segunda-feira, 28 de março de 2016

Coisas do primeiro mundo


adicionou 19 fotos novas — em Cidade de Londres.
1 h

No primeiro mundo a política é uma coisa séria. Ou seja, a política é feita por pessoas sérias, inteligentes e que efectivamente trabalham para o povo. No primeiro mundo o povo é patrão no verdadeiro sentido. Dou-vos um exemplo da Inglaterra, que é onde me encontro. Recentemente, o Primeiro- Ministro, David Cameron, numa das suas viagens como atesta a imagem aqui postada, viajou numa classe económica, como a maioria dos passageiros anónimos e nem se fazia acompanhar por ajudantes de campo.
Para poupar, David Cameron, até dispensa secretária nas suas viagens e faz tudo pessoalmente com ajuda de um laptop. Bem que poderia ter optado por viajar na classe executiva com cabines confortáveis, poltronas ergonómicas que podem ser reclinadas à posição horizontal e um espaço maior do que a classe económica. Além disso, é possível contar com flexibilidade de datas e horários, variedade de opções quanto às refeições, equipamentos adicionais de áudio e vídeo e limites maiores de bagagem.
Ou então viajar na primeira classe onde teria a seu dispor privacidade, alto nível de serviços e comodidades exclusivas. Os assentos são confortáveis, luxuosos e se transformam em camas com lençóis novos e de primeira linha. Refeições elaboradas por chefs renomados do mundo inteiro e bebidas de alto padrão são servidas à vontade e sempre que o passageiro pedir. Nos aeroportos, os viajantes da primeira classe contam com salões, bares e restaurantes privados e acesso ao check-in rápido.
O bom de David Cameron deixou de lado estas mordomias todas e viajou na classe económica que é a mais básica e barata. Lá é anónimo como todo o mundo e come o que por lá se serve. Como podem ver, até aparece na imagem a comer “chips”. Mesmo assim não deixa de ser Primeiro-Ministro da Inglaterra, um dos países mais ricos do mundo.
Outro exemplo é do Presidente da Câmara de Londres (município de Londres), Alexander Boris de Pfeffel Johnson. Ao invés de viaturas de luxo ou de alta cilindrada, usa o metro (transporte colectivo de passageiros) para ir trabalhar. Como o podem ver na foto, viaja como um cidadão anónimo sem ajudantes de campo e todas aquelas mordomias que só gastam dinheiro no lugar de aumentar .
Vezes sem conta tenho me cruzado com o Presidente da Câmara de Londres a caminhar sozinho na rua, ou numa estação do metro, e pergunto a mim mesmo: “E no meu país?” por que em Moçambique precisamos de escolta para Verónica Macamo, David Simango, e outros tais? É que isto não nos ajuda em nada como país pobre. Aliás, empobrece-nos ainda mais. Não é a riqueza aparente que nos vai fazer ser respeitados. É o trabalho. Que obra têm esses todos que andam escoltados em Moçambique?
Até o lixo e o capim avolumam-se ali às portas do Conselho Municipal da Cidade de Maputo, bem nas barbas de David Simango. E ele quando sai entra num Mercedes topo de gama. Qual é a vantagem? Exibicionismo? Até os que estão no primeiro mundo, com direito a jactos particulares dispensam isso . E nós? Carros luxuosos e estradas esburacadas.
Há dias li num dos jornais moçambicanos que o governador de Tete, Paulo Auade, dispensou à sua filha uma viatura do Estado, seguranças pagos pelo Estado, “pocket money” do próprio Estado só para ela viajar ao Malawi. O que é a filha do governador perante o pagante dos impostos? Que categoria ela ocupa no organograma estatal? Do pouco que temos ainda nos damos ao luxo de gastar a torto e a direito para depois estendermos a mão e pedir esmola à comunidade internacional quando as cheias e a seca nos afectam. Vergonha!!!!
Não vou falar dos actuais ministros, mas procurem saber quanto é que gastavam nas suas viagens Luísa Diogo, Aiuba Cuareneia, Aires Aly e tantos outros incompetentes que só desgraçaram Moçambique. Balúrdios de dinheiro. Gastavam até o que não tínhamos só por uma mera visita à Gaza. Era preciso carros todo-terreno, água mineral importada, ajudantes de campo em número indeterminado, dormidas nos melhores locais. E ao fim do dia nem resolviam nada. A população de Gaza continua na mesma pobreza.
E a culpa de tudo isto é nossa. Sim, é do povo. Continua a votar e nem questiona nada. Será que alguém já se perguntou se existe alguma necessidade de o David Simango andar escoltado e com sirenes? E a Verónica Macamo? Mas quem pode fazer mal a estes senhores se andarem como gente normal, ou seja, como a maioria do povo moçambicano? E dizem, a boca cheia, que estão a trabalhar para o povo…
Nini Satar

Mustaf Essimel Essimela, Agostinho Mairoce, Espalsinh Badurshint e 92 outras pessoas gostam disto.
Comments
Lerry Good
Lerry Good Muito bem visto. Eu ja venho falando disso faz tempo, e acredito que muitos sabem, mas preferem o silencio e fazer parte da politica do cabritismo imputada pela Frelimo. Cabrito come onde ta amarado!!! E os outros que se lixem!?
1
1 h
Jjoseta Antonio
Jjoseta Antonio Uma realidade muito triste mas enfim tudo tem seu, mas nos o povo somos os primeiros culpados.
Dino Short Hand Coana
Dino Short Hand Coana Ya nini tenho visto coisa pior eu vivo no bairro guava distrito de marracuene bem pertinho da nova estrada circular, o que tenho visto é terrível típico de corruptos e sem escrúpulos,veja só quando o presidente do município o deviz simango numa das suas visitas às obras da estrada circular vejo uma coluna de viatura de alta cilindrada 4x4 a acompanha lo o pior é em cada uma delas só está lá o motorista,isso é ridículo ao invés de usarem apenas uma mini bus que por sinal cabiam todos e poupavam combustível e engarrafamento optam por tanto exibicionismo.por favor meus senhores parem com palhaçada isso não abona em nada a nossa economia k é frágil e k vivemos de esmola pá
3
1 h
Cass Ismail
Cass Ismail Eles são pessoas simples e nao apegadas ao poder. Mas na verdade, posso arriscar em dizer que nenhum deles tem o poder de decisão prooriamente dita. Existe algem por tras do trono maior que eles mesmos, as Multinacionais, os multimilhonarios que finqnciam campanhas eleitorais sao os que no final do dia mandam e decidem. Nao é por coensidencia que os seculos de grandes guerras considem com o seculo dos grandes banqueiros.
Gil Gomes
Gil Gomes Isso tambm tem haver com educacao qundo somos pquenos dond saimos. Quando pequeno nunca subio aviao. Ja eh chefe tem a opurtunidade claro k vai aproveitar cmu se fosse ultimo dia da sua vida.
Milagre Pahuwa
Milagre Pahuwa Exibicionismo de meia tigela só. Varias vezes já com algumas pessoas dizendo os nossos ministros são capazes de andar de TPM ou um carro particular sem precisar de escolta e ninguém lhes fazer mal.
Fernando Manuel Férman
Fernando Manuel Férman O que está arruinar a nossa pérola do Índico é o puxassaquismo e lambibotismo, onde que quando pensas diferente é tido como inimigo.
Mauricio Guiamba
Mauricio Guiamba Meu caro sem escrever muito concluímos aqui. Que eles precisam de escolta porque devem são badidos é por isso precisam de proteção para não serem exigido as contas pelos caminhos
Unay Cambuma
Unay Cambuma Grande texto Nini. Este e o defeito dos africanos.
6
1 h
Ernesto Nhaule
Ernesto Nhaule Mas pela forma duvidosa como os nossos dirigentes chegam ao poder, é claro que nunca se sentem seguros, e nunca são sensiveis ao sofrimento do povo...em fim, Africa never change
2
50 min
Filipe Sande
Filipe Sande No meu país ser chefe é se isolar do povo, isso sim que é ser "boss"
2
1 h
Unga Dzweletele Vanu Nhandexi
Unga Dzweletele Vanu Nhandexi Epah e trist esta noticia pois temos represetants dos k nos ajudam mas eles tabem nuncam questionam! Porrra pah o povo da moz ta mal
MiltonChambal Alma de Ouro
MiltonChambal Alma de Ouro Bonita visao e reflexao meu caro NIni. O povo mocambicano assim como africano em geral ja acordou.A culpa agora pouco cai nele mas nos incopetentes e inuteis governantes. Meu caro Eleicoes em Africa e`apenas uma brincadeira quinquenal de de 18 e maior de 18 anos. " Eleicoes nao derubam a ditadura".
Simon Cossa
Simon Cossa Uny isso nao eh defeito eh ingonorancia ganacia despreso pelo povo e nem meu renbolsso conceguem me devolver!
Saide Jacinto Ali
Saide Jacinto Ali Grande Nini,abre a mente dos mocambicanos.
Lerry Good
Lerry Good Muito bem visto. Eu ja tin
Djao Dos Magaias
Djao Dos Magaias Grande observação senhor #Satar.
Anacunda Bed
Anacunda Bed Palavras Para Qué?
Anacunda Bed
Anacunda Bed Palavras Para Que?
Sebastyan Cold
Sebastyan Cold Europa é outra coisa..
Rich Gang
Rich Gang E mto triste u k si vive nesse pais
Edy Manuel
Edy Manuel Evidentiment
1
1 h
Luis Antonio
Luis Antonio Boca seca
Maquetela Berrine
Maquetela Berrine Vergonha
Maquetela Berrine
Maquetela Berrine No comment

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook