tiro tualha pra chão ja k la foi março, Amos aquerditar
Aloysius Tmt Unay Cambuma, para Liwa funcionar basta a força do pretendido em arrastar a isca e zás... A força de gravidade se encarrega do resto! Conhecimento... Kkkkkkkkkk
GostoResponder37 minEditado
Amisse Alberto Daudo Unay! Lembre se,que o mês de Março tem 31 dias e 39...
GostoResponder137 min
Eduardo Sozinho Na vida tudo e posivel as mentiras tem perna curda
GostoResponder136 min
Ganizani Thanki Chamba eti
Nando BostFire Mangane Hahahahaha lá se foi o pau que vitimou Savimbi e depois de quebradodo pensava que iria vitimar de novo alguém. Hehehehehe viva a Renamo Resistência Nacional Moçambicana.
Nando BostFire Mangane Misangelo Hassan sabias que o General que matou o Savimbi ai em Angola tombou aqui em moz por querer tentar matar o Dlhakhama.hehehehehe, avisa o Zé Du ai.
Arafate Manuel angolanos ja comecaram a desmascarar alguns ladroes falta mocanbique comecar
Domingos Jaime Gimo Gimo Gente está a espera
Couzynho Junior d'Castela Eh melhor esperarem deitados. Porque tudo indica que nao sera neste Março. Talvez o proximo.
Couzynho Junior d'Castela Ainda têm o dia 31 para governarem...kkkkk...tudo palhaçada, Dlakhama até envocou alma da mãe no juramento só para tranquilizar os panacas simpatizantes da Renamo. Kkkkk.

A Força da Mudança.
GostoResponder125 min
Titos Filipe David Simango Mazu carlitos tem razao ja votamos neles 5x agora keremos ver o marechal e os rangers deles a implementar os regioes autonomas ou implementares todas provincias para kem k nao . Podem governar todo moc. Os guepatinyufreladrafilhos das putas nao xtavam governar todo o pais
GostoResponder124 min
Beto Mauro Damiao M'tumuk Unay ja viste k falar não custa,o que custa é fazer....pk vc comesaram a kantar a mwito tewpo mas até agora não estão a consiguir nada e por fim viola o povo mocawbikano...
GostoResponder122 min
Mimo Cassimo Para comida chegar na mesa bem confecionada,não precisa pressa e rapidez,é só com paciência irmão, por favor não percam esperança por mais que faltam segundos
AmisseSantinhomurqueza Muerqueza Força nos queremos saborear averdadeira independency
Customo Jo Jo Melhor k for
Tipei Zvedu Eu ñ me rendo até o apito final a alternativa dos fracos é desistir mais para nós os fortes a frente é caminho
Massaua Sagual Vamos ate ao fim compreendemos k o nosdo presidente falou por raiva mas agora quem nao vem k ele esta governar e cego quantas dividas ja prometeste pagar o dia passou ou o mes passou e so conseguiste pagar no dia ou no mes a seguir???
Mimo Cassimo Viva o povo
Nando Fernando Cundack A renamo ja luto com 28 pais que ajudava o noso governo na guerra de 16 ano nao é hje que ele vai discosiguir seria bom k o noso governo aceitace o uk a renamo quer nos nao queremos guerra so queremos paz.
Larcio Ecriz Hiii.... Espero que o povo nau seja o alvo das balas pois essa vossa luta esta cemeando muita dor em o povo sofrido que nada tem e entende sobre a politica pois nos so queremos o silêncio das armas e voltamos pra as nossas casas e continuar a plantar milho e mais em suma voltar a nossa vida precaria mais sem o som das balas
GostoResponder7 min
Vagner Julio Cerveja Cerveja Eu kero arma, kero limpar esses corruptos
GostoResponder6 min
Mandinho Frank #Nando tem muita razao nos nao kerems guera
GostoResponder6 min
Simão Gomes Viva rangers,viva Dhlakama voces é a unica xperaxa d povo mozambican.
GostoResponder15 min
Lava Jacto Jacto Quem não acredita so pode ser lambe bota da frelixo , pois resistente sempre foi resistente
GostoResponder15 min
Salvador Jemusse vao em barue,muxungue e santungira se na verdade kerem guerra
GostoResponder4 min
Sacrifício Manusse Unidos veremos o bom fim,estiquem ragers, até guebuza,chipande e nyusi abandonarem o país o povo precisa mais dessas cabeças...

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook