domingo, 28 de fevereiro de 2016

Renamo reitera negociar após assumir governação das províncias

domingo, 28 fevereiro, 2016. 13:48 UTC

Notícias


Partido exige também mediação séria.
Afonso DhlakamaAfonso Dhlakama
Redacção VOA
A Renamo, o maior partido na oposição em Moçambique, reiterou, nesta sexta-feira, 26, estar disponível para dialogar com a Frelimo apenas depois de assumir as seis províncias onde, diz, ganhou as eleições em Outubro de 2014.
Esta posição surge num comunicado à imprensa divulgado pela Renamo que afirma não aceitar qualquer diálogo sem que essa premissa seja cumprida.
A Renamo condicionou as negociações com o partido no poder a outra condição: "se a Frelimo aceitar uma mediação séria".
O partido liderado por Afonso Dhlakama não indica, no entanto, se mantém a proposta de a mediação ser feita pela Igreja Católica e pelo Presidente da África do Sul, como defendeu em Outubro.
Recorde-se que hoje o Presidente da República, Filipe Nyusi, voltou a manifestar a sua disponibilidade para dialogar "sem pré-condições" com a Renamo.

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook