quinta-feira, 24 de março de 2016

Austrália confirma que destroços encontrados em Moçambique são de MH370

MH370
A ministro dos transportes Australiana Darren Chester, confirmou que os destroços encontrados na costa moçambicana são do avião da Malásia MH370.
segundo o ministro, a descoberta dos destroços naquele ponto do oceano, dão credibilidade de que o avião  Malasia MH370 despenhou no oceano indico.
“As análises concluíram que os destroços são quase certamente do MH370” , disse Darren Chester, em comunicado, acrescentando que a equipa de investigação ao voo da Malaysia Airlines concluiu que os fragmentos correspondem a painéis de um Boeing 777 da companhia malaia.
Os fragmentos de um avião recentemente descobertos em Moçambique podem pertencer ao avião MH370 desaparecido há dois anos, segundo as autoridades australianas. “Há a necessidade de procurar por mais destroços na costa sul da África”.
A Austrália está a liderar as buscas pelo MH370 no Oceano Índico, para onde se acredita que o voo Kuala Lumpur-Pequim se tenha desviado quando desapareceu, a 08 de março de 2014, com 239 passageiros e tripulação a bordo.
O ministro dos Transportes, Liow Tiong Lai, anunciou essa medida, que ainda está pendente de aprovação por parte das autoridades sul-africanas, depois que na terça-feira foi encontrada uma possível parte do avião em Mossel Bay, no sul do país africano.
“A busca costeira será feita por uma equipe da Malásia e focada na África do Sul e Moçambique”.
Essas partes se somam ao fragmento de uma asa que foi encontrado em julho na ilha francesa de Reunião, a leste de Madagascar, e que, até agora, era o único indício tangível de que o Boeing 777 caiu no Oceano Índico. Pouco depois, em coletiva de imprensa, o procurador-adjunto francês Serge Mackowiak foi menos categórico.


Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook