domingo, 6 de março de 2016

Brasileira estrangulada no centro de Guimarães

 | Ontem
Uma mulher, de nacionalidade brasileira e com 34 anos, foi encontrada morta, na manhã de sábado, num prédio em pleno centro de Guimarães.
 
O corpo foi encontrado com sinais de ter sido espancado e estrangulado num bar de alterne ilegal, próximo da muralha que diz "Aqui Nasceu Portugal", na confluência da Rua da Caldeiroa e do Largo Valentim Moreira de Sá.
A PSP de Guimarães foi alertada pelas 10 horas da manhã. Chegada ao local, foi acionada a PJ de Braga que ficou responsável pela investigação. No sábado, eram poucos os pormenores fidedignos relativos ao que pode ter acontecido. Sabe-se, porém, que a mulher foi encontrada no interior de um quarto de difícil acesso naquele prédio.
Após as diligências dos inspetores no local, foram acionados os Bombeiros Voluntários de Guimarães para a remoção do cadáver para a morgue do Hospital de Guimarães, onde vai ser autopsiado na segunda-feira.
Ao que o JN apurou, o corpo apresentava sinais de estrangulamento, pelo que a principal suspeita das autoridades aponta para a tese de homicídio. Ao início da tarde, um homem foi identificado como sendo o principal suspeito e foi levado pela PJ. A mulher será residente do distrito de Aveiro.

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook