terça-feira, 29 de março de 2016

Deportada de Moçambique sem despacho



Tenho medo do meu país! Eu sempre digo isso. A ilegalidade é regra e a legalidade é excepção. Os bons são sacudidos e os maus premiados. E mais...muitos olham impávidos e serenos a nossa realidade.


Uma cidadã que luta pelos direitos das mulheres foi detida hoje desde as 12h até as 19h30min sem direito a alimentação, água e sem direito a Advogados. Agora está a ser deportada sem despacho, informação e sem poder levar nem uma camisola.
Todas as formalidades foram violadas e não houve direito a defesa.
Disseram-me essa constituição só serve nos tribunais e não para mim polícia da PRM.
Tenho medo do meu país!!!!
Um nigeriano violou 8 crianças, foi preso e em breve estará nas ruas de Maputo a desfilhar. Uma estrangeira defendeu 11 milhões de mulheres e está a ser expulsa do país. Quem é que deveria ser expulso???
Eu tenho medo do meu país!!!!
A seguir transcrevo um exemplo que mostra a nossa democracia do faz contas à moda Angolana:
<<AMEAÇA DE DEPORTAÇÃO DE ACTIVISTA DA MARCHA MUNDIAL DAS MULHERES/FÓRUM MULHER>>
(Notícia em actualização)
Por: Boaventura Monjane
00h40 (30.03.2016): Eva Anadón Moreno foi finalmente liberta depois da intervenção de duas procuradoras. Tudo indica que a polícia não possuía documentos que legalizavam a extradição. O documento chegou, com assinatura do ministro, mas a activista já não se encontrava no local. Não há garantias de que não a activista esteja a salvo e segura. Mais tarde voltará a apresentar-se às autoridades, desta vez junto à procuradoria da cidade de Maputo.
23h50 (29.03.2016): A Procuradora Geral da República foi impedida de retirar a activista do aeroporto. Segundo a polícia, há ordens superiores para deporta-la.
22h06 (29.03.2016): o Ministro decidiu a deportação da activista. Primeiro voo leva-a para fora do país
As autoridades de migração da República de Moçambique poderão deportar a activista de nacionalidade espanhola, Eva Anadón Moreno, uma das mulheres que a polícia moçambicana prendeu no dia 18 de Março, quando feministas se preparavam para realizar teatro de rua em protesto contra a directiva do Ministério da Educação de proibir saias curtas nas escolas secundarias de Maputo a partir deste ano.
Eva Anadón encontra-se desde as 13h de hoje (terça-feira, 29) retida por agentes dos serviços de migração. Informações recentes (20h15 de Maputo) indicam que a activista foi transladada dos gabinetes da Migração na Av. Fernão de Magalhães para o aeroporto Internacional de Maputo, onde continua a ser ouvida. Teme-se que a qualquer momento a jovem activista seja deportada.
Durante o último fim de semana a casa da activista, na Av. Eduardo Mondlane, este sob vigília da polícia da migração moçambicana. Unaiti Jaime, outra activista, igualmente detida no dia 18, confirmou que sua casa esteve também a sob vigília policial.
Eva Anadón Moreno é colaboradora do secretariado Internacional da Marcha Mundial das Mulheres, o maior movimento feminista no mundo, e tinha a sua documentação legalizada.
Lindo A. Mondlane mas como um ministro pode decidir a deportaçao de alguem?..é possivel isso?..em que pais estamos?
GostoResponder1 h
Abdala Abílio Suleiman Tenk ser deportada esta a trazer mãos hábitos pra o nosso país
GostoResponder21 h
Lindo A. Mondlane nao...nao..e nao... para isso ha tribunais.. e nao é ministro que decide isso... como minimo ministro de trabalho que lhe pode revocar o DIRE, ou ministro do interior..nao de educaçao... tuAbdala Abílio Suleiman, deves acustumar a que se cumpram as leis, porque algum dia podes ser victima dessas arbitrariedades..
GostoResponder21 h
Rico Roque Por causa de gente como tu que a impunidade impera neste país. Desde quando deportação soluciona problemas de "maus hábitos". Ou melhor, desde quando DEPORTAÇÃO ILEGAL soluciona este suposto problema que referes?
Existem leis neste país. E essas leis devem ser seguidas.
GostoResponder11 hEditado
Elson Guila Só buscam leis quando há interesse
Dércio Tsandzana Abdala Abílio Suleiman, o que são maus hábitos?
GostoResponder1 h
Dércio Tsandzana Lindo A. Mondlane, o vídeo que a Iveth Marlene revela muito mais.
GostoResponder1 h
Lindo A. Mondlane sim vi...
GostoResponder1 h
Maria Manuela Lopes Inadmissível
GostoResponder1 h
Abdala Abílio Suleiman Tem coisas mais preocupantes no nosso país pra se manifestar. ..
GostoResponder1 h
Dércio Tsandzana Abdala Abílio Suleiman, podem sim ter, mas este caso mostra uma vergonha como nação. Não vamos nos desculpar com "tem coisas mais preocupantes no nosso país pra se manifestar. .."
GostoResponder11 h
Lindo A. Mondlane sempre ha coisas mais importantes.. mas se algum dia a policia te deter sem respeitar seus direitos, vais recordar deste caso...Abdala Abílio Suleiman...
GostoResponder1 h
GostoResponder11 h
Abdala Abílio Suleiman Mais porque estavam a se manifestar, ,,,elas não tem razão
GostoResponder1 h
Dércio Tsandzana Abdala Abílio Suleiman, quem tem razão? Queres justificar essa injustiça contra uma cidadã com argumentos moralistas e subjectivos?
GostoResponder1 hEditado
Lindo A. Mondlane e depois?..agora a soluçao é deportar?.. ademais legalmente era uma perfomance, nao se manifestavam..mesmo que fosse assim, se levantava acta e prontos..mas nao é um ministro de educaçao que pode mandar deportar a ninguem..e se esse mesmo ministro de educaçao um dia mandar a policia para prender-te vais gostar? por favor Abdala Abílio Suleiman, desperta
GostoResponder11 hEditado
Abdala Abílio Suleiman Me prender o que foi que fiz
GostoResponder1 h
Eliana Nzualo Num Estado de Direito, em que há uma democracia, os cidadãos têm o direito de se manifestar. Ainda que eu não concorde com a causa, não posso dizer que eles não se podem manifestar. É um direito garantindo na nossa Constituição. Vejamos, semanalmente os "madgermanes" fazem uma passeata em forma de manifestar a sua causa. Esta senhora e as suas colegas estavam prestes a realizar um teatro de rua para passarem a sua mensagem. Isso é um direito que elas têm. Não estamos aqui a debater as saias, esse debate é outro, o que está em causa é a violação de um direito básico garantido por lei.
Rico Roque Também não é você Abdala Abílio Suleiman quem vai decidir o que é prioridade para as outras pessoas. Isso é totalmente subjectivo. O que é prioridade para si hoje, pode não ser para o outro. As coisas funcionam assim no mundo.
Elas tem toda a razão de se manifestarem. Já vi que só lanças palavras para fora, mas seus "argumentos" não são convincentes.
GostoResponder11 h
Dércio Tsandzana Eliana Nzualo, na verdade o Abdala Abílio Suleimanquer justificar essa injustiça contra uma cidadã com argumentos moralistas e subjectivos.
GostoResponder1 hEditado
Eliana Nzualo Fico triste com aquilo que vejo/ oiço/ leio de outros cidadãos moçambicanos. É nosso dever proteger a lei! Mesmo quando um ladrão é apanhado em flagrante ele tem o direito de ser julgado em tribunal e não ser linchado em praça pública! Eu como cidadã devo proteger esse direito! Ele como cidadão tem o direito à vida e à sua dignidade. Isso está na Constituição. A lei existe para nos proteger a todos. Não podemos ser selectivos quanto a isso. Não podemos comprometer a nossa democracia.
GostoResponder355 minEditado
Lindo A. Mondlane Abdala Abílio Suleiman, tem que sair um pouco para ver como funcionam as coisas nos paises que funcionam... eu vivo no pais dessa senhora e nao ha forma humana de expulsar-me de aqui..tenho os meus direitos e a constituiçao me ampara..e como aqui se cumprem as leis, nao é por criticar uma decisao absurda e estupida de um ministro, ou como quer que seja que alguem me expulsa....
GostoResponder41 h
Abdala Abílio Suleiman Até eu posso não concordar plenamente com a deportação, ,,mais elas também não seguiram os parâmetros legais, ,para se manifestar tens que primeiro seguir os seus devidos parâmetros
GostoResponder1 h
Lindo A. Mondlane nao estam a se manifestar... estavam a fazer teatro de rua...
GostoResponder1 h
Rico Roque Quais são esses tais parâmetros? Alguém pode me esclarecer? Gostaria que fosse você Abdala Abílio Suleiman fazendo isso, se possível.
GostoResponder1 h
Abdala Abílio Suleiman Primeiramente tens que submeter uma carta nas instâncias competentes a avisar que irás manifestar. ..
Rico Roque Okay, e agora que sabemos que elas não estavam a manifestar?
Rico Roque Exatamente, Eliana Nzualo. O mais chocante nisso tudo é a clara violação as leis. Segundo relatos, essa moça foi impedida acesso a advogado, foi tratada mal, e ainda foi submetida e interrogações desnecessárias que culminaram com transporte da mesma para o aeroporto. Dói saber que nossos governantes tem poder de passar por cima das leis deste modo. 
Hoje foi isto, amanhã não sabemos o que virá a ser. E quem vai ser o infeliz.
Aplausos para quem não se assusta diante de uma situação dessas.
GostoResponder255 minEditado
Dércio Tsandzana Incrível como algumas pessoas acham o ANORMAL NORMAL, chegando a esta fase posso dizer que estamos mesmo perdidos com pensamentos como do nosso irmão Abdala Abílio Suleiman.
GostoResponder152 min
Dércio Tsandzana Lindo A. Mondlane, deves se calhar diferenciar para ele uma coisa da outra. =Teatro vs. Manifestar=
Tsutsi Fumo TF Teatro 
Emoji grin
 Emoji grin
 Emoji grin
 Emoji grin
GostoResponder134 min
Helder Saveca Abdala quando um argumento não te suporta é melhor o silêncio ver, ouvir e calar
GostoResponder132 min
Paulo Bernardo Phacule Eu particularmente acho que há um exagero em porta-la.mas nao esquecer que ela está sendo acusada de agitação ou perturbação de ambiente escolar,isto em moçambique merece punição até pra quem nasceu aqui. e merece sim uma punição disciplinar.este país tem leis e os estrangeiros devem respeitar.isto nao é um distrito é uma nação da qual fazem parte mais de 100 distritos.o azagaia nao foi quase deportado de angola?dois jornalistas moçambicanos foram deportados de angola sem mais nem menos,o treinador portugues foi deportado por chamar moçambicanos de ladroes e esfomeados.
Nao que seja retaliação mas aqui nao queremos estrageiros mal criados e que se atentam a nossos princípios
GostoResponder331 min
Abdala Abílio Suleiman É isso mesmo
Dércio Tsandzana Paulo Bernardo Phacule, então acha coerente a atitude da policia? Deportar só com falas sem documento? Negar uma autoridade como de uma PROCURADORA? Acha isso um Estado de Direito Democrático e de Justiça?
Tsutsi Fumo TF O Sr. Paulo Bernardo Phacule sim senhor...
Abdala Abílio Suleiman Ainda falam de teatro. ..logo enfrente de uma escola. .
Eliana Nzualo Aquele momento INFELIZ em que usamos Angola, um pais que vive um ditadura não declarada, como exemplo para legitimar as nossas acções...
Dércio Tsandzana Simplesmente deplorável. Meu Deus!
Tsutsi Fumo TF Mano Dércio Tsandzana o estado está a exagerar. Mas sabe se muito bem que o que a activista fez é indisciplina!
Dércio Tsandzana Como define indisciplina para este caso?
GostoResponder124 min
Tsutsi Fumo TF A manifestação não havia sido autorizada pelo conselho municipal
Paulo Bernardo Phacule Ilustre,eu apenas defendo que ela está perante uma infração.agora se os procedimentos da justiça sao legais isto nao sei.mas que ela e outras estrangeiras merece multa disto ninguem vai me convecer que nao,poís as leis sao muito bem claras quantos aos estrangeiros que criam perturbacao neste país.
Nifyta Momed
Nifyta Momed Triste realidade 






Leopoldo Amaral
Leopoldo Amaral Vergonhoso. Hoje eh ela amanha somos nos.
Hobety Luys Muhamby
Hobety Luys Muhamby Esta é a realidade deste País.
Freeper Banze
Freeper Banze Sem comentarios!
Anabela Adrianopoulos
Anabela Adrianopoulos Nooooo



21 h
Panganai Dubuia
Panganai Dubuia Nós é que temos que dizer basta.
Onesia Carlota
Onesia Carlota Muito triste
Iveth Marlene
Iveth Marlene Um nigeriano violou 8criancas, foi preso e em breve estará nas ruas de Maputo a desfilhar. Uma estrangeira defendeu 11milhoes de mulheres e está a ser expulsa do país. Quem é que deveria ser expulso???

Eu tenho medo do meu país!!!!




191 h
Freeper Banze
Freeper Banze Oooops. És a pessoa mais indicada pra saber á qual instância recorrer e como proceder pra fazer o follow up desses desvios todos.
Edson Lucas 'Delirioh'
Edson Lucas 'Delirioh' O meu maior medo é de quem me causa o medo
Jenete Mwasse
Jenete Mwasse tambem tenho medo deste meu pobre pais
Eliana Nzualo
Eliana Nzualo Ainda chamam "Estado de Direito".. A arrogância e ganância de quem serve o público são os piores cancros que temos.
Yolanda Sigauque
Yolanda Sigauque É de lamentar á atitude dos Homens da lei e ordem.

Dá mesmo medo.

Edson Paulo Sengulane
Edson Paulo Sengulane Isso dá muito mais do que medo. é o que dá quando não se aprende nem se apreende porque, entre outras coisas diametralmente limitadotas e contrarias ao Serviço Público, muitos alistam na Policia pura e simplesmente no num rendimento regular...disse rendimento e nao salario (para melhor entendimento, leia-se nas entrelinhas).
Nivas Muchanga
Nivas Muchanga
Emillia Paula Mandlate
Emillia Paula Mandlate A lei é bonita escrita.
Dercio Muianga
Dercio Muianga Infelizmente existem Moçambicanos que não fazem o uso racional e profissional da constituição da república e dos direitos Humanos. A constituição da república é a bíblia de um país democratico, e a sua desobediência assemelha-se a um pecado.



357 min
Elidio Chavele
Elidio Chavele Mas muito feia na hora da sua percepção e execução eu ja vivo muito agastado com tudo que aconteci neste pais. Mas muito medo mesmo
Ivone Francisca Francisca
Ivone Francisca Francisca Tenho medo do meu país 
Matambo Vilanculos
Matambo Vilanculos Prezados, tenho dito quase sempre as pessoas próximas e não, que eu nasci num país em que a ILEGALIDADE FOI LEGALIZADA, e tal país tem o nome de Moçambique, um país que vive de "baladas". Se calhar o nigeriano que violou as crianças, dará uma boa "bolada" para estar solto sem demora, e a sra irá aguardar pela constituição atrás das grades. Triste! Há muita vontade de ter um espírito de patriotismo, mas é difícil ter esse espírito nesse país... Tenho dito



245 min
Daniel Shine Junior
Daniel Shine Junior Infelizmente é a realidade do nosso pais!!! A ilegalidade é o que ha de mais...
Nivalda Remane
Nivalda Remane neste pais reina a hipocresia...
Wilma Chuquelane
Wilma Chuquelane Triste . Sem comentários
Adsma Judey
Adsma Judey Misercordia
Augusto Júnior
Augusto Júnior Quer dizer há constituição só serve para alguns?!! É triste!
Yannick Teles
Yannick Teles Shame on yall
Ernesto Albino
Ernesto Albino "Mana Iveth não fale muito se não ainda acabas como o Sistac " como tu não podes ser deportada



335 min
Leonildo Saia
Leonildo Saia Tenho medo do meu país!!!
Lúcia Pateguana
Lúcia Pateguana Tou assustada. Não é possível
Ernesto Manhica
Ernesto Manhica P'r mim acho nrmal...quase tdos ministérios dxam mto a dsejar.
Albertina Langa Chipondene
Albertina Langa Chipondene realmente issu da medo
Pascoal Antonio Massinga
Pascoal Antonio Massinga Melhor se render a ilegalidade pois estamos em Moçambique e triste ver esse tipo de Polícia e a constituição quebrada pelos próprios homens da lei



121 min
Arnaldo Armando
Arnaldo Armando Hoje fui a Tribunal judicial da Machava,e fui recebido por umas sr.s super frustrada com homens,elas nao querem ouvir a resao só limitam-se em defender as mulheres e condenar os homens! Este pais esta de qualquer maneira
Pedro Alexandre Sigano
Pedro Alexandre Sigano Infelizmente é o Moçambique (in)real... Que Deus nos abençoe...
Beleza Africana
Beleza Africana A ilegalidade é tão grande que ser legal parece ser ilegal
Ivodia Magalhaes
Ivodia Magalhaes Sou estudante d direito mas hj tenho medo do k virá a acontecer depois d m formar esse país da medo ya
Linda Tovela Tovelinha
Linda Tovela Tovelinha Lamentável
Catarina Bozobozo Bozobozo
Catarina Bozobozo Bozobozo Ond é,cm e quando ek isso vai acabar?
Benya Nelfa Mauaie
Benya Nelfa Mauaie Vivemos de faz de conta neste país, pôs so vivem os lambi botas o resto sobrevive como o líder da renamo que teve de se isolar, como uma forma de protesto e até hoje nada feito.

ALERTA PARA A IMPRENSA: 
Ultima actualização: deportação confirmada. Primeiro voo leva-a para fora do país)
AMEAÇA DE DEPORTAÇÃO DE ACTIVISTA DA MARCHA MUNDIAL DAS MULHERES/FÓRUM MULHER

(Notícia em actualização)
Boaventura Monjane
22h06: o Ministro decidiu a deportação da activista. Primeiro voo leva-a para fora do país
As autoridades de migração da República de Moçambique poderão deportar a activista de nacionalidade espanhola, Eva Anadón Moreno, uma das mulheres que a polícia moçambicana prendeu no dia 18 de Março, quando feministas se preparavam para realizar teatro de rua em protesto contra a directiva do Ministério da Educação de proibir saias curtas nas escolas secundarias de Maputo a partir deste ano.
Eva Anadón encontra-se desde as 13h de hoje (terça-feira, 29) retida por agentes dos serviços de migração. Informações recentes (20h15 de Maputo) indicam que a activista foi transladada dos gabinetes da Migração na Av. Fernão de Magalhães para o aeroporto Internacional de Maputo, onde continua a ser ouvida. Teme-se que a qualquer momento a jovem activista seja deportada.
Durante o último fim de semana a casa da activista, na Av. Eduardo Mondlane, este sob vigília da polícia da migração moçambicana. Unaiti Jaime, outra activista, igualmente detida no dia 18, confirmou que sua casa esteve também a sob vigília policial.
Eva Anadón Moreno é colaboradora do secretariado Internacional da Marcha Mundial das Mulheres, o maior movimento feminista no mundo, e tinha a sua documentação legalizada.


Mostrar mais reações
Comments
Mamana Wa Vatsongwana Hoje é a Ela, amanhã irão expulsar a nós próprios. Não podemos nos calar, não podemos ficar a assistir um País se transformar em uma ditadura de facto. O que faz um Estado expulsar , uma cidadã, que está legal em Moçambique? De que tem medo este Estado? Significa que os cidadãos e cidadãs Moçambican@s , não pensam ?São sempre movidos, por outras ou outras? É um País ou um casebre? Fogo NTHA
Gosto82 h
Manuel Matola Expulsem-nos a todos!!!
Gosto22 h
Rafael Ricardo Dias Machalela Meu Deus que absurdo.
Gosto32 h
Láilo Machava Assim vai o nosso Pais
Gosto12 h
Abel Zico Pulhas...Pessoas com rabo preso sao assim, todo mundo que nao danca a musica deles sao os do contra, encostam, maltratam, isolam, matam e expulsam...
Gosto31 hEditado
Adao Joao Paia Joao Podem silênciar uma voz ou duas mas nunca de um povo, afinal quando o povo clama pela liberdade e pela justiça o salario é intimidar as pessoas?? Não se pode falar de justiça que atenta com o exercicio da cidadania e sobre tudo na postura da criação de uma nação em que sejam respeitados os direitos humanos.
Gosto41 h
Adao Joao Paia Joao A marcha continua!!!!!!!!!!!!!!!
Gosto21 h
Joseph Mateus Zebzono E quem deu essa decisao foi o ministro de educacao?
Gosto1 h
Valeria De Campos Mello Eva Anadon querida , minha solidariedade e apoio
Gosto11 h
Romao Kumenya Kumenya Agora yah...
Gosto1 h
Talita Rodrigues Gente, que absurdo! Meu coração e meu apoio estão com vcs companheiras que lutam por um país livre e seguro para mulheres e raparigas.
Gosto21 h
Lindo A. Mondlane Isto é grave...
Gosto21 h
Diana Aguiar Que absurdo! Indignada com essa notícia, com o coração apertado por Eva, solidária com as compas feministas mocambicanas... Que tempos tão difíceis... precisamos mais do que nunca em todas as partes da solidariedade internacionalista para nos fortalecer
Gosto458 min
Amelia Olga Andre Zawangoni O que se está a passar com o nosso país? Com aqueles que confiamos como representantes? Estavamos assim tao equivocados? Que mensagem estao querendo passar?O que mais está por vir?...Definitivamente a marcha tem que continuar...
Gosto144 min
Maria Salvador Quando a manifestação de um direito cívico.... é tomada como ameaça... então não há muito para dizer... a própria acção/acto fala por si...
Gosto131 min
Hilario Tui Estou contra a deteccao dessa senhora. Acho que a marcha eh 1 dever pacifico mas tem que vir da sociedade mocambicana e nao de organizacoes internacionais. A nossa cultura eh diferente com a dos Europeus e Americanos. Estou a favor da decisao do ministro de proibir a entrada de saias curtas nas escolas publicas. Isso vai reduzir muito o assedio sexual dos professores
Boa Monjane Não tinhas mais nada de jeito para dizer?
Bobby Kenedy Estado de Direito
Gosto6 min

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook