sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

Multidão furiosa lincha polícia após o confundir com raptor

Início  Sociedade  Sociedade  Multidão furiosa lincha polícia após o confundir com raptor

Rapto de albinos em Tete
Um agente da Polícia da República de Moçambi­que (PRM) foi linchado, ontem, por populares após o con­fundirem com um raptor de pes­soas albinas na vila municipal de Moatize, cerca de 30 quilómetros da cidade de Tete. A informação foi avançada ao jornal O País pelo porta-voz da PRM em Tete, Luís Núdia.
Na verdade, eram dois agentes à paisana que foram destacados para fazer uma investigação, nos arredores da vila de Moatize, depois da Polícia ter recebido informações da existência de in­divíduos que estavam a preparar sequestros de crianças albinas numa escola primária. Um dos agentes acabou sendo confun­dido pelos populares como um sequestrador. Apesar de ter apre­sentado a sua identificação como polícia, a vítima não conseguiu convencer os populares. Aliás, a desconfiança agudizou-se pelo facto de o agente ser portador de uma arma de fogo do tipo pistola e foi espancado até à morte.
O outro, apercebendo-se do que acabava de acontecer, refu­giou-se no Comando da Polícia em Moatize, onde pediu reforço, que entretanto chegou tardia­mente ao local onde o colega foi linchado até à morte. Quando os populares se aperceberam que o segundo agente se tinha refugia do no Comando da PRM, dirigi­ram-se ao local e exigiram a sua entrega para que fosse igualmen­te linchado. ­
Leia mais na edição impressa do «Jornal O País»

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook