ACTUALIDADE

Loading...

segunda-feira, 25 de Março de 2013

Para eleições de 2014

Para eleições de 2014
Candidato da Frelimo à Presidência da República continua tabu
Maputo (Canalmoz) – Tabu. É o adjectivo correcto para classificar o tratamento que o partido Frelimo está a dar à questão do próximo candidato às eleições presidenciais. Ninguém quer falar do assunto. O pacto de silêncio estende-se desde os membros do Comité Central até aos próprios membros da Comissão Política, órgão donde geralmente sai o candidato.
O Canalmoz tentou ouvir vários membros do partido Frelimo sobre este assunto, mas todos repetiram religiosamente o refrão: “não debatemos esse assunto nesta sessão do Comité Central. No momento oportuno será anunciado”.
E como havia quem alimentasse alguma esperança de que o pontapé de saída, no mínimo o lançamento do debate sobre a sucessão de Armando Guebuza fosse dado nesta segunda II Sessão do Comité Central, avolumam-se cada vez mais os receios em relação aos verdadeiros planos do actual presidente do Partido Frelimo.
As eleições presidenciais nos termos da Constituição da República deverão ter lugar no próximo ano e tomando em consideração a extensão territorial do País o candidato deverá percorrer todo o território para que seja conhecido. Nunca, a Frelimo levou tanto tempo para apresentar um candidato. Sempre anunciou os seus candidatos com mais de dois anos de antecedência relativamente à data das eleições.
A nível da opinião pública já se traça o perfil de um provável candidato que deverá ser originário da zona norte ou centro, e que esteja fora da órbita da famosa geração de Nachingweya (antigos combatentes). Mas há quem acresça a estes critérios a necessidade de o presumível candidato vir a ser “obrigatoriamente” da confiança de Guebuza para assegurar seus interesses empresariais com contratos das suas empresas com o Estado, até porque Guebuza continuará maestro da banda ao nível do partido, como se confirmou no X Congresso, em Setembro do ano passado, em Pemba.
Por essa lógica, pelo menos a nível da Comissão Política a lista reduz-se a Alberto Vaquina, actual Primeiro-Ministro, José Pacheco, actual ministro da Agricultura (com a ficha muito queimada mas com grande confiança de Guebuza), Filipe Nyussi, actual ministro da Defesa (entretanto fora da CP), e Carvalho Muária, actual ministro do Turismo.
Fontes internas do partido que já se mostram agastadas com o tempo que Guebuza está a levar para “permitir que o debate aconteça e que o presidenciável se prepare”, disseram ao Canalmoz que é pouco provável que seja uma candidata, mas caso seja uma candidata, o nome da esposa de Armando Guebuza, a actual primeira-dama “não pode ser descartado”.
À actual “primeira-dama” juntam-se Margarida Talapa, actual chefe da bancada do Partido Frelimo na Assembleia da República e, Esperança Bias, actual ministra dos Recursos Minerais que no Congresso de Pemba viu-se “levada” à Comissão Política.
Nesta lista feminina, curiosamente não se fala do nome da actual presidente da Assembleia da República, Verónica Macamo, que também viu o seu capital político reforçado por Guebuza.
Nada é dado adquirido, até porque dentro do partido é quase “proibido” falar do assunto. “Quem levantar esse debate é visto como fonte de instabilidade e logo alvo a abater”, são palavras que nos chegam de viva voz, de dentro do Partido Frelimo.
Sendo ou não tabu – as opiniões são várias – a verdade é que no meio de tanto mistério fica claro que Guebuza tem o partido e membros ao seu sabor e gosto e por via disso só acontecerá o que Guebuza quiser e quando Guebuza quiser. Está por isso mais do que visto que a possibilidade de Armando Guebuza ainda vir a forçar que a Constituição seja alterada para lhe permitir um terceiro mandato, não está totalmente fora de hipótese, apesar de alguns comentaristas insistirem que “Guebuza é um homem de palavra”.
Ao mais alto nível do partido cresce a indignação contra a atitude de Guebuza, suspeitando-se que ele esteja a querer impor em alternativa à sua continuidade como candidato à sua própria sucessão, a sua própria esposa ou Filipe Paunde. (Matias Guente)

1 comentário:

Anónimo disse...

s blog as per their needѕ that mаkes Woгԁ - Press a favouritе
amоng bloggers evеry whеrе.
It's a tool to organize, edit, enhance and manage your images. HTC phones generally come with Wi - Fi and mini - USB connectivity, which allows the users to easily connect to the world around them. If your website conversion is done properly, then it will give you best results in terms of website design and structure. Now we follow the similar steps with all the sections we have cut up and saved. The process of PSD to HTML conversion makes the designs of the web layouts more functional and easily accessible.

Also visit my website; twitter template psd

Windows Live Messenger + Facebook